Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

domingo, 2 de março de 2008

Meditação da Contagem Respiratória

medita.jpg

Contagem Respiratória, é umas das mais fáceis e mais básicas de todas as técnicas de meditação. E é muito boa para quem nunca experimentou meditação.

Descrevendo por partes..

-Para um iniciante, sentar por 10 a 15 minutos será satisfatório, tenta cumprir este tempo, podes por um relógio por perto, ou até mesmo usar alarme porque assim ajuda-te a concentrares-te melhor durante a meditação.

-É preciso criar um espaço de meditação e convém usar sempre esse mesmo espaço, muitos preferem usar o canto do quarto, também é bom decorar o espaço, mas apesar de tudo faz o que estiver melhor para ti e que te ajude na concentração.

-Quando começares a meditação tenta libertar-te dos sons e distracções. Como é impossível estar num sitio silencioso ou até mesmo o silencio pode ser perturbador o segredo é não deixar que isso te afecte, é deixar que tudo flua pela consciência e não reflectir sobre isso

-A seguir, precisas de te sentar confortavelmente numa posição em que a energia do corpo possa fluir naturalmente e completamente. Existe muitas posições algumas mais simples são:

A Posição Burmesa
burmesa.jpg

Muitas pessoas que nunca meditaram irão achar esta uma boa posição. Para adoptar esta posição, dobra o joelho esquerdo e direito para perto do teu corpo de maneira em que os pés fiquem entre as pernas, um em frente do outro como na imagem.

Deves usar uma almofada, e sentar as nádegas na parte da frente da almofada de maneira que esteja os joelhos a tocar no chão e as nádegas na almofada, funcionado numa espécie de Tripé isto para atingir estabilidade, apoio e conforto.

As Tuas costas, pescoço e cabeça devem estar bem direitos.

A Posição ajoelhada

ajoelhada.jpg

Usar um banco ou almofada, por os joelhos juntos e os pés esticados para trás. Pôr a almofada ou banco entre os tornozelos e as nádegas.

Sentado numa cadeira

Como a posição dos faraós, sentado direitinho, com os pés bem firmes no chão, e com as mãos no colo ou nas pernas.

O QUE FAZER COM AS MÃOS

As mãos podem ser postas em várias posição…essas posições na verdade têm significado.

- Gentilmente descalça as mãos nos joelhos. Algumas pessoas sentem-se mais confortáveis com as palmas das mão para cima e outras para baixo. Mas se o significado é, palmas para cima é para puxar energia para que te sintas mais livre….é bom para pessoas com medo, ou inibidas, as palmas das mãos para baixo é para atrair forças para acalmar o espírito….bom para as pessoas fogosas que queiram acalmar.

-Gentilmente descansar as mãos no colo com as palmas para cima e com a mão esquerda por cima da direita ou com a direita por cima da esquerda, os dedos devem tocar levemente uns sobre os outros. As bordas das mãos devem tocar suavemente no estômago mesmo por debaixo do umbigo. O significado da mão direita por cima é captar energias masculinas, para obter mais força, agressividade, possessão….e a mão esquerda por cima é para captar energias femininas para obter mais calma, gentileza, suavidade…

INSTRUÇÕES PARA AS POSIÇÕES

meditation.jpg

Pronto, assim que estiveres numa posição confortável, estende e endireita a coluna. Imagina um jarro de água em equilíbrio na cabeça.

Suavemente deixa o corpo baloiçar até encontrar o centro da gravidade.

Relaxa os olhos. Não te concentres em nada. Olha para a frente e para o chão a cerca de 1 metro de distância de onde estás, olha com os olhos nem completamente abertos nem fechados.

Ou se preferires, podes fechar os olhos.

Mantém a tua boca fechada com os lábios e dentes juntos.

Acalma os pensamentos, transporta a tua mente para o sitio onde estás sentado, e respira lentamente e profundamente seis vezes.

Começa a meditação: Fecha os olhos e respira normalmente, apenas pelo nariz. A tua respiração vai abrandar à medida que avanças na meditação.

Silenciosamente, mas com toda a atenção conta até dez enquanto inspiras e expiras desta maneira:

Assim que inspiras: ” e…

Assim que espiras: ” um…

Assim que inspiras: ” e…

Assim que espiras: ” dois…

Continua a contar desta maneira até chegares aos dez. Depois recomeça outra vez. Se te perderes na contagem, recomeça no ultimo numero que te lembras ou então começa de novo se preferires.

Quando ( e não se) a tua mente começar a divagar, retoma a tua atenção para a respiração. Não te chateies se divagares e perderes a concentração, o propósito da mente é produzir pensamentos, eles estão sempre connosco.

A ideia é retomar a atenção para a respiração ou para a contagem. Se assim fizeres os pensamentos ficaram calmos naturalmente.

Quando se pratica pelas primeiras vezes, é comum desconcentrar-se facilmente ou até perder a paciência por estar a falhar. Não te irrites pois é normal pensar até porque é uma coisa nova para a mente e ela vai tentar pensar sobre o assunto logo nesse momento. Se bocejares ou tossir ou espirrar ou coçar, força faz-lo, não te preocupes. Deixa o que qualquer coisa que aconteça não te afecte, está tudo bem.

Mantém-te alerta, mas relaxado. Mantém a tua postura.

Esforça-te, mas aprecia.

Se pensamentos sobre o tempo vierem, está à vontade para olhar para o relógio, mas isto pode ser incomodo porque podes ter tendência a olhar muitas vezes. Por isso podes usar um despertador para fazeres o exercício sem te preocupares com distracções . Faz o que achares melhor.

No fim do período de tempo estipulado, para a meditação.

É importante voltar à consciência normal e a actividade de maneira lenta e calma, e não brutalmente. Espera uns poucos momentos antes de te levantares e ires à tua vida.

Assim que retomas os pensamentos e sentimentos normais, reflecte sobre o que aconteceu durante o período da meditação. Como te sentias antes da meditação? Qual a diferença agora? Existe pessoas que gostam de fazer um diário com algumas frases ou parágrafos a descrever o que aconteceu durante o período de meditação.

Medita amanhã outra vez- à mesma hora, mesma duração, mesmo sitio, Se possível.

A primeira vez que meditares, provavelmente irás achar isto mais como novidade. Talvez para o final da primeira semana de meditação diária, vais começar a achar como uma grande experiência.

No fim de duas semanas, é capaz de te revelar se a meditação da contagem respiratória é um bom método para ti.

Se não for, não te preocupes.

Fonte: http://sustentabilidade.coisas.org/?p=186

2 comentários:

Ruben disse...

:) Obrigado Luis por partilhar informações do meu blog...finalmente pode retribuir, uma vez que contenho informações no meu blog que retirei do teu....
Continua na paz...e parabéns pela tua evolução como pessoa :)

Luis Guerreiro disse...

Obrigado eu Ruben!

Muita Paz!