Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

domingo, 13 de abril de 2008

Vamos às compras » Legumes e verduras



Dra. Maria do Carmo Afonso, Médica de Clínica Geral e Familiar
Data: 2008-02-03


Ao escolhermos e comprarmos os alimentos que irão fazer parte da nossa alimentação há que ter em atenção alguns aspectos de modo a garantir uma boa qualidade nutricional e higio-sanitária.


Legumes e verduras

Uma vez que muitos destes alimentos são facilmente deterioráveis é necessário ser-se criterioso na sua escolha de modo a tirar o melhor partido das suas propriedades.

• As verduras e legumes de folhas verdes (alface, agrião, couve, salsa, coentros, endívias, etc.) são rapidamente deterioráveis, pelo que, ao comprá-las, deve verificar se não têm folhas queimadas ou amareladas, ou pequenos furos, que podem indicar a presença de insectos ou larvas.

• Prefira os legumes inteiros e não cortados e embalados, pois as empresas que os comercializam, durante o corte incluem restos de verduras e verduras já deterioradas.

• Dê preferência às verduras e legumes agro-biológicos isto é, cuja cultura não é feita mediante o uso de pesticidas e outros químicos.



Como limpar os legumes e verduras?

• Elimine as folhas e partes dos legumes que estejam amarelos, podres, moles ou queimados.

• Lave bem em água corrente, colocando em seguida de molho em água com umas gotas de vinagre ou desinfectante próprio para legumes, para eliminar quaisquer parasitas. Se se tratar de legumes em folhas (ex: alface), separe-as e lave-as uma a uma.



Como aproveitar talos, cascas e folhas

• As folhas de couve-flor, beterraba e cenoura, nabo e rabanetes são ricas em nutrientes e vitaminas e ficam deliciosas se refogadas servindo como acompanhamento, ou nalguns casos, como recheio de tartes.

• Os talos de agrião e espinafre contêm muitas vitaminas, experimente-os refogados ou em sopas.

• Antes de descascar a batata, lave a casca com uma escovinha e depois descasque e frite as cascas. São um óptimo aperitivo. As cascas de ananás ou abacaxi, quando bem lavadas e fervidas, proporcionam um sumo delicioso. É só deixar arrefecer, adoçar, e bater com gelo no liquidificador. Utilize as cascas de maçã para preparar sumos ou chás.

• As sementes de abóbora são um óptimo aperitivo. Depois de lavá-las e secá-las, salgue-as e leve ao forno para tostar.



Como comprar, como conservar

• Agrião: deve ter as folhas inteiras e num tom verde-escuro. Ponha de parte os molhos com folhas manchadas, furadas ou com talos acastanhados ou moles.
Pode ser conservado até três dias. Depois de lavados e secos guarde os talos mais tenros num saco de plástico na gaveta dos legumes do frigorífico.

• Alface: As folhas devem estar frescas e viçosas, os comerciantes costumam molhá-las para que tenham aparência mais fresca do que realmente estão, evite comprá-las assim como as que estejam murchas, com insectos ou pequenos furos.
A alface pode ser conservada, depois de lavada e bem seca, por dois ou três dias no frigorífico num recipiente tapado.

• Beringelas: Escolha as mais rijas, com a pele bem brilhante e lisa e, sobretudo, sem manchas.

• Brócolos: escolha os molhos bem verdinhos.

• Couve: As folhas devem ter uma cor definida, serem frescas e firmes. Folhas amarelas ou murchas, indicam que a verdura está velha e não deve ser consumida.
Apesar de o ideal ser consumi-la até três dias após a compra, a couve pode durar cerca de uma semana no frigorífico. Para isso não arranque os talos, mantendo as folhas inteiras e guarde-a dentro de um saco de plástico na gaveta do frigorífico.

• Cenoura: a cenoura deve ser firme, ter a superfície lisa e com cor alaranjada uniforme. Não compre se ela tiver algumas partes verdes, pois é sinal de que ficou muito tempo ao sol.
Guarde-as de preferência lavadas, bem secas e embaladas em saco de plástico, na gaveta do frigorífico. Podem conservar-se sem perder qualidade até 15 dias. Pode também cortá-las em rodelas e congelar, deixando-as prontas a usar.

• Favas: a cor das vagens deve ser verde e brilhante, sem manchas.

• Grão-de-bico: escolha os grãos sólidos, não deformados, sem bicho, com uma cor castanho-clara ou amarelada.

• Pepino: para o tornar mais facilmente digerível corte-o em rodelas finas depois de descascado e coloque-o por 2 horas de molho em água fria. A seguir escorra-o e tempere-o.

• Tomate: deve ter a pele lisa e esticada, sem manchas. Dependendo da preparação em que vai ser utilizado poderá adquiri-lo mais verde ou mais maduro. Pode conservá-lo durante alguns dias na gaveta do frigorífico.



Fonte: Jornal do Centro de Saúde

0 comentários: