Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sábado, 12 de janeiro de 2008

QUINUA

No Altiplano Boliviano, a 3.800 metros acima do nível do mar,o vento gelado,mesclado a pequenas particular de sal,é o primeiro sinal dado pelo Salar de Uyuni ao visitante. Este deserto com seus 12.500 Km.2, onde o frio no inverno chega a 30 graus negativos, é branco como a neve. Seu horizonte é tão nítido e sua atmosfera tão limpa que é possível ver claramente a curvatura terrestre desenhada no azul do céu.É neste lugar, Único no mundo, que nasce a QUINUA REAL (Quinoa), cereal sagrado dos Incas. Qualificada como o melhor alimento de origem vegetal para consumo humano, pela Academia de Ciências dos Estados Unidos e selecionada pela Nasa para integrar a dieta dos Astronautas em vôos espaciais de longa duração, por seu extraordinário valor nutritivo. Investigadores que vem estudando a QUINUA REAL, nas ultimas décadas,constataram, que seu valor nutritivo - só comparado ao leite materno - a converte no alimento mais completo do planeta, muito superior aos de origem animal, como a carne, o leite, os ovos e o peixe.

As proteínas de que o corpo precisa são compostas de 20 aminoácidos diferentes. Você pode fazer alguns deles a partir de outros aminoácidos, mas existem aminoácidos que não podem ser fabricados pelo corpo e que devem fazer parte da sua dieta. Estes são chamados aminoácidos essenciais.A QUINUA REAL, com 23% de proteínas, possui um balanço de aminoácidos excepcionalmente atrativo para a nutrição humana devido aos seus altos níveis de lisina e metionina. Conta com 20 aminoácidos, dos quais os 10 essenciais (Histidina Isoleucina,, Leucina, Lisina, Metionina, Fenilalanina, Treonina, Triptofano,Valina e Arginina).

De acordo com os resultados de algumas experiências, demonstrou-se que estas proteínas são mais favoráveis ao crescimento que as contidas no leite.O valor mais alto (95) corresponde ao do ovo, o que significa que a cada 100g de proteínas ingeridas, 95 são assimilados.

Para a QUINUA REAL o índice de 75 é considerado alto se comparamos com a carne (60), o Leite (72), Trigo (60) e o Milho (44). Na QUINUA REAL, encontramos principalmente vitaminas A, B6, B1 e, em menores quantidades, as vitaminas E e C. Rica em certos minerais, como o ferro (9,5 mg/100 g de Quinua), fósforo (286 mg/100 g de Quinua) e Cálcio (112 mg/100 g). No que diz respeito aos glucídios (hidratos de carbono), estes apresentam um valor entre 67% a 74%, essencialmente na forma de amido. Estes valores fazem da QUINUA REAL um alimento que oferece uma elevada (347 Kcal por 100g) reserva energética.

A contribuição de proteína para o conteúdo de energia total da QUINUA REAL é 23%; 20% é de gordura e os restantes são de carboidratos. Sua qualidade nutricional é melhor que a da soja, com sais minerais e aminoácidos balanceados. Apesar de altamente protéicos, os grãos não possuem o glúten, proteína encontrada no trigo que impede muita gente alérgica de comer pão, macarrão ou biscoito. A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera a QUINUA REAL como alimento único por seu altíssimo valor nutricional. "Se tivesse que escolher um alimento para sobreviver escolheria a QUINUA" Duane Johnson, Universidade do Colorado.


TABELA NUTRICIONAL (100 Grs. de produto)
Aminoácidos (AA): Perfil de AA: %AA/100gr de proteínas:

Aminoácidos QUINUA Trigo Leite
Histidina * 4.6 1.7 1.7
Isoleucina * 7.0 3.3 4.8
Leucina * 7.3 5.8 7.3
Lisina* 8.4 2.2 5.6
Metionina* 5.5 2.1 2.1
Fenilalanina* 5.3 4.2 3.7
Treonina* 5.7 2.7 3.1
Triptofano* 1.2 1.0 1.0
Valina* 7.6 3.6 4.7
Ácido Aspártico 8.6 - -
Ácido Glutámico 16.2 - -
Cisterina 7.0 - -
Serina 4.8 - -
Tirosina 6.7 - -
Argina* 7.4 3.6 2.8
Prolina 3.5 - -
Alanina 4.7 3.7 3.3
Glicina 5.2 3.9 2.0

* Aminoácidos essenciais

VITAMINAS PERFIL EM 100 gr.

  • Vitamina B1 - 30 mg
  • Vitamina B2 - 28 mg
  • Vitamina B3 - 7 mg
  • Vitamina C - 3 mg
  • Vitamina E - 4,1 mg

Componente QUINUA Arroz Milho Trigo Aveia Centeio Cevada
Cálcio mg/g 66.60 23.00 150.00 43.70 88.00 54.00 38.00
Fósforo mg/g 408.30 325.00 256.00 406.00 253.00 323.00 376.00
Magnésio mg/g 204.20 157.00 120.00 147.00 0.00 0.00 0.00
Potássio mg/g 1040.00 150.00 330.00 502.00 0.00 0.00 0.00
Ferro mg/g 10.90 2.60 0.00 3.30 5.30 5.80 3.70
Manganês mg/g 2.21 1.10 0.48 3.40 0.00 0.00 0.00
Zinco mg/g 7.47 0.00 2.50 4.10 0.00 0.00 0.00
Umidade % 9.80 10.25 12.28 11.34 12.30 12.70 12.60
Cinza g/100g 4.73 0.60 1.48 1.46 2.60 2.40 1.20
Proteína g/100g 14.16 7.69 10.67 11.72 8.20 10.40 9.50
Fibra g/100g 5.10 0.05 1.68 2.65 8.70 3.40 1.70
Gordura g/100g 5.73 2.20 4.30 2.08 5.60 1.20 1.60
Carboidrato g/100g 59.85 81.30 69.58 70.75 62.60 68.90 73.80


Gabriella Guerreiro - Nutricionista
CRN: 17755

ganutri@terra.com.br


História

Quando os invasores chegaram em 1532, não foi difícil apoderar-se do grande império, primeiro pelas armas que tinham e segundo que os povos incaicos estavam debilitados pela guerra civil. Quando acabaram com os 362 anos, que foi o tempo que durou o Império Inca, acabaram também com a QUINUA, ignorando tratar-se de um tesouro sagrado. Era chamada de "Grano Madre" ou "Grano de Oro" e venerada como símbolo religioso.

Todos os anos, quando iniciava a época do plantio, o próprio SAPA INKA (Supremo), com uma ferramenta de ouro maciço, abria simbolicamente o período de plantio da Quinua chamada pelos Incas de "cereal milagroso" ou "mãe dos seres humanos". A Quinua foi um fator muito importante na expansão desse Império composto por doze milhões de habitantes também conhecido como Tahuantinsuyo (quatro pontos cardeais), formado por Aymarás, Quéchuas e outras etnias. Esses agricultores por excelência tiveram o grande mérito de adaptar e desenvolver em um meio geográfico que, à primeira vista, não oferecia as menores condições para a agricultura.

Em primeiro lugar, o relevo montanhoso onde habitava a maior parte da população do império foi aproveitado mediante a construção de inúmeros terraços de cultivo que permitiram utilizar as ladeiras das montanhas andinas. Essas verdadeiras escadas gigantes, erguidas sobre terraplanagens com muros de contenção de pedra, evitavam que as chuvas arrastassem a terra e seus cultivos para o fundo dos vales. Estabeleceram uma relação direta entre o tamanho da população e maior produção de alimentos, com resultado de uma maior disponibilidade de mão de obra para obras hidráulicas que por sua vez repercutia em maior produtividade.

O denominado "controle vertical" em base aos diferentes nichos ecológicos da Cordilheira dos Andes explica a grande gama de produtos agrícolas em zonas muito restritas. Quando conquistavam uma região, implantavam o culto ao Sol e a língua Quechua. Outro elemento foram os caminhos, que configuravam uma rede de mais de 40 mil km. Sem sombra de dúvida, a Quinua exerceu um papel fundamental na expansão desse grande Império, que foi dizimado pelos espanhóis. No início, olhavam com pouco caso, justamente por não brilhar como ouro ou as pedras preciosas. Por essa adoração religiosa e pela extrema resistência e força demonstrada, a Quinua foi substituída por outros alimentos conhecidos pelos conquistadores e os agricultores foram forçados a trabalhar em minas buscando ouro e prata.

Depois de 500 anos do genocídio histórico mais impunemente ocultado atrás da palavra "descobrimento", a QUINUA ressurge como o melhor e mais completo alimento para o ser humano.


Fonte: Quinua Real

0 comentários: