Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de março de 2008

Estudo revela que consumo exagerado de carnes vermelhas ou de carne processada pode aumentar o risco de câncer

Estudo revela que consumo exagerado de carnes vermelhas ou de carne processada pode aumentar o risco de câncer
Artigo publicado na revista científica PLoS Medicine relata que o consumo de carne vermelha ou de carne processada pode estar associado ao maior risco de desenvolver câncer de intestino e de pulmão. O estudo também encontrou associação positiva entre risco mais elevado de ter um diagnóstico de câncer de esôfago e de fígado e a maior ingestão de carnes.



Os pesquisadores analisaram a dieta e o histórico de saúde de 494 mil pessoas com idades entre 50 e 71 anos. Aqueles que consumiam mais carne tiveram, ao longo de oito anos, 25% a mais de chances de serem diagnosticados com o câncer colorretal. Em relação ao câncer de pulmão, esse aumento foi de 20%. Eles afirmam que um em cada dez casos de câncer de pulmão e de intestino poderia ser evitado se as pessoas diminuíssem a ingestão de carnes vermelhas, carnes defumadas, presunto, salsichas e bacon. O estudo também encontrou associação positiva entre o consumo elevado de carnes vermelhas e processadas e um maior risco para câncer de esôfago e de fígado.


Relatório do Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer deste ano alertou que a carne vermelha é um dos principais fatores para o aparecimento da doença. A recomendação é que as pessoas parem de comer carne processada e limitem a ingestão de carne vermelha para até três bifes de 170 gramas por semana.


Os cientistas acreditam que a carne vermelha possui substâncias que podem aumentar a síntese de DNA e a proliferação celular, afetam o metabolismo hormonal, promovem danos aos radicais livres e produzem aminas heterocíclicas carcinogênicas, podendo desencadear o processo cancerígeno. Estas substâncias são: nitrosaminas – que requerem a ativação metabólica para se converter em formas carcinogênicas; nitrosamidas - que não requerem esta ativação; além de sais, nitratos, nitritos, ferro heme, gorduras saturadas e estradiol.


Os fatores de risco mais importantes para o desenvolvimento de câncer nos Estados Unidos são o cigarro e a obesidade. Entretanto, entendendo a complexa interação entre dieta, fumo e obesidade, assim como a maneira como são metabolizados alimentos específicos e nutrientes, poderemos entender melhor como prevenir o câncer.


Fontes: PLoS Medicine
12 de dezembro de 2007

0 comentários: