NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Receita - Orelhas de Judas com Orégãos - versão 2

Depois da receita de ontem, sobrou bastante e resolvi fazer uma segunda versão. Desta feita um prato riquíssimo em antioxidantes e muitas outras propriedades nutraceuticas.


Tinha quinoa germinada e adicionei 2 colheres de sopa,  cortei um pouco de alface iceberg bem fininha, juntei também mais uma colher de sopa de leite de coco em creme e decorei com tomate, açafrão e 1 colher de sopa de oregãos.








Oregão



Um poderoso agente anti-bacteriano e anti-fúngicos,o orégão também tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e anti-parasitárias.

O orégão contém ácido rosmarínico, timol e trabalha sobre o corpo para minimizar os efeitos destrutivos dos radicais livres. Para além da capacidade de destruir osradicais livres pode ajudar a reparar danos ao corpo a nível celular e combate ao cancro, doença cardíaca, pressão arterial elevada, degeneração macular e ajudar a retardar a deterioração muscular geriátrica.

Propriedades anti-fúngicas de orégão
Historicamente utilizado como conservante de alimentos, o orégão tem algumas capacidades impressionantes como anti-fúngico. As infecções fúngicas podem ser muito desagradáveis ​​e até mesmo fatais em algumas circunstâncias. O orégão tem sido usado tanto como uma preparação interna e externa no tratamento de infecções fúngicas e foi testado com sucesso em inibir o crescimento de leveduras como a Candida Albicans.

Propriedades antibióticas do orégão
Um fenol existente no orégão, carvacrol está gerando interesse pela sua poderosa capacidade de matar bactérias. Testes preliminares realizados na Georgetown University sugerem que o músculo antibacteriano do orégano pode rivalizar com a de estreptomicina e penicilina.

Outros Usos Medicinais do orégão
Se você planeja em manter orégano no seu armário da medicina, existem alguns outros usos para esta erva que você deve conhecer. Oregano pode ser usado como uma ajuda digestiva porque incentiva a salivação. Ele pode aliviar picadas de abelha e tratar aranha venenosa e picadas de cobra. Orégano também é um analgésico eficiente.

Cuidados ao usar orégão
Apesar de ervas e especiarias poderem parecer benignas porque  são usadas ​​na culinária, doses concentradas podem levar a problemas. O orégão tem muitas aplicações medicinais que podem ajudá-lo a ficar bem, mas consulte o seu médico antes de fazer quaisquer alterações ou adições à medicação que está tomando. O orégão pode causar irritações de pele em algumas pessoas, e deve ser evitado se estiver grávida ou amamentando.


Factos Rápidos sobre o Orégão


  • Orégão contém: ferro, vitamina E, vitamina C, cobre, magnésio, cálcio, vitamina B6, niacina, tiamina e riboflavina.
  • Nativo do Mediterrâneo, o Orégão é uma planta perene da família das mentas. É amplamente utilizado como tempero em pratos italianos, incluindo molho de pizza.
  • Coloque duas colheres de sopa de Orégão fresco em 25cl de água por cinco minutos para criar um chá antioxidante refrescante.
  • Orégão é, por vezes, tomado como um suplemento para ajudar a evitar resfriados e gripes.
  • Orégão pode ser usado para tratar piolhos.
  • Orégão é uma adição bem-vinda a uma longa lista de ervas  ricas em antioxidantes, como alho, tomilho, hortelã-pimenta e sálvia.
Para obter o máximo benefício destes suplementos, use-os nos primeiros seis meses da compra ou menos. Guardar num lugar escuro e fresco, e mantê-los longe da umidade.


Leite de Coco

Há quem diga que pode substituir o leite materno e as propriedades nutricionais são imensas.

Rico  em proteínas, hidratos de carbono (carboidratos), lipídios, vitaminas (A, B1, B2, B5, C e E) e sais minerais como potássio, fósforo, cálcio, ferro, magnésio, enxofre e ainda silício, selênio e ácido fólico .

Não tem colesterol, apesar da gordura saturada. Tem ferro que previne a anemia e a vitamina E é mais outro poderoso anti-oxidante. É um excelente mineralizante e energético com acção anti-envelhecimento das células.

É usado na medicina ayurvedica há mais de 4000 anos para abscessos, afecções respiratórias, angina, asma, artrite, bronquite, cistite, colesterol alto, cólicas abdominais, desnutrição, diarréias, dores comuns, falta de apetite, febre, icterícia, inflamação do canal da uretra, irritações gastrointestinais, pele seca e danificada, tosse, úlceras gástricas e vários outros usos medicinais.
Possui ainda ácido láurico, substância que confere ao leite de coco propriedades contra fungos, vírus e bactérias. É ótimo para combater infecções.

Contra os ataques asmáticos, recomenda-se tomar duas ou três colheradas de leite de coco de manhã e de noite. Imediatamente em seguida, toma-se uma xícara de chá de agrião. Experiências feitas nos EEUU mostraram que os cocos verdes contêm as mesmas propriedades  do leite materno.

O coco, como todos devem saber, encerra elementos suficientes para sustentar a vida do homem indefinidamente.É muito bom além disso, para quem deseja ganhar peso, pode fazer engordar. Graças ao seu conteúdo em sais de potássio e sódio, o coco é um alimento adequado na arteriosclerose, e é excelente para promover o desenvolvimento do tórax, bem como  para os nervos, o cérebro e os pulmões. É também um alimento muito bom para os diabéticos.

Para expulsar vermes intestinais de toda a classe, toma-se cada manhã, em jejum, uma colherada de coco ralado, fresco. O coco ralado, seco, é útil para fins curativos.

O coco,  muito reputado pelas aplicações terapêuticas de sua água, na úlcera do estômago, no enjôo de mar, com os seus glicero - fosfatos e lecitinas, é também bebida refrigerante e anti - artrítica pelos seus ácidos. As pessoas que sofrem de inflamações intestinais devem comer a massa gelatinosa do coco verde.

Um xarope muito bom para combater tosses mais rebeldes, prepara-se da seguinte maneira: Faz-se um orifício num coco verde, introduz-se mel ou melado, tapa-se, e submete-se a fogo lento, até que a polpa se dissolva. Toma-se uma colherada de três em três horas.

A polpa do coco verde age como adstringente nas hemorróidas, e o azeite que se extrai do coco é muito bom para aliviar as dores hemorroidais. As flores do coqueiro, gozam de propriedades peitorais. Usam-se, por isso, com mel, em infusão, nas afecções das vias respiratórias. 

Referencias sobre orégão e leite de coco:

http://herbs.lovetoknow.com/Medicinal_Uses_of_Oregano
http://www.ednatureza.com.br/coco.htm
http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/plantas-medicinais-coco.html

0 comentários: