NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

ÁGUA DAS MALVAS...

Andando por ai a passear fiquei curioso com aquela "estória" da água das malvas que toda a gente usa para tratar uma série de coisas. Lembro-me ainda de comer os chamados queijinhos (as sementes das malvas) em criança. Vejam o que encontrei:


 

  

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

A Bayer quer introduzir arroz GM em toda a Europa

Portugal é o país da Europa que mais come arroz, per capita. Este cereal representa um pilar central na nossa alimentação e cultura gastronómica. E até agora não havia arroz geneticamente modificado em circulação na União Europeia. Mas a paz acabou. Neste momento a Bayer, uma multinacional alemã, pretende importar para toda a União Europeia uma variedade de arroz geneticamente modificado para consumo humano.

Se não quiser assistir passivamente a este desfecho, assine a petição da Greenpeace contra o arroz transgénico aqui:

http://www.greenpeace.org/international/campaigns/genetic-engineering/hands-off-our-rice/hands-off-our-rice


Vale a pena ver:





target="_blank"

Comer laranja à noite faz mal?

Tive vontar de comer laranja esta noite e lembrei-me de muita gente dizer qua faz mal à noite.Resolvi pesquisar....


Sabedoria popular





"Laranja de manhã é ouro, de tarde é prata e à noite mata"







Este é um dos 
mitos alimentares mais difundidos e perpetuados ao longo de muitas gerações, sem saber se realmente existia uma base científica por detrás desta afirmação.

Pastinaca (Xerovia, Pastinaga, Cherovia, Chirivía)

PastinacaOutras línguas: Parsnip, Pastinake, Panais
Nome científico-
Pastinaca sativa



As pastinacas são mais ricas em vitaminas e minerais, do que a sua “prima” cenoura. Contêm pequenas quantidades de ferro e vitamina C. São particularmente ricas em potássio, com cerca de 600mg por cada 100g. As pastinacas são, também, uma excelente fonte de fibra. Cada 100g de pastinaca contém cerca de 55 calorias (230kJ) de energia.












Açai - super alimento


Nos meios da Alimentação Viva aqui na Europa de facto fala-se muito do açai. É pena que seja assim tão caro. Constatei quando trabalhei no IPEC que se pode comprar basicamente só congelado.

Esta como outras frutas excelentes a nível nutricional e funcional são uma das riquezas do Brasil que ainda estão por explorar pelos brasileiros. Com uma mudança de hábitos alimentares pode ser que se torne mais popular baixando assim o preço das mesmas.

É importante salientar a importância de consumir o mais puro possível e não com açúcar como vi muitas vezes ser servido por ai. Há muitas alternativas para tornar o açai mais doce como o mel ou misturando com frutas mais doces.

Flores comestíveis



Para quem já participou nas minhas oficinas/workshops, sabe que gosto de usar flores nos pratos que preparo. Aqui ficam alguns apanhados sobre como se usam as flores. Claro que o Brasil está sempre mais à frente mas em Portugal tb já se começam a usar as flores comestíveis.

Receitas Vibrantes

Só para lembrar o meu outro blogue Cozinha Vibrante onde poderão encontrar uma série de receitas.

QUEIJO DE NOZES, CASTANHAS OU AMENDOAS




quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Afinal sempre fomos enganados quanto à pandemia da gripe suina, e muito mais

Pressionada e investigada por causa da gripe suína, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu rever as regras para a declaração de futuras pandemias. O anúncio foi feito ontem pela diretora da entidade, Margaret Chan.

Hoje, o Parlamento do Conselho da Europa inicia uma investigação para apurar suspeitas de influência indevida de farmacêuticas na OMS. 
Alguns cientistas da organização teriam constado na folha de pagamento de laboratórios. 

Acusação veio após a imprensa dinamarquesa obter oficialmente informações de que membros do grupo criado para sugerir medidas à entidade eram cientistas financiados por empresas do setor. 


Há oito meses, a OMS decretou que o vírus H1N1 havia saído do controle e que o mundo vivia a primeira pandemia do século 21. Para isso, o critério foi a difusão do vírus em mais de dois continentes.


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Efeitos adversos do leite



Todos sabemos que o leite é um dos alimentos mais consumidos pelos seres humanos. O que muitos não sabem, é que a maioria de nós temos intolerância à lactose (estimativa de 50 % de incidência na população) e que isso pode trazer diversos malefícios à nossa saúde. Ao contrário do leite materno, o leite de vaca (que é benéfico para os bezerros) não é digerido da forma adequada pelo nosso organismo, além disso, somos os únicos mamíferos a substituir o leite materno e trocá-lo pelo de vaca após o período de amamentação.
Alergias, constipação intestinal, dificuldade de emagrecer, diabetes 1, são alguns dos malefícios que o leite de vaca pode trazer ao nosso organismo. Até mesmo os ossos podem ser prejudicados, pois além do cálcio, o magnésio presente no leite, também é importante para a sua fortificação, e o alto consumo de um desses nutrientes, leva a deficiência do outro. E já que o nível de magnésio no leite é 10 vezes menor que o de cálcio, não há efeito positivo nenhum para a fortificação óssea.
Além do que, quem tem intolerância à lactose, não absorve o cálcio presente no leite. Pesquisas indicam populações idosas que consumiram leite toda a vida com osteoporose.


Dra. Daniela Jobst


Perfil
Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo  pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), e membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional, atualmente atende em consultório particular em São Paulo. 

Fruta de época tem menos agrotóxicos






Apesar de o Brasil ser uma terra de eterna primavera, onde tudo o que se planta dá, e durante o ano inteiro, todo mundo sabe que fruta boa é a de época. E um guia feito pela associação de consumidores Pro Teste dá uma força para quem quer se alimentar de forma saudável e aproveitar melhor o que cada época do ano oferece para o paladar e para o corpo. "Escolher a fruta da estação não representa somente uma economia no bolso. É uma questão de saúde. Quando a fruta está na época certa de maturação, não exige tanta aplicação de agrotóxicos", explica Fernanda Ribeiro, bióloga e pesquisadora da Pro Teste, que criou o calendário de frutas e hortaliças, classificando-as pelos meses ideais para consumo.

Hibisco: do uso ornamental ao medicinal




 Márcia Vizzotto

Marina Couto Pereira


O hibisco comestível (Hibiscus sabdariffa), pertencente à família botânica Malvaceae, é um arbusto anual, nativo dos continentes africano e asiático, e encontra-se distribuído nas regiões tropicais e subtropicais de ambos os hemisférios, tornando-se naturalizado em muitas áreas das Américas. Esta planta apresenta boa adaptação às condições brasileiras, uma vez que é encontrada em jardins residenciais nas várias regiões do Brasil; no entanto, não existem recomendações de cultivo nem estudos mais aprofundados sobre as suas substâncias bioativas.

Dulce revolucion...Stevia

Josep Pàmies es un agricultor de Balaguer (Lleida) que se ha estado signifcando en los últimos años por su lucha “a muerte” contra los cultivos transgénicos y por su espíritu rebelde a la hora de acatar directrices que con el traje de la legalidad ocultan atentados contra la vida. Miembro de Slow Food y uno de los impulsores de la plataforma Som lo que Sembrem, ha sido una figura clave en la recogida de firmas que ha permitido llevar al Parlamento catalán la Iniciativa Legislativa Popular para reclamar que Catalunya sea declarada territorio libre de transgénicos. Pero este hombre no está interesado solo en combatir. Es también uno de los artífces de una ‘Dulce Revolución’…...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Vegetarianos absorvem menos venenos da cadeia alimentar

Segundo o Dr. Gabriel Cousens, mães vegetarianas tem só 1% dos pesticidas e herbicidas que as mães que consomem carne no seu leite materno. Isto porque a carne está mais alta na cadeia alimentar e assim acumula todos estes quimicos. Para além disso há o problema hormonal de quem come carne e laticinios pois os mesmos estão cheios de hormonas de crescimento que promovem um crescimento/envelhecimento rápido. Se houver qualquer problema nas águas que servem o gado e inclusivé regam as plantações da comida para gado tudo isso se vai acumular no topo da cadeia - na carne e no leite e seus derivados.
Temos como exemplo Chernobil a central nuclear que teve um acidente nuclear onde a radiação se espalhou por grande parte da Europa e acabou afectando por exemplo ovelhas e vacas na Inglaterra.
Ao usarmos leite dos outros animais estamos absorvendo cerca de 5,5% mais herbicidas e pesticidas e outros poluentes.


Luís Guerreiro


Referencias
Video, Spiritual Nutrition for Yoga & Liberation http://www.youtube.com/watch?=8GhBHbSV7HQ
http://pt.wikipedia.org/wiki/Acidente_nuclear_de_Chernobil

Musica para grávidas e bebés

Não nos alimentamos somente de comida. Tudo o que nos rodeia pode servir de alimento e o ambiente onde somos criados pode fazer toda a diferença. A energia existe nas cores e nos sons e de outras formas quase imperceptíveis. A musica é uma forma de alimentação também e hoje vamos falar como ela afecta o desenvolvimento do ser humano desde a gestação.