Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Total de visualizações de página

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Altas temperaturas derreteram área extensa da Antártida durante verão de 2005

Washington, 15 maio (EFE).- Uma extensa área da Antártida Ocidental derreteu por causa das altas temperaturas registradas durante o verão de 2005 no hemisfério sul, informou hoje o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, sigla em inglês).

A agência da Nasa, que usou em sua pesquisa o satélite QuickScat, determinou que o calor registrado nesta região poderia acelerar o degelo nas camadas mais profundas da superfície antártica.

A área em questão, similar à superfície do estado da Califórnia, derreteu inicialmente e depois voltou a se congelar. No entanto, depois deu lugar ao degelo mais significativo dos últimos 30 anos, afirmam os pesquisadores.

Os responsáveis pelo estudo foram Son Nghiem, do JPL da Nasa em Pasadena (Califórnia), e Konrad Steffen, da Universidade do Colorado em Boulder, que mediram a acumulação de neve e o degelo na Antártida entre julho de 1999 e julho de 2005.

Segundo um comunicado do JPL, os dois descobriram que havia acontecido um derretimento considerável em uma extensa área do oeste do continente gelado.

A zona incluía altas elevações e localidades nas quais em janeiro de 2005 as temperaturas chegaram a cinco graus centígrados.

"Caso persistam os aumentos do degelo, como o que aconteceu em janeiro de 2005, poderia se registrar um degelo em maior escala na Antártida", declarou Steffen.

Steffen expressou seu temor de que a água procedente do degelo sirva como lubrificante da base das camadas de gelo.

"Isto faria com que a massa de gelo se movimentasse mais rapidamente em direção ao oceano, o que aumentaria os níveis marítimos", concluiu.

0 comentários: