NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Os benefícios da “chia” em humanos e animais - Giovanni Tosco – México

Esta matéria é uma pesquisa que o Dr.Giovanni Tosco realizou por mais de cinco anos, recompilando pesquisas científicas de todo o mundo sobre a chia (Salvia hispanica) cujos benefícios são demonstrados no presente trabalho, que compara com outros produtos naturais com ácidos graxos ômega-3 e que não contêm colesterol, tanto no uso humano como no animal.




Resumo: A evidência científica apóia fortemente a chia como a fonte mais eficiente para enriquecer alimentos com ácidos graxos/gordos ômega-3. Ao agregar na forma direta semente ou farinha de chia ao produto final, ou incluindo-a nas dietas animais, não apareceram nenhum dos problemas que têm outras fontes de ômega-3, como a linhaça ou os produtos marinhos que mostram sabor de pescado, perda de peso nos animais, problemas digestivos, diarréia, alergias etc. 




Por séculosos nativos das Américas usaram a semente da “chia” como alimento básico. 
Os soldados astecas subsistiram com a “chia” durante suas batalhas e expedições. Os nativos do sudoeste comiam somente uma colher das de chá para uma marcha de 24horas, iam do Rio Colorado ao Oceano P


acífico, para negociar turquesas por conchas marinhas, levando somente uma bolsa com “chia” como alimento de sustento. 

Sustentados pelas sementes de “chia” os índios Tarahumaras (os dos pés ligeiros) do México, caçavam as presas, perseguindo-as até cansarem. Em 1997 um Turahumara de 52 anos ganhou a Maratona Nike de 100 milhas, calçando somente suas sandálias feitas em casa.

Por que a semente de “chia” é um alimento de alta energia e resistência? 

A “chia” é uma completa fonte de proteínas, proporcionando todos os aminoácidos essenciais.
Comparada com outras sementes, a de “chia” provê a mais alta fonte de proteínas; entre 19 e 23 por cento do seu peso é proteína. 

Uma das maravilhas, somente encontrada na “chia”, é a sua habilidade de absorver mais de 12 vezes seu peso de água. Esta habilidade de segurar água, pode prolongar hidratação e retenção de eletrólitos em fluidos do corpo, especialmente durante esforços. Uma normal retenção de fluidos assegura uma normal dispersão de eletrólitos para atravessar a membrana celular. Mantém um bom balanço de fluidos para ajudar as funções celulares. 

Propriedades do gel de“chia” 

As sementes de “chia” têm uma capa de gel que protege a semente dos climas áridos e quentes onde são semeadas. 

Quando uma colherada de “chia” é despejada num copo d’água e deixada por 30 minutos, se formará como uma gelatina sólida. Este gel, ou gelatina,é criado devido à fibra solúvel que contém. 
Pesquisadores acreditam que este mesmo gel é o fenômeno que ocorre no estômago quando a comida contém este tipo de fibra pegajosa conhecida como mucilagem.

O gel criado, quando ingerido, produz uma barreira física, que divide as enzimas digestivas dos carboidratos, isto faz uma lenta conversão de carboidratos em açúcar. Tende a fazer uma digestão lenta e mantém os níveis de açúcar no sangue, a qual pode ser útil na prevenção e controle da diabetes. 

Fácil de digerir, a absorção de água na “chia” é uma ajuda importante para a digestão humana. A “chia”amolecida n’água é melhor absorvida e digerida. Isto significa um rápido transporte aos tecidos. 


Muita gente ainda utiliza esta cultura milenar na preparação de uma bebida refrescante e popularchamada “chia fresca” ou “água de chia”, que se consume no sudeste do México e América central, bem como na Califórnia e Arizona, nos Estados Unidos. 

Muita gente ainda utiliza esta cultura milenar na preparaçãode uma bebida refrescante e popular chamada “chia fresca” ou “água de chia”, que se consume no sudeste do México e América central, bem como na Califórnia e Arizona, nos Estados Unidos. 

A chia é uma excelente fonte de proteína, minerais e vitaminas do complexo B, é fácil de usar na preparação de alimentos e segura, não somente nas fórmulas para animais, como também para os humanos.

As Chia seeds (sementes de sálvia hispãnica) são um super-alimento antiquíssimo, proveniente das culturas pré colombianas. Chia é a palavra maia para designar força. As sementes eram utilizadas por estas culturas como alimento de mega-energia. Os mexicanos costumam dizer que uma colher das sementes é o suficiente para sustentar uma pessoa por 24 horas. E isto tudo porque elas possuem cinco vezes mais cálcio que o leite, duas vezes mais potássio que as bananas, três vezes mais anti-oxidantes que as famosas uvas-do-monte, três vezes mais ferro que o espinafre. São uma fonte de proteína completa, fornecendo todos os aminoácidos essenciais de que precisamos. São também mais ricas em fibras do que a aveia e contêm mais ômega 3 que a linhaça.


Clique em Fullscreen para ampliar o artigo em baixo.
Sementes de Chia - Artigo Completo

3 comentários:

Cia do Natural disse...

Você pode encontrar a Chia no site www.ciadonatural.com.br

Sandro disse...

Fala Guerreiro!

E como germinar a chia?
Estou com um pacotinho aqui.

É só deixar de molho e comer junto com o gel, ou é melhor deixar mais horas no ar?

Valeu!
Sandro

Luis Guerreiro disse...

deixar de molho é suficiente e pode usr o gel em batidos.