Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 25 de maio de 2010

Agricultura Biológica é um nicho com futuro no Algarve e Alentejo

Primeiro livro é dedicado de Jack Soifer sobre o Algarve e Alentejo e mostra mais de 70 nichos de mercado que podem ser aproveitados para tirar o melhor partido dos recursos das duas regiões, a nível do turismo, da agricultura biológica ou dos produtos naturais.
«Como sair da Crise ‘A’ – Algarve e Alentejo» é o primeiro de quatro livros que mostram como ultrapassar as adversidades da crise, lançado por Jack Soifer, consultor de turismo em 295 empresas de 11 países e colaborador do «barlavento», na Fnac do AlgarveShopping, na Guia, na semana passada.
O autor que já publicou 35 livros volta agora a apresentar um novo trabalho, onde estão em destaque mais de 70 nichos de mercado que podem ser aproveitados para contrariar a crise no Alentejo e no Algarve.
O que aparece em primeiro lugar são os nichos ligados ao turismo, pois é uma das grandes mais-valias da região algarvia. Jack Soifer alertou, porém, que têm que ser bem explorados, pois o «Algarve centra-se muito no golfe, sol e praia».
Na sua opinião, estes podem continuar a ter o seu espaço, mas há que dar mais destaque, por exemplo, ao turismo «de natureza ou o desporto náutico não motorizado».
A outra aposta é a agricultura biológica, pois as duas regiões têm um clima equilibrado e não são muito afectadas por pragas.
O único entrave seria a distribuição, pois «os oligopólios têm um grande poder» no país, sublinhou Jack Soifer. A solução seria, por isso, exportar cem por cento da produção, «porque o mercado estrangeiro dá mais valor à qualidade», acrescentou.
E há diversos exemplos no Algarve, em particular na produção de flores, como os cravos ou os bonsais cítricos. «Os morangos de Olhão são exportados para a Rússia, Irlanda, Escócia, Noruega e Suécia, porque a sua qualidade resiste a um transporte longo», exemplificou.
soifer 235x300 Agricultura Biológica é um nicho com futuro no Algarve e Alentejo
Até aqui o problema tem sido a mentalidade, pois está enraizada a ideia de que só as grandes empresas conseguem fazer grandes produtos. O autor do livro contraria a ideia, garantindo que «há pequenas empresas que são especializadas, têm 30 trabalhadores e conseguem exportar muito».
Quanto ao livro «Como Sair da Crise», este é apenas o primeiro de uma série. «Vão sair mais três livros. O B (Beiras e Baixo Tejo) está escrito e espero lançá-lo em Dezembro ou Janeiro. Para o C (Cumes e Centro) já tenho o material de investigação e deverá estar pronto em Fevereiro. O D (Douro) deverá ficar para o fim do próximo ano», revelou ao «barlavento» Jack Soifer.
É que, para o autor, «Portugal tem riquezas muito distintas em diferentes regiões», por isso para cada uma escolhe «mais de 70 nichos consoante o seu potencial».
A ideia geral é, porém, a mesma: «a crise é uma oportunidade para mudar. Quem estuda história económica vê que é durante as crises que quem não tem capital consegue avançar com novas ideias e projectos». E para o consultor, «Portugal tem tudo para ser o quarto país mais importante da Europa».
Além dos bons vinhos, tem boa gastronomia, «natureza exuberante, produção agrícola da melhor qualidade, cultura diversificada e rica, bem como um património espectacular».

Fonte: http://www.quentalbiologico.com/2010/05/agricultura-biologica-e-um-nicho-com-futuro-no-algarve-e-alentejo/

0 comentários: