Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Utilização intensiva do telemóvel (celular) causa danos ao esperma?

A utilização intensiva de telemóveis pode causar danos à fertilidade masculina, sugere um estudo agora dado a conhecer.

Os investigadores descobriram que os homens que usam o telemóvel durante 4 horas ou mais por dia produziam menos espermatozóides e os produzidos tinham menos capacidade de deslocação e uma qualidade geral inferior.

O estudo do Ohio envolveu 364 homens e foi apresentado no encontro da American Society for Reproductive Medicine em Nova Orleães mas um perito inglês já comentou que não lhe parece provável que sejam os telemóveis os responsáveis (pois estavam em uso e não perto dos testículos) mas antes o estilo de vida sedentário.

A equipa da Cleveland Clinic Foundation no Ohio testou o esperma de 364 homens que estavam a ser tratados em clínicas de fertilidade em Mumbai, Índia, juntamente com as suas parceiras.

Descobriu-se que os utilizadores mais intensivos, os que usavam o telemóvel durante mais de 4 horas por dia, tinham a contagem mais baixa de espermatozóides, com 50 milhões por mililitro, e o esperma menos saudável.

Os homens que usavam os telemóveis entre 2 a 4 horas por dia tinham uma média de espermatozóides de 69 milhões por mililitro e esperma moderadamente saudável, enquanto os que não usavam telemóvel tinham a média mais elevada (86 milhões por mililitro) e a melhor qualidade.

Ashok Agarwal, que liderou a investigação, disse na conferência que o estudo não provou que os telemóveis são danosos para a fertilidade mas que era necessária mais atenção ao caso.

"Houve uma redução importante nas principais medidas de saúde do esperma e isso reflecte-se na redução da fertilidade, o que se vê em todo o mundo. As pessoas usam os telemóveis sem pensar duas vezes nas consequências."

Ele sugeriu que a radiação dos telemóveis pode danificar os espermatozóides ao prejudicar o DNA, afectando as células dos testículos que produzem testosterona ou os tubos seminíferos mas um perito inglês duvida dessa associação.

Allan Pacey, professor de andrologia da Universidade de Sheffield, diz: "É um bom estudo mas não penso que vá ao cerne da questão. Se estamos a usar o telemóvel 4 horas por dia, então ele está fora do bolso ainda mais tempo, o que coloca a questão: como é que os danos testiculares ocorrem?"

Pacey, secretário honorário da British Fertility Society, acrescenta: "Se estamos a encostar o telemóvel à cabeça para falar muito, não faz sentido que tenha efeito directo nos testículos."

Para ele, as pessoas que usam muito o telemóvel podem ser mais sedentárias, mais stressadas ou comer mais "junk food", o que são melhores explicações para a associação encontrada no estudo.

0 comentários: