Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 11 de abril de 2007

A DIETA DA ALIMENTAÇÃO SOLAR


Clique aqui para baixar o texto completo em formato Word, em um arquivo ZIP

por David Wolfe

Trecho do “THE SUNFOOD DIET – Success System”,
Capítulo 7

“Deus disse: ‘Eis que eu vos dou toda a erva que dá semente sobre a Terra e todas as árvores frutíferas, que contêm em si mesmas a sua semente, para que vos sirvam de alimento’.”
Gênesis 1:29

“Não matem nem homens nem animais, nem mesmo o alimento que vai para suas bocas. Porque se vocês comerem alimentos vivos o mesmo estimulará vocês, mas se vocês matarem seu alimento, o alimento morto matará vocês também. Porque a vida vem apenas da vida e da morte vem sempre morte. Porque tudo que mata sua comida mata também seus corpos. E tudo que mata seus corpos, mata também suas almas. E seus corpos tornam-se o que seus alimentos são, assim como seus espíritos, do mesmo modo, tornam-se o que seus pensamentos são. Por esta razão, não comam nada que o fogo ou gelo ou água tenha destruído. Porque alimentos queimados, congelados ou apodrecidos; queimarão, congelarão e apodrecerão seus corpos também.”
“O Evangelho Essênio da Paz, Livro I” – traduzido por Edmond Bordeaux Szekely

“Quando os seres humanos foram criados,
Eles não conheciam a alimentação com pão,
Não conheciam a adornação com vestuários;
Comiam plantas com suas bocas como ovelhas;
Bebiam água do rego.”
Conto Sumeriano

“Hanuman era um macaco da floresta, ele não desejava uma mulher formosa e não comia alimentos cozidos.”
Ramayana

Existe entre os indianos a heresia
Entre aqueles que filosofam
Os Brahmanas, que vivem uma vida auto-suficiente,
Abstêm-se de comer criaturas vivas
E todas os alimentos cozidos.”
Hippolytus, Roma, 225 dC

“Pode ser dito que a maior causa individual da degeneração do homem é o uso do fogo na preparação dos alimentos”.
Arnold De Vries, “A Fonte da Juventude”

“Por que todo este cozimento quando não existe melhor cozinheiro que o velho Sol? Comida cozida é comida morta – e lembre-se: quanto mais branco é o pão, mais cedo estaremos mortos! Toda tentativa de melhoramento do alimento natural deverá demonstrar-se um fracasso e a Natureza, a princípio, reagirá intensamente a qualquer interferência em suas leis benevolentes de saúde. E se nós continuarmos a desobedecer a suas leis com drogas e até cirurgias, os sintomas talvez desapareçam por um momento, apenas para reaparecer como doenças crônicas ou fatais...

“O homem é a única criatura que cozinha seu alimento e ele é mais sujeito à doença do que qualquer criatura selvagem, que se alimenta de alimento não sujeito ao fogo. A tradição, a gula e o desejo crescente por fortes estimulantes têm feito com que o homem prefira alimentos cozidos, que têm seriamente enfraquecido seus órgãos digestivos. Isto acontece porque a comida cozida pode ser engolida tão facilmente sem mastigação, apesar da mastigação completa ser essencial para uma boa saúde.”
Dugald Semple, “O Caminho do Alimento Solar para Saúde”

Sua alimentação determina em grande medida por quanto tempo você viverá – o quanto você aproveitará a vida e quão bem sucedida sua vida será.”
Dr. Kirschner, “Sucos de Alimentos Vivos”

O que comemos afeta profunda e radicalmente o modo como pensamos, sentimos e nos comportamos. Nós somos o que comemos e nós comemos o que somos. A comida afeta todo aspecto do nosso Ser. A comida é a base física do nosso corpo. Se a base é instável, tudo que é construído sobre ela será instável. Tudo que você é fisicamente foi, primeiramente, o ar que você respirou, a água que você bebeu e a comida que você comeu. A estrutura mineral coloidal do seu corpo é construída a partir dos alimentos que você tem comido. Se existe uma alteração na comida, então, ela é refletida na aparência e função do corpo. Melhore suas opções alimentares e você dramaticamente aperfeiçoará a base sobre a qual seu corpo é construído.

Êxito é um acúmulo de princípios práticos a cada e todos os dias. Alimentar-se é uma atividade diária de importância vital que não pode ser negligenciada. O hábito persistente de fazer excelentes escolhas alimentares é uma necessidade absoluta para uma vida bem sucedida.

Uma pequena vantagem faz a diferença entre o normal e o excepcional. Uma dieta adequada lhe dá esta vantagem e centenas de vezes mais. Quando você der ao seu corpo uma comida inacreditável, ele funcionará inacreditavelmente.

Para realizar sua missão na Terra, você precisa de uma saúde excelente e um sistema de suporte físico superior para fazê-lo chegar lá. Hábitos alimentares excelentes apóiam seu corpo e mente no caminho para alcançar objetivos incríveis.

Quando sua dieta é pura, o planeta livremente concede suas riquezas a você. A dieta é uma chave misteriosa para a grande abundância vitalícia. A dieta é a chave para o modo de vida natural. Uma vida maravilhosa requer uma dieta natural rica em alimentos crescidos ao Sol, comidos em seu estado cru original.

Se pensarmos sobre isto logicamente, quando chegamos ao planeta não tínhamos ferramentas, roupa ou fogo. Como vivíamos? O que comíamos? Deve existir alguma dieta original, uma dieta para a qual fomos biologicamente planejados, uma dieta que é a dieta ideal para o ser humano.



Simplicidade

“Sucesso não é nada mais que um estudo refinado do óbvio.”
Jim Rohn, filósofo

“Qualquer coisa que precise ser provada já é duvidável.”
Professor Arnold Ehret

A simplicidade agora é, foi e será eternamente a chave mestra do sucesso. O fato de existir mais confusão, opiniões conflitantes e falsas informações a respeito do campo da nutrição disponíveis hoje, do que em qualquer momento anterior, é a prova de que deve existir alguma verdade simples por baixo de tudo isto. Existem sempre várias opiniões, mas apenas uma verdade.

Na Ciência existe um princípio chamado “Navalha de Ockham”. Este princípio nos conta que, entre todas as teorias competitivas, a mais simples é a mais provável de ser verdadeira.

A Lei Natural é simplicidade em si. Um grande axioma afirma: “Sempre que você está complicado, você é ineficaz”. A grande razão para o meu êxito e o êxito de outros no programa da Dieta da Alimentação Solar é sua surpreendente simplicidade. Aquilo que não pode ser comprovado com raciocínio simples deve ser ignorado. Nada vital é complicado!

Existe uma poesia, uma verdade poderosa, em fatos simples. Quanto mais simples são as coisas, mais fácil é de se viver. Os nômades/colhedores foram os afluentes originais da sociedade da Terra. As melhores coisas da vida são livres porque a vida depende da simplicidade. As piores coisas da vida são pagas com a perda de energia vital porque a morte depende da complexidade.

As pessoas complicam as coisas na proporção direta de sua simplicidade.

A qualquer momento, se você sentir que está sendo oprimido por informações, simplifique. Apenas retorne ao básico. Todos os grandes técnicos esportivos que o mundo tem visto sempre ensinaram o básico. Fundamentos simples praticados continuamente trazem melhoras enormes a longo prazo. Aqui está o fundamento da nutrição: ALIMENTO VEGETAL CRU.

A comida cozida não estava aqui quando primeiramente aparecemos na Terra.

O alimento vegetal cru é verdadeiramente a comida mais perfeita para o consumo humano.

A estrutura e função dos dentes, da mandíbula, do canal digestivo, dos órgãos do sentido, do instinto dos recém nascidos, da aversão psicológica à morte, dos sentimentos emocionais em relação aos animais, assim como a causa e cura da doença, e infelicidade da humanidade; tudo demonstra que os humanos são biologicamente comedores de plantas cruas (antes de qualquer coisa, consumidores de frutas doces, não-doces e gordurosas, e vegetais de folhas verdes).

Você conhece o poder de se receber energia exclusivamente das plantas? Cada alimento integral vegetal é uma sinfonia. A absorção e organização da luz solar, a essência da vida, acontece primeiramente nas plantas. Os órgãos das plantas são, deste modo, um tipo de concentrador biológico de energia solar. Comer alimentos vegetais transfere a energia vital do Sol diretamente para você sem perdas.

Alimentos vegetais crus são extremante abundantes. 99,99% de toda a comida da Terra são alimentos vegetais crus. Na grande ordem das coisas, a comida cozida não existe e o alimento animal para onívoros e carnívoros é mínimo, uma vez que os comedores vegetais (principalmente insetos) são de longe as criaturas predominantes na Terra.

Comer alimento vegetal cru lhe fornece uma ilimitada variedade de opções alimentares. Existem tantos alimentos vegetais crus neste planeta, que você poderia provar alguma coisa nova a cada dia pelo resto de sua vida e ainda, nem mesmo remotamente, chegar perto de experimentar 1% do que está aqui na Terra. Por exemplo, existem mais de 500 variedades de abacates. E existem mais de 80 variedades de caquis! Existem até mais de 100 variedades de dorians!

Os alimentos vegetais se enquadram em 14 categorias principais:
1. Frutas: as frutas são alimentos vegetais crus que contêm uma semente dentro deles para a reprodução de sua variedade. Frutas podem ser predominantemente doces, não-doces e gordurosas.
2. Folhas: as folhas contêm pigmentos de vida verdes de clorofila e são a melhor fonte de minerais. A maioria das ervas são folhas verdes.
3. Castanhas: castanhas são os agentes reprodutivos de certas árvores. São alimentos predominantemente gordurosos.
4. Sementes: as sementes são os agentes reprodutivos das plantas. Dependendo do tipo, elas são predominantes em proteína ou gordura. Os grãos são sementes.
5. Leguminosas: as leguminosas incluem todas as ervilhas, feijões e amendoins, e são freqüentemente germinados antes do consumo. São predominantemente protéicos.
6. Flores: as flores são os órgãos sexuais das plantas.
7. Brotos verdes: os brotos verdes aparecem quando sementes ou leguminosas brotadas alcançam um certo ponto de crescimento em que folhas verdes surgem.
8. Raízes: as raízes são as porções das plantas abaixo da terra.
9. Brotos: brotos são plantas novas espalhadas por “trepadeiras” subterrâneas a partir de suas matrizes.
10. Casca: as camadas de proteção externas das árvores.
11. Seiva: o fluído vivo de uma árvore.
12. Haste: as hastes são as partes estruturais fibrosas das plantas.
13. Vegetação Aquática: os vegetais aquáticos são folhas de plantas contendo abundantes minerais retirados do oceano e acima do solo oceânico. A spirulina e as algas de todos os tipos estão incluídas nesta categoria.
14. Cogumelos: não são alimentos verdadeiramente vegetais. Estes fungos crescem no escuro e não são diretamente nutridos pela energia vibrante do Sol.

O que é a Dieta da Alimentação Solar?

O sistema de sucesso da Dieta da Alimentação Solar é realmente o sistema de sucesso da Dieta da Alimentação Crua. Eu uso o termo “Alimentação Solar” porque ele implica em alimentos vegetais crus, crescidos sob a influência vivificante da luz direta do sol, em um estado natural e selvagem. “Alimentação Solar” tem uma qualidade refrescante e majestosa. “Alimentação Crua” é ambíguo – “alimento cru” poderia significar qualquer coisa crua.

A Dieta da Alimentação Solar é uma dieta de abundância. O sistema de sucesso da Alimentação Solar desmistifica a Dieta da Alimentação Crua e apresenta um programa que permite a qualquer pessoa realizar o objetivo de ser bem sucedido em uma dieta de alimentos vegetais crus.

De todos os alimentos vegetais crus da Terra, a Dieta da Alimentação Solar requer que 80% ou mais das suas opções alimentares contenham um balanço de vegetais de folhas verdes, frutas doces e alimentos vegetais gordurosos. Os outros 20% podem conter qualquer um dos 14 tipos de alimentos vegetais crus mencionados acima ou outros alimentos que você sinta serem apropriados neste estágio. Esta dieta não é sobre negação, é sobre sucesso e realização. A idéia por trás da Dieta da Alimentação Solar é comer pelo menos 80% de alimentos vegetais crus e, em seguida, mover-se adiante a partir daí.

Os Benefícios da Dieta da Alimentação Solar

De vez em quando na história uma idéia surge revolucionando tudo que se segue. A descoberta da Dieta da Alimentação Crua é uma destas idéias. As implicações da nutrição crua para os seres humanos são imensas.

Nós não precisamos apenas de informação para alcançar o sucesso, nós precisamos de transformação. A Dieta da Alimentação Solar lhe reconstrói nos níveis mais fundamentais e lhe transforma do modo mais profundo. A Dieta da Alimentação Solar é singular. Uma vez que um indivíduo entra em seu campo, todo outro poder se abre.

Uma dieta de alimentos vegetais crus lhe põe em contato com um novo poder vital. Na origem de todo poder vital jaz uma abundância infindável. Uma dieta de alimentos vegetais crus apresenta um novo completo paradigma de saúde, riqueza, sucesso e possibilidade. Desde que a Dieta da Alimentação Solar é um modo natural de vida, ela traz em si beleza, felicidade, longevidade e prosperidade!

Quando as pessoas acreditavam no paradigma “A Terra é achatada”, todas as universidades ensinaram seus estudantes que a Terra era achatada. Todos os cientistas e professores poderiam lhe “comprovar” que ela era achatada. Esses cientistas e professores não estavam mentindo para você – eles apenas não sabiam. Foram necessárias algumas evidências colocadas mais adiante por mentes notáveis para dissolver as suposições fundamentais de todas estas escolas de pensamento. Isto é como o conhecimento avança – de fato, este é o único modo como o conhecimento tem sempre avançado.

O paradigma “A Terra é achatada” apenas permitiu à compreensão humana progredir até certo nível e não mais além. Do mesmo modo, sistemas de dieta como o Ayurveda, a Medicina Tradicional Chinesa e a Macrobiótica apenas permitiram à saúde humana progredir até certo nível e não mais além. Estes sistemas foram desenvolvidos para a pessoa comum; o propósito destes sistemas era ajudar a pessoa comum a alcançar uma boa saúde. O propósito da Dieta da Alimentação Solar é ajudar a pessoa comum a se tornar um ser humano extraordinário que experimenta uma saúde superior, que vai ao encontro das formas de vida mais elevadas e que libera poderes adormecidos. Novas evidências têm hoje ultrapassado os antigos sistemas de paradigmas.

As primeiras coisas a evaporarem em um meio-ambiente tóxico são as habilidades super-naturais que nos foram dadas ao nascimento. Os animais possuem estes poderes e ancestralmente a humanidade também os possuía. Assim que o corpo começa a ser envenenado, estes poderes se perdem. Em qualquer degeneração biológica, os poderes mais elevados desaparecem primeiro. Contudo, suas habilidades naturais superiores não foram totalmente destruídas pela comida inadequada, elas estão apenas adormecidas e são capazes de renascer, regenerar e ressuscitar. Quanto mais perfeitamente limpo seu corpo, mais perfeitamente ele irradiará seus poderes super-naturais.

Um dos aspectos mais importantes da Dieta da Alimentação Solar é lhe abrir para a idéia de que muitas de suas crenças arraigadas talvez sejam totalmente falsas. Como conseqüência da adoção da Dieta da Alimentação Solar sua visão de mundo é desconstruída. Uma vez que você experiencia que comer alimentos cozidos e crescidos artificialmente imediatamente reduz o funcionamento normal do seu corpo, você começa a questionar muitos outros aspectos do seu sistema de crenças. Então, a Dieta da Alimentação Solar age como um aríete desintegrando os sistemas de crenças estagnados de sua mente. Isto lhe permite crescer em novas direções que você jamais poderia ter previsto. Você estará pronto para tentar novas coisas e testar novas saídas para seus desafios de vida diários.

Nós não sabemos o que a vida é realmente; nós apenas sabemos como nós descrevemos a vida para nós mesmos. Quando você naturaliza sua dieta, você automaticamente se sintoniza com uma diferente faixa de energia da vida. Você permite que mais informações do seu Eu Superior penetrem em sua mente consciente. E o que você considera realidade mudará. Naturalizar sua dieta alinha e retira minerais deteriorados da glândula mestra do seu cérebro (a glândula pineal), permitindo percepções da Inteligência Infinita fluírem mais claramente para seus pensamentos.

Alimentos diferentes estimulam diferentes percepções de mundo. Comer alimentos vegetais crus sintoniza você com uma faixa energética de vida positiva e próspera. Na Natureza, existem poções, misturas e soluções com as quais qualquer um pode seguramente estimular sua mente a sintonizar-se com pensamentos inspiradores. Estimulantes naturais não podem ser aperfeiçoados. Nada se compara ao sabor nobre de uma pinha madura, nada pode se aproximar do “barato” de uma melancia no verão, nada sequer se compara à energia resultante de uma refeição de jaca.

A nutrição crua sintoniza você com as forças que nos circundam, permeiam nossos corpos e compõem a essência de nossas existências. Quando você come alimentos vegetais crus, seus instintos tornam-se mais fortes. Sua intuição tornar-se mais confiável – clara – e a tomada de decisões acontece sem esforço. Eu, literalmente, sinto como se não tivesse feito uma decisão ruim em anos; sigo minha intuição o tempo todo; aprendi que a única coisa que temos que não é uma ilusão é nossa intuição.

Durante o processo de implementação da Dieta da Alimentação Solar, você experimentará momentos de mudança instantâneos. Eu me recordo de uma tarde, há vários anos atrás, quando meu companheiro de saúde, R.C. Dini, e eu estávamos fazendo um suco de frutas cítricas e feijoa (goiaba abacaxi) na minha casa em São Diego. Estávamos no meio da bebida de uma jarra, quando simultaneamente exclamamos: “Eu estou vendo melhor!!!”. E nós estávamos vendo melhor. Minha visão melhorou permanentemente naquele dia.

Durante o processo você também experimentará mudanças sutis. Com o passar do tempo as sutilezas se edificam e um dia você acordará profundamente transformado. De um modo geral, as opções alimentares têm um efeito acumulativo sobre seu organismo.

A digestão da comida cozida tira mais energia do seu organismo que qualquer outra atividade. Você poderia correr uma maratona e ainda estar caminhando e falando. Contudo, uma hora depois da feijoada de sábado o que acontece? Você dorme. Nós sabemos que todo sucesso é sobre a transmutação da energia. Esta mensagem é sobre a transmutação da energia usada na digestão para a realização de nossos objetivos.

Na Dieta da Alimentação Solar você precisa de menos sono. Eu tinha o hábito de dormir 8 horas todas as noites. Eu era o tipo de pessoa que tinha que dormir 8 horas. Desde que adotei a Dieta da Alimentação Solar, minha necessidade de sono decaiu 3 horas no mínimo para 6 horas no máximo. Em média, considerando a informação que tenho reunido, as pessoas que seguem esta dieta experimentam uma queda de 2 horas de sono a cada noite. Em um ano, esta é uma adição equivalente a 30 dias de tempo-extra para alcançarmos nossos objetivos e contribuirmos com o planeta.

Um aspecto impressionante da Dieta da Alimentação Solar é o fato dela ser alguma coisa que você pode fazer fisicamente. Você não tem que pensar muito esforçadamente sobre ela, você pode simplesmente faze-la.

Depois de você ter feito o compromisso de melhorar sua dieta radicalmente, seu subconsciente reforça em sua mente que sua vida tem significado e que se empenhar por uma saúde extraordinária vale a pena o esforço. Você fez um compromisso de realmente viver a vida.

O aspecto mais importante da Dieta de Alimentação Solar é que ela lhe compele a viver naturalmente e em harmonia com a Terra.

Se depois de comermos poluímos o planeta com embalagens, então, verdadeiramente não estamos vivendo em harmonia com a Terra. Comer frutas cruas, verduras e outros alimentos vegetais é uma solução para a poluição mundial. Depósitos de lixo estão cheios de produtos direta ou indiretamente relacionados à comida cozida e processada, tais como: embalagens, caixas, sacos, fogões velhos, microondas, etc. Uma das revelações mais surpreendentes que experimentei neste caminho de dieta foi ter parado de produzir lixo! Minha vida tem se tornado mais harmônica com a Terra.

Ao seguir esta dieta, você talvez se veja algum dia em seu jardim ou casa plantando sementes e cultivando plantas. A casa de um comedor de alimentos solares é freqüentemente rodeada de radiante vida vegetal. Comer alimentos crus verdadeiramente lhe conecta com a trama da vida.

Um verdadeiro progresso no campo da nutrição tem sido feito neste mundo. Soluções têm sido encontradas. A confusão na nutrição é o desafio mais desconcertante que o ser humano já encarou. A Dieta da Alimentação Solar resolve a confusão da nutrição simplificando nossos princípios nutricionais e apresentando um programa nutricional constituído de alimentos vegetais crus, permitindo que cada indivíduo alcance um nível extraordinário de saúde.

Comida Cozida

Após muitos anos de estudo e investigação cuidadosos sobre o assunto, estou convencido de que “a grande mudança” que atingiu a humanidade aconteceu quando o ser humano tomou o poder do fogo em suas próprias mãos e começou a testar a alimentação cozida.

Exatamente quando e onde os seres humanos conquistaram o uso fogo é realmente um mistério. O fogo permitiu aos primeiros humanos começarem a controlar seu ambiente e espalharem-se por locais mais inóspitos. Aqueles com fogo, eventualmente, submeteram ou transmitira-no àqueles que não o possuíam. Quer seja como uma fogueira ou o forno tribal feito de pedras incandescentes ladrilhadas em uma cavidade no chão, o fogo tornou-se parte de toda tribo na Terra. Mas o fogo é uma faca de dois gumes; a menos que se seja cuidadoso com seu poder, ele pode se virar contra seu dominador.

O mundo nos foi dado para que o transformássemos em um paraíso. Para fazer isto acontecer, a comida cozida precisa ser entendida pelo que ela é, seu consumo minimizado e sua utilização finalmente desvinculada da dieta humana.

O conceito por trás do cozimento é de que a forma original da Natureza, como ela existe, precisa ser alterada para que ela possa ser reformulada em uma nova forma artificial. A verdade é que o estado original é sempre superior. Os gomos de uma laranja, do tamanho perfeito de uma mordida, não podem ser melhorados ainda mais!

A distinção cru-versus-cozido é o mais importante discernimento no campo da nutrição.

O cozimento altera as moléculas orgânicas. Quando estas moléculas são ingeridas, elas se tornam parte dos tecidos. Assim, o cozimento altera os tecidos de uma forma essencial.

Quando a comida é cozida, ela sempre se torna menos do que era antes, nunca mais. O fogo é um destruidor, ele nunca cria nada. Se você apontasse um lança-chamas para este livro, ele se tornaria mais ou menos do que era antes? O cozimento apenas retira. Comer comida cozida é como gastar milhões de dólares em uma mansão nova e depois queima-la completamente antes de se mudar.

Entenda: você é água, água eletrificada. Tudo que você engole precisa ser quebrado em líquido para nutri-lo. A primeira coisa a desaparecer com o cozimento é água.

Comida cozida é densa. Ela deixa uma cinza tóxica ou resíduo no corpo depois de ter sido processada como combustível. Com os anos e décadas, estes restos acumulam-se sob a forma de mucos e são depositados pelos tecidos. Finalmente, as toxinas alcançam um nível crítico, obstruem e envenenam o sistema levando a ataques do coração, derrames e câncer - a doença surge dos resíduos tóxicos deixados pela comida cozida.

Uma das principais maneiras que seu corpo experimenta o mundo ao redor é através da comida que você come. O que fazem os sentidos corporais quando alguém põe para dentro um pedaço de carne torrada? O corpo experimenta morte, dor, fogo e destruição.

Uma semente cozida não crescerá. Comida cozida não possui energia de força vital. Comida cozida não tem energia espiritual.

Pessoas em uma dieta padrão de comida cozida atravessam a vida em uma condição debilitada, com sua vitalidade muito abaixo do normal, mas elas não estão conscientes disto porque não conhecem nada diferente. Elas não têm razão para acreditar que sua vitalidade e saúde não são o que deveriam ser. Elas não podem sentir falta do que elas nunca tiveram. As pessoas estão decaindo a cada dia para níveis mais debilitados, apesar de acreditarem estar conquistando um padrão de vida mais elevado.

Comer comida cozida e processada debilita, afeta os humores, abaixa o nível de consciência e interfere na vitalidade corporal mais apropriada. Uma dieta pobre resulta em resíduos tóxicos que têm efeitos de largo alcance sobre a longevidade.

As propriedades nutricionais dos alimentos são degradadas pelo processo de cozimento. O aquecimento converte os alimentos em substâncias estranhas que se tornam nocivas. Exatamente como o fumo do tabaco ou o álcool da cerveja, essas substâncias não têm conexão com as necessidades naturais do organismo.

Comida cozida é viciante (não existe uma maneira mais leve de descrevê-la). Um vício é um desejo por uma substância que não tem conexão com os desejos verdadeiros do organismo. Comer alimentos cozidos tem todas as características de uma dependência físico-química. Esta é uma colocação forte, mas acho que, à medida que você experimentar comer mais e mais alimentos vegetais crus, encontrará uma verdade interessante nisto.

As pessoas não estão verdadeiramente apegadas a muitos dos alimentos cozidos que comem. Elas os comem pelo sabor ou divertimento. Eu tenho percebido que para a maioria das pessoas com quem tenho trabalhado existem normalmente 5 ou 6 comidas cozidas em que elas são, de fato, viciadas e têm problemas em abandonar. Estas normalmente incluem: pão, batata assada, café, batata frita, “chips” de milho, tofú, doces (chocolate), cigarros (não verdadeiramente um alimento) e/ou peixe. Tipicamente, estas comidas estão presas a âncoras emocionais. Quando estas comidas são retiradas, sentimentos emocionais emergem para serem desintoxicados para fora do organismo. Alguém talvez se sinta desconfortável por um tempo (enquanto estas emoções são liberadas), mas se sentirá muito melhor a longo prazo.


Comida Cozida e o Meio-Ambiente

O cozimento nos levou à dieta carnívora e de sementes. A maneira em que freqüentemente as pessoas interagem com os animais é se alimentando deles. A maneira em que freqüentemente as pessoas interagem com as sementes é se alimentando delas.

A dieta cozida carnívora e de sementes nos conduziu à agricultura de grãos que está retirando da Terra fértil seus minerais. As safras de grãos são coletadas, processadas, cozidas, comidas ou alimentam animais e são eliminadas pelos esgotos e canais de água da civilização. A erosão desgasta os campos instáveis de grãos, levando os minerais. As fazendas são transformadas em desertos, florestas são transformadas em padrarias de arroz. De um modo ou de outro, os minerais do solo são arrastados e acabam no fundo dos oceanos.

Comer frutas e verduras cruas melhora a mineralização da Terra radicalmente porque estimula a plantação de árvores. As árvores atingem uma profundidade de 6 a 9 metros – algumas vezes mais que isto (contaram-me de vinhas de uva selvagem que atingiram 150 metros!). As árvores puxam os minerais para seus caules, folhas, flores e frutas que caem sobre o chão, aumentando a mineralização dos solos para que os vegetais cresçam. As árvores decíduas, que perdem suas folhas todos os anos, mineralizam o solo poderosamente.

O cozimento do alimento é de longe o maior desperdício de recursos no planeta Terra. Viktoras Kulvinskas, no clássico “Sobrevivência para o Século 21”, informa que o cozimento destrói 85% dos nutrientes dos alimentos. Quando me dei conta disto fiquei chocado. Mas não entendi as implicações totais deste fato. Veja, se 85% dos valores nutricionais são destruídos no cozimento, então, também são destruídos 85% do tempo, trabalho, recursos e energia que foram para produção dos alimentos. Portanto, esta idéia de comer alimentos vegetais crus impacta toda a agricultura, todos os empreendimentos, todas as economias do mundo, toda a política.

A maciça abundância é a verdadeira lei da vida. Não existe falta de comida na Terra! Minha amiga produtora de tâmaras, Jamie Jones (uma crugívora por mais de 10 anos), contou-nos: “A mais robusta tamareira produz mais de 270 quilogramas por árvore, por ano. Uma tamareira plantada ao nascimento poderia, praticamente, suprir uma pessoa por toda sua vida com o abastecimento suficiente de comida. Provavelmente, todos concordariam que comer apenas tâmaras não seria o ideal, mas realmente nos dá uma idéia de quanta comida pode vir de apenas uma árvore! Há uma quantidade infinita de comida neste planeta!”.

Quando eu era um estudante na Universidade de São Diego, tive um emprego como atendente da livraria do campus. Um dia, uma freira veio ao balcão e começamos a conversar. Ela me descreveu sua recente viagem ao Haiti. Aparentemente, a cada ano ela tinha passado no mínimo 3 meses no Haiti ajudando crianças carentes. Ela me contou que o Haiti tinha tido desflorestado décadas antes. Eu perguntei a ela como isto aconteceu, esperando que a resposta fosse pastagens ou muita demanda de madeira para a construção de casas e abrigos. Na verdade, não foi nenhum destes casos. Ela me falou que o Haiti tinha sido desflorestado porque a madeira estava sendo usada para cozinhar.

A maioria das pessoas que moram nos países do “primeiro mundo” com fogões a gás e fornos elétricos não tem idéia que os outros 90% do planeta está cozinhando com madeira. O cozimento é a maior razão de desflorestamento. Na África, as florestas tropicais das montanhas dos gorilas estão sendo cortadas e limpas pela madeira para cozinhar. Tragédias similares estão acontecendo por quase todos os continentes.

Nos países do “terceiro mundo”, o cozimento da comida expõe as pessoas ao perigo da inalação da fumaça de madeira ou da emissão de combustíveis de biomassa, como esterco de gado. Emissões de madeira e combustíveis de biomassa são as maiores fontes de poluição domésticas. Estudos têm mostrado que no cozimento se inala mais fumaça e poluentes do que os habitantes das cidades mais sujas.

Superando a Doença

“Trate a doença através da dieta de preferência abstendo-se do uso de drogas; e se você encontrar o que precisa em uma erva particular não recorra a um medicamento composto.”
Baha’u’llah

“Não importa sob que ângulo vemos a saúde e a doença, não podemos escapar de estarmos embaraçados pela conclusão de que as doenças incuráveis são tão velhas quanto o cozimento. A doença e o cozimento originaram-se simultaneamente.”
Dr. Edward Howell, “Nutrição Enzimática”

Todo organismo vivo está vibrando em um certo nível metabólico. Se a energia do organismo cai a um certo nível, então, o sistema imunológico está comprometido. A enfermidade é uma crise de energia no corpo – o corpo não mais tem energia suficiente para manter sua integridade. Purificar o organismo através de uma dieta de alimentos crus balanceada eleva a vibração energética, desta forma, fortalecendo o sistema imunológico.

A doença crônica tem uma causa verdadeira: a toxemia. A toxemia é um acúmulo de restos espirituais, emocionais, mentais e físicos; mucos e diversos resíduos no organismo.

Combater a doença tentando destruir germes é uma tolice. Os germes são encontrados em toda parte; eles entram e saem do corpo o tempo todo, todos os dias. Eles co-existem simbioticamente no corpo humano. Somente quando o corpo humano está intoxicado, os germes realmente tornam-se ameaçadores. Como diz um ditado: “O micróbio não é nada, o terreno é tudo”.

As drogas químicas e os remédios não curam, eles apenas causam danos. Todas as drogas químicas e os remédios, com exceção da aspirina, têm sido testados em animais inocentes. Recordam a lei fundamental? “As coisas frutificam de acordo com sua origem”. A tortura e sofrimento de animais em tentativas inúteis para encontrar curas para doenças não trazem nenhum bem, na verdade, conseguem apenas fazer mal – apenas frutificam a partir de sua própria origem: mais tortura e sofrimento... mais doença.

A verdadeira terapêutica envolve a liberação do poder interior de cada pessoa para curar. Não é a doença que precisa ser parada, é o envenenamento do corpo por um estilo de vida prejudicial à saúde. Para uma cura completa acontecer, o corpo precisa experimentar: o riso, a alegria, uma excelente nutrição e um desejo redescoberto de aprender e manter a mente ativa.

O relaxamento é também um fator na superação da doença. Mais pessoas morrem na segunda-feira pela manhã do que em qualquer outro dia da semana ou em qualquer outro período. O estresse acelera a enfermidade assim como causa a contração dos órgãos de eliminação e do sistema muscular, e mantêm a intoxicação e o lixo metabólico. Uma dieta adequada ajudará imensamente como, por exemplo, certos alimentos (como os vegetais de folhas verdes) ajudam os músculos contraídos a se abrirem e outros certos alimentos (como as frutas suculentas) ajudam a eliminar a intoxicação.

A ênfase da dieta aqui é na remoção dos resíduos físicos, na purificação através de uma dieta apropriada. Uma vez que o corpo físico (a âncora) é posto em sintonia – todos os outros corpos (mental, emocional, espiritual) alinham-se e começam a se purificar do mesmo modo. É simples. É real. Funciona.

Uma dieta vegetal crua pura auxilia nos esforços purificadores do corpo do modo mais natural, evitando que qualquer intoxicação entre no sistema e simultaneamente movendo a intoxicação através da linfa e do sangue, e para fora do corpo através dos órgãos de eliminação (os intestinos, rins, pele, seios da face e pulmões). A purificação da dieta reforça a autocura e um rejuvenescimento corporal radical e completo.

À medida que você aplica o sistema de dieta e saúde deste livro, você talvez descubra que os resfriados, gripes, febres e letargias comuns, etc. são todos, na verdade, esforços do corpo para eliminar restos físicos; eles são sintomas de que o corpo está no processo de curar a si mesmo. Quando você tiver dominado este sistema de dieta e saúde, você terá superado as principais enfermidades. Você não mais experimentará resfriados, gripes, febres, etc. Eles serão todos vistos como parte do passado e uma forma de vida atípica.

Enzimas

“Enzimas são substâncias que fazem a vida possível. Elas são necessárias a toda reação química que acontece no corpo humano. Nenhum mineral, vitamina ou hormônio pode fazer algum trabalho sem enzimas. Nossos corpos, todos nossos órgãos, tecidos e células são ativados por enzimas metabólicas.”
Dr. Howell, “Nutrição Enzimática”

As enzimas são vitais para todos os processos da vida. As enzimas são catalisadoras de todas as reações no organismo. Elas corporificam a energia vital solar no corpo – elas são transformadores direcionados por hormônios no contexto das vitaminas, minerais, carboidratos, gorduras e proteínas nos tecidos.

Existem 3 classes de enzimas:
- metabólicas
- digestivas
- dos alimentos

Enzimas digestivas são produzidas e aparecem nos órgãos digestivos. Elas ajudam na digestão dos carboidratos, gorduras e proteínas. As amilases são enzimas que digerem carboidratos. As lipases são enzimas que digerem gorduras. As proteases são enzimas que digerem proteínas.

As enzimas dos alimentos estão contidas em todos os alimentos crus integrais em proporções apropriadas. Estas enzimas estão lá para auxiliar na digestão do alimento (ou para auxiliar no amadurecimento e decomposição do alimento se ele não é comido). As enzimas dos alimentos são destruídas a 118 graus Fahrenheit (47,8 graus Celsius). A desidratação da comida abaixo de 104 graus Fahrenheit (40.0 graus Celsius) mantém a maioria das enzimas intactas. O congelamento e a refrigeração impedem a atividade enzimática. O congelamento do alimento destrói de 30% a 66% das enzimas. Alimentos crus fermentados, incluindo os queijos de sementes e o sauerkraut cru, têm uma atividade enzimática muito alta e por isto, eles têm sido usados por pioneiros da saúde natural, como a Doutora Ann Wigmore, para acelerar a cura e a recuperação da doença.

A falta de enzimas dos alimentos, mais cedo ou mais tarde, resulta na degeneração física e na doença. Quando as enzimas digestivas presentes no organismo são insuficientes, o corpo saca de suas reservas de enzimas metabólicas dos órgãos e glândulas mais importantes ou menos importantes, enfraquecendo a vitalidade geral. São tomadas 10 enzimas metabólicas para se formar 1 enzima digestiva.

Apenas porque os efeitos perigosos da comida cozida e processada não são sentidos imediatamente não significa que eles não causem danos. Os humanos não têm se adaptado à comida cozida do modo como as pessoas supõem. Como pode um animal, como um rato do campo, que nunca comeu comida cozida em sua história genética, ser capturado, alimentado com comida cozida e ainda estar vivo? Ele instantaneamente se adaptou à comida cozida? Apenas porque se pode mastigar alguma coisa, engoli-la e se viver por tempo suficiente para contar aos outros sobre isto, não significa que a pessoa tenha se adaptado. O pão branco, por exemplo, tem existido somente nos últimos 100 anos. As pessoas comem pão branco em massa e eles ainda sobrevivem. Isto significa que os humanos têm se adaptado ao pão branco? Alimentos cozidos e processados têm um efeito acumulativo sob o organismo. As enzimas potencialmente diminuem com o tempo. Uma vez que o potencial enzimático está diminuído além de certo limiar, o corpo se esgota e os órgãos internos sentem a perda.

Depois de apresentar um grande número de evidências demonstrando que todas as criaturas vivas têm um potencial fixo enzimático o qual pode ser (e geralmente é) prematuramente exaurido, Dr. Howell, em “Nutrição Enzimática”, escreve: “Humanos, comendo uma dieta sem enzimas, utilizam uma porção tremenda de seu potencial enzimática em secreções abundantes do pâncreas e de outros órgãos digestivos. O resultado é a diminuição do tempo de vida (65 anos ou menos se comparados com 100 anos ou mais), enfermidades e resistência reduzida a estresses de todos os tipos, psicológicos e ambientais.”

A introdução generalizada de substâncias estranhas no organismo causa o aparecimento de adaptações enzimáticas nos fluídos digestivos mesmo que adaptações fisiológicas não ocorram. Diferentes raças de pessoas em todo mundo têm desenvolvido capacidades enzimáticas diferentes de outros grupos com a finalidade de ajudar na digestão de suas comidas culturais tradicionais. Estas “mutações enzimáticas” são o modo com o corpo se adapta às substâncias alimentares estranhas.

A mutação enzimática nas pessoas do norte europeu talvez dê a elas a capacidade de metabolizar o leite bovino cru, enquanto em uma pessoa mediterrânea talvez falte tal mutação enzimática, mas ela possua a habilidade enzimática de metabolizar o leite cru de cabra. Esta capacidade duraria até esta pessoa começar a exaurir seu potencial enzimático. Se ela bebesse leite pasteurizado ou caso se intoxicasse em excesso com estas substâncias (mesmo que cruas), então, com o passar do tempo, ela enfraqueceria enormemente seu potencial enzimático e não mais seria capaz de tolerar tais comidas.

Mesmo com mutações enzimáticas, o consumo de alimentos carnívoros é indesejável à fisiologia do aparelho digestivo humano. O formato do dente, mandíbula, largura dos lábios, formato das bochechas, esôfago, estômago, duodeno e cólon não são adaptados a alimentos animais.

Mutações enzimáticas acontecem como parte da Lei do Ajustamento Vital descrito pelo professor Hilton Hotema em seu livro “A Consciência mais Elevada do Homem”. O Ajustamento Vital do organismo a substâncias estranhas exige demais do sistema e é sempre acompanhado por uma Redução Vital na saúde geral do organismo e no nível de energia. Depois da degeneração ter ocorrido, a Lei do Ajustamento Vital pode também trabalhar ao reverso, à medida que substâncias estranhas são eliminadas do corpo, o Aumento Vital ocorre; o corpo sempre é capaz, ao longo do tempo, de se reajustar ao seu estado natural porque o projeto subjacente biológico original ainda é o mesmo.

Mutações enzimáticas genéticas de acordo com a Lei do Ajustamento Vital causada por gerações de alimentação antinatural têm transformado os fluídos digestivos humanos em anomalias na Natureza. A atividade enzimática na boca humana e no sistema digestivo esta distante da sincronização com qualquer coisa na Natureza.

Considere os escritos de Dr. Howell em seu trabalho reconhecido, “Nutrição Enzimática”: “As enzimas digestivas dos humanos civilizados são infinitamente mais fortes e mais concentradas em atividade enzimática que qualquer outra enzima metabólica – mais concentradas que qualquer outra combinação enzimática encontrada na Natureza”. A saliva humana e o suco pancreático são carregados de atividade enzimática. Não há evidência de que animais selvagens, vivendo em dietas cruas, tenham sucos enzimáticos digestivos nem remotamente aproximando-se do vigor daqueles encontrados nos seres humanos civilizados.”

Dr. Howell tem demonstrado, através do que ele chama de Lei da Secreção Adaptativa das Enzimas Digestivas (uma manifestação da Lei do Ajustamento Vital), que animais comendo dietas cruas não têm enzimas em suas salivas, mas elas surgem quando alimentados por uma dieta tratada no calor. Os cachorros retirados de sua dieta natural crua e postos em uma dieta cozida têm enzimas aparecendo na saliva em aproximadamente uma semana. O oposto é verdadeiro do mesmo modo. Quando se retorna a uma dieta natural crua, a atividade enzimática frenética na saliva conseqüentemente desaparece.

As alergias a alimentos crus estão conectadas com as enzimas. Algumas pessoas são alérgicas a laranjas ou morangos, ou a algum outro tipo de alimento vegetal. Estes alimentos contêm enzimas que são como chaves que destrancam venenos que o organismo tem armazenado em “caixas” trancadas. A alergia é na verdade uma liberação do veneno. Se estes alimentos são introduzidos devagar e em pequenas quantidades, cada “caixa” é aberta e um pouco mais de veneno é liberado. Uma vez que todas as “caixas” são abertas, a alergia desaparece.

Dr. Howell também descobriu a conexão entre as deficiências enzimáticas na dieta (comida cozida) e uma diminuição no tamanho e peso do cérebro. Esta conexão deveria ser claramente compreendida por aqueles interessados no desempenho máximo do cérebro – é sempre melhor otimizar nosso potencial.

A nutrição apropriada é a base do poder mental. A nutrição das células cerebrais deriva-se do bombeamento contínuo de glóbulos sanguíneos para dentro delas pela ação do coração. Se o fluxo alimentar é desprovido de enzimas e impuro, então, as válvulas de bombeamento serão fracas ou fora de marcha, o estômago se tornará desordenado, o fígado será degradado, os pulmões se tornarão congestionados e o cérebro estará faminto, dopado e envenenado, enquanto todos os pensamentos que germinam nele serão inadequados e sem harmonia com a Terra.

Pensamentos de fracasso, desilusão com o mundo, morbidez, desespero e tristeza são todos associados a estados de baixa energia e esgotamento enzimático no organismo, causados pela alimentação com a comida errada. A baixa energia afeta profundamente o estado da mente. Se toda desordem mental é acompanhada de desordem física (doenças psicossomáticas), então, tem que ser verdadeiro que toda desordem física (deficiência enzimática) é acompanhada por desordem mental (que pode ser curada por uma dieta rica em enzimas).

Fonte Organização Paraiso das Pandavas

0 comentários: