NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Alimentação para o espirito...alegria...

Para deixar o espirito mais alegre durante o fim de semana...

O QUE É, O QUE É?

1) O que é um cigarro de maconha feito com papel de jornal?

Baseado em fatos reais.

2) Qual é o fim da picada?

Quando o mosquito vai embora.

3) O que são dois pontos pretos no microscópio?

Uma blacktéria e um pretozoário.

4) Qual é a comida que liga e desliga?

O Strog-ON-OFF. (Essa é d +)

5) Como se faz para ganhar um Chokito?

É só colocar o dedito na tomadita. (Mto boa..)

6) Qual o vinho que não tem álcool?

O_vinho de Codorna.

7) O que é que a banana suicida falou?

Macacos me mordam.

8) Qual é o doce preferido do átomo?

Pé-de-moléculas.

9) O que é uma molécula?

É uma meninola muito sapécula.

10) Como o elétron atende ao telefone?

Próton! (Boa...)

11) O que um cromossomo disse para o outro?

Oh! Cromossomos felizes!

12) Como as enzimas se reproduzem?

Fica uma enzima da outra.(Que prático!)

13) Qual é a parte do corpo que cheira bacalhau?

O nariz.(Pensou que fosse outra coisa, né?!)

14) O que é um ponto marrom no pulmão?

Uma brownquite. (boa, boa!)

15) O que é um pontinho vermelho no meio da porta?

Um olho mágico com conjuntivite. (haha..boa)

16) O que o canibal vegetariano come?

A planta do pé, a batata da perna e a maça do rosto. (apelação)

17) O que o espermatozóide falou para o óvulo?

Deixa eu morar com você porque a minha casa é um saco. (boa)

18) Por que a vaca foi para o espaço?

Para se encontrar com o vácuo. (mto boa..)

19) Por que as estrelas não fazem miau?

Por que Astro-no-mia.

Enviado por email por Paulo Bastos (obrigado!!!)

Eleições nos EUA. As propostas de Michael Moore para Barack Obama

Não pude resistir a publicar este email...sei que não é sobre alimentação...mas nem só de "pão" vivemos nós... (Luis Guerreiro)


Dez decretos presidenciais para os primeiros 10 dias na Casa Branca

Vitorioso Obama, Michael Moore (1) tem algumas propostas a fazer. A primeira é que no dia 20 de janeiro de 2009, ele proponha "uma exemplar procissão de detidos que saia da ala oeste da Casa Branca, uma fila de homens - e também uma mulher - algemados e encadeados entre si que abandonem o edifício conduzidos por agentes do FBI".

"Os senhores Bush, Cheney, Rumsfeld, Rove, Wolfowitz, Abrams e outros - e a senhora Rice - não podem simplesmente ir embora. Falta demasiado dinheiro, foram destruídas demasiadas famílias e correu demasiado sangue pelas suas mãos". Não podem simplesmente ter um processo político. Devem ser submetidos eles e seus crimes à ação da Justiça.

Porém Michael Moore tem algo mais a propor: dez decretos que Obama deve definir nos seus dez primeiros dias de governo:

1. Retorno do alistamento militar obrigatório. Alega que as guerras do Iraque e do Afeganistão teriam terminado há tempos, caso tivesse sido restaurado o alistamento obrigatório. A novidade é que se chamaria apenas a filhos dos 5% mais ricos do país. "Permitiríamos invadir um país que não representa nenhuma ameaça para nós, se nessa ação tivessem que morrer os filhos dos ricos?" Como eles gostam de continuar vivos, porque sua vida é boa. "Neste momento nosso exército conta com 1.372.905 soldados". "Nos EUA há 1.305.675 jovens de famílias ricas em idade para alistar-se! Ou seja, que só com os filhos dos ricos já teríamos umas forças armadas com praticamente o mesmo numero de efetivos atuais. Quem poderia estar mais motivado para ir ao Iraque e defender a pátria, senão essa mesma juventude que mais vai se beneficiar de toda a operação?".

2. Quem tente lucrar com a assistência de saúde será detido pelas forças da ordem. "Ir ao médico quando alguém está doente deveria ser um dos direitos humanos. É a nossa vida que está em jogo, da mesma forma que se nossa casa tivesse sido incendiada ou se fossemos vitimas de um delito. Da mesma forma que a proteção oferecida a qualquer cidadão pelos bombeiros e pela policia é completamente grátis e universal, a assistência de saúde deveria ser proporcionada GRATUITAMENTE PARA TODO MUNDO". "...não será permitido que uma empresa obtenha lucros às custas da doença alheia".

3. Proibir o xarope de milho com alto conteúdo de frutose. Para comercializar um excedente de produção de milho, Richard Nixon deu subsídios à produção de xarope de milho com alto conteúdo de frutose, altamente prejudiciais à saúde. Graças a ele os fabricantes de refrigerantes e de comida rápida puderam aumentar o dobro o tamanho do que produzem, multiplicando várias vezes a obesidade dos norte-americanos. "É o nosso napalm interno".

4. Os norte-americanos não pagarão mais impostos do que os franceses. "Teoricamente um casal de franceses com dois filhos paga, em média, 22% de seus rendimentos como imposto, enquanto que nos EUA um casal similar paga 19%, menos que os franceses". Mas há uma enorme diferença entre o que têm direito uma família francesa e uma norte-americana. A francesa tem direito a:
- assistência de saúde grátis;
- creche infantil gratuita ou praticamente gratuita;
- matrícula grátis no ensino universitário;
- licenças maternidade com duração mínima de 4 meses, com salário integral;
- férias obrigatórias de 30 dias, com salário integral;
- licenças por doença sem limite de tempo com salário integral para todos os cidadãos.
Nada disso têm os norte-americanos, que gastam muitas vezes mais para ter acesso ao que os franceses têm direito gratuitamente, pagando portanto muito menos impostos que os norte-americanos, pelo que recebem de retorno.

5. Proibir todas as publicidades nos cinemas. "Em 2007 as salas de cinema ganharam 217 milhões de dólares com publicidade, 15% a mais que no ano anterior". "Mas, por que reservar a publicidade para os minutos prévios à projeção de um filme? Que tal se colocamos um anuncio de Pepsi todos os dias antes de começar as sessões do Congresso? Não se poderiam exibir os spots de Viagra numa tela antes das sessões da Broadway? Ou passar, antes da missa e aproveitando que os fiéis estão congregados, algum produto da marca Victoria's Secret?"

6. Derrotar a Al Qaeda e a próxima geração de inimigos dos EUA na base de construir poços? Não haveria forma de evitar que algum maluco faça algum atentado. "Nestes momentos existem no mundo mais de um bilhão de pessoas sem acesso a água potável e dois bilhões vivem sem qualquer tipo de saneamento. Um terço da população do mundo! Estas duas tragédias são a primeira causa de doenças e de morte no Terceiro Mundo". "...garantiremos que todos os cidadãos do mundo tenham acesso à água potável e saneamento básico até 2020". Custará 10 dólares por pessoa nos EUA e se estará fazendo o bem para todos eles.

7. A partir de agora, quando alguém disque o número de informação telefônica, será atendido por uma pessoa do seu próprio lugar.

8. Conseguir que o sistema de proteção social estadunidense seja solvente até o século XXII fazendo com que os ricos paguem os que lhes corresponde. "...os ricos e os quase ricos NÃO PAGAM UM CENTAVO PARA A SEGURIDADE SOCIAL POR NADA DA RENDA QUE SUPERE OS 102.000 DOLARES". "Se todos os estadunidenses - também os ricos - tivessem que pagar ao nosso sistema de proteção social 6,2% dos seus rendimentos, HAVERIA DINHEIRO SUFICIENTE NA SEGURIDADE SOCIAL QUASE ATÉ O COMEÇO DO SÉCULO XXII!"

9. Atualizar o juramento de lealdade. Que o juramento de lealdade passe a ser: 'JURO LEALDADE AO POVO DOS ESTADOS UNIDOS E À REPÚBLICA QUE REPRESENTAMOS, UMA NAÇÃO QUE É PARTE DO MUNDO E EM QUE REINAM A LIBERDADE E A JUSTIÇA PARA TODOS'.

10. HBO grátis para todos! "A HBO demonstra que nos EUA ainda sabemos fazer bem algumas coisas".

[Nota da edição: Michael Moore é um cineasta, documentarista e escritor estadunidense conhecido pela sua postura crítica em relação às grandes corporações, à violência armada, à invasão do Iraque e à hipocrisia dos políticos, sendo particularmente crítico em relação a George W. Bush. Entre os seus filmes mais famosos estão Fahrenheit 9/11 (2004), onde critica George Bush; Bowling for Columbine (br: Tiros em Columbine) (2002), onde aborda a obsessão em redor das armas nos Estados Unidos da América, relacionando-a com o Massacre de Columbine, ocorrido numa escola (Wikipédia)]

* Texto de Emir Sader, a partir do livro "O guia de Michael para presidente", no original. Mike for president!, na edição de Temas de Hoy, Buenos Aires, 2008.

http://www.correiodobrasil.com.br/noticia.asp?c=145847

Por Emir Sader - do Rio de Janeiro

Fast Food Nation



Fast Food - Comida Rápida - sem tradução (ainda...)

Obesidade e gordura abdominal duplicam risco de mortalidade


Obesidade e acúmulo de gordura abdominal duplicam o risco de mortalidade nos países europeus, afirma um estudo do qual participaram pesquisadores espanhóis do Instituto Catalão de Oncologia (ICO), e que será publicado no The New England Journal of Medicine.

O chefe da Unidade de Nutrição, Ambiente e Câncer do Programa de Epidemiologia do Câncer do ICO e coordenador na Espanha do projeto, Carlos González, explicou nesta quarta-feira (12) em entrevista coletiva que para a elaboração do relatório fez um controle durante dez anos de quase 360 mil pessoas de nove países europeus.

"Levamos em conta temas como dieta, fatores de risco e genética", indicou González, ressaltando que este estudo é o mais completo realizado até o momento.

O doutor Antonio Agudo, membro da Unidade de Nutrição, Ambiente e Câncer do Programa de Epidemiologia do Câncer do ICO, assinalou que "o objetivo foi estabelecer uma relação entre a mortalidade e o Índice de Massa Corporal (IMC)".

A gordura abdominal é um elemento prévio muito importante do risco de mortalidade, sendo o risco mais alto nos indivíduos com grande obesidade abdominal e de baixo IMC.

"Neste caso o risco se pode chegar a multiplicar por dois", disse González.

Agudo destacou que "a obesidade não é só um tema de armazenamento de tecido adiposo".

Segundo o estudo, as mulheres com IMC 24,3 e os homens com IMC 25,3 são os que apresentam menores riscos de mortalidade.

Os homens com um IMC superior a 35 têm 90% mais de risco de morte do que os de IMC 25,3; e os que têm IMC inferior a 18,5 duplicam o risco de mortalidade.

Levando em conta o perímetro de cintura, os homens com um perímetro superior a 102 centímetros duplicam a probabilidade de morrer por qualquer causa, em relação aos que têm um perímetro inferior a 86 centímetros.

No caso das mulheres, as de IMC superior a 35 têm 65% mais risco de morrer do que as de IMC 24,3 e as de IMC inferior a 18,4 têm 71% mais risco.

Em referência ao perímetro de cintura, as mulheres com um perímetro superior a 89 centímetros têm 78% mais risco do que as de perímetro inferior a 70,1 centímetros.

Segundo o estudo, as pessoas com IMC elevado morrem mais por problemas cardiovasculares e câncer, enquanto as que têm IMC muito baixo morrem em maior número por problemas respiratórios.

Os responsáveis pelo estudo destacaram a importância de que essas conclusões se levem em conta nas revisões médicas.

Fonte: Estadão Online

No Equador, povo que vive até 120 anos fuma, bebe álcool e usa droga

"O século 19 foi o século dos antibióticos, o século 20, o das doenças cardiovasculares e do câncer, e o 21 é o da longevidade", diz o médico e escritor argentino Ricardo Coler (autor de "Eterna Juventud - Vivir 120 Años"), ao justificar por que crê que Vilcabamba é a meca desta época em que ser saudável é fundamental.
O problema é que Vilcabamba carrega em si uma contradição. Apesar de viverem 120 anos e de não ficarem doentes, a conduta de seu povo está distante de ser regrada e a preocupação com a saúde passa longe de suas roças, puros e chamicos. O chamico é uma planta tóxica e alucinógena, também chamada de erva do diabo, que antigamente era usada por xamãs e indicada para acalmar dores fortes, como a do parto.
"Seus primeiros efeitos podem ser comparados com os da maconha; depois de algumas tragadas, somam-se os da cocaína", explica Coler. "Traz alucinações, pensamentos fantásticos, perda de memória, excitação e fúria." Em Vilcabamba, virou hábito diário.

José Medina, 112, parou de beber sistematicamente aos 106 anos, mas de vez em quando ainda toma "um puro" (aguardente). Fuma, mas muito menos do que quando "era jovem" --ali pelos 70 anos. Aos 112, não conseguiu largar o chamico, cigarro feito com uma erva alucinógena.

Medina vive em Vilcabamba, um povoado com cerca de 4.000 habitantes no interior do Equador (650 km ao sul da capital, Quito) que a paranóia pela vida saudável ainda não encontrou. As condições sanitárias do local são um desastre --na maioria das casas, não há esgoto nem água encanada. Seus habitantes fumam, bebem álcool, comem muito sal, tomam muito café, usam drogas. E são um dos povos com maior proporção de pessoas centenárias no mundo --cerca de dez vezes mais do que a média. Centenários e saudáveis.

O povoado de Vilcabamba, no Equador, possui dez vezes mais moradores com mais de cem anos de idade que a média mundial
Por ali, é comum encontrar idosos de 110, 120 anos. Lêem sem óculos, conservam os dentes originais. A maioria ainda trabalha e tem vida sexual ativa. Os cabelos ficam brancos quando chega a idade, mas depois voltam à cor natural, sem explicação. E, ao contrário da maioria dos lugares do mundo, os homens vivem mais do que as mulheres.

"Aos amantes da virtude é insuportável que os vilcabambenses vivam mais tempo e em melhores condições que os que não têm vícios. Parece injusto", afirma Coler. "Nada do que eles fazem é recomendável."
Um médico que foi estudar aquele povoado saiu de lá sem grandes conclusões e a única mensagem que deixou para aqueles senhores foi: "Não comam sal". Os longevos, é claro, ignoraram o conselho.
Como agir sem regras a seguir? É difícil, acredita Coler, numa época em que a medicina ocupa um lugar muito parecido com o que já teve a igreja. "Se você segue suas vontades, paga com a doença. Sempre estão o castigando com o que você faz. Quem pode discutir hoje um conselho médico? Se a medicina diz, é verdade."
Velhice como doença
O médico está menos preocupado em encontrar a razão para a longevidade dos cidadãos de Vilcabamba do que em buscar fundamentos para a sua idéia da velhice como uma doença, entre tantas outras.
"Dizer que é normal e que todo mundo envelhece, mesmo que não pareça, é uma forma de pensar. Uma posição filosófica", argumenta Coler no livro. "Será a doença mais difundida de todas, mas é uma doença. Parece que em Vilcabamba há uma espécie de antídoto que produz uma melhora."
Ele cita estudos que determinam que há cerca de dez causas de ordem molecular que provocam envelhecimento e sobre as quais em algum momento será possível atuar.
"Então os 120 anos que até agora são um limite podem se converter em 150. Velhice e morte deixarão de ser palavras absolutas", acredita.
Em Vilcabamba, conta Coler, as pessoas não sofrem durante anos com doenças. Um dia, sentem-se mal e morrem. "Gostaria que meu pai pudesse ter tido uma velhice como a de um deles. Seria bom se todos os problemas da idade não se estendessem, se juntassem por um período curto no final da vida", afirma Coler, que, enquanto conhecia os saudáveis idosos equatorianos, tinha que administrar as idas ao hospital e as enfermeiras dos pais, "apenas" octogenários, mas doentes e dependentes.
Para ele, quando --e se-- a fórmula da fonte da juventude do povoado equatoriano for descoberta, talvez ela até possa ser distribuída. Mas, enquanto a água ou o ar vilcabambenses não chegam pelo correio, é melhor prevenir.
"O que hoje funciona é a prevenção. Mas prevenir muito tem algo de perverter um pouco", escreve Coler. "Tomara que em Vilcabamba exista outra possibilidade, a de viver mais sem se mortificar tanto."

São várias as teorias que tentam explicar a longevidade saudável dos habitantes de Vilcabamba. Cientistas americanos afirmaram que era a composição da água que bebem. Franceses atribuíram o fato ao clima da região. Outros dizem que é o ar, a alimentação saudável à base de milho, batata, vegetais e pouca carne ou a vida tranqüila. Nenhuma explicação foi comprovada até hoje.
"Estudei a água de Vilcabamba, e sua composição se parece bastante com a água que se bebe em Buenos Aires", diz Coler, que também exclui a possibilidade de a longevidade ser genética. "Até os cachorros vivem mais, cerca de 25 anos. Ninguém descobriu a causa, senão já estaria rico."
Há também algumas teorias pseudocientíficas, que vinculam os efeitos benéficos de Vilcabamba à eletricidade no ar ou à possível presença de óvnis e extraterrestres.
Seja qual for a explicação, a fama de Vilcabamba atrai todo tipo de gente. O comediante mexicano Cantinflas (1911-1993) passou o ano de 1968 na cidade, onde teria se curado de problemas cardíacos. Uma ex-executiva da Nasa fundou ali uma espécie de spa new age que promove hábitos saudáveis.
Um ex-astronauta e um general do Exército americano também estão entre os que circulam pela avenida Eterna Juventud, a principal da cidade. Todos, acredita Coler, vão atrás dos 40 anos a mais de vida.
"Por isso, além dos cientistas, chegam os multimilionários, os crentes, os políticos, os messiânicos. Vêm por esses 40 anos como antes se ia por ouro ao velho oeste ou por petróleo ao Oriente Médio", conta.

Fontes: ADRIANA KÜCHLER

da Folha de S.Paulo, em Buenos Aires

Ricardo Coler/Folha Imagem

Obesidade infantil é relacionada a doenças cardíacas

Uma pesquisa norte-americana apresentada nma conferência da Associação Americana de Cardiologiana, na ultima terça feira, revelou que há fortes evidências de que crianças e adolescentes obesos ou com colesterol alto apresentem sinais precoces de problemas cardíacos.

De acordo com a pesquisa, a espessura das paredes arteriais destas crianças e adolescentes é parecida com a de uma pessoa de 45 anos.

A pesquisa contou com a participação de 70 crianças e adolescentes com idades entre 6 e 19 anos. Os especialistas acreditam que os resultados ainda precisam ser confirmados, mas dizem que o método utilizado para medir a espessura da parede arterial é um indicador confiável do risco de doenças cardíacas.

"Eu penso que isto é uma bandeira vermelha", disse a autora do estudo, a Drª. Geetha Raghuveer, cardiologista e professora de pediatria da Escola de Medicina de Kansas City da Universidade do Missouri. "Estas crianças são mais parecidas com um adulto de meia idade".

Fonte: NY Times - Child Obesity Seen as Warning of Heart Disease

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Sem comentários...


Depoimento de um médico vegetariano

Dr. Eduardo Lima é médico (clínico geral), formado pela Universidade Federal de Juiz de Fora há 32 anos. Escreveu esse contundente depoimento pessoal quando parou de comer carne, em julho de 2007. Quando solicitado a dar uma entrevista sobre o vegetarianismo e sobre como se tornou um vegetariano, fez questão de que constasse esse “documento” já elaborado. Desde então, mantém-se firme como vegetariano.

Estou com 55 anos. Tenho artrite, pressão alta, cansaço, dor muscular e articular, gota, má digestão, dor de cabeça e irritabilidade. Não bastasse ser médico e conviver com dezenas destas queixas, me vi também envolvido por elas. É a idade, penso eu. Passou dos cinqüenta, ninguém agüenta! E assim, como todo cidadão que vai para o trabalho, tomava o ônibus bairro-centro e voltava centro-bairro. Sabem onde moro? No centro. São dois pontos e pronto, cheguei! Mas cadê a coragem, perna, fôlego, disposição para andar oito quadras (mais ou menos 1 Km)?

Mas 55 anos, 1,85 m, 97 kg e dor pra todo lado, vamos de ônibus mesmo. E aos meus clientes recomendando não comer açúcar, carne vermelha apenas nos churrascos, peixe e frango à vontade, evitar o que dá debaixo da terra, cuidado com massas, façam exercício, etc. Como? Se eu, nunca, em dia algum de minha existência, deixei de comer carne. E aí, entenda-se, hambúrguer, salsicha, bacon, lingüiça, caldos concentrados (galinha, bacon, carne, camarão), agora o bacalhau, que recentemente descobri, filés, picanhas, chouriço argentino, rabada, buchada, chouriço da roça (cheio de redanha), torresmos, figuinho, simbiquira, língua, peixes diversos, einsbein (prato que me especializei), miolo (que aprendi a limpar e preparar congelado), assim como a traíra sem espinho.

Médico, cozinheiro e glutão! Sem nenhuma restrição, almoçava no restaurante vegetariano e comia em seguida três espetinhos (vaca, porco e coração), além de pedir um misto pra mim.

55 anos, com uma mãe que cozinhava maravilhosamente e com um pai que chegou aos 120 quilos. Ele apreciava do bom e do melhor no seu prato cheio. Fui criado “saudável” e feliz, com mesa farta. Sustentar a família, para eles, era comer, comer, comer! Carnes, carnes, carnes!

Algumas vezes, sendo médico e com reputação a defender, quando me aproximava dos perigosos 100 quilos, entrava no regime. Qual? Dieta revolucionária do Dr. Atkins, à base de carne, queijo e ovos. É gordura queimando gordura. Perdia 10 quilos em trinta dias e ganhava 4 em sete dias. Mas podia comer o que mais gostava, ou seja, carne, queijo, ovos, bacon, torresmos, lingüiças, chouriço…

De repente, após receitar os mais modernos fármacos para reduzir colesterol, triglicérides, ácido úrico, proteger o fígado da esteatose (degeneração gordurosa), que custam até dez reais ao dia e depois de tentar me livrar do vício do fumo (com o qual luto desde o primeiro maço de cigarros, aos 19 anos), parei de fumar e fiz jejum. Jejum?! Só água no primeiro dia, no outro dia só fruta, no outro, água, fruta, verdura; no quarto dia… tchan, tchan, tchan! Eu era outro homem.

Sem dor nos pés, alegre, feliz, esperançoso. 55 anos, estou na metade de minha existência! Tudo o que fiz, vou fazer melhor, pois já aprendi o caminho das pedras. Eureca! O que aconteceu comigo? Mudou minha cabeça? Parar de fumar (a centésima vez) me ajudou, ou não comer carne os primeiros quatro dias de minha vida me fizeram este bem?

Foi em 18 de julho e jamais me esquecerei. Tudo o que aprendi como médico e carnívoro ruíram nestes quatro dias. Mente sã, corpo são! Pude compreender que não comer carne faz bem e hoje, quase quatro meses depois, posso afirmar o bem que me fez não comer mais carne. Esta é a melhor receita que posso passar a todos os meus pacientes. Romper uma cultura, 10 quilos mais magro, mais ativo, mais saudável, mais alegre e absolutamente sem nenhuma dor, enfrento, em 100% das pessoas para as quais digo que parei de comer carne, o estigma do nem frango, nem peixe? Por que?

Se eu, 55 anos, médico, jamais pensei em ficar um dia sequer sem comer boi ou vaca, porco, javali, frango, galinha, capivara, rã, coelho, paca, tatu, cotia, tartaruga, peixes, crustáceos (camarão, lula, polvo, sururu, lagostas) e enganado, cães, cavalos, jegues, gatos, e tudo o mais que a cultura humana o permitia. E que prazer! Que sabor! Sal, alho, cebola, pimenta, louro, canela, cominho, açafrão, salsa, cravo, alecrim…

Cachaça, Saquê, conhaque! Todos os temperos para dar gosto às “maravilhosas” carnes. Fruto colhido da morte, de um cessar de vida, qualquer vida que um cutelo, um tiro, uma faca, um porrete, um chucho ou um anzol e uma rede, seguidos da asfixia, nos permitiram descamar, despelar ou descourar e com o nosso poder sobre o fogo, transformar em “iguarias fantásticas”, com gosto de sal, alho, cebola, pimenta, louro, canela, cominho, açafrão, salsa, cravo, alecrim, cachaça, saquê, conhaque, vinho, vinagre. Por que?

Se eu, aos 55 anos tive a oportunidade de reconhecer que, em todos estes anos, não me alimentei e sim, me intoxiquei, sou obrigado, pelas oportunidades a mim permitidas e por ser um médico, de recomendar a todos os meus pacientes que deixem de comer carne. Todo o prazer e benefícios da alimentação saudável podem ocorrer com qualquer alimento coletado da natureza, temperados com sal, alho, cebola, pimenta e etc. Os sabores se multiplicam, os prazeres só aumentam, a culpa desaparece, a saúde é que agradece.

Mas como médico que sou,
após este aprendizado
procurarei ,por todos os meios,
lhes deixar o legado.
Como um náufrago na ilha
em uma garrafa,
uma mensagem enviaria
para alguém, que a recolheria.
“Sois o que vós comeis!
Se da natureza, colhes os frutos,
felizes e alegres sereis.
Se da morte se alimentares,
sorte igual então tereis”

Um médico de 55 anos, 31 de profissão, que teve como experiência tornar-se outro homem, ao parar de comer carne, inclusive frango e peixe.
Eduardo Lima em 29/10/2007

Para firmar a veracidade deste depoiemento, pesquise pelo CRM 9310 no site do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais www.crmmg.org.br

Fonte: http://vista-se.com.br/site/depoimento-de-um-medico-vegetariano/#more-599

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Video: Uma Vida Interligada







Resumo:

Para produzir 3,5 litros de leite são necessários 2.800 litros de água

1 kg de carne 19.000 litros de água.

A poluição animal contribui 40% mais para o aquecimento global, mais do que todos os aviões, carros e camiões do planeta juntos.

Se deixar de consumir produtos animais pode poupar 5 milhões de litros de água por ano.

Poderia assim deixar o chuveiro ligado 24 horas por dia, 365 dias por ano e não gastaria a mesma água que quem consome produtos de origem animal.

Poderia salvar um hectare de árvores por ano, o equivalente a milhões de folhas de papel por ano.

Nos EUA os animais e pecuária produzem 130 vezes mais excrementos do que toda a população mundial junta, 39.000 toneladas por segundo...POR SEGUNDO... dá para construir uma cidade enorme, com aranha céus, só com excrementos.

Esta concentração de excrementos polui a água, destrói a camada superior dos solos e contamina o ar.

Já esquecemos que os oceanos costumavam estar cheios de vida, neste momento estão morrendo.
Tudo isto devido a uma industria pesqueira que tem levado à extinção a maior parte das espécies.
Enormes redes com quilómetros de comprimento varrem as profundezas do mar capturando e sufocando tudo na sua passagem, tartarugas,

golfinhos,focas, baleias e biliões de peixes agonizantes.

Os viveiros industriais de peixe criam zona biologicamente mortas. Com imensas quantidades de resíduos concentrados os leitos oceânicos ficam asfixiados e toda a vida ai existente desparece.

Mas não é tarde...imagem um mundo com ar puro, água limpa, milhões de hectares de floresta replantada.

Oceanos resplandecentes de vida e maravilhas... e imensidões de terra e territórios selvagens devolvidos à natureza com os animais que

antes viviam neles.

Só nos EUA matam-se cerca de 10 mil milhões (biliões) de animais de pecuária por ano e 17 mil milhões de animais marinhos.

Matamos mais de 3 milhões de animais assustados e indefesos a cada hora de cada dia.

Save Miguel Em Defesa da Natureza

Hoje vou-vos falar de um projecto que visa defender a utilização da cortiça em detrimento do plástico. Este projecto chama-se Save miguel e é um projecto publicitário a pedido do Grupo Amorim, que contou com a presença de Rob Schneider. A publicidade foi gravada em Portugal.

A cortiça é uma matéria 100% renovável, que ao ser reciclado produz 4 vezes menos

poluição que outros tipos de material usados para selar os vinhos, por esta razão o grupo Amorim lançou esta publicidade, para lutar contra caricas entre outras matérias .

Ao defender a cortiça, está também a defender uma das maiores fontes de absorção de CO2 no nosso mundo, absorvendo cerca de 10 milhões de toneladas de CO2 por ano!.

Portugal sozinho absorve cerca de 4.5 milhões de toneladas de CO2!.Também ajudando na prevenção de incêndios e oferecendo abrigo a inúmeros animais que dependem dele.

O sobreiro tem uma vida média de 170 anos, se o protegermos estaremos a proteger 170 anos de absorção de CO2.

Ajudem a proteger o sobreiro e assim protegendo o nosso belo mundo.

O meu sobreiro está aqui:












Plantem também o vosso! Podem fazê-lo aqui.

Divulguem esta causa!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Soja e o câncer (cancro em Portugal)

Em resposta ao artigo "O Engano da soja" publicado anteriormente aqui no blog começam a surgir testemunhos:


É incrível, mas quando procurei no Google artigos em português sobre a soja relacionada ao crescimento de tumores, só achei artigos que falam bem,que, inclusive, a soja ajudaa combater o câncer de mama! Já quando procurei artigos em inglês, achei vários que apontam a soja como possivel causadora do câncer de mama...
Eu mesma sou alguém que pode falar de algo similar, pois na época em que consumi soja diariamente (havia parado de consumir lacticínios e estava hipnotizada pela moda da soja), surgiu um nódulo no meu seio direito. Eu estava comendo soja há um ano, mais ou menos, diariamente. Tinha apenas 22 anos, sem antecedentes familiares, estilo de vida super saudável, etc. Retirei o nódulo e ele era benigno, ainda bem... Mas, fiquei muito intrigada com aquilo, por isso resolvi ler a respeito da soja. Encontrei alguns estudos que alertavam para o perigo do consumo de soja, pois ela contém fitohormônios e pode causar vários problemas, câncer inclusive.
Inclusive é contra-indicado o consumo de soja para sobreviventes do câncer e pessoas que estejam passando por tratamento, pois os fito hormônios podem ajudar a espalhar o câncer ou fazê-lo voltar...

Participante da nossa comunidade Nutrição Com Amor, no Orkut

Creme amornado de cenoura com coentros


Neste momento faz frio aqui em Portugal - apetece algo mais quentinho para além das saladas. Podemos de facto fazer pratos quentes sem perder os nutrientes existentes nos alimentos. Aqui fica um exemplo.

Luís Guerreiro
___________________________________

Creme amornado de cenoura com coentros

Ingredientes:

* 3 cenouras médias
* 2 batatas baroa ou cará (existe no Brasil)
* 1 pouquinho cebola (a gosto)
* 1 pouquinho de alho (a gosto)
* 1 fatia de abóbora
* 1 molho de coentros
* pão essénio aos quadradinhos
* sal q.b.

Modo de fazer:

Lave e descasque as cenouras, as batatas, a cebola, o alho e a abóbora.

Corte-os aos bocados e ponha no processador, reduza-os a puré e acrescente a água que achar necessário. Amorne (colocando a mão no lado da panela para se certificar que não ferve - pode baixar o fogo ou mesmo apagar um pouco se começar a ficar muito quente). Tempere com sal e um fio de azeite. Rectifique os temperos. Lave os coentros em água corrente e pique-os. Junte à sopa e sirva-a, quente com o pão essénio.

Sugestões - se não gostar de coentros use outras ervas que mais goste, por ex. : salsa, mangericão, poejo, etc
Em Portugal não encontro a batata baroa, porém o cará parece existir em alguns supermercados (muito caro). Como substituto usem um

pouco mais de abóbora ou batata doce.
O alho e a cebola por serem muito fortes tem de ser usados com moderação - para substituir pode usar alho francês (alho porro ou porô).

Propriedades dos coentros

Os coentros não se limitam a melhorar o sabor da comida, são também usados desde há muito tempo, como planta medicinal. Fica no entanto uma ressalva, se for ingerido em doses elevadas, a planta que tanto agrada ao nosso paladar, tem efeitos tóxicos sobre o sistema
nervoso, causando “embriaguez”.

Coentros


Os seus frutos contêm um óleo essencial rico em linalol que é o princípio activo a que se devem as propriedades eupéptica (facilita a digestão), carminativa (elimina os gases), antiespasmódica e ligeiramente tonificante do sistema nervoso, quando em pequenas doses. A
tisana das folhas combate a fadiga e alguns tipos de enxaquecas. A título de curiosidade, fiquem a saber que os coentros na Índia são considerados afrodisíacos, uma vez que servem para aumentar as glândulas mamárias.

Quer seja usado como condimento, em infusão, em pó ou em essência, é indicado em caso de:

* trantornos digestivos: gastrite, insuficiência pancreática, digestões pesadas, inapetência e flatulência
* convalescença de doenças infecciosass como tónico e estimulante do apetite
* halitoses (mau hálito)

Preparação e emprego

* Infusão com 30g de frutos por litro de água. Toma-se uma chávena depois de cada refeição
* Pó de frutos secos: Toma-se uma colher de sobremesa (5g) misturado com mel, depois de cada refeição
* Essência: Três vezes ao dia, ingerem-se 1 a 3 gotas. É preciso ter cuidado em não exceder as doses de essência, pois pode provocar convulsões.

Referências:
Saúde e Lar - Fev/2006
neturalmente.com



Adaptação de Luis Guerreiro

Chá de camomila pode ajudar nos casos de diabetes

Segundo uma notícia do jornal "Público" sobre um estudo efectuado na Universidade de Toyama, a camomila pode ter também um efeito benéfico para quem sofre de Diabetes do tipo II.

O extracto de camomila terá reduzido os níveis de açúcar e reduziu assim as complicações inerentes à diabeste como a perda de visão ou os danos causados nos rins.

É mais uma boa razão para beber chá de camomila, que para além de ser extremamente saboroso e calmante pode ser uma ajuda preciosa a diabéticos.

Sugerimos fazer o chá sem ferver a uma temperatura que a chaleira ao fogo não queime a mão quando se toca na mesma (ou então se tiver sol deixe algumas horas ao sol).

Fica aqui a notícia.

Investigadores japoneses e britâncos alimentaram ratos diabéticos com extracto de camomila. Os resultados foram animadores mas ainda não se sabe quais os efeitos de uma dose diária de chá nos humanos que sofrem de diabetes do tipo 2.

O chá de camomila não trata a doença mas poderá ajudar a prevenir as complicações que por vezes surgem na sequência de diabetes do tipo 2 como, por exemplo, a perda de visão ou os danos causados nos rins. A conclusão, que deve ser lida com cautela, foi obtida na sequência de um estudo com ratos alimentados a extracto de camomila. Numa notícia publicada na BBC online, a equipa de cientistas relata que a dose de chá terá reduzido os níveis de açúcar e bloqueado a actividade da enzima associada às complicações das diabetes. Porém, é cedo para extrapolar os resultados da pesquisa para os humanos.

Os investigadores da Universidade de Toyama alimentaram os ratos doentes durante 21 dias e compararam os resultados com um grupo de controlo de animais diabéticos com uma dieta normal. Os registos mostram que os níveis de glicose no sangue eram significativamente mais baixos nos ratos alimentados com o extracto que aparentemente inibiu a produção de açúcar no fígado. A associação britânica da diabetes reagiu com algum cepticismo. “É preciso mais investigação antes de avançar para conclusões sobre o papel do chá de camomila no combate às diabetes e suas complicações”, referiu Victoria King à BBC online adiantando que a associação não vai, para já, recomendar aos doentes que aumentem o consumo de camomila. Em vez disso, Victoria King insiste em recomendar aos diabéticos uma dieta saudável, actividade física regular e cumprir a terapêutica prescrita pelo médico.


A camomila pode ser usada também como calmante, sedativa, para ajudar na má digestão e em cólicas.

Dia Mundial Vegano



Programação em breve em:
http://www.gato-negro.org/diavegano  

Todos os anos, o dia 1° de novembro é marcado pelo Dia Mundial Vegano,
que é comemorado desde 1994, quando a Vegan Society da Inglaterra
completou 50 anos de criação. A Vegan Society é uma das organizações
mais importantes no mundo ligadas ao veganismo e direitos animais.
O Gato Negro organiza um evento cultural com palestras, mostra de
vídeos, discussões, feira vegana, lanches veganos e outras atividades,
para lembrar a data. O evento tem a função de criar relações diretas
entre pessoas que já tem algum interesse pelos Direitos Animais,
ampliando a divulgação do veganismo e enriquecendo a discussão sobre o assunto.
EVENTO EM BELO HORIZONTE / MG

Entidades Oficiais que apóiam o vegetarianismo

Diversas entidades internacionais oficiais (não vegetarianas) emitem pareceres sobre a dieta vegetariana..

Em todos os pareceres, a observação é a mesma: as dietas vegetarianas (inclusive veganas) são nutricionalmente adequadas para todos os ciclos da vida quando planejadas adequadamente.

Confira algumas delas.

American Dietetic Association

(Associação Dietética Americana) e

Dietitians of Canada (Nutricionistas do Canadá) –

Publicado em 2003

(http://www.eatright.org/cps/rde/xchg/ada/hs.xsl/advocacy_933_ENU_HTML.htm)

J Am Diet Assoc.2003;103:748-765

"O parecer da American Dietetic Association e Dietitians of Canada é que as dietas vegetarianas corretamente planejadas são saudáveis, adequadas em termos nutricionais e trazem benefícios para a saúde na prevenção e no tratamento de muitas doenças.


"As dietas veganas e vegetarianas de outros tipos, se bem planejadas, são adequadas para todos os estágios do ciclo vital, inclusive durante a gravidez, lactação, infância e adolescência.


"Os profissionais da nutrição têm a responsabilidade de apoiar e encorajar os que demonstram interesse pelo consumo de uma dieta vegetariana."

O parecer já existia em 1997:

http://www.vrg.org/nutrition/adapyramid.htm

American Heart Association

(http://216.185.112.5/presenter.jhtml?identifier=4777 )

"Dietas vegetarianas são saudáveis e nutricionalmente adequadas se forem cuidadosamente planejas e incluírem nutrientes essenciais".


FDA (Food and Drug Administration)

(http://www.cfsan.fda.gov/~dms/nutguide.html )

"Dietas vegetarianas são compatíveis com as diretrizes dietéticas americanas e podem satisfazer as recomendações nutricionais diárias (RDA)... veganos necessitam suplementar a sua dieta com fontes de vitamina B12... A dieta vegana, particularmente para crianças, requer cuidados para assegurar um aporte adequado de vitamina D e cálcio, os quais muitos americanos obtêm de produtos lácteos."

"What about vegetarian diets?

Some Americans eat vegetarian diets for reasons of culture, belief,
or health. Most vegetarians eat milk products and eggs, and as a group,
these lacto-ovo-vegetarians enjoy excellent health. Vegetarian diets are
consistent with the Dietary Guidelines for Americans and can meet
Recommended Dietary Allowances for nutrients. You can get enough protein
from a vegetarian diet as long as the variety and amounts of foods
consumed are adequate. Meat, fish, and poultry are major contributors of
iron, zinc, and B vitamins in most American diets, and vegetarians
should pay special attention to these nutrients.

Vegans eat only food of plant origin. Because animal products are
the only food sources of vitamin B12, vegans must supplement their diets
with a source of this vitamin. In addition, vegan diets, particularly
those of children, require care to ensure adequacy of vitamin D and
calcium, which most Americans obtain from milk products."


College of Family and Consumer Sciences, University of Georgia

(http://www.fcs.uga.edu/pubs/current/FDNS-E-18.html)

"A dieta vegetariana pode ser uma dieta muito saudável... "


Kids Health, Nemours Foundation

(http://kidshealth.org/parent/nutrition_fit/nutrition/vegetarianism.html)

Água de beber…

Você sabe o que sai da torneira da sua casa?

Contribuição do Prof. Angelo C. Pinto (IQ-UFRJ) enviada em 03/10/2008
(Fonte: Chemistry World, 5(9), 48-52, 2008;  Jornal da Unicamp, Edição 356, 4 a 10 de dezembro de 2006)

Sei que nada sei. Esta citação do filósofo grego Sócrates ilustra bem o tema deste texto para a página eletrônica da SBQ-Rio. Na ciência é sempre o que acontece. Quanto mais se sabe, mais se desconhece.

Os químicos analíticos descobriram que a água que chega às torneiras, pronta para ser bebida depois de filtrada, está contaminada com uma plêiade de fármacos. Este problema, entretanto, não é novo. Ele surgiu nos início dos anos noventa quando um ecotoxicologista trabalhando na Inglaterra associou a feminilização de peixes machos à presença na água do anticoncepcional 17α-etinilestradiol. Mais tarde se verificou que estrógenos provocam dimorfismo sexual no sistema reprodutor dos peixes, comprometendo a sua reprodução.
Com o avanço das técnicas analíticas se descobriu que a contaminação de águas por fármacos é um fenômeno geral que ocorre em todo o mundo desenvolvido. Não só os rios e os lençóis subterrâneos estão contaminados com poluentes químicos. Até mesmo a água potável, depois de tratada, está contaminada com anticoncepcionais, antiinflamatórios, antidepressivos e outras classes de fármacos. Por incrível que possa parecer, muitos grupos vêm se especializando no desenvolvimento de técnicas para a detecção, por exemplo, de antidepressivos na água que chega as torneiras, como uma equipe do US Geological Survey, que está particularmente interessado nesta classe de fármacos.

A razão é simples, cada vez mais antidepressivos são consumidos, e a tendência deste consumo é aumentar. Mas, não só os químicos passaram a fazer dessas análises de água suas linhas de pesquisa. Muitos biólogos passaram a estudar os efeitos de fármacos na água sobre espécies aquáticas, e até mesmo sobre os consumidores de águas contaminadas. Apesar de estes contaminantes estarem presentes em pequenas concentrações na água tratada, ainda não se pode imaginar seus efeitos sobre a espécie humana, porque muitas vezes a água está contaminada com mais de uma dezena de fármacos. Se um é prejudicial o que dizer de dez! Haverá algum efeito sinérgico?

Ao analisarem águas contaminadas com fármacos, os químicos analíticos obrigam as agências reguladoras a reverem a legislação ambiental, porque sempre que diminuem os limites de detecção de contaminantes, as leis obrigatoriamente devem ser alteradas. Não só os advogados são influenciados pela química, também, no futuro, os antropólogos serão obrigados a se interessarem pelas estatísticas sobre águas contaminadas. Pode-se, por exemplo, antever teses de antropologia com formulações teóricas sobre o comportamento de determinadas comunidades, com base na contaminação da água com antidepressivos.

A realidade é que o problema está posto e também nos atinge. E os químicos analíticos brasileiros, o que estão fazendo para informar a população se a água consumida nas grandes cidades está contaminada com fármacos? Veja a seguir a resposta do Prof. Wilson Figueiredo Jardim (UNICAMP) a este questionamento:

Durante quatro anos, desde 2002, foram analisadas amostras de água coletadas em três pontos do Rio Atibaia (manancial de onde Campinas retira 95% da água que abastece a cidade) e um dos ribeirões Pinheiros e Anhumas, além de amostras de água potável em dez bairros do município, abrangendo as regiões Norte, Sul, Leste, Oeste e central. Na água que chega às torneiras dos campineiros, foram encontrados dietilftalato, dibutilftalato, cafeína, bisfenol A, estradiol, etinilestradiol, progesterona e colesterol. “São substâncias que não deveriam ser encontradas na água potável. Há que se dar um desconto para os ftalatos, pois muito provavelmente são oriundos da lixiviação dos canos de PVC”, declarou Jardim.

De acordo com o estudo, a cafeína apresentou uma concentração média na água potável de 3,3 micrograma por litro (µg/L). Para o colesterol, a média obtida na água potável foi de 2,4 µg/L. Outros compostos também chamaram a atenção, como a progesterona (1,5 µg/L), estradiol (2,4 µg/L) e etinilestradiol (1,6 µg/L), hormônios sexuais femininos. “São concentrações muito elevadas comparadas com a Europa e América do Norte. Chegam a ser da ordem de mil vezes maior. Os níveis de alguns compostos na água potável, a cafeína, por exemplo, é similar ao que se encontra na água bruta de alguns países europeus”, afirmou Jardim.

A evolução da Química Analítica se assemelha muito com alguém que passou a usar óculos ou fez uma cirurgia de catarata, e ao se olhar no espelho, passa a enxergar as rugas que antes achava que não tinha, porque não as via.


Quem quiser saber mais sobre águas contaminadas com fármacos, leia “Something in the water” de Maria Burke emChemistry World 5 (9), 48-52, 2008. Este periódico de divulgação pode ser encontrado no Portal da CAPES em www.capes.gov.br


Fontes:


Chemistry World 
Jornal da Unicamp

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

SUCO VERDE (conforme o programa do Dr. Alberto Peribanez Gonzalez)

Muita gente tem perguntado com o Dr.Alberto faz o suco verde...aqui vai:


SUCO VERDE
(conforme o programa do Dr. Alberto Peribanez Gonzalez)
(rende cerca de 300ml)


1 pepino ou 1 abobrinha verde ou 1 chuchu
1 maçã
1 beterraba pequena ou 1 inhame ou 1 pedaço de abóbora
1 cenoura

Alternar folhas (couve, chicória, agrião, alface, repolho, acelga, etc...) Pode ser 3 tipos, - cerca de 3 folhas de cada.

Para diferenciar o sabor, alterne os temperos: salsa, gengibre, etc.

Sementes germinadas (trigo, aveia, gergelim) ou castanhas hidratadas (nozes, amêndoas, castanha do Pará, semente de linhaça).

No copo do liquidificador, coloque o pepino junto à hélice, depois as maçãs, se quiser ainda inhame, beterraba ou abóbora picados. Ligue o liquidificador e soque os ingredientes com a cenoura. Se a ordem correta for respeitada, o giro da hélice e a socagem com cenoura formarão uma papa, girando no sentido do liquidificador.

Aí pode haver uma coagem, se a papa estiver muito espessa. Acrescente as folhas, os temperos, as sementes e/ou as castanhas. Bata novamente no liquidificador. Coe.

PARA GERMINAR - trigo em grão, aveia em grão, semente de girassol, etc: Deixar de molho na água, toda a noite. No dia seguinte, escorra a água e deixe as sementes em uma peneira ou escorredor e regue de 6 a 8 horas. No outro dia, as sementes estão apontando um "narizinho". Estão germinadas.

PARA HIDRATAR – deixe as castanhas ou semente de linhaça de molho, á noite, em água. No dia seguinte, use-as no suco.

PARA COAR – será necessário um coador de vual. O vual é encontrado em qualquer casa de tecidos. Corte o tecido deixando um círculo, queime as bordas com uma vela. Fure as bordas com um incenso (deixando buracos para passar o elástico). Passe o elastico e dê um nó. Está pronto o coador.

PARA BEBER –. Depois de coar, acrescente um fio de azeite extra-virgem ao suco (para absorção das vitaminas lipossolúveis).

Fonte : Oficina da Semente
domingo, 9 de novembro de 2008

Terapia do óleo

Este método, conhecido como “oil pulling” (OP), ou “óleo que puxa”, consiste em bochechar óleo de girassol em jejum, provocando um processo de cura dentro do organismo.

Desse modo, pode-se curar simultaneamente células, tecidos e órgãos do corpo humano, evitando a destruição da microflora, prevenindo, curando e aumentando o equilíbrio, uma vez que todo o organismo é atingido.

Tal método apresenta resultados excelentes na cura de diversos males, como dor de cabeça, bronquite, dor de dente, aterosclerose, eczema, leucemia, artrite, trombose, artrose, paralisia, gastrenterite, peritonite, doenças cardíacas, doenças renais, meningite, distúrbios hormonais, úlcera do estômago, problemas intestinais, encefalite, câncer, aids e diversas doenças da mulher.

Além disso, serve para prevenir várias moléstias crónicas do sistema circulatório, nervoso, digestivo e respiratório.

COMO PROCEDER

Usa-se óleo puro de girassol (ou gergelim) prensado a frio.

O óleo puro de girassol é bem amarelinho e tem cheiro forte de girassol. Geralmente é vendido em vidro pequeno, de 150 ou 200 ml, e custa o triplo do valor do óleo de girassol de cozinha, que não é puro.

Pela manhã, totalmente em jejum, coloca-se uma colher de sopa (ou um pouco menos) do óleo na boca e bochecha-se pelo tempo de 20 a 25 minutos, passando-se vagarosamente o óleo entre os dentes, de um lado para o outro da boca.

Enquanto o óleo é revolvido na boca, o metabolismo se intensifica no organismo e o estado de saúde fica mais estável.

ATENÇÃO: NÃO SE PODE ENGOLIR O ÓLEO!

De início, o óleo é grosso, depois vai ficando cada vez mais fluido. Deve-se cuspi-lo quando ele estiver branco como leite. Se ainda estiver amarelo, é porque não se bochechou o tempo suficiente.

Depois de cuspir o óleo, é preciso bochechar diversas vezes com água e limpar bem os dentes com a escova. Como o líquido cuspido é venenoso, deve-se limpar muito bem a pia.

No líquido cuspido encontra-se grande quantidade de germes patogênicos e outras substâncias nocivas.


TEMPO DO TRATAMENTO

Para acelerar o processo de cura, o método pode ser repetido três vezes ao dia, antes das refeições, com o estômago vazio.
Deve-se continuar o tratamento até o organismo recuperar a força, a vitalidade, o apetite sadio, o sono profundo e a boa memória.

Pode ocorrer uma aparente piora em doentes que sofrem de várias moléstias. Isso ocorre principalmente quando um foco de infecção começa a se desfazer ou quando se interfere num foco que no futuro provocaria uma doença grave.

Portanto, não se pode parar o tratamento, mesmo aparecendo febre, para não interromper o processo de cura. Na verdade, a aparente piora significa tão-somente que o organismo está reagindo e se recuperando.

Problemas agudos costumam desaparecer dois a quatro dias depois do início do tratamento, enquanto problemas crônicos podem precisar de um ano inteiro.

Evidência cientifica:

O Dr. F. Karach, MD, apresentou um documento à "All-Ukrainian Association". A reunião contou com a presença de oncologistas e bacteriologistas pertencentes à Academia de Ciências da ex URSS. O Dr. Karach explicou este simples processo de cura incomum usando óleos prensados a frio.

O Dr. Karach disse que este processo pode sarar totalmente "dores de cabeça, bronquite, dor dentária, trombose, eczema, úlceras e doenças do estômago, intestinos, coração, sangue, rins, fígado, pulmão e doenças da mulher. Ele cura também doenças dos nervos, paralisia, e encefalite. Ela impede o crescimento de tumores malignos, e cura-os. A Insónia crónica também tem cura com este processo. "

Mas esta terapia tem de ser experimentada para de facto provar os seus resultados. É mais espantoso que esses resultados podem ser alcançados com este método curativo e biológico absolutamente inofensivo. Este método simples torna possível tratar eficazmente as mais variadas doenças, permitindo, em alguns casos, evitar uma intervenção cirúrgica e à utilização de medicações que podem ter efeitos colaterais prejudiciais. O processo de cura é realizado pelo organismo humano por si só. Desta forma é possível curar as células, tecidos e todos os órgãos em simultâneo; o próprio organismo começa a se livrar de resíduos tóxicos sem perturbar a microflora saudável. O Dr. Karach diz ainda que os seres humanos vivem apenas metade da sua vida. Eles poderiam ser potencialmente saudáveis até aos 140 ou 150 anos.

Resultados de estudos efectuados na Índia:
Em 1996, foi feito um inquérito para descobrir os tipos de doenças curadas e da eficácia da Terapia do Óleo. De um total de 1041 entrevistados, 927 (89%) relataram cura de uma ou mais doenças. Pessoas que não relataram nenhuma cura foram 114 (11%). A análise indicou os seguintes tipos de cura de doenças crónicas:

Dores no corpo e problemas relacionados com o pescoço e, acima de 758 casos
Alergia e problemas respiratórios dos pulmões como asma, bronquite, etc -191 casos
Problemas como o da pigmentação da pele, coceira, cicatrizes, manchas negras e eczema - 171 casos
Aparelho Digestivo-155 casos
Constipação-110 casos
Artrite e dor articular-91 casos
Doença cardíaca e B.P-74 casos
Diabetes-56 casos
Doenças relacionadas ao sistema reprodutor feminino relatada por mulheres-21 casos
Doenças como a poliomielite, câncer, lepra, rins policísticos, neural fibroma, paralisia, etc - 72

Perguntas Frequentes:

Qual é a melhor altura (hora) para a prática de OP?

A Ayurveda indica o OP na manhã após escovar os dentes e limpeza da língua com o estômago vazio.O Dr. Karach indica o OP antes do pequeno-almoço(café da manhã) com estômago vazio. Uma hora depois de beber água ou chá ou café ou líquidos pela manhã, mas antes do pequeno-almoço (café da manhã).

Quem pode Praticar OP?

Todas as pessoas acima da idade de cinco anos podem praticar. Para crianças acima de cinco anos usar apenas uma colher de chá (cinco ml) de óleo para o OP. Pessoas com próteses dentárias devem removê-los antes desta prática. As mulheres podem praticar OP durante o período e também na gravidez.

Quanto tempo é necessário para comer ou beber após o OP?

Após fazer o OP, lave a boca bem e, em seguida, você pode comer ou beber.

Que outros óleos podem ser utilizados para o OP?

O Dr. Karach sugere o Óleo de girassol. O Óleo de gergelim (sésamo) é prescrito pela Ayurveda. Ambos os óleos funcionam bem na cura de problemas de saúde. Outros óleosforam utilizados por alguns profissionais mas não atingiram resultados desejáveis. Alguns outros óleos podem ser adequados para determinados problemas, mas o Dr. Karach não recomenda a prática diária.

A quantidade de 10 ml de óleo é muito pouco para o OP. Podemos usar 20 ml de óleo?

Quando usamos o óleo no Op ele deve tornar-se fino, como a água e não se deve sentir uma sensação oleosa no gosto. Quando isto acontece, teríamos utilizado todo o óleo para os fins do OP. Isto acontece dentro de 15 a 20 minutos para a maioria das pessoas. Se a quantidade é aumentada pode levar mais tempo e tornar-se dificilpara que o liquido se torne aquoso e a maior parte das pessoas não gostaria de passar mais tempo com o óleo na boca. Cuspir quando ainda está gorduroso é um desperdicio de de óleo e não se consegue assim uma sensação de frescura o que não é desejável. Se você sentir que precisa um pouco maisde óleo, tente, não existe nenhum dano. Esta é também a razão para sugerir apenas cinco ml de óleo para as crianças.

Podemos fazer algum outro trabalho enquanto fazemos o OP?

Não. É aconselhado fazer o OP lentamente, queixo para cima de preferência em posição sentada, para sentir que óleo é puxado através de dentes e toca todas as partes da membrana mucosa na cavidade oral.

Existe alguma diferença na prática do OP para doenças agudas e crônicas?

Doenças agudas serão curadas de dois a quatro dias por OP, praticando três vezes por dia com oestômago vazio, antes do pequeno-almoço (café da manhã), almoço e jantar. Doenças crônicas precisam de mais tempo, pode ser um ano ou até mais, dependendo do estado da doença, idade, hábitos, estado de saúde geral da pessoa, etc.


Que problemas surgem durante o OP:

- (a) O óleo não se tornar fino ou aquoso, mesmo após 30 minutos e parece estando a ser absorvido e que reduz a quantidade na boca
(b) Nariz bloqueado devido ao acúmulo de muco
(c) Espirro e tosse
(d) O catarro na garganta solta-se e vem para a boca
(e) Necessidade urgente de evacoar ou urinar.

a) O óleo não se tornar aquoso, porque a salivação é insuficiente e a boca está seca. Na maioria dos casos, isso acontece na parte da manhã também à noite, em alguns casos. Em circunstâncias normais do óleo não é absorvido na boca. Principal razão é a falta de adequado salivação devido à falta de fluidos do corpo. Em todos esses casos, você deve beber dois ou três copos de água, ir fazer uma caminhada de 30 a 45 minutos e após o regresso fazer o OP.

(b) Para evitar o bloqueio do nariz durante o OP lavar, limpar e soprar (assoar) o seu nariz antes de iniciar o OP. Lentamente faça sair o ar do nariz, para limpar, segurando o óleo na boca. Repita se necessário.

(c) Sensibilização / Irritação pode causar espirros ou tosse enquanto faz o OP. Fazer o OP lentamente num estado relaxado para evitar esse tipo de irritação. Respire lentamente e relaxe quando a irritação ou sensação de espirrar é sentida. Vai passar. Você pode espirrar ou tossir enquanto tem o óleo na boca. Se tiver que espirrar ou tossir, através do boca faça-o na pia, para evitar pingos de óleo a espalharem-se por todo o lado ou pode cobrir a boca com um lenço de papel.

(d) Se o catarro vier para a boca, cuspa tudo e e comece novamente com óleo fresco.

(e) A necessidade de urinar ou passar fezes coloca-se apenas se você não o fez antes do OP. Em todos os casos, o melhor é relaxar na cadeira e fazer o OP.

Quanto tempo vai demorar para curar uma doença particular?

Quanto tempo leva para curar uma determinada doença é difícil de precisar, pois depende da idade, o estado de saúde e doença, alimentação e outros hábitos de cada pessoa etc. O Dr. Karach porém disse "que doenças crônicas podem demorar um ano enquanto que doenças agudas podem ser curadas em 2 a 4 dias. Prátique até a força, frescura, sono tranquilo, bom apetite e boa memória originais estarem de volta "

Como funciona a cura com OP ?

Dr (Med.) Karach afirmou: "A terapia do óleo cura a dor dentária totalmente."
O OP é chamado de "Kavala GRAHAM"nos textos da Ayurveda. No capítulo da Charaka Samhita sutra sthana é-lhe atribuído o seguinte: "pelo OP com til-taila (óleo de gergelim) os dentes não são afetados com cáries e tornam-se firmes e enraizados. A dor de dentes e sensibilidade aos ácidos serão curados a pessoa será capaz de mastigar os alimentos mais duros. "

Aqueles que têm dado as suas experiências são dadas em doenças específicas e sob Teeth inTestimonies dar os resultados do OP o efeito sobre os dentes resolvendo problemas. Um excelente resultado do OP é solto, que fixa os dentes dentista, que não pode fazer.


Dos testemunhos recolhidos a terapia de OP tem resolvido os mais variados problemas de dentes. Um resultado particular é a fixação de dentes soltos, algo que nenhum dentista consegue fazer.

A partir das experiências podemos comprovar que o OP vai aliviar a dor de dentes, remove infecções, pára a desminerilização, reduz / elimina a sensibilidade dos dentes e corrige os dentes soltos.

Do acima exposto podemos criar um paralelo com os métodos médicos de cura por em que "o OP é analgésico no alívio de dor, antibiótico na eliminação de infecções, anabolizante na fixação de dentes soltos, reduz a sensibilidade dos dentes como "sensodant"» e garante ainda a higiene oral. O OP torna isto possível através da sua influência sobre o sistema nervoso, endócrino e sistema imunológico no sentido de um estado de equilíbrio-saúde a partir de um estado de problemas de saúde.

De uma forma similar o OP cura dores de cabeça, enxaqueca, espirros, gripe e algumas dores em alguns dias ou fazendo OP algumas vezes de seguida. A ressaca será aliviada no prazo de duas ou três vezes fazendo do OP na parte da manhã. Esta pode ser sentida durante alguns dias. Jugue o OP a partir da sua experiência.

De modo semelhante o OP cura todas as outras doenças e o tempo gasto será diferente para cada pessoa.

Existem algumas reações e os medicamentos podem ser usados e / ou continuados?

Normalmente não há reações e a cura ésuave e agradável. Algumas vezes, em alguns casos, pode haver um agravamento-piorar de uma doença. Nessas alturas, não se deve preocupar. Agravamento da doença é um sinal claro de cura. No caso do agravamento não ser tolerável você pode parar por alguns dias ou tomar algum medicamento para o alívio e, em seguida, continuar o OP.

Se estiverem a ser utilizados medicamentos, reduzir gradualmente a toma há medida que vai sentindo melhoria da prática do OP e, finalmente, parar de tomar os remédios e continuar o OP para erradicar totalmente a doença do corpo. Em caso de qualquer doença crônica, se estiver a tomar medicamentos regularmente e não queira reduzi-los o OP não será eficaz para curar a sua doença crônica, mas certamente irá reduzir os efeitos colaterais dos restos das drogas dos produtos químicos.

O Dr. Karach disse: "Algumas pessoas em quem se manifestam várias doenças simultaneamente, um aparente agravamento da condição é possível. Isto é devido à medida que a infecção primária vai desaparecendo, outras infecções secundárias começam a dominar temporariamente. Depois de alguns dias uma infecção secundária desaparecerá enquanto outra pode ser estimulada e começar em atividade. Estes sintomas geralmente são aparentes em pessoas que sofrem de doenças crónicas ou terminais. Nestas circunstâncias Dr Karach recomenda que a pessoa afetada continue de forma continua o tratamento, mesmo que comece a ter febre. O Dr. Karach mantém apenas que quando estes sintomas aparecem o tratamento de óleo irá facilitar uma rápida cura. Se o tratamento tiver de ser parado por uma ou outra razão os efeitos globais abrandarão. Por estes motivos o Dr. Karach sustenta que "uma aparente piora da saúde é um excelente sinal que a doença está a ser progressivamente retirada do corpo ".

Tradução livre e adaptação de Luis Guerreiro (se encontrar algum erro - por favor comunique...)

Fonte: http://oilpulling.com/

Nota (Luis Guerreiro): Experienciei esta terapia várias vezes e recomendo. É simples, é eficaz e muito mais barato do que comprar remédios com efeitos colaterais indesejáveis. Conheço várias pessoas que a praticam, nomeadamente amigos provenientes dos países de leste (imigrantes em Portugal) que contam ser prática comum em muitos hospitais e clinicas desses países.



ATENÇÃO: Não nos responsabilizamos pela informação fornecida - Leia a Limitação de Responsabilidade no fundo desta página.

HIDROCÓLON OU COLONTERAPIA

Tratamento para o intestino, também conhecido como hidrocolonterapia, colônico e hidroterapia de cólon

A colonterapia é uma técnica muito conhecida e utilizada fora do Brasil há anos. Antigamente a limpeza intestinal era feita em casa, com irrigadores, para baixar a febre e livrar de possíveis problemas de saúde.

Hoje a técnica se modernizou e é feita em clínicas por pessoas especializadas, que realizam uma limpeza muito mais completa que a conseguida com o “rudimentar” irrigador.

Durante o tratamento podem ser utilizadas misturas com ervas, fitoterápicos e café para tratamento específico de fígado, vesícula, hipertensão, diabete, etc. O enema de café ajuda no esvaziamento da vesícula biliar, assim como na drenagem e purificação do fígado.

Indicações

*Constipação(prisão de ventre); colites; diarréias; gases/flatulências; parasitoses; doenças de Crohn e auto-intoxicação por sangue - que traz como conseqüência cansaço, envelhecimento precoce da pele e perda de apetite sexual; perda da fertilidade; sinusite; rinite; edemas; osteoporose; transtornos linfáticos; celulite; acne; eczemas; alergias; depressão; asma; bronquite; artrose; lombalgia; afecções hepáticas e obesidade.

*Tem ação diurética, favorecendo a excreção de toxinas; diminui ou até elimina a TPM e cólicas menstruais; recupera a digestão e a absorção de nutrientes; desintoxica em casos de má alimentação, alcoolismo e drogas; regulariza o colesterol, triglicérides, glicemia e ácido úrico; revitaliza o sistema imunológico e melhora a regeneração celular; ajuda na redução de peso; revitaliza a flora intestinal; livra de toxinas outros órgãos, como rins e pulmões; alivia dores e febre; combate o estresse, porque elimina sintomas secundários de intoxicação, como irritabilidade, cansaço e debilidade; é coadjuvante em tratamentos de estética, plásticas, prevenção e redução de celulite.


Contra-indicações

*Enfermidades cardíacas severas, hipertensão arterial não controlada, aneurisma, hemorragia ou perfuração do trato intestinal, hemorróidas severas, carcinoma de cólon, fístulas e fissuras no cólon, gravidez, insuficiência renal e cirurgia recente do cólon.



Observação

*Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador, água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.


Como fazer o enema

*Escolha um local tranqüilo (uma cama, de preferência). Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem. Vá ao banheiro e evacue.

*Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.
Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.
*Faça isso 3 ou 4 vezes só com águapor semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.

(Nota de Susi Kelly) - O ideal seria fazer a colonterapia ou hidro-cólon, mas em caso de uso do irrigador para fazer os enemas, seria interessante entrar pelo menos uns 3 ou 4 dias só com água e depois sim entrar com o café forte, para um litro de água pelo menos 4 colheres (sopa) de café orgânico. O café ajudará no desgrudar as toxinas, mas no caso do enema não terá muito efeito na drenagem de fígado e vesícula.


Fontes: Susi Kelly
Blog Cura pela Natureza

COMO GERMINAR

1. Coloque de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água pura, sem cloro.

2. Deixe de molho por uma noite (o girassol sem casca só precisa de quatro horas).

3. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágüe bem sob a torneira.

4. Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo e cubra com um pano (o pano é opcional).

5. Enxágüe duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite.

6. Os grãos germinados estarão prontos para ser comidos ou plantados após um período variável:

* Agrião: após seis a oito dias.
* Alfafa: após três a quatro dias.
* Arroz: após quatro a cinco dias.
* Feijão azuki: após quatro a cinco dias.
* Gergelim: após dois a três dias.
* Girassol sem casca: logo que amolecer com a água.
* Lentilha: após três a quatro dias.
* Trigo: após dois a quatro dias.


COMO CULTIVAR BROTOS

1. Coloque os grãos de molho e deixe germinar.

2. Encha uma bandeja com terra vegetal ou algodão umedecido.

3. Espalhe os grãos germinados numa única camada e umedeça bem.

4. Cubra com um plástico escuro ou com outra bandeja durante três a quatro dias. Se necessário, umedeça a terra.

5. Descubra os brotos e os exponha à luz do dia, regando delicadamente para que a terra permaneça úmida.

6. Os brotos estão bons para consumo entre e 15 dias.

7. Os grãos mais fáceis de brotar são agrião, alfafa, centeio, girassol, feijão e trigo.

8. Também podemos plantar – em recipientes ou vasos rabanete e agrião (as sementes dessas hortaliças ficam de molho, mas não precisam germinar), alho, cenoura, beterraba, etc. Conseguimos, assim, brotos ricos em clorofila e substâncias vivas.


Fonte: Você sabe se alimentar?, Dr. Soleil, São Paulo, Paulinas, 1992.