Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 1 de abril de 2008

Alimentação Viva - FAQ - Perguntas Frequentes P - Como começar?

R- O melhor método é começar devagar. É Importante dar tempo ao corpo para se habituar.

P- Percentagem?

Ser crudivero não significa cortar com tudo o que é cozido. Ser crudivero a 100% é uma escolha pessoal. Eu depois de estar cerca de um ano a 100% tambem voltei a comer outras coisas e agora faço mais ou menos 60 a 70% de crus. A nivel social não é facil pois quando saimos com familia ou amigos nem sempre é possivel recusar outros alimentos.

P - Um método simples R - Pode ajudar bastante se comer sempre fruta ou salada antes das refeições cozidas. Assim vai diminuindo aos poucos. Isto é importante porque no inicio os crus libertam as toxinas presas a nivel celular e se começar logo a 100% vai sobrecarregar (saturar) a corrente sanguinea. No café da manhã tambem pode comer fruta antes de outro alimento. Assim vai ajudar na digestão de outra comida pois as enzimas dos crus preparam o organismo para o resto. De facto isto é uma espécie de truque para não gastar as suas próprias enzimas (normalmente libertas na saliva e no pancreas).

Não ser muito rigoroso no inicio, deixe o corpo mostrar aquilo que precisa e aos poucos pode-se libertar.

P - Açucar R - Em relação ao açucar pode começar por substituir o açucar refinado por açucar de frutos. Beba muitos sucos(sumos) mas sempre antes das refeições.

P - Sementes e frutos secos R - As sementes e frutos secos são melhor assimilados quando demolhados. Eu deixo-os em água durante a noite, depois escorro e utilizo a seguir.

P - Germinados (rebentos)?

R - Os germinados (rebentos) são bastante importantes pois são ricos em aminoácidos que o corpo utiliza para criar as suas próprias proteinas.

Resumindo, não é preciso um curso de nutrição para descobrir a alimentação viva. Aos poucos o corpo vai dizendo o que precisa.

No fundo o mais importante é a voz interior - o corpo reage porque lhe quer dizer algo.

P-Gergelim (Sésamo) ?

R - Quando fala de gergelim eu tenho que traduzir - eu penso que se refere ao que nós aqui em Portugal chamamos sésamo.
Se encontrar gergelim preto - esse é dito como o melhor. Pode usar cru em semente com saladas.É excelente furnecedor de cálci e vitaminas B. É excelente para fortalecer o figado e os rins. Se encontrar por ai - tambem é bom quando preparado em "Tahini" pasta de sésamo (gergelim). O pessoal da comida viva prefere o "Thaini" feito a cru ( tudo o que não é aquecido a mais de 45ºC é considerado cru). Esta é a temperatura que a mãe natureza continua a preservar os alimentos.
Já que falo nisto saiba que se tiver um bom forno que funcione abaixo dos 45ºC pode preparar excelentes pratos á base de desidratados.

Até pizza pode fazer em cru.

O fascinante da comida viva é que há um "novo" (já existia antes) mundo para re-descobrir.

A comida viva é aquela que tem uma vibração maior - olhe só para a natureza:
As plantas geralmente obtêem a sua energia directamente do sol e é dai para a frente que toda a outra vida (animais, seres humanos, etc) subrevivem. Nós temos a capacidade de viver dessa energia tambem. É lógico que depois de muitos anos de hábito com alimentos cozinhados - nós acumulamos toxinas (ou energia condensada como eu gostaria de chamar) e o nosso organismo nem sempre sabe como lidar com isso. Dai as doenças. Por exemplo se alimentar um recêm nascido só com leite de vaca ele vai morrer quase de certeza. Os animais criados em cativeiro desenvolvem o mesmo tipo de doenças que os seres humanos que consomem alimentos alterados ( cozidos , etc).

Os alimentos crus (naturais, orgãnicos, biológicos) são como uma chave que abre as portas para o bem estar do nosso organismo. Não provocam rejeição. Eles encaixam prefeitamente. Há no entanto um senão - é a limpeza que provocam no principio. Isto funciona a nivel fisico mas tambem emocional.
Ao dizer-lhe isto tudo eu não digo que seja radical e mude de um dia para o outro. De facto eu falo um pouco comigo próprio. Ás vezes também me apetece todas as outras coisas sejam elas comidas, bebidas ou tambem um charuto... Parece incrivel que um tipo que escreve e recomenda comida viva diga isto?
Não, eu acho que não. Todos estamos trabalhando sobre nós próprios - quem sou eu? - o que é que faço aqui? - qual é a minha missão na terra? etc...

Existimos para encontrar o nosso caminho. Existimos para sermos felizes. Existimos para termos paz. Para nos amarmos.

Eu no fundo com todos os vicios, traumas, etc. quero descobrir a potencialidade deste ser. Isto também passa por aquilo que me alimenta (ou não). O alimento não é só a comida, é também a descoberta do "novo". A alimentação viva ajudou-me muito nisso. Depois da experiencia o resto parece-me como ter estado num oásis e depois ter que voltar ao deserto.



P - Inibidores de enzimas?

R - Os Inibidores de enzimas existem naturalmente nas sementes e grãos secos (leguminosas) são responsáveis por evitarem a germinação destes alimentos antes de tempo. Quando na natureza estes alimentos são sujeitos, por exemplo, á acção da chuva, começa a germinação.
Os Inibidores de enzimas são prejudiciais ao homem pois atrasam a digestão e fazem com que o organismo gaste as suas próprias enzimas muitas pessoas são inclusive alérgicas a nozes ou sementes ou ao gluten quando estes estão carregados destes inibidores. Dai a importancia da germinação. Os alimentos germinados já libertaram os inibidores, as proteinas foram partidas em aminoácidos facilmente assimilaveis e o alimento fica cheio de vida.

0 comentários: