NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sexta-feira, 5 de março de 2010

GMOs na Europa - BASF e o seu passado Nazi



Continuação de A Comissão Europeia autoriza a comercialização de OGM


Uma das empresas por detrás da tentativa de introdução de GMOs na Europa é a BASF. para saber um pouco do perigo que se avizinha fomos consultar a história da fundação desta empresa.


A BASF foi fundadora da IG Farben (Interessengemeinschaft Farben - Interessengemeinschaft significa "Associação de Interesses Comuns") em conjunto com a Bayer, a Hoechst e outras companhias quimicas e farmaceuticas, e produziu a maioria das armas de guerra para Hitler para além de participar na construção dos campos de concentração, câmaras de gás e do próprio gáz Zyklon-B que matou milhões de pessoas, foram ainda os maiores patrocionadores do regime. Cientistas e dirigentes da BASF estiveram directamente envolvidos nos planos nazis. Sem o envolvimento destas companhias a II guerra mundia não teria sido possivel nem Hitler teria alguma vez o poder que teve.

A Comissão Europeia autoriza a comercialização de OGM

Durão Barroso quer impor cultura de OGM na União Europeia




O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, quer relançar o processo de autorização da cultura de dois organismos geneticamente modificados (OGM) considerados polémicos, muito rapidamente depois da entrada em funções da sua nova equipa na próxima semana.


Esta notícia foi confirmada à AFP por várias fontes europeias, afirma a agência noticiosa.


"A autorização da cultura de milho MON 810 e a batata Amflora é uma das suas prioridades", indicou uma fonte do interior da Comissão Europeia, sob a cobertura do anonimato.


"Ele quer avançar muito depressa para se desembaraçar deste problema que o afectou no seu primeiro mandato", confirmou um responsável europeu.



quinta-feira, 4 de março de 2010

Dieta materna durante a gravidez pode alterar alergias do recém-nascido


Autora: Joene Hendry


Resultados de um estudo japonês indicam que a ingestão muitos vegetais e frutas durante a gravidez pode reduzir a chance de ter um bebê com determinadas alergias.
Uma ingestão mais alta de vegetais verdes e amarelos, frutas cítricas, vegetais e frutas com alto teor de beta-caroteno pode diminuir o risco de ter um bebê com eczema, concluíram o Dr. Yoshihiro Miyake, da Fukuoka University, e colaboradores.


Brotos de brocólis podem proteger contra o câncer gástrico

Autora: Roxanne Nelson



Pesquisa preliminar sugere que brotos de brócolis apresentam propriedades quimiopreventivas. Em um ensaio clínico piloto e em um estudo em animais, pesquisadores descobriram que o consumo de brotos de brócolis pode reduzir a colonização pelo Helicobacter pylori, que está associada ao desenvolvimento de gastrite e câncer gástrico. Além disso, o consumo de brotos de brócolis parece acentuar as enzimas antioxidantes e anti-inflamatórias no estômago.

quarta-feira, 3 de março de 2010

O Homem que Cultiva a Água

phiri11 - phiri11
Viajando pelo sul da África neste verão (1995) ouvi falar de um homem que cultivava a Água.
Parti à procura sem idéia clara do meu rumo. Me encontrei num ônibus folclórico abarrotado atravessando ruidosamente o interior do sul de Zimbabwe a uns 30 km por hora.
A paisagem era bela: colinas suaves de capim amarelo em terra vermelha, com moitas de arvores retorcidas, às vezes em forma de guarda-chuva. Cochilei até, nove horas depois, chegarmos na região mais seca de Zimbabwe.

Rolos de alface




Rolos de alface são a melhor solução para um snack rápido. Um substituto ideal das tradicionas sandes/sanwiches.

Uma sugestão mas pode usar a imaginação e fazer de outra maneira...

As imagens sugerem outras ideias.


INGREDIENTES:

* 2 abacates bem maduros
* 3 tomates, em cubos
* 1 / 2 malagueta, picada
* 2 colheres de sopa de cebola, picada
* 1 dente de alho fresco, picado
* 1 / 4 xícara de coentro fresco, picado
* Bagos de uma espiga de milho orgânico/biológico cru
* 2 colheres de chá de suco/sumo de limão fresco

* Rebentos/brotos à escolha
* Sal q.b.
* 6-8 folhas grandes de alface

PREPARAÇÃO:

Amasse o abacate.

Adicionar os demais ingredientes e mexa até ficar bem misturado.

Espalhar 2-3 colheres desta mistura em folhas de alface e enrole. Apreciar!
terça-feira, 2 de março de 2010

Longevidade

Os povos mais longevos do planeta são aqueles que vivem uma vida simples, ligados à natureza, tem uma alimentação também muito simples e uma vida espiritual rica. Vivem em comunidade interajudando-se.

Não tem doenças degenerativas como cancro/cancer, diabetes, hipertensão, ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Biblioteca de Referência Científica sobre Espirulina


Mais de 100 referências que cobrem 30 anos de investigação internacional.

Clique em qualquer referência abaixo para visualizar o artigo científico.

Esta biblioteca é exclusivamente para educação. Não se pretende como conselho médico ou como um guia para  auto-tratamento. Consulte um profissional de saúde qualificado para o diagnóstico ou tratamento de qualquer doença ou condição médica.

O restante está em inglês...tal como os estudos.

Pode usar o http://translate.google.com para traduzir se não entender inglês - Basta clicar com o lado direito do rato/mouse e copiar o link depois ir ao  http://translate.google.com  e colar o link para traduzir.

A Algoteca da FCTUC em destaque na RTP



Publication date: 11-12-2008 12:30
foto_algoteca
A Maior Colecção do Mundo de Algas de água doce está na FCTUC e foi destaque no Programa BIOSFERA , da RTP
As quatro mil estirpes diferentes de microalgas de água doce, mais de 300 géneros e 1000 espécies isoladas de uma vasta gama de habitats, existentes na Algoteca da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) formam a Maior Colecção de Algas do Mundo.

EQUILIBRAR A ALIMENTAÇÃO, Balanço ácido/alcalino



70% do nosso corpo é água 55% desse liquido encontra-se nas células, 5% no sangue e 10% nos líquidos envolventes.

Balanço ácido/alcalino

Para manter a vida precisamos de um bom balanço ácido/alcalino. O pH normal do sangue é 7,4. Se baixar a 6,95, podemos morrer, pois o coração relaxa e pára de bater. Se subir a 7,7, pode causar convulsões e outras desordens. Os vírus, bactérias, fungos, etc, proliferam num meio ácido. Há menos oxigénio e a energia diminui no organismo.

O que são enzimas?



Segundo o Dr. Edward Howell,   “as enzimas são substancias que tornam a vida possível. São necessárias para todas as reacções químicas que ocorrem no corpo. Sem enzimas nenhuma actividade alguma vez aconteceria. Nem as vitaminas nem os minerais ou as hormonas conseguem fazer o seu trabalho – sem enzimas.”
Temos uma reserva de enzimas limitada o que nos leva a morrer quando os enzimas acabam.
Se comermos alimentos crus evitamos a destruição dos enzimas que a comida contem facilitando assim a digestão e evitando gastar as nossas próprias reservas.

ENZIMAS E ALIMENTOS CRUS



As enzimas existem apenas nos alimentos crus e não nos alimentos cozinhados e são mais importantes para a nossa saúde do que vitaminas, minerais e aminoácidos. São também essenciais para manter a limpeza interna do corpo. Os enzimas são os catalistas de todas as reacções químicas do organismo.
Sem eles, não há divisão celular, funcionamento do sistema imunitário, produção de energia nem actividade cerebral.
Existem duas variedades de enzimas no nosso organismo, enzimas metabólicos e enzimas digestivos. Produzimos mais de 100 000 enzimas diferentes, cada qual com a sua tarefa.
Os alimentos crus tem exactamente a perfeita mistura de enzimas digestivos para serem absorvidos completamente. estes são chamados de enzimas alimentícios. A natureza na sua interminável perfeição faz com que todos os alimentos quer carne, fruta ou vegetal, se decomponham e voltem para a terra de onde vieram. Mas cozinhar a nossa comida acima dos 45ºC destroi os enzimas, deixando ao organismo o trabalho de os produzir para ajudar a digestão.

REBENTOS



Rebentos de Alfafa-No processo da germinação, são eliminadas substâncias inibidoras de processos metabólicos, como determinadas enzimas que interferem na germinação e oxalatos que bloqueiam a absorção do zinco e de outros minerais. Dessa maneira as sementes transformam- se em alimentos alcalinizadores do organismo. Ao incluirmos uma variedade de rebentos na alimentação, aumentamos a vitalidade do corpo
Porquê consumir rebentos?

Grande teor de energia vital e de fácil digestibilidade.
Processo pré-digestivo onde as proteínas são decompostas em aminoácidos, os hidratos de carbono complexos em açúcares simples, as gorduras em ácidos gordos e ainda há um momento da presença de minerais e outras substâncias como as enzimas, fito-hormonas e antibióticos naturais.
No processo da germinação, são eliminadas substâncias inibidoras de processos metabólicos, como determinadas enzimas que interferem na germinação e oxalatos que bloqueiam a absorção do zinco e de outros minerais. Dessa maneira as sementes transformam- se em alimentos alcalinizadores do organismo. Ao incluirmos uma variedade de rebentos na alimentação, aumentamos a vitalidade do corpo,

VIVENDO DE COMIDA VIVA


VIVENDO DE COMIDA VIVA 
INTRODUÇÃO

Na natureza todos os animais comem alimentos vivos. Só o ser humano cozinha os seus alimentos e só o ser humano sofre de imensas doenças e males. Os humanos que comem mais alimentos vivos estão mais alerta, pensam claro, concisamente e mais logicamente e tornam-se mais activos. Melhor, comedores de comida viva tornam-se virtualmente livres de doença.

O nosso organismo evoluiu durante cerca de quatro milhões de anos. Cerca de 3,950,000 dos quais comemos só cru, alimentos vivos. É só recentemente que começámos a comer alimentos cozinhados. Quando olhamos para os outros mamíferos na natureza, não vemos qualquer incidência das doenças que se difundiram pelos seres humanos. Nem cancro, doenças do coração, ataques ou diabetes, etc.

Cozinhar é um processo de destruição dos alimentos a partir do momento em que calor é aplicado á comida. Os nutrientes são praticamentetodos destruídos se a cozedura for longa.

INIMIGOS DA VIDA




AÇÚCAR REFINADO E SUAS PREPARAÇÕES

* Diminui a imunidade natural do organismo e favorece a proliferação de bactérias nocivas e vermes * Provoca vários tipos de infecções como: rinite, angina, otite, sinusite, cistite etc * Provoca distúrbios hormonais, propiciando doenças como: hipoglicemia, diabetes, etc * Age no tubo digestivo acidificando e desequilibrando a flora intestinal * Germes e açúcar se combinam para formar cárie nos dentes * Provoca enfraquecimento geral do organismo, cansaço físico, exaustão, ansiedade e irritabilidade * Necessita de grandes quantidades de cálcio para serem metabolizados, utilizando as reservas do próprio corpo e por isso predispõe à descalcificação e osteoporose * Provoca toxicomania, vicia o organismo criando dependência * Induz a carência afetiva, baixa de auto-estima e degeneração do sistema nervoso

SUBSTITUIÇÃO DE ALIMENTOS CRUS POR COZIDOS



Experiéncias significativas

O efeito da substituiçào de alimentos crus ou frescos por alimentos cozidos foi muito discutido e levou a grandes divergências e a normas de nutrição bastante extremadas e estritas. Especialmente, causaram notável impressão os en- saios sobre comida cozida de Mc Carrison e de O. Stiner, dando lugar a numerosas comprovações.
Mc Carrison alimentou macacos com a sua comida habitual, mas cozida numa panela a vapor. A consequência foi uma redução na actividade das glãmdulas de secreção interna, o aparecimento de úlcera do estomago ou intestino, a inflamação do intestino grosso e, finalmente, a caxequia e a morte.
O. Stiner (do Ministério Federal da Saúde Suiçol alimentou coelhos nas mesmas condições que o anterior. A consequência foi que os animais adoeceram de cárie, inflamação das glãndulas salivares, bócio, anemia, escorbuto e alguns deles de cancro do pulmão. Se a estes alimentos cozinhados se acreseentassem, para cada animal, dez centímetros cúbicos de leite pasteu- rizado, também adoeciam de artrite deformante. Estas e muitas outras experièncias parece que vém demonstrar o efeito tão prejudicial da arte culinária sobre a saúde.