Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de setembro de 2008
Curso de Alimentação Viva na Promoção da Saúde e Ambiente

http://www.svb.org.br/2congressovegetarianobrasileiro/cursos-de-capacitacao-/curso-de-alimentacao-viva-na-promocao-da-saude-e-ambiente.html

PDF E-mail
09-Jun-2008
O Projeto Terrapia do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria – ENSP-FIOCRUZ está promovendo o 1o Curso de Alimentação Viva na Promoção da Saúde e Ambiente voltado para o público de diversas formações.

maria-luiza.jpg Esta iniciativa vai acontecer nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2008, nas dependências do UNI-BH, em Belo Horizonte, como parte da programação do 2o Congresso Vegetariano Brasileiro, das 9 h às 12h, com carga horária total de 9 horas.

O Curso somente poderá ser frequentado por pessoas inscritas no 2o Congresso Vegetariano Brasileiro e visa atender a demanda de congressos vegetarianos anteriores solicitando o formato dos cursos oferecidos pelo projeto Terrapia - Alimentação Viva na Promoção da Saúde e Ambiente desenvolvido na Ensp - Fiocruz.

Será sugerida uma doação à SBV para cobrir as despesas do evento. Trata-se de uma condensação dos conteúdos teóricos acompanhados de demonstração da culinária viva. O modelo inclui a participação de 10 colaboradores, pessoas que vivem com esta prática alimentar e desenvolvem o estilo de vida ecológico que a acompanha. Assim, mesmo durante os intervalos do Congresso, esses colaboradores identificados estarão disponíveis para esclarecimentos e troca de informações, ampliando as horas de contato. Esta metodologia se deve ao fato de que as bases conceituais do Projeto Terrapia apóiam-se na TAREFA e TROCA de experiências, como modo de produzir o conhecimento, acompanhando a teoria dos sistemas vivos.

Programa

Sexta 26/9/08

9 às 10h

Alimentação Viva na promoção da saúde – O homem como Ser de Cuidados.

Conversas teóricas Maria Luiza

10 às 10h45min

História e apresentação das sementes de consumo humano sob a forma de germinação

Germinação
Maria Luiza

10h45min às 12h

Demonstração do preparo culinário I

Colaboradores do Terrapia

Sábado 27/9/08

9 às 10h

O homem e sua relação do com a natureza no discurso médico - O corpo como expressão – a conversa diária com o ecossistema - Estilo de vida da Alimentação Viva e Saúde

Conversas teóricas Maria Luiza

10 às 10h45min

Processos de germinação para cultivo doméstico

Germinação

Maria Luiza

10h45min às 12h

Demonstração do preparo culinário II

Colaboradores do Terrapia

Domingo 28/9/08

9 às 10h

Produção de alimentos e impacto ambiental - Ética do consumo

Conversas teóricas

10 às 10h45min

Manejo e planejamento da produção diária de sementes germinadas e brotos

Germinação

Maria Luiza

110h45min às 12h

Demonstração do preparo culinário III

Colaboradores do Terrapia

Coordenação: Maria Luiza Branco Nogueira da Silva

RESUMO DAS CONVERSAS TEÓRICAS

Aula 1:

Conversa sobre o que é a alimentação viva, sua origem, seus impactos na natureza e a promoção da saúde - a nova abordagem da saúde pública. Baseados no capítulo II – Cuidado: o ethos do humano L.Boff (*) convidamos os participantes para uma ampla reflexão sobre o que é Ser Humano, situando os valores e concepções de vida que "alimentamos" com nossos atos e pensamentos que, finalmente condicionam a nossa escolha alimentar.

Aula 2:

A partir de uma leitura sobre o status da natureza no discurso médico desde a Grécia antiga, situamos a orientação das medicinas naturais baseadas no vitalismo, base do conceito de energia vital utilizada na alimentação viva. Convidamos para uma conversa baseada na visão do corpo como um ecossistema, onde vivem trilhões de outros seres vivos que desenvolvem tipos de relações variadas com o humano, moduladas pelas nossas escolhas de estilo de vida e alimentação (Ecomedicina).

Aula 3:

Reflexões sobre a importância de se falar de produção de alimentos nos espaços de promoção da saúde a partir da afirmação dos agrônomos ecológicos: "Solo sadio – Plantas sadias – Homem sadio". Abordamos alguns aspectos históricos da produção no Brasil e sobre a relação entre a produção agrícola, preservação ambiental e justiça social. Acompanhando o movimento internacional pela ética do consumo, desenvolvemos algumas reflexões sobre nossos hábitos de vida cotidiano e seus impactos na saúde.



Informações e inscrições: terrapia@ensp.fiocruz.brEste endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

_________

Quem somos?

Somos hoje um espaço de referência da Alimentação Viva que tem por objetivo a difusão dos princípios e hábitos de vida ecológica. Através das práticas cotidianas desenvolve-se um modo de olhar o próprio corpo como ecossistema e meio de participação na preservação ambiental. Deste modo, desde 1997 estamos contribuindo para o fortalecimento do caminho da Promoção da Saúde através da reorientação do modelo assistencial no Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria – ENSP-FIOCRUZ.

Quem participa?

Os freqüentadores são aqueles interessados na alimentação viva e na aproximação com o ambiente natural, sejam moradores, visitantes ou trabalhadores de Manguinhos no Rio de Janeiro.

Como trabalhamos?

Na HORTA de CULTIVO BIOLÓGICO, apresentamos a prática de produção doméstica de alimentos vivos e de desenvolvimento de habilidades da culinária viva. Sempre em grupo, O projeto é mantido com a participação solidária de todos os participantes e oferecemos semanalmente:

1- Oficinas orientadas pelos colaboradores:

  • Produção de sementes germinadas e brotos de cultivo doméstico
  • Preparação do Suco de Clorofila com sementes germinadas e folhas selvagens comestíveis identificadas na horta.
  • Cultivo ecológico de hortaliças, viveiro de árvores frutíferas e plantas medicinais.
  • Preparação da compostagem dos restos alimentares.
  • Plantio das sementes não utilizadas dos frutos e legumes provenientes da "cruzinha" doméstica
  • Preparo de refeições, valorizando os alimentos vivos, in natura sem processamento pelo calor, frio ou refinação.
  • Estímulo ao auto-cuidado e cuidados com o meio ambiente.

2- Seminários de alimentação viva na promoção da saúde.

7h Aula de yoga ou tai chi chuan

8h Germinação de sementes

9h Preparação do Suco de Clorofila em grupo

10h Aula teórica

11h Aula prática demonstrativa

11h30min Preparação da refeição em grupo

12h30min Confraternização e almoço

3- Cantina Viva

A cantina, com propósito educativo, foi criada pelo "Grupo Terrapia" para oferecer e comercializar as refeições atingindo o público que não pode participar das oficinas e seminários. Criou-se então mais uma oferta de alimentação no campus da Fiocruz, diferenciada, onde a preparação envolve também a produção dos alimentos básicos (sementes germinadas e brotos) além de estímulos ao cuidado com o ambiente.

4- Bazar Solidário

É uma forma de sustentabilidade do projeto, além das doações espontâneas. Os recursos são destinados à compra de material usado nas oficinas, aparelhos e utensílios de cozinha, alimentos e transporte para eventos.

É administrado pelo Grupo Terrapia com o objetivo inicial de gerar renda, mas principalmente de "alimentar" o movimento na disseminação das idéias do projeto.

5- Eventos

Local: Centro de Saúde Escola - Rua Leopoldo Bulhões 1480, térreo, Manguinhos- Rio de Janeiro.

Contatos: tel- 2598 2659 E-mail: terrapia@ensp.fiocruz.brEste endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

www.ensp.fiocruz.br

Busca: Terrapia

Coordenação geral: Maria Luiza Branco Nogueira da Silva.
Graduada pela Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro – Federação das Escolas Federais Isoladas do Rio de Janeiro – FEFIERJ (1976), com especialização em Metodologia da Pesquisa em Saúde Mental pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca - FIOCRUZ (1994). Atua na saúde pública desde 1986 em atenção primária à saúde no Centro de Saúde Escola - Ensp – Fiocruz, onde idealizou o Terrapia, um projeto social de desenvolvimento comunitário, exercendo atividades como ambientalista, atuando principalmente nos seguintes temas: promoção da saúde, alimentação e educação ambiental desde 1997.


--
Marly Winckler
www.vegetarianismo.com.br
www.svb.org.br
www.ivu.org

0 comentários: