NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Meia colher de chá de canela pode melhorar níveis de colesterol e diabetes

A ingestão de 2g de canela, durante 12 semanas reduz significativamente os níveis de diabetes tipo 2.

Um estudo de 12 semanas, foi realizado recentemente em Londres envolvendo 58 diabéticos tipo 2 com a hemoglobina A1c (HbA1c)com níveis superiores a 7 por cento. A hemoglobina A1c é um marcador de longo prazo do controle glicêmico em pacientes diabéticos.

Após 12 semanas de 2g de canela por dia, os sujeitos do estudo tinham níveis significativamente mais baixos de HbA1c, bem como reduziram significativamente a pressão arterial (sistólica, pressão arterial sistólica e diastólica, PAD).

A conclusão dos investigadores:"A ingestão de 2g de canela, durante 12 semanas reduz significativamente os níveis de HbA1c, PAS e PAD de diabetes tipo 2. A suplementação de canela pode ser considerado como um suplemento dietético para regular a glicose no sangue e níveis de pressão arterial, juntamente com os medicamentos convencionais para tratar diabetes mellitus tipo 2. "



Em notícia relacionada, um estudo novo da Universidade de North Carolina em Chapel Hill aponta para uma ligação entre o magnésio na dieta e a redução no risco de diabetes.

Segundo a Reuters:"É plausível que o magnésio poderia influenciar o risco de diabetes porque o mineral é necessário para o bom funcionamento de várias enzimas que ajudam o processo de glicose no corpo."

Os investigadores estudaram a ingestão de magnésio e o risco de diabetes em cerca de 4.500 homens e mulheres com idade entre 18 a 30. Nenhum dos participantes eram diabéticos no início do estudo.

Ao longo de 20 anos, 330 indivíduos do teste desenvolveram diabetes. As pessoas com maior ingestão de magnésio - cerca de 200 miligramas para cada 1.000 calorias ingeridas - tiveram quase 50 por cento menos probabilidade de desenvolver diabetes do que os homens e mulheres que consumiram cerca de 100 miligramas por 1.000 calorias.

O estudo também revelou que o aumento da ingestão de magnésio, diminuiu os níveis de inflamação, assim como a resistência à insulina.

Fontes:
Diabetic Medicine:
A Journal of the British Diabetic Association October 2010 
Reuters September 24, 2010 
Diabetes Care August 31, 2010 [Epub Ahead of Print] 


Os dois relatórios acima são relacionadas no sentido de que eles demonstram o poder de terapias naturais - ao contrário de drogas - para combater este problema.

Suplementos, como a canela ou o magnésio não devem ser interpretados como cura. Eles são alternativas mais seguras do que drogas, mas não pode melhorar a sua diabetes se você ainda mantém um estilo de vida sedentário e uma dieta pobre - com ou sem suplementos.


Como Canela pode beneficiar diabéticos


Pesquisadores têm investigado os efeitos de canela sobe a insulina há uma série de anos, e como o mais recente estudo da Diabetic Medicine mostra, a canela continua provando que é um candidato viável na luta contra o diabetes.

Entre os benefícios deste tempero de saúde mais impressionante é o seu impacto no açúcar no sangue e a capacidade de melhorar o controle glicêmico.

Por exemplo, apenas meia colher de chá de canela por dia mostrou previamente poder reduzir significativamente os níveis de açúcar no sangue, triglicérides, LDL (mau colesterol)e os níveis de colesterol total em pessoas com diabetes tipo 2.

Outro estudo constatou que o tempero aumenta o metabolismo da glicose por cerca de 20 vezes, o que melhorará significativamente a suacapacidade de regular o açúcar no sangue .

A canela tem mesmo sido indicada como substituto da insulina em potencial para aqueles com diabetes tipo 2, devido a um componente bioativo com efeitos parecidos com a insulina.

Curiosamente, a canela diminui o açúcar no sangue, actuando em vários níveis diferentes.

Retarda o esvaziamento do estômago para reduzir o aumento acentuado do açúcar no sangue após as refeições, e melhore a eficácia, ou sensibilidade da insulina.

Ela também aumenta as defesas antioxidantes. Um estudo publicado no ano passado, afirmou

que "os polifenóis de canela podem ser de especial interesse nas pessoas que estão acima do peso, uma vez que pode actuar tanto como sensibilizador de insulina e antioxidantes".

No entanto, um outro composto de bioflavanoides chamados proantocianidinas podem alterar a atividade da sinalização da insulina nas células de gordura.

Os pesquisadores sugeriram que muitas pessoas com diabetes podem ver melhorias, adicionando 1 / 4 - 1 colher de chá de canela na sua comida, e não vejo razão nenhuma para não tentar se você gosta de canela (juntamente com outros a fazer o essencial para melhorar a diabetes, incluindo eliminação da frutose e de grãos (cereais) na sua dieta e exercício diário).

Outros benefícios de saúde da canela incluem:
Apoio à função digestiva
Aliviar o congestionamento
Aliviar a dor e a rigidez dos músculos e articulações
compostos anti-inflamatórios que podem aliviar a artrite
Ajudando a prevenir infecções urinárias, cáries e doenças gengivais
Alivia o desconforto menstrual
Compostos que tornam o sangue mais fino e que estimulam a circulação
Claramente, acrescentando quantidades relativas de canela na sua dieta é uma ferramenta incrivelmente barata e saborosa para diabéticos, e a probabilidade de este alimento causar complicações a longo prazo é muito pequena.

Basta lembrar que, se não fizer uma dieta adequada - rica em vegetais e extremamente baixa em frutose e grãos (cereais) - você provavelmente não vai sentir qualquer benefício.
Grãos (cereais) integrais não diminuem o risco do diabetes!


A Reuters comete um erro grave ao afirmar que "os resultados podem explicar em parte porque o consumo de grãos integrais, que são ricos em magnésio, é associado a um menor risco de diabetes."
Os resultados que estamos falando é que as pessoas que consumiam maiores quantidades de magnésio, de alimentos e suplementos, tinham a metade da probabilidade de se tornarem diabéticos que aqueles que consumiram a menor quantidade de magnésio, de acordo com um estudo recente.


Segundo os pesquisadores, o magnésio pode diminuir o risco de diabetes porque o magnésio é necessário para o bom funcionamento das enzimas envolvidas no processamento da glicose.

Isto não tem nada a ver com grãos (cereais) integrais, e não suporta a alegação de que os grãos integrais são bons para os diabéticos.

Na verdade, se você é diabético ou quer evitar tornar-se diabéticos, os grãos (cereais) - que inclui grãos (cereais) integrais - estão no topo da lista de alimentos a evitar, logo após a frutose e outros açúcares.

Por quê?

Porque assim como o açúcar, grãos (cereais) em geral são a principal causa da insensibilidade à insulina, que está na raiz do diabetes.
Fontes saudáveis de Magnésio


Quanto ao magnésio, o estudo descobriu que aqueles que consumiram cerca de 200 mg de magnésio para cada 1.000 calorias consumidas tinham 47 por cento menos probabilidade de desenvolver resistência à insulina e diabetes, em comparação àqueles que consumiram metade desse montante de magnésio.
Além disso, os pesquisadores também descobriram que há medida que os níveis de magnésio subiam, os marcadores de inflamação diminuiam.O magnésio serve para muitas funções metabólicas importantes no corpo, mas se quiser aumentar o magnésio na dieta, por favor, fique longe de grãos (cereais) e opte por escolhas mais saudáveis, tais como:

  • Abacate
  • Amêndoas
  • Os vegetais verdes, como espinafre
  • brócolis/brócolos cru
  • Feijão preto
  • Ervilhas



Outros Grande alimentos anti-diabetes

Além da canela, outros alimentos mostraram-se particularmente benéficos para diabéticos e incluem:
Um estilo de dieta mediterrânea rica em vegetais também pode ajudar a evitar diabetes . Os benefícios vêm do aumento do uso de gorduras saudáveis e vegetais - NÃO pela grande quantidade de grãos (cereais). Trocar grãos (cereais) e açúcar por fontes de alta qualidade de proteínas, gorduras saudáveis e vegetais, pode definir-se como o caminho certo.

Adaptação de Luís Guerreiro


Fonte: Mercola.com  visitado em 12/10/2010

0 comentários: