Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Total de visualizações de página

quarta-feira, 11 de abril de 2007

Alimentos biogênicos:Brotos(rebentos)

Alimentos biogênicos: brotos

Considerado um alimento biogênico (alimentos que geram vida), os brotos dos grãos, dos cereais, das leguminosas e das hortaliças, que estão no início do crescimento são extremamente ricas em substâncias que reforçam a vitalidade das células e promovem a constante regeneração (vitaminas, minerais, oligoelementos, aminoácidos, enzimas, hormônios vegetais, etc.), são ricos em fibras, desintoxicantes e facilitam a digestão. O sabor varia conforme o tipo e o período de colheita. Saiba como cultivá-los e aproveite-os ao máximo em seus pratos.
Na verdade, ninguém precisa comprar um pequeno pedaço de terra para começar a plantar e colher. O método é bastante simples: basta separar alguns grãos (lentilha, grão-de-bico, trigo, amendoim, soja, etc.) e colocar cerca de ½ xícara dentro de um recipiente com água por cerca de 8 horas. Depois disso, escorrer a água, conservá-los úmidos e deixar expostos ao ar, cobertos com uma peneira ou tecido fino por mais 8 horas. Você observará que eles começarão a nascer (irá surgir o que chamamos de “narizinho”). O narizinho é a raiz que se aprofundaria na terra. Esta fase de desenvolvimento da semente é chamada de germinação. O grão germinado, como é conhecido, tem seu potencial ampliado em cerca de 20.000 vezes. Podemos consumir essas “pequenas estrelas” exatamente como estão, pois todas estão bem macias e se estão macias, obviamente, não é necessário cozinhá-las. Se cozinhar, matará e perderá a tão preciosa energia vital.
Numerosas variedades de brotos são encontradas para comprar, mas quando cultivados recomenda-se usar luz ambiente para a germinação. Para os brotos ficarem um pouco mais verdes é preciso de um pouco de luz solar, o que garante a síntese da clorofila. Quanto mais verdes os brotos, mais picantes serão.

VARIEDADES:

Feno grego: os brotos de feno crescem rapidamente, têm um sabor levemente amargo e boas doses de vitaminas do complexo B.
Alfafa e abóbora: são de cultivo mais difícil. Geralmente são plantados na terra e colhidos após seis ou mais dias.
Ervilha, feijão azuki, feijão de corda: os brotos podem ser colhidos depois de oito a dez dias de germinação. Antes disso, podem conter resíduos tóxicos quando consumidos crus. Já cozidos, podem ser colhidos com até um dia de germinação
Gergelim: deve ser germinado sem casca e consumido até dois dias após a germinação. Depois disso os brotos ficam bem amargos.
Girassol: os brotos têm um sabor suavemente picante.
Lentilha: produz um broto de sabor bem agradável.
Rabanete: tem sabor picante.
Trigo: devem ser colhidos até 36 horas de germinação. Após isto ficam fibrosos.
COLHEITA: Assim que os brotos germinarem e crescerem 0,5 cm, retire-os do escorredor ou peneira e transfira para uma tigela com água. Mexa a mistura com as mãos para soltar as cascas e limpar os resíduos da superfície.
CONSERVAÇÃO: Caso não use os brotos no mesmo dia da colheita, lave-os e seque com toalha de papel. Guarde-os num saco plástico próprio para alimentos na geladeira. O ideal é consumir no mesmo dia.
Acrescentando na alimentação diária os grãos germinados, você vai receber a presença de energia vital, que é sinônimo de presença de vida e, exatamente, por isso, esse tipo de alimento é chamado de alimento vivo.

Fonte: Magali Rogge Mugnaini Abrão - Nutricionista.

0 comentários: