Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Austrália e a luta contra a obesidade


A obesidade vem crescendo em todos os países e na Austrália os custos de tratamento da condição e de doenças associadas ultrapassa 20 bilhões de dólares ao ano. Isto porque mais de 50% dos australianos adultos tem sobrepeso ou obesidade e existe a mesma tendência de crescimento dos números entre crianças e adolescentes. Preocupada com a questão, a associação médica australiana (AMA) pediu mais responsabilidade por parte da indústria no que concerne a lula contra a obesidade. De acordo com a associação o governo precisa tomar uma ação firme para encorajar a indústria a promover hábitos de vida saudáveis. Ao liberar o documento AMA Position Statement on Obesity, a associação deixa clara sua crença de que o problema é de toda a sociedade: indivíduo, família, governo, indústria e que todos precisam contribuir para a redução do número de casos de obesidade no país. De acordo com a associação até os supermercados precisam ser responsabilizados e incentivados a promover a saúde, dando mais evidência (menores preços e melhores lugares nas prateleiras) para os alimentos mais saudáveis. A associação também reforça a necessidade de um planejamento urbano mais eficiente e que deixe lugares livres para a prática de atividade física e para o fácil acesso a mercados de frutas e verduras já que as evidências mostram que quanto maior o número de hortifruti mais as pessoas tendem a consumir estes alimentos. O documento da AMA colaca pontos importantes como:

- Aumento das taxas e preços de alimentos ricos em gordura e açúcar como doces, refrigerantes e fast food afim de incentivar um menor consumo destes;
- Subsídios para a produção de frutas e verduras para que o preço final dos mesmos seja reduzido inclusive em áreas de difícil acesso;
- Um sistema simples e uniforme para a rotulagem nutricional dos produtos industrializados garantindo um maior entendimento por parte dos consumidores;
- A proibição de propaganda de alimentos ricos em gorduras e açúcar para crianças.

Será que podemos aproveitar algo por aqui?

Para saber mais (EM INGLÊS) clique aqui.
Fonte da imagem: http://www.theage.com.au/ffximage/2006/05/14/1505FATTIES_wideweb__470x222,0.jpg

0 comentários: