Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Omega 3 : o amigo do coração

Alimentação balanceada é de fundamental importância na prevenção e no tratamento de doenças. Por isso, existem várias pesquisas mostrando os efeitos benéficos que os alimentos trazem para o ser humano.

O ômega 3 é um tipo de gordura muito benéfica para o coração, cujos benefícios vem sendo pesquisados desde a década de 70, e hoje já são fatos confirmados. Ômega 3 é um tipo de gordura encontrada em (Nota Luís Guerreiro: a linhaça é rica em ômega 3 e 6)peixes marinhos (salmão, arenque, bacalhau, etc.), e em menores concentrações na soja, castanha e óleo de canola. Essa gordura não é produzida pelo organismo humano portanto, deve ser fornecida através da alimentação.

O consumo freqüente de alimentos ricos em ômega 3 reduzem os níveis de colesterol e triglicerídios no sangue, e também a pressão arterial. Além disso, o ômega 3 possui efeito anti-inflamatório.

Porém, tudo que é demais faz mal. E o ômega 3 é um óleo com alto poder de oxidação, ou seja, pode contribuir na formação de substâncias prejudiciais ao organismo. Portanto, seu consumo deve ser associado à vitamina E, que tem função anti-oxidante, e é encontrada nos óleos de milho, de girassol, no espinafre, e em cereais integrais. O consumo de ômega 3 e vitamina E, em quantidades devidamente balanceadas, está associado a um menor risco de doenças cardiovasculares.

Uma vida saudável passa por alimentação balanceada e atividade física regular.

Adaptação de Luís Guerreiro

Fonte:Flávia Queiroga Aranha de Almeida
Nutricionista – Doutoranda em Engenharia de Alimentos/Unicamp



Em Inglês

2 comentários:

veganRising disse...

Estranho, falar de Omega-3 e nem comentar a LINHACA (Flax seeds)!

Fax seeds (linhaca) = CAMPEAO em Omega-3 e riquissimo em Omega-6

Hemp seeds = CAMPEAO em Omega-6 e riqissimo em Omega-3.

hemp e linhaca se complementam.

Luis Guerreiro disse...

Eu tive o cuidado de mencionar a linhaça no texto - se bem que o original não falava.