NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

domingo, 18 de abril de 2010

Pela Razão Ou Pela Emoção?

Estou respirando, posso perceber a temperatura do ambiente, ouvir os sons a minha volta e me recordar de alguns momentos em especial. Lembrei-me de ter estado num lugar maravilhoso onde pude sentir o aroma e o odor das frutas das árvores nativas, e me recordo das abelhas que visitavam as flores, fazendo a polinização. Neste ambiente avistei plantas que tem até a capacidade de retardar o fogo de incêndios naturais. Estava me encantando debaixo daquelas árvores frondosas, de boa sombra fresca, micro-clima agradável, pois o dia estava fortemente ensolarado. Sim, era possível avistar, sentir, ouvir o ambiente, ver os insetos, cada qual com sua função, assim como cada planta ali, com sua capacidade medicinal, recicladora de nutrientes, algumas usadas como inseticidas naturais, outras usadas para fabricar produtos de limpeza, cosméticos, corantes naturais, matéria prima para artesanato, e obtenção de óleos essenciais. O interessante é que quase não avistei erosão do solo neste ambiente, pois as folhas das árvores, frutos e pequenos gravetos estavam no chão protegendo o mesmo do impacto das gotas de chuva, e possivelmente conservando a umidade importante no mesmo, servindo de alimento e lar para a vida contida nele. Naturalmente a água de sobra das chuvas certamente estava se infiltrando e repondo o lençol freático das nascentes das águas cristalinas da região. Eu podia ainda sentir uma leve brisa passar por entre os galhos, apresar do bom quebra-vento que as árvores faziam. Que magnífico habitat selvagem, um refugio para animais e insetos que controlam a população de outros, polinizam e disseminam sementes de plantas úteis, sendo algumas ameaçadas de extinção, ali um verdadeiro fluxo gênico de fauna e flora. Lembrando-me de tudo isso, posso ir me permitindo relaxar ainda mais, pois sinto que estive lá novamente, agora mesmo que em pensamentos, mesmo que foi por alguns instantes, não sei se foi pela razão ou pela emoção. Arcélio Alberto Preissler Independência - RS Via http://br.groups.yahoo.com/group/comidaviva

0 comentários: