Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Clorela – alga desintoxicante com billiões de anos de existência no planeta!

A clorela, tal como a spirulina, é uma alga microscópica que cresce em água doce pura. Ambas existem no planeta Terra há biliões de anos.






Estas micro-algas contêm um impressionante conjunto de componentes nutritivos: vitaminas, macro-minerais, micro- nutrientes, ácidos gordos essenciais, Arn e Adn, clorofila, e um vasto espectro de fito-químicos.
Elas contêm todos os nutrientes requeridos pelo corpo humano. Sendo tão densas em termos nutricionais, se consumir clorela e espirulina regularmente, as necessidades do seu corpo por outros alimentos e nutrientes são drasticamente reduzidas.

Muitas sociedades na Terra alimentaram-se com clorela ao longo dos séculos, sendo o seu consumo registado pela primeira vez há cerca de 3.000 anos A.C.
NASA escolheu a clorela para ser um dos primeiros alimentos a serem cultivados nas estações espaciais e a clorela é o suplemento número 1 tomado no Japão; estima-se que mais de 5 milhões de pessoas tomam clorela diariamente.


Características únicas da clorela:

Rica em clorofila: a clorela contém até 7% de clorofila natural, a percentagem mais alta de qualquer planta conhecida na Terra. A clorofila vegetal é um dos agentes de limpeza e desintoxicação naturais mais potentes.

Eliminação de metais pesados e pesticidas: Toxinas como os metais pesados e os pesticidas muitas vezes sobrecarregam o figado. Muitas pesquisas demonstram que a clorela liga-se aos metais pesados, como o cádmio e o chumbo e mesmo metais radioactivos como o urânio, e transporta-os eficazmente para fora do corpo.

Em testes feitos em animais, a clorela demonstrou ter a capacidade de eliminar componentes tóxicos como pesticidas e os químicos presentes nos alimentos que nos chegam ao nosso prato diariamente (mesmo sem suspeitarmos disso), sem qualquer dano para o nosso corpo.

Limpa o fígado: A clorela, com os seus níveis elevados de clorofila ajuda a manter o sistema principal de desintoxicação do nosso corpo, o fígado, a trabalhar eficientemente; se o fígadofica obstruído com toxinas, todo o corpo sofre as suas consequências porque o fígado torna-se incapaz de decompor, digerir e eliminar as toxinas que entram no corpo.

À medida que o fígado se vai tornando mais congestionado, pode começar a experimentar sintomas como: espirros frequentes, fadiga – especialmente depois das refeições, memória fraca, sintomas de SPM (Síndroma Pré-Menstrual), alterações na acuidade visual, inchaços e dores de cabeça. Quando o fígado está seriamente bloqueado, os sintomas podem piorar e o corpo apresenta sintomas como extrema sensibilidade a químicos, alergias, constipações e gripes frequentes, corrimento vaginal crónico e articulações inchadas. O fígado afecta todos os outros sistemas e órgãos corporais.


Rica em proteína: a clorela contém cerca de 60% de proteína de alta qualidade e facilmente assimilável. A proteína é essencial para sustentar os tecidos do corpo, o metabolismo e para fortalecer o sistema imunitário. Proteína de qualidade fornece o ponto de partida para que o corpo possa desintoxicar-se adequadamente.


Saúde dentária: O Dr. S.L. Goldberg apresentou um relatório no American Journal Of Surgery, sobre as suas experiências com o uso de clorofila nos seus pacientes. Ele descobriu que a clorofila resultou num fortalecimento dos dentes dos seus pacientes e no parar do sangramento das gengivas, ajudando ao crescimento de novas gengivas que tinham sido corroídas e danificadas. Tudo isto sem cirurgia!


Anti-oxidante: excelente ajuda para proteger as células do nosso corpo dos radicais livres, resultando numa aparência mais jovem do nosso corpo. Também actua como estimulante e tónico geral do organismo, dando-nos mais energia e vitalidade.
Estimulante imunitário: rapidamente ajuda a accionar o sistema imunitário do nosso corpo para se curar a si próprio, mesmo quando doenças mais sérias, como o cancro, estão presentes; acelera o crescimento e o restauro de tecidos danificados através de cirurgias, úlceras ou lesões graves.

A saúde começa no cólon: Pesquisas demonstraram que a poderosa clorela tem a capacidade de melhorar o funcionamento intestinal, limpando e oxigenando eficazmente o cólon.

Estimula o crescimento de bactérias aeróbicas benéficas e actua na absorção dos componentes tóxicos nos intestinos, ajudando assim a promover movimentos persitálticos normais, o que se traduz em uma melhor eliminação. A clorela ajuda o organismo a eliminar invasores estranhos ao nosso corpo como bactérias e vírus. Assim a clorela ajuda a evitar a prisão de ventre, que faz com que se acumulem toxinas no corpo que acabam por criar excesso de peso.


Mau hálito e odores corporais: pesquisas demonstraram que a clorofila é eficaz no combate ao mau hálito e maus odores corporais. O alto teor de clorofila na clorela faz dela um desodorizante natural ultra-eficaz!


NO netanto, o maior valor de clorela reside num fascinante ingrediente chamado FACTOR DE CRESCIMENTO CLORELA. O CGF é um complexo nucleotídeo peptídeo descoberto por um cientista japonês. Durante a intensa fotossíntese que permite a clorela crescer tão rapidamente, onde cada célula se multiplica em quatro novas células a cada vinte horas.O CGF é o factor na clorela que promove esta rápida taxa de reprodução e que aparece para aumentar as funções Arn/Adn, responsáveis pela produção de proteínas, enzimas e energia ao nível celular, estimulando a reparação dos tecidos e protegendo as células contra substâncias tóxicas.
O Dr. Michionori Kimura, do Japão, encontrou níveis de 10% de Arn e de 3% de Adn na clorela, que faz dela o maior alimento conhecido em ácidos nucléicos. Usada regularmente a clorela ajuda a reparar o material genético danificado nas células, protegendo a saúde e diminuindo o processo de desenvolvimento.Muitas pesquisas provam que a clorela e o CGF, mesmo em quantidades relativamente pequenas, estimulam tanto o crescimento como a reparação dos tecidos e a saúde, de forma nunca encontrada em outros alimentos.

Cuidado com clorela de baixa qualidade
Evite clorela que foram prensadas em pequenas pastilhas que possam ter sido “coladas” com colas de qualidade questionável ou mesmo colas tóxicas. Estas tabletes são muito práticas de usar no dia-a-dia mas podem degradar os ingredientes até 25% devido às altas temperaturas e pressão necessária para prensá-las.

Escolha clorela da mais alta qualidade, cultivada ao sol e em água pura de lagos sem aditivos tóxicos. Opte pelo pó puro, ou vendido em cápsulas vegetarianas ou pastilhas prensadas sem adição de outros ingredientes.
Se usar a clorela em pó, pode-se misturá-la em sumos ou batidos energéticos. Para os que não apreciam o sabor a alga, a clorela pode ser usada em conjunto com frutas doces, num batido, camuflando assim o seu sabor. Um batido simples: 2 bananas, sementes de cânhamo ou óleo de cânhamo, 1/2 - 1 colher chá de clorela, chocolate em pó (melhor se for cru), canela ou outra especiaria; juntar água suficiente para formar um batido cremoso e voilá! está feito um batido super energético, purificador e saborosíssimo!

Escrito por Ilanta no blog Natureza Criativa


Mais sobre algas

0 comentários: