Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

Semente de Linhaça

A semente de linhaça é um alimento originário a partir da planta do linho, pertencente a família das Lináceas. A humanidade tem consumido a semente de linhaça desde a Antigüidade e a evidência de seus benefícios nutricionais são indiscutíveis. Existem indícios de sua utilização desde 5.000 A.C., na Mesopotâmia. Dali se espalhou através da Europa, África, Ásia e finalmente América do Norte.
Considerada como um alimento funcional, ou seja que contém, além de suas propriedades nutricionais, várias substâncias que parecem agir contra algumas doenças como as cardiovasculares e alguns tipos de câncer, por exemplo.
Muitos estudos confirmam que pode ajudar a baixar os níveis de colesterol como outros alimentos que contém fibras solúveis como a aveia e a pectina contida em várias frutas. Ela contém tanto fibras solúveis como insolúveis
Contém 39% de óleo na sua composição, sendo que a maior parte de ômega-3 e ômega-6, conhecidos por ajudar a prevenir problemas cardiovasculares e ter efeitos benéficos contra a aterosclerose causada por aumento do colesterol. Apesar desta quantidade de óleos, muito pouco é do tipo saturado. Mais de 70% é de polinsaturados sendo que a maior parte de ômega-3 e ômega-6, tipos de gorduras que não são produzidas pelo corpo e precisam ser consumidas através da alimentação e são conhecidos por ajudar a prevenir problemas cardiovasculares e ter efeitos benéficos contra a aterosclerose causada por aumento do colesterol.

Veja a composição de Gorduras da Semente de Linhaça:



% total de Gorduras

Gorduras Saturadas 9 %
Gorduras Monoinsaturadas 18%

Gorduras Polinsaturadas
Ômega-3 57%
Ômega-6 16 %

Além disso é a maior fonte alimentar de lignanas, compostos fitoquímicos parecidos com o estrogênio, que teriam propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao câncer de mama e cólon. Também funcionam como mediador das inflamações contendo propriedades antibacterianas. É rica em fibras solúveis sendo ideal como laxante e evitando problemas de constipação. Contém vitaminas B1, B2, C,E e Caroteno. Ainda contém ferro, zinco, alguma quantidade de potássio, magnésio, fósforo e cálcio
É boa para os diabéticos pois estabiliza os níveis de açúcar no sangue e alguns estudos mostram que a linhaça ativa mais o metabolismos podendo ajudar na prevenção da obesidade.
A semente de linhaça moída tem mais benefícios nutricionais que a semente inteira. Como ela é muito dura, acaba não sendo digerida corretamente e pode passar direto pelo organismo, reduzindo suas vantagens nutricionais.
Mas é muito fácil quebrar as sementes. Você pode fazer isto em um processador ou liqüidificador e não precisa moer até virar pó. Deixe-as ainda em pedaços. As sementes são mais nutritivas que o óleo e podem ser utilizadas trituradas sobre saladas, em sucos, misturada à cereais, massas de pães e bolos. Também pode substituir o óleo ou gordura utilizada em uma receita. Por exemplo, se uma receita pedir 1/3 xícara (chá) de óleo, use 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída, em substituição.
Muito se fala na semente de linhaça dourada e que a marrom não teria as mesmas propriedades. Será que é verdade? Na verdade uma não é melhor que a outra. As duas são ricas em lignanas e fibras dietéticas e as duas contém mais que 50% de fenólicos. Apenas é mais fácil encontrar a marrom.
Agora, não se esqueça que quando moída ou quebrada, pode oxidar rapidamente por causa de sua gordura. Assim, é melhor moê-la quando for utilizar. Depois, guarde-a em refrigerador, e deixe fora da luz.
100g de semente de linhaça tem cerca de 490 calorias. Para facilitar veja as calorias em medidas caseiras da linhaça moída:

1 colher de sopa (8g) – 39 calorias
¼ xícara de chá (32g) – 156 calorias
½ xícara de chá (65g) – 318 calorias
1 xícara de chá (130g) – 637 calorias

O óleo de linhaça é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim. O produto obtido é engarrafado ou colocado em capsulas gelatinosas, sendo utilizado como suplementação de ômega-3 por alguns especialistas.

Molho para Salada com Semente de Linhaça

Rendimento: 12 colheres (sopa)
Tempo de Preparo: 15 minutos
Calorias: 10 por porção
Proteínas: 0,4g
Gorduras: 0,6g
Carboidratos: 0,7g
Ingredientes
2 colheres (sopa) de sementes de linhaça (16g)
2 dentes de alho amassados (5g)
suco de 1 limão (30ml)
1 tomate sem pele e sem sementes (90g)
½ xícara (chá) de água (100ml)
sal a gosto

Modo de preparo:

Deixe as sementes de molho de um dia apara o outro - lave - escorra bem.
Bata os ingredientes em um processador e use como tempero de salada verde.



LINHAÇA

O nome botânico da linhaça é Linum usitatissimum da família Linaceae. A
semente é chata, ovalada e pontiaguda. É um pouco mais larga que uma
semente de girassol, com uma medida aproximada de 2.5 x 5.0 x 1.5 mm. A
linhaça tradicional é de cor marrom avermelhada, brilhante, com uma
textura firme e mastigável. Seu sabor é parecido com o da castanha e é
levemente amargo. A planta da linhaça é azul e florida.

A Linhaça é rica em proteína, gordura e fibras dietéticas, análises da
linhaça canadense mostraram uma média de 41% de gordura, 28% de fibras
dietéticas, 21% de proteína, 4% de resíduos e 6% de outros carboidratos
(os quais incluiriam açúcares, ácidos fenólicos, lignana e hemicelulose).

CALORIAS, PROTEÍNAS & LIPÍDIOS
A quantidade de calorias presente em 100 gramas de linhaça é de 396 kcal,
sendo 109 kcal de proteína e 287 kcal de lipídios. Isto corresponde a
30,90 g de lipídios e 24,40 g de proteínas.

PROTEÍNAS
A composição de aminoácido (tabela 1) encontrada na proteína da linhaça é
similar ao da proteína de soja, que é vista como uma das mais nutritivas
proteínas vegetais. As proteínas da linhaça são a albumina e a globulina.
Elas respondem por cerca de 20 a 42% da proteína da linhaça.

Tabela 1: Composição de Aminoácido da Linhaça

Aminoácido g/100g de proteína
-----------------------------------------------------------------------------
Alanina 4.7
Arginina 10.0
Ácido Aspártico 10.0
Cistina 1.8
Ácido Glutamínico 20.0
Glicina 5.9
Histidina* 2.1
Isoleucina* 4.1
Leucina* 6.0
Lisina* 4.0
Metionina* 1.4
Fenilalanina* 4.8
Prolina 3.8
Serina 4.7
Treonina* 3.8
Triptofano* -
Tirosina 2.4
Valina* 5.1

Fonte: OOMAH E MAZZA (1993) - * Aminoácidos essenciais aos humanos

LIPÍDIOS
A linhaça é composta por 57% de ácidos graxos ômega-3, 16% de ômega-6, 18%
de ácido graxo monoinsaturado e somente 9% de ácidos graxos insaturados. A
predominância do ômega-3 na semente da linhaça tem sido correlacionada com
a prevenção das doenças coronarianas e câncer.

FIBRAS
As fibras dietéticas, no total, respondem por cerca de 28% do peso seco de
linhaça. Relatórios sobre as proporções de fibras solúveis e insolúveis na
linhaça variam entre 20:80 e 40:60. A faixa depende do método usado na
análise química e extração de resina. A fração de fibra mais importante
consiste de amidos resistentes, como a celulose e complexos polímeros com
a lignana. O componente solúvel em água da fibra de linhaça, é basicamente
composto por resinas adesivas em níveis de 7% a 10%. Pela presença das
fibras solúveis, a linhaça apresenta efeitos fisiológicos na dislipidemia
e arteriosclerose.

MINERAIS E VITAMINAS
A linhaça é particularmente rica em potássio, fornecendo cerca de 7 vezes
mais que a banana. A vitamina E está presente na linhaça primariamente
como gama-tocopherol funcionando como um antioxidante biológico.

Fitoquímicos
A linhaça exerce proteção contra certos tipos de câncer, particularmente
aqueles sensíveis à hormônios como os de mama, endométrio e próstata.
Reduz os níveis de colesterol sangüíneo, o risco de doenças
cardiovasculares e modula o sistema imune.

A linhaça contém 2 componentes que afetam favoravelmente o sistema imune:
ácido alfa-linoléico (ALA) ou ácido graxo ômega-3, e lignanas
(fitoestrógeno). Estes componentes afetam as células e mediadores
responsáveis do sistema imune como os eicosanóides e citoquinas. ALA, por
exemplo, elimina a proliferação do sangue periférico mononuclear dos
linfócitos e a dilatação a resposta hipersensitiva de certos antígenos. As
lignanas são componentes fenólicos, que contém o 2,3-dibenzilbutano em sua
estrutura. São fitoquímicos biologicamente ativos com potencial
anticancerígeno A linhaça é uma fonte particularmente rica em um precursor
da lignana, chamado secoisolariciresinol diglycoside, ou SDG.

Os ácidos fenólicos são fitoquímicos abundantes na linhaça e por ocorrerem
em associação com as fibras nas paredes celulares alguns deles poderiam
assumir o papel nos benefícios à saúde atribuíveis às fibras da linhaça.
Os mais importantes são: trans-ferulico, trans-sinapico, p-coumarico e
trans-caffeico. O total dos ácidos fenólicos variou de 7.9 mg/g a 10.3
mg/g em 8 variedades de linhaça cultivadas no Canadá.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
1. SIMOPOULOS, A.P. Ômega-3 fatty acids in health and disease and in
growth and development. Am. J. Clin. Nutr., 54: 438-463, 1991.
2. CARTER, J.F. Potential of flaxseed and flaxseed oil in baked goods and
other products in human nutrition. Cereal Foods World 38: 753-759, 1993.W
3. LEAF, A & WEBER, P.C. Cardiovascular effects of ômega-3 fatty acids. N.
Engl. J. Med., 318: 549-557,1988.
4. WHO & FAO JOINT CONSULTATION. Fats and oils in human nutrition. Nutr.
Res., 53: 202-205, 1995.

0 comentários: