NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sábado, 24 de outubro de 2009

"Jesus o Curador" -Filme de Storm Talifero

Atenção: Não professo qualquer religião ou seita... respeito todos ... o que se segue é a tradução da página do site onde foi publicado.
Penso no entanto que esta é uma oportunidade para abrirmos horizontes sobre o que eventualmente nos foi escondido durante séculos e que agora vem à luz...

Luís Guerreiro


__________________________________________________________________-

"Em verdade vos digo, aquele que honra a Mãe Terra e suas leis nunca deverá ficar doente. Ela dá-lhe vida longa e protege-lo de todas as aflições".


Um filme independente correntemente em produção

"Jesus, The Healer" é um filme baseado nos pergaminhos do Mar Morto dos discursos de Jesus sobre a saúde e longevidade. Estes ensinamentos de Jesus que foram escondidos são uma oferta de saúde com verdades simples sobre como podemos viver vidas longas e cheias de vitalidade!
Com Marcus Patrick Osborne ( "eu faço .. eu fiz", "Days of Our Lives") como Jesus.

O produtor Storm Talifero combina informações valiosas com a beleza épica e histórica.

Este filme tem potencial para melhorar drasticamente o estado de saúde do planeta! Em nossa crise de saúde actual, a informação é mais importante do que nunca! Oculto durante séculos, os ensinamentos de Jesus forneceem um elo que falta na nossa mente, corpo, saúde, Espírito, - no nosso prazer da vida! Conceitos simples, apresentados com delicadeza, beleza e amor ....

Jesus ensinou que se quisermos ser saudáveis, devemos comer os alimentos que Deus colocou na terra, que o fogo que mata a nossa comida também irá matar nossos corpos, que devem jejuar e fazer enemas, que deve ser na natureza, e que devemos comer levemente e com pouca freqüência. Estas são as leis da Mãe Terrena, e o amor que flui quando seguimos as leis que nos permite estar em todo o nosso corpo, assim como o amor do Pai nos permite estar em todo o nosso espírito.


Storm Tafirero falando do filme.


Imagens da produção do filme Jesus o Curador...

(Clique para ver em alta resolução)

Fonte: http://thegardendiet.com/jesus/

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Praticar exercícios em excesso pode viciar, diz estudo


Ratos

Quando mais exercícios os ratos fizeram, mais intensos os sintomas de síndrome de abstinência

A prática de exercícios físicos em excesso pode se tornar um vício, segundo uma pesquisa realizada por cientistas da Tufts University, em Washington, Estados Unidos.

Os pesquisadores analisaram ratos que realizaram exercícios em excesso, correndo em rodas próprias para a prática.

Logo depois da corrida, os animais receberam uma dose da droga naloxona, que produz sintomas como tremores, movimentos involuntários nas pálpebras e bater de dentes em usuários de heroína.

Ao receber a dose, os ratos apresentaram sintomas de síndrome de abstinência, assim como os viciados em heroína.

Segundo os cientistas, quanto mais exercícios os ratos fizeram, mais sérios foram os sintomas.

"Exercícios, assim como certas drogas, levam à liberação de neurotransmissores como endorfinas e dopamina, que estão associados a sensações de prazer", disse o responsável pelo estudo, Robin Kanarek.

De acordo com os pesquisadores, os resultados podem ser aplicados em novos tratamentos para viciados em drogas. Isso porque a equipe concluiu que, se o excesso de exercícios vicia, talvez, para se sentirem melhor, viciados em drogas devessem ser tratados com exercícios moderados em vez remédios.

Anorexia

O estudo, publicado na edição de agosto da revista científicaBehavioral Neuroscience, também ajuda a esclarecer os mecanismos por trás de uma condição conhecida como anorexia atlética.

O doente diagnosticado com essa condição faz exercícios de forma compulsiva para emagrecer e a atividade se torna um vício tão poderoso como a dependência por drogas, levando à perda ainda maior de peso.

Os cientistas alertam, no entanto, que apesar dos perigos dos exercícios em excesso em alguns casos, os resultados da pesquisa não devem servir de desculpa para aqueles em busca de uma desculpa para não praticar exercícios.

"Assim como na alimentação e em outros aspectos da vida, a moderação parece ser a chave. Exercícios, enquanto não interferem com o resto da sua vida, são importantes para a saúde física e mental", disse Kanarek.

Experimento

Durante várias semanas, 44 ratos machos e 40 ratos fêmeas, separados em dois grupos, foram monitorados pelos pesquisadores. Um grupo foi deixado à vontade para se exercitar, o outro foi deixado inativo.

Algum tempo depois, todos os ratos receberam doses de naloxona, um remédio usado para tratar pacientes que tomaram overdoses de heroína e que produz sintomas imediatos de síndrome de abstinência.

Os ratos inativos e ativos responderam de forma bem diferente à droga, que foi administrada em doses proporcionais aos pesos dos animais.

Os que haviam se exercitado apresentaram sintomas similares aos de ratos viciados em narcóticos. Já aqueles que permaneceram inativos apresentaram reações mínimas à droga.

A reação dos ratos ativos à naloxona indica que eles teriam sofrido as mesmas alterações nas regiões dos seus cérebros associadas ao prazer que ratos viciados em drogas.

Segundo os pesquisadores, uma maior compreensão dos comportamentos que provocam a liberação das substâncias químicas associadas ao prazer (como as endorfinas e as dopaminas) no cérebro pode auxiliar na criação de tratamentos que incorporem a prática moderada de exercícios.

Especialistas frequentemente se baseiam em estudos com ratos para pesquisar e desenvolver tratamentos em humanos porque as duas espécies apresentam similaridades em seus sistemas nervosos.

Fonte BBC Brasil

http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2009/08/090818_exerciciofisico_vicio_mv.shtml

Campanha contra obesidade em NY mostra refrigerante despejando copo de banha


Campanha contra a obesidade divulgada no metrô de Nova York (Foto: Departamento de Saúde de Nova York)

Críticos temem que o choque causado pela campanha desvie a atenção da mensagem

Uma campanha com cartazes que retratam uma garrafa de refrigerante despejando banha em um copo é a mais nova arma das autoridades de saúde de Nova York no combate à obesidade.

A estratégia da campanha é promover uma redução no consumo de refrigerantes usando a tática de chocar as pessoas com a força da imagem, que, no caso, vem acompanhada dos dizeres"Are You Pouring on the Pounds?" ("Você está derramando os quilos a mais?", em tradução livre).

Autoridades de saúde de Nova York afirmam que a ideia foi mesmo a de usar uma imagem forte e "feia" para chocar o público consumidor de refrigerantes.

"Nós realmente queríamos fazer uma declaração e chamar a atenção das pessoas", afirmou Cathy Nonas, diretora dos Programas de Atividade Física e Nutrição no Departamento de Saúde da cidade.

Mas especialistas em propaganda e publicidade questionam a eficácia da campanha.

"Estas imagens parecem tão repugnantes que afastam, você olha para outro lado sem assimilar a mensagem", afirmou George Parker, especialista em propaganda.

Obesidade

Pesquisas recentes mostram que os americanos bebem quase 58 bilhões de litros da bebida por ano. E as bebidas podem contar até 17 colheres de chá de açúcar em cada garrafa de 550 ml.

Em média, os americanos consomem atualmente entre 200 e 300 calorias a mais do que consumiam há 30 anos. Parte da culpa é do fenômeno do aumento do tamanho das porções mas, também devido ao consumo de refrigerantes.

O cartaz no metrô de Nova York é a última de uma série de campanhas do Departamento de Saúde da Cidade que incluem imagens chocantes. Campanhas contra o fumo incluem fotos de uma mulher que teve vários dedos amputados devido a uma doença causada pelo cigarro e um exame raio-X de pulmões afetados pelo câncer.

Neste sentido Nova York vem liderando as campanhas e iniciativas para aumentar impostos para refrigerantes e fast-food e abater impostos para lojas que vendem frutas e vegetais em bairros pobres. A cidade está sendo observada por autoridades de saúde de todo o país.

O prefeito Michael Bloomberg já obrigou cafés, restaurantes e lanchonetes a especificarem a quantidade de calorias nos cardápios, enviou vendedores de frutas para bairros pobres e deu incentivos a pequenas lojas para venderem frutas e vegetais.

Defensores das campanhas de saúde pública afirmam que os Estados Unidos estão vivendo hoje uma epidemia de obesidade que custa ao país US$ 147 bilhões por ano em gastos com saúde. De acordo com as últimas estatísticas do governo americano, 32.2% dos americanos adultos e 17.1% das crianças já são clinicamente obesos.

Fonte BBC Brasil

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/10/091007_propagandaobesidadefn.shtml

Casos de anorexia entre idosas quase triplicam na Europa


Velho em asilo

Transtornos alimentares aumentaram junto com a expectativa de vida

Um estudo médico espanhol constatou que, em uma década, os casos de anorexia quase triplicaram entre a população europeia com mais de 65 anos.

O estudo apresentado no 9º Congresso Nacional de Organizações de Idosos da Espanha diz que o índice de mulheres europeias com mais de 60 anos com anorexia passou de 1,8% a 5% nos últimos 10 anos.

O aumento é similar ao da população adolescente. Os casos detectados de jovens entre 13 e 18 anos com anorexia e bulimia subiram de 2,4% para 7% na década.

"São transtornos próprios da civilização que vivemos e os idosos estão expostos às mesmas situações que outros grupos com bombardeios de publicidade e pressão social", disse à BBC Brasil a diretora da Unidade de Transtornos Alimentares do Hospital de Alicante, Taciana Valderde, uma das autoras do estudo.

"Cada vez há mais pessoas idosas socialmente ativas. A expectativa de vida aumentou e há uma melhora significativa da qualidade de vida, mas também vemos uma grande dificuldade de aceitação de certas limitações e da deterioração da aparência, o que dá origem a estes graves desajustes emocionais."

Pressão e solidão

Os especialistas espanhóis indicam várias razões para o problema entre idosos, entre elas a pressão social por se manter eternamente jovem dentro dos padrões de beleza impostos pela moda, a a solidão, o estresse e a tendência a sofrer doenças degenerativas.

A expectativa de vida aumentou e há uma melhora significativa da qualidade de vida, mas também vemos uma grande dificuldade de aceitação de certas limitações

Taciana Valderde, autora do estudo

Segundo o estudo distribuído a cinco mil especialistas no Congresso que se reúne esta semana em Sevilha, 70% das mulheres europeias com mais de 65 anos se sentem descontentes com seu aspecto físico e estariam dispostas a fazer sacrifícios para melhorar.

Este caminho pela melhoria física é entendido como uma tentativa de se voltar atrás no tempo e recuperar a beleza de décadas passada ou permanecer eternamente jovem.

Para os médicos, as frustrações produzem depressões que podem acabar em perda de apetite ou compulsão alimentar.

Quando vivem sozinhos, segundo os especialistas, a vulnerabilidade é maior. O falecimento do cônjuge, a distância dos filhos e o início dos processos degenerativos podem facilitar o surgimento de transtornos alimentares.

"Quando você abre a sua geladeira e só encontra um pedacinho de queijo e dois ovos, aí está aparecendo o problema”, disse à BBC Brasil a nutricionista Teresa Añón, diretora do Instituto de Medicina Avançada de Valencia e participante do congresso de Sevilha.

Homens

A nutricionista afirmou que tratar o transtorno alimentar dos mais velhos é mais difícil do que o dos jovens por causa das doenças associadas ao envelhecimento.

Segundo o estudo, o número de casos de transtornos alimentares entre as mulheres é maior do que nos homens, mas a diferença está diminuindo principalmente pelo aumento da incidência de casos entre homens gays.

Considerando as previsões demográficas da ONU que indicam que a Espanha será o país mais velho do mundo em 2050, o presidente da Confederação Espanhola de Organizações de Idosos e do Congresso de Sevilha, José Luis Méler, disse à BBC Brasil que "o mundo precisa de uma cultura de envelhecimento".

"Porque chegar a idades avançadas ativo e com saúde é um privilégio. Por isso o lema deste congresso é a 'arte de envelhecer'. Entendemos que viver a passagem do tempo de uma maneira positiva é uma ferramenta fundamental".

Alho pode mesmo ajudar a prevenir resfriado, diz pesquisa

Durante séculos o alho tem sido enaltecido não apenas por sua versatilidade na cozinha, mas também por seus poderes medicinais.

Seja qual for a razão, estudos parecem respaldar um efeito. Em um estudo duplo-cego, publicado em 2001, cientistas britânicos acompanharam 146 adultos saudáveis por 12 semanas, de novembro a fevereiro. Os que foram randomicamente selecionados para receber um suplemento diário de alho sofreram com 24 resfriados durante o período do estudo, em comparação a 65 resfriados no grupo do placebo. O grupo que consumiu alho enfrentou 111 dias de doença, contra 366 daqueles que receberam o placebo. Eles também se recuperaram mais rapidamente.

Além do odor, os estudos encontraram efeitos colaterais mínimos, como náusea e erupções na pele.

Uma possível explicação para esses benefícios é que um composto, chamado alicina, o principal componente biologicamente ativo do alho, bloqueia enzimas que têm um papel importante em infecções bacterianas e virais. Ou talvez as pessoas que consomem muito alho simplesmente repelem as outras - portanto, ficam longe de seus germes.

Em um relatório publicado este ano no "The Cochrane Database of Systematic Review", cientistas que examinaram o tema argumentaram que, embora a evidência seja boa para os poderes preventivos do alho, mais estudos são necessários.

Eles observaram que ainda não estava claro se consumir alho logo no início de um resfriado, em vez de algumas semanas antes, faria alguma diferença.

Conclusão: a pesquisa é limitada, mas sugere que o alho realmente ajuda a prevenir resfriados.

Fonte: Folha Online 22 / 10 / 2009

FDA e a FTC contra produtos naturais que evitam a gripe A

Para proteger os interesses comerciais dos fabricantes de vacinas, tanto a FDA e a FTC declararam guerra total contra quaisquer produtos que possam oferecer aos consumidores outras opções além de vacinas. Esta semana, a guerra contra os remédios naturais chegou ao Dr. Andrew Weil, que é talvez o mais conhecido médico de medicina alternativa nos Estados Unidos. Numa intimidante carta emitida pela FTC e FDA, esses órgãos do governo ameaçam o Dr. Weil com um processo criminal por fazer afirmações verdadeiras sobre a sua fórmula de reforçar o sistema imunitário, tais como o "Astragalus que é utilizado tradicionalmente para afastar resfriados(constipações) e gripes, e tem demonstrados efeitos antivirais e imuno- fortificantes com vasta investigação científica. "

Esta afirmação, apesar de cientificamente válida e verdadeira, é uma ameaça para os lucros da indústria de vacinas, e assim o Dr. Weil está sendo alvo da FTC / FDA.

Você pode ver as ameaças do FTC contra o Dr. Weil no próprio site do FTC:


Estas ameaças são assinados pelo temidos lideres de censura do FTC e FDA:


Mary K. Engle Associate Director, Division of Advertising Practices Federal Trade Commission e Roberta F. Wagner Director, Office of Compliance Center for Food Safety and Applied Nutrition Food and Drug Administration

O artigo completo em inglês encontra-se aqui


Tradução livre de Luis Guerreiro
quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Verdades sobre os germinados

Imunidade e a Gripe A

Imunidade e a Gripe A

Evite a gripe mantendo o seu sistema imunológico saudável. Saiba quais são os produtos mais benéficos para o seu grupo sanguíneo.




Imunidade e a Gripe A


Gripe das aves e gripe suína há muito que existiam. São vírus completamente distintos e bem definidos. Só em condições exageradíssimas passaram para os humanos mas sem retransmissão entre estes.

A natureza é pródiga em impedir a continuidade dos seres quando se juntam espécies diferentes. Será pura coincidência este casamento ter dado fruto nos homens, ou a natureza humana é maquiavélica?

Uma vez rasgadas todas as barreiras, só nos resta olhar para os escudos da nossa imunidade e cerrarmos fileiras a tão mortífero ataque da vida e da bolsa.

A vacinação só para o próximo ano. Quando já não for precisa, estará disponível para adultos, mas velhos e crianças a ver vamos…

Se cada dois portugueses necessitar de fazer uma análise, única forma para ver se está infectado, teremos somente vinte e quatro milhões de análises suplementares!

A fila para o bacalhau no tempo da última guerra mundial nem aos calcanhares chegará às que se irão verificar à porta dos hospitais, onde saudáveis e doentes irão misturar-se.

Como primeiro conselho não vá, telefone previamente.

Como naturólogo, parece dantesco aconselhar uma vacinação à gripe comum, todavia, mais vale um doente vivo que um morto saudável!

Para além desta terapia, use máscara e lenços de papel em locais públicos. Luvas descartáveis de polietileno, não só o protegem, como será um meio dissuasor de levar instintivamente as mãos à cara.

Ao entrar em casa deixe os sapatos à porta, sobretudo se tiver crianças, estas andam com as mãos no chão. O mesmo deveria ser obrigatório em infantários e escolas de tenra idade.

Evite constipar-se ou outra forma gripal vulgar, pois o seu organismo debilitar-se-á, ficando mais permeável à infecção da gripe A. Esta terá mais dificuldade em se instalar, se o sistema imunológico estiver em alta.

Faça uma alimentação extremamente saudável, evite diarreias ou prisão de ventre, é no intestino que o seu exército defensivo se arma. É no estômago, ao ingerir alimentos desadequados, que mata os seus soldados.

De uma forma grosseira, mas bastante aproximada, ao seguir as tabelas alimentares pelos grupos sanguíneos, poderá evitar muito do que lhe é nocivo.

Inicie a toma de suplementos, forma de manter o sistema imunológico capaz de o preparar para o frio que se avizinha e evite mudanças bruscas de temperatura, causadoras de muitas gripes e constipações.

Continua na página seguinte Produtos benéficos e comuns a todos os grupos sanguíneos:

Geleia Real, Mirtilo, Gengibre, Curcuma, S. Roberto, Maitake, Agáricus Silvestre, Reishi, Alho, Cebola, Corriola, Tomilho, Orégãos e Alecrim.


Produtos benéficos e com excepções nefastas a alguns grupos:

- Pau d' Arco – só benéfico ao "O" e "B". Nefasto ao "A"

- Aloés - só benéfico ao "A". Nefasto aos restantes.

- Equinácia - Muito benéfico "A","B" e "AB". Nesfasto ao "O".

- Propólis - Muito benéfico ao "A" e "O". Nefasto ao "B" e de risco ao "AB" com maior tendência de "B".

- Ginseng Coreano - Benéfico a todos os grupos, mas ao "O" pode provocar aumento de pressão arterial.

- Cavalinha remineralizante, poderosa a todos os grupos sanguíneos mas nefasta no "AB".

- Alcachofra - Grande poder depurativo hepático e renal no "O" e "A".
Contenção de utilização no "B" e prejudicial no "AB".

- Shitake - Só benéfico no "B". Prejudicial no "A", "AB" e "O".

Quando acabar de ler o que atrás foi descrito, mande um SMS a todos os seus amigos, aconselhando-os a adquirirem esta revista para lerem este artigo. Com esta atitude, impedirá certamente que muitos dos que lhe estão mais próximos possam contagiá-lo.

Por: Dr. Fernando Figueiredo

Cistite
Escrito por in Vida Actual
Segunda, 09 Fevereiro 2009 17:03
Cistite *Por: Tareixa Enríquez
Esta infecção urinária,
que afecta principalmente as mulheres,
pode ser controlada através de uma dieta
e higiene de
vida adequadas.


Esta é uma das infecções urinárias mais frequentes. Trata-se de uma inflamação da bexiga, produzida por uma bactéria, que afecta sobretudo as mulheres e que poderá, eventualmente, ser provocada pela contaminação de germes intestinais que passam do ânus para a bexiga, infiltrando-se, por via ascendente, pela uretra. Apesar de ser uma infecção benigna, de fácil resolução, deve ser tratada rápida e adequadamente, para evitar que evolua para crónica e passe para os rins. Como em qualquer infecção bacteriana, o mais indicado será consultar um médico, uma vez que poderá ser necessário um tratamento com antibióticos; no entanto, há uma série de medidas higiénicas e dietéticas que ajudarão a prevenir, e também a aliviar, os sintomas.

Causas

Os germes responsáveis pela cistite provêm na generalidade do tubo digestivo, onde vivem normalmente sem provocar infecção alguma. Mas quando se produz uma irritação no cólon, estes germes passam a barreira sanguínea e chegam à bexiga, onde proliferam e se tornam um verdadeiro problema.

A infecção pode produzir-se por contaminação, sendo esta facilitada pela anatomia feminina, visto que a uretra da mulher, que é o canal que faz a comunicação entre a bexiga e o exterior, é curta e larga (a uretra masculina é comprida e estreita) e desemboca muito perto do ânus. Deste modo, a contaminação é facilitada, podendo ser devida, inclusive, a manobras de higiene quotidiana mal efectuadas. Este é o mecanismo de infecção mais frequente.

Muitas vezes, a cistite pode ser provocada por problemas intestinais. Se a mucosa do cólon estiver irritada, por causa de uma colite ou diarreia, por exemplo, os colibacilos presentes no tubo digestivo podem passar para o sangue e chegar às vias urinárias, provocando a cistite. O abuso de laxantes também favorece a aparição desta doença.

Descubra

se tem cistite

Estes são os sintomas (nem sempre aparecem todos, nem ao mesmo tempo) que lhe permitirão suspeitar se sofre de cistite:

- sensação de ardor ao urinar;

- vontade frequente de urinar, e em pouca quantidade;

- urina com mau odor;

- dores na área abdominal baixa, na zona onde se situa a bexiga e/ou na parte inferior das costas;

- febre moderada;

- incómodo ou dores durante as relações sexuais;

- incontinência urinária;

- traços de sangue na urina, urina turva.

Recorrentes

A cistite pode ser um problema isolado na vida de uma mulher, mas as cistites recorrentes são as que aparecem mais do que quatro vezes por ano, representando cerca de 50% de todos os casos. Se sofre deste tipo de cistite, deve seguir à risca as medidas preventivas que recomendamos:

- beba água antes e depois do acto sexual;

- mantenha a zona anal o mais limpa possível, lavando-a com um sabonete neutro e secando-a bem;

- mude de método anticonceptivo para saber se os episódios de cistite diminuem;

- evite o stress;

- use pensos higiénicos em vez de tampões durante a mens-truação e troque-os com regularidade.

Cistite

da recém-casada

Costuma aparecer depois das primeiras relações sexuais devido ao facto de a retracção do hímen (membrana que separa a vagina da vulva) produzir um encolhimento local, a nível da vulva, o que favorece as infecções.

Algumas mulheres que têm relações sexuais esporádicas podem contrair cistite depois da relação porque durante o acto produz-se uma irritação na zona do orifício vaginal da uretra, o que facilita a subida dos germes até à bexiga.

Não

Açúcar e alimentos doces.

Espargos, espinafres, agriões, álcool, café, chocolate e carnes vermelhas.

Sim

Beba muita água, pelo menos 2 litros por dia.

Tome cerca de 450 gramas diários de sumo de arandos.

Coma muita fruta e legumes crus, em particular: cebola, alho--porro, maçã, citrinos e kiwi.

Evite a infecção renal

Enquanto que, devido à sua frequência, a cistite possa surgir como uma doença incómoda mas banal, o mais indicado será tratá-la desde os primeiros sintomas, uma vez que a infecção pode atingir os rins. As infecções renais que podem aparecer juntamente com a cistite apresentam sintomas como: dores na parte inferior das costas, febre, calafrios, dores de cabeça e, nem sempre, incómodo ao urinar.

Como prevenir?

Prefira o duche a um banho de imersão ou uma lavagem no bidé.

Não exagere com a higiene íntima. Lave-se apenas uma vez por dia, com água e um sabonete ácido, e sempre da frente para trás e não ao contrário.

Não retenha a urina durante muito tempo - vá à casa de banho sempre que tenha vontade.

Beba pelo menos oito copos de água por dia, de modo a produzir urina suficiente, o que assegura uma boa limpeza da be-xiga.

Tente urinar depois de cada relação sexual.

Utilize roupa interior de algodão e cuecas não muito apertadas.


Corre mais risco de sofre rde cistitese ....


Toma banho no mar ou na piscina e permanece com o fato de banho molhado.

Utiliza o jacuzzi com frequência.

Não se seca bem depois do banho.

Tem as defesas baixas, por causa de alguma doença.

Consome álcool em excesso.

Utiliza roupa interior de fibras sintéticas, que não facilitam a transpiração.

Usa roupa interior muito apertada.

Mantém relações sexuais pouco seguras, do ponto de vista da higiene.

Vive com muito stress.

Sofre de outro tipo de infecção ge-nital, como por exemplo, a vaginite.

Depois de utilizar o bidé, limpa-se de trás para a frente, e não ao contrário.

Está grávida.

Aumente

a sua imunidade

Se tem tendência a sofrer de cistite ou outras infecções urinárias, deve aumentar as suas defesas tomando:

Vitamina C + Bioflavonoides + zinco + vitamina A e beta-carotenos + equinácea + alho

Durante a crise

Durante a fase mais aguda da cistite, deve seguir os seguintes conselhos:

Beba um copo de água e, ao fim de 20 minutos, beba um copo de sumo de maçã, para reduzir o

ardor. Depois, beba mais um copo de água de 20 em 20 minutos, e um copo de sumo de maçã de hora a hora. No segundo dia, reduza a frequência com que bebe o sumo de maçã e no terceiro dia, deixe de bebê-lo.

Ao terceiro dia, comece a tomar as infusões aconselhadas.

Descanse, colocando uma manta eléctrica debaixo da zona lombar e outra entre as coxas.

De cada vez que urina, lave suavemente a zona genital com água morna à qual tenha acrescentado uma gota de óleo essencial de lavanda ou de tomilho, ou com uma tisana destas plantas. Seque-se com uma toalha limpa, sem se esfregar.

Aplique um cataplasma de argila quente no baixo ventre.

Não beba café nem álcool.

Beba sumo de arandos sem açúcar, e coma sopa de cebola ou de alho-porro e alho cru.

Plantas

contra a cistite

Uva ursina - esta planta é especialmente indicada para as infecções urinárias porque contém um

componente antiséptico chamado arbutina, que descongestiona a bexiga, tendo ainda um efeito diurético. Dose indicada: duas colheres de chá da planta esmagada por cada copo de infusão.

Tome três copos por dia.

Folhas de mirtilo e chá verde - contêm taninos e antocianinos, com propriedades desinfectantes.

Frutos de mirtilo, chamados arandos - beber sumo de arando é muito eficaz para o tratamento das infecções urinárias por-que, por um lado, acidifica a urina, e por outro, tem componentes que redu-zem a capacidade de aderência das bactérias na bexiga e na uretra. Mas para o sumo de arando ser eficaz, deve ser tomado sem açúcar.

Outras plantas úteis são a urze e a brecina, assim como outras plantas ricas em óleos essenciais como a segurelha, o zimbro, o eucalipto, o loureiro, o tomilho e a vara-dourada.


Argila - 25 indicações


foto artigo

Argila - 25 indicações

A argila é um dos mais poderosos ingredientes curativos da medicina natural. É um excelente antitóxico e remineralizante e possui um grande poder bactericida e desinfectante. Descubra como usá-la em cada caso.

Acne - Aplique uma cataplasma de argila verme-lha ou verde em toda a zona afectada (face, pescoço, costas...), durante 10-20 minutos. Depois, retire-a com abundante água morna.

Picadas de insectos - Aplique sobre a zona afectada uma cataplasma de argila vermelha ou verde e renove-a sempre que secar até que a dor desapareça.

Artrite e reumático - Para acalmar a dor nas articulações, utilize cataplasmas temperadas de argila vermelha ou verde, grandes e grossas. Aplicar nas zonas afectadas várias vezes ao dia de 30 a 60 minutos.

Astenia primaveril - Beba duas vezes por dia, antes das refeições, um copo de água com uma colher de argila branca em suspensão (mexa a água com a colher e beba rapidamente para ingerir só a argila que está em suspensão).

Beleza - A argila verde elimina as impurezas da pele, hidrata e normaliza a secreção sebácea, pelo que é ideal para os casos de acne ou de peles com tendência gordurosa. Devido ao seu poder antiséptico e bactericida, é um remédio eficaz contra todas as alterações da pele. Também possui um grande efeito rejuvenescedor.

Pode fazer máscaras faciais de 15 em 15 dias: Use argila verde se tiver a pele gordurosa, argila cinzenta se desejar um efeito purificante, argila branca se quiser um efeito cicatrizante e argila vermelha se quiser hidratar e prevenir o envelhecimento.

Bronquite - Aplique uma vez por dia uma cataplasma temperada de argila vermelha ou verde, de dois centímetros de grossura sobre o peito e as costas. No primeiro dia mantenha a cataplasma 10 minutos e depois vá aumentando gradualmente até chegar aos 30 minutos. Continue o tratamento durante uma semana.

Diarreia - Beba, duas ou três vezes por dia, um copo de água com uma colher de argila branca.

Dentes e gengivas - Contra as inflamações nas gengivas aplique uma cataplasma de argila vermelha ou verde na zona da face perto da inflamação e repita a aplicação cada vez que a argila secar. Contra as aftas, piorreia e gengivite, faça bochechos diárias com água com argila branca.

Dor cervical - Aplique duas vezes por dia cataplasmas frios e grossos de argila vermelha ou verde, que cubram desde a nuca até aos ombros. Deixe que actuem hora e meia.

Furúnculos - Como são acumulações de pus, só se curam mais depressa se se aplicar uma cataplasma de argila muito espessa e grossa (cerca de dois centímetros) duas vezes por dia.

No princípio, quando está em plena erupção, deixe a cataplasma colocada durante a noite. É normal que o furúnculo piore, ao princípio, para logo rebentar e acabar por secar. Convém que continue a colocar cataplasmas, inclusivamente quando se fechar a ferida, para que cicatrize bem. Nesta fase, basta uma cataplasma diária.

Distensão muscular - Aplique uma cataplasma de argila verde ou vermelha na zona afectada, durante duas horas, duas vezes por dia.

Gastrite, úlceras e outros problemas estomacais - Antes das refeições tome um copo de água com uma colher de argila branca.

Dor de garganta (anginas, faringite, amigdalite, laringite) - Logo ao primeiro sintoma, aplique directamente sobre o pescoço, cataplasmas frios de argila vermelha ou verde de dois centímetros de espessura.

Renove-os constantemente, sempre que aquecerem, e deixe uma colocada durante a noite. Quando os sintomas começarem a desaparecer, aplique uma cataplasma por dia até o problema desaparecer.

Eczema - Coloque sobre a parte afectada uma compressa de pouca espessura ou uma ligadura e retire-a quando estiver seca. Se sentir ardores, pulverize a zona com argila branca.

Entorses e torceduras - Aplique uma cataplasma de argila verme-lha sobre a zona quente e mude quando aquecer.

Repita a operação até que a infecção passe e a dor acalme. Depois aplique emplastros em cada duas ou três horas.

Gripe e febre - Aplique cataplasmas frias e espessas de argila no baixo ventre e na nuca e mude-as sempre que aquecerem durante as primeiras quatro horas.

A Argila

Que contém

Silício - 49,10%
Alumínio - 14,61%
Sesquióxido de ferro - 5,65%
Cálcio - 4,44%
Magnésio - 4,24%
Óxidos alcalinos - 3,08%
Humidade. - 7,40%



Como actua

- Em aplicações externas e internas, a argila é anti-séptica e bactericida, pelo que impede o desenvolvimento de gérmens e absorve os maus odores.

- Atrai a si mesma todos os tóxicos.

- Ao possuir um potente efeito regenerador e cicatrizante favorece a criação de novos tecidos.

- Protege o organismo do excesso de radiações (raios X, cobaltoterapia) e equilibra-o quando lhe falta radioactividade natural.

- É analgésica e refrescante, e por ser desinflamatória, recomenda-se para os casos de golpes, extracções dentais e infecções.

- Actua sobre os sistemas ósseo, vascular e respiratório, e a sua acção nas fibras elásticas é primordial, assim como sobre os tendões, pele e sobre o tecido conjuntivo que envolve os músculos e outras estruturas corporais.

Por via interna

No percurso ao longo do tubo digestivo, a argila dá força e vitalidade a todo o organismo. As pequenas partículas da argila estimulam as mucosas, activando, ao mesmo tempo, as funções digestivas.

Oferece ao organismo de forma assimilável todos os sais mi-nerais de que necessita (cálcio, ferro, magnésio, silício, potássio...). Por outro lado, absorve todas as toxinas, venenos, bactérias, gases, fermentações e a acidez que existe no organismo afectado.

Indicada: A argila por via interna está indicada principalmente para todas as afecções do trato digestivo como por exemplo, gastrite, úlcera gástrica e duodenal, diferentes tipos de colite, diarreias agudas e crónicas, intoxicações alimentares...).

Do mesmo modo, a gota, arterioesclerose, diabetes e doenças de pele, do sangue, fígado, bílis e rins melhoram se forem tratadas com argila de uso interno.

Contra-indicada: Para as pessoas que sofrem de oclusão intestinal e também para as que têm propensão a sofrer deste problema.

Como se toma: Diluída em água fria e bebida sempre antes ou um pouco depois das refeições. A dose diária, em geral, é de uma colher para os adultos e meia colher para as crianças com menos de dez anos. A água mexe-se rapidamente com uma colher de pau e toma-se imediatamente.

Tipo de argila: Quando se usa por via interna, é preferível utilizar a argila branca, embora também se possa usar a verde e a vermelha se tivermos garantia sobre a sua total higiene.

Feridas - Depois de lavar bem a ferida com água e sabão, polvilhe-a com argila branca e aplique-lhe um emplastro de argila vermelha ou verde e tape-a.

Retire o emplastro ao fim de duas horas, lave bem a ferida de novo e volte a borrifá-la com argila branca. Deixe-a destapada e repita a operação duas vezes por dia.

Hemorróidas - Aplique, duas vezes por dia, cataplasmas frios de argila vermelha ou verde sobre as hemorróidas durante uma hora. Também pode tomar um banho de argila.

Herpes - Podem melhorar rapidamente se logo que aparecerem se aplicarem emplastros de argila fria, que devem renovar-se cada meia hora durante duas horas. Depois, duas vezes por dia, aplica-se uma cataplasma que se mantém durante duas horas. Enquanto não se usar a cataplasma, pode aplicar-se pó de argila branca sobre a herpes.

Intoxicação alimentar - Logo aos primeiros sintomas há que tomar, durante as primeiras 24 horas, água com argila branca diluída (uma colher por cada copo de água). Se a intoxicação vier acompanhada de urticária, pode polvilhar-se o corpo com argila branca.

Conjuntivite, pálpebras inchadas - Aplique durante uma hora, duas vezes por dia, gases molhadas em água com argila branca sobre os olhos fechados, que serão renovadas em cada 15 minutos.

Otite - Desaparece rapidamente se aplicarmos, em redor das orelhas e sobre a nuca, cataplasmas frios de argila, que devem renovar-se sempre que aquecerem.

Queimaduras - Lavar a zona e colocar sobre a queimadura um emplastro frio de argila, que se muda quando aquece.

Repetir a operação até a dor desaparecer, e aplicar então um ou dois cataplasmas por dia, mantendo-os durante uma hora. Se a zona a tratar for muito grande também se pode recorrer ao banho morno de argila.

Transpiração - Para evitar o excesso de transpiração polvilhar as axilas e os pés com argila branca ou verde.

Lavar os pés com água com argila vermelha ou verde ajudará a li-bertar a pouco a pouco o mau odor dos pés.

Às pessoas com problemas graves de transpiração fará bem tomar um banho de argila de dez minutos, uma vez por semana.

Varizes - Melhoram muito se se aplicar um emplastro de argila pouco espessa em toda a perna, à frente e atrás, e se deixar actuar meia hora. Mudar se secar antes.

Em época de crise, como quando faz calor, pode aplicar-se este emplastro todos os dias; para prevenir o problema recomenda-se que o faça duas vezes por semana. Os banhos de argila também são recomendáveis.

Cataplasma - Para fazer a mistura use um recipiente de barro, cristal ou madeira, nunca de metal nem de plástico. E para remover utilize uma colher de madeira.

Deite a argila vermelha ou verde num recipiente e junte, a pouco e pouco, água (sem cloro). Aguarde que a argila absorva a água e mexa até conseguir uma pasta.

Aplique a pasta de argila sobrepondo camadas até alcançar a espessura adequada e tape-a com um pano de algodão e com algo que abafe para que seque o mais rapidamente possível. Quando secar ou se tenha cumprido o tempo recomendado, retire a cataplasma com água.

- Nas inflamações superficiais agudas como picadas, golpes, feridas ou queimaduras, a argila actua pelo frio e perde a sua acção descongestionante à medida que vai aquecendo, por isso é conveniente mudá-la por argila nova e fresca.

- Nas inflamações agudas muda-se a argila sempre que aquece demasiado, hora a hora aproximadamente. Sem dúvida, que a argila colocada sobre o ventre é mais eficaz à medida que aquece com o calor doentio que extrai do interior, por isso deve-se mudar sempre que está seca.

Invólucro - Dilui-se a argila em água abundante e fervida, fria ou quente, ou numa infusão adequada para cada caso. A água deve ficar lodosa. Depois introduzem-se as ligaduras ou telas e cobre-se com elas a parte a tratar. Esta forma de aplicação é boa para o tratamento de queimaduras, celulite, eczemas...

Banho de argila - Junta-se a água morna argila vermelha ou verde até ficar lodosa (cerca de nove colheres de argila por meia banheira). Introduz-se o corpo inteiro ou a parte a tratar na água e permanece-se assim durante o tempo recomendado para cada caso. Este tipo de aplicação resulta no caso das varizes, dor de costas, dermatites e outros problemas de pele.

por: Tareixa Enríquez

    Probióticos e Prebióticos

    Dieta probiótica

    Para perder peso e ganhar defesas

    Uma dieta rica em probióticos e prebióticos ajuda a reequilibrar o organismo, favorece a regulação das funções intestinais e reforça as defesas. Se é medida em calorias e equilibrada em nutrientes, ajudará a emagrecer quase sem se dar conta.

    Os probióticos (do termo grego "pela vida") são microorganismos vivos que, quando administrados em doses adequadas, asseguram benefícios para o hospedeiro (o nosso corpo).

    Tratam-se então de bactérias inócuas que têm um efeito positivo sobre a saúde porque contribuem para o equilíbrio da flora intestinal. Os probióticos desenvolvem ainda uma acção imunoestimulante, preparando o organismo para enfrentar as doenças.


    O que fazem por si

    Os probióticos têm um efeito geral sobre a regulação intestinal e sobre os processos digestivos.

    Fortalecem a mucosa do intestino, tornando-a menos vulnerável aos ataques dos microorganismos nocivos.

    Permitem uma recuperação mais rápida das infecções gastrointestinais de origem viral e previnem os episódios de excessiva motalidade intestinal ou obstipação. Diminuem as crises asmáticas nas pessoas predispostas para tal, e favorecem o equilíbrio da flora vaginal, fundamental para a saúde íntima das mulheres.

    Que alimentos são probióticos?

    Os probióticos encontram-se na forma de açucares, leites fermentados e iogurte. Os probióticos mais usados são os lactobacilos e alguns tipos de estreptococos.

    O iogurte e os outros leites fermentados são os alimentos probióticos por excelência e devem o seu valor nutritivo à presença de fermentos lácteos (Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus), que se mantêm vivos durante todo o período de conservação dos alimentos se estes estão no frigorifico.


    E também prebióticos

    Para potenciar a acção dos probióticos são necessários também os prebióticos, ou seja, os alimentos que contêm fibra solúvel do tipo fructo-oligosacáridos, galactosacáridos, inulina, lactulosa e lacticol. Tratam-se de substâncias não digeríveis que ajudam a aumentar o número de bifidobactérias intestinais.


    Vantagens dos prebióticos

    São substâncias que preparam um terreno favorável para a acção dos probióticos.

    A acção combinada, em sinergia, dos probióticos e dos prebióticos aumenta o efeito positivo sobre a microflora intestinal. Por este motivo, acrescentam-se oligosacáridos a alguns fermentos lácteos e ao iogurte.

    Facilitam a absorção do cálcio e outros minerais, como o magnésio e o ferro, melhorando a densidade óssea e prevenindo a osteoporose.

    Melhoram o perfil lípidico, favorecendo o metabolismo do fígado e reduzindo os níveis altos de triglicéridos.

    Estimulam o sistema imunitário, ajudam a regular o transito intestinal e contribuem para o bem-estar da pele.

    Os prebióticos são fermentados pelas bactérias boas que povoam a nossa flora intestinal, provocando um efeito bifidogénico, de protecção contra as bactérias más.

    A sua dispensa prebiótica

    São alimentos prebióticos os que contêm muita fibra solúvel e em especial os que têm inulina e fructooligosacáridos:

    Alho
    Alcachofra
    Alfafa
    Algas
    Cebola
    Flocos e farelo de aveia
    Espargos
    Bananas e fruta em geral
    Alho-porro
    Raiz de chicória
    Beterraba
    Sementes de linho
    Tomate
    Trigo

    Por: Tareixa Enríquez

    As virtudes das uvas


    foto artigo



    Estamos na época das uvas e não podíamos deixar de falar delas. Nesta altura, são mais ricas, mais saudáveis e mais terapêuticas.

    São uma das frutas mais suculentas e saborosas, mas também as mais terapêuticas, graças ao resveratrol que contêm, uma substância altamente antioxidante (que se encontra mais concentrada na pele das uvas pretas e vermelhas), de acção antifúngica, que previne a ocorrência de fungos e infecções, melhora a digestão, cuida da saúde do coração e protege contra o cancro.

    Propriedades medicinais

    São ricas em hidratos de carbono de fácil assimilação, como a glucose, a frutose, a sacarose, a dextrose e a levulose. Destaca-se o seu conteúdo em ácido fólico, que fortalece o sistema imunitário, e em vitamina B6, que favorece o metabolismo das proteínas.

    Além disso, contêm ferro, betacotenos, vitamina C e flavonoides (miricetina, quercitina e antocianósidos, pigmentos naturais que dão a cor à fruta e que, entre outras coisas, favorecem a circulação).

    As uvas contêm ainda pterostilbene, uma substância muito semelhante ao resveratrol, que ajuda a reduzir o colesterol e possibilita a regulação da glucose no sangue, podendo combater a diabetes tipo 2.

    Preta ou branca

    A uva preta possui mais resveratrol que as outras variedades e maiores concentrações de potássio (que estimula o impulso nervoso e favorece um bom funcionamento muscular).

    A uva branca é mais rica em magnésio (que potencia o sistema nervoso) e cálcio (que fortalece os ossos e os dentes).

    Indicadas para...

    Depurar o fígado.

    Fortalecer o sistema imunitário antes do Inverno.

    Fazer jejuns terapêuticos, comendo apenas uvas, um ou dois dias por semana.

    Tratamentos de artrite, reumatismo e gota.

    Melhorar a circulação e purificar o sangue.

    Regenerar a flora intestinal e prevenir a obstipação.

    Evitar a fadiga, o cansaço e o stress físico e mental, e recuperar a energia rapidamente.

    Longevidade e saúde: o Goji



    O mais nutritivo e mais poderoso alimento antioxidante conhecido pelo homem. Um super-alimento milagroso que nos chega do tecto do mundo.

    É uma verdadeira loucura a procura que se verifica, desde há um par de anos, nos EUA e no Canadá de um pequeno fruto oriundo dos Himalaias e para a qual contribuiu certamente o facto de famosos como Oprah Winfrey, Madona, Steven Seagal e outros o consumirem regularmente, como parte dos seus programas anti-envelhecimento, e o recomendarem.

    Essa febre chegou entretanto à Europa, onde a procura dessas pequenas bagas é já frenética, quer pelas importantes promessas que consigo trazem quer devido à sua própria escassez. Mas afinal qual é o se-gredo que há mais de 3000 anos encerram esses atractivos frutos de um vermelho coração?

    O que é o Goji?

    O Goji dá pelo nome científico de Lycium barbarum L., pertence à família das solanáceas e é oriundo dos Himalaias, pelo menos as bagas autênticas,(I) onde é colhido de Julho a Setembro.

    Tem a aparência de um pequeno tomate-morango, de cor vermelho vivo e, segundo a tradição tibetana, é extremamente sensível e delicado pelo que não deve ser tocado pela mão humana, pois, quando isso acontece, transforma a sua cor vermelho-vivo numa outra cor mais escura, quase negra, e perde qualidades.

    Daí que a sua colheita se faça sacudindo os ramos do Goji e recolhendo o fruto em malhas de bambú, sendo de seguida as bagas transportadas, lavadas e postas a secar à sombra e posteriormente envasadas, isso sim, sem nunca serem tocadas pela mão humana.

    O seu sabor único é uma mistura entre noz-suave, tomate-morango frutado, amoras e cerejas, libertando um particular aroma à fresca fragrância de nozes tostadas.

    Porque é que as bagas de goji têm despertado um interesse tão avassalador nos consumidores ocidentais e na comunidade científica?

    Além da sua milenar reputação na Ásia, e em concreto no Tibete, na China e na Índia, de extraordinária planta medicinal, (II) o Goji despertou, também, o interesse da ciência ocidental pela sua riqueza nutritiva e antioxidante que deixa a milhas de distância os outros alimentos conhecidos (III).

    Na verdade, de acordo com o que esses estudos apontam, as bagas de Goji são talvez a fruta de maior riqueza nutritiva conhecida.

    Há que no entanto referir que essa riqueza se encontra no fruto, que foi aquele que foi estudado, e não nalguns dos sumos comercializados. Essa riqueza nutritiva traduz-se em:

    Proteínas

    Contém 18 tipos de aminoácidos (13gr por cada 100gr de fruto seco, isto é, seis vezes superior ao pólen da abelha e com mais proteína que a generalidade dos cereais integrais), incluindo todos os 8 aminoácidos essenciais, tais como a isoleucina e o triptofano.

    Minerais

    As bagas de Goji contêm também mais de 21 oligoelementos, incluindo o zinco, o ferro, o cobre, o cálcio, o germânio (mineral anti-cancerígeno), o selénio e o fósforo.

    Antioxidantes e Vitaminas

    As bagas de Goji estão entre as mais elevadas fontes de carotenóides de todos os alimentos ou plantas comuns conhecidos na Terra. Contêm o espectro completo de carotenóides antioxidantes, incluindo o betacaroteno (me-lhor fonte do que a cenoura), a zeaxantina e a luteína (os grandes protectores da vista).

    As bagas de Goji contêm 500 vezes a quantidade de vitamina C das laranjas, fazendo com que seja uma das fontes de vitamina C mais rica da Terra. São ricas, ainda, em vitaminas B1, B2, B6 e vitamina E.

    Os gojis maduros contêm betasisterol (um agente anti-inflamatório, baixa o colesterol, trata a impotência sexual e também ajuda no tratamento da hipertensão), sesquiterpenóides como a ciperona (regula a tensão arterial, alivia o desconforto menstrual, é usada no tratamento do cancro do colo do útero) e a solavetivona (que contém propriedades anti-bacterianas e anti-fúngicas), os tetraterpenóides e a betaína (úteis para melhorar o funcionamento do fígado, promovendo a digestão, e reputadas substâncias para promover a memória e proteger o ADN) e a fisalina (subs-tância activa contra todos os tipos de leucemia).

    As bagas de Goji contêm, também, uma excelente riqueza em fibra através da presença de polissacarídeos de elevada densidade que for-talecem e apoiam um sistema imunitário saudável. Os polissacarídeos são longas cadeias de moléculas de açúcar que alimentam os macrófagos (grandes glóbulos brancos) na parede dos intestinos.

    Um polissacarídeo encontrado nas bagas de goji, demonstrou-se ser um poderoso estimulante da secreção da rejuvenescedora hormona do crescimento.

    As bagas de Goji (Goji Berries, em inglês) foram avaliadas como o alimento com a capacidade antioxidante mais elevada na escala da ORAC (Oxygen Radical Absorvance Capacity), espantosamente, com 3.472 unidades ORAC.

    Ómegas 3 e 6

    As bagas de goji são também muito ricas em ácidos gordos essenciais, vulgarmente denominados ómegas saudáveis, e que são requeridos pelo corpo para a produção de hormonas e promovem o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso.
    Quais são os benefícios das bagas de goji?

    Os seus mentores (V) , e são cada dia mais, encontram propriedades raras e únicas entre os alimentos conhecidos, a este verdadeiro "alimento milagre" tibetano, entre as quais:

    - Protege o corpo do envelhecimento e aumenta a longevidade (conhecido como a fruta da longevidade entre os Tibetanos e em particular os Hunzas que são tidos por serem o povo mais são e feliz da terra, (VI) com longevidades de até 140 anos).

    - Promoção da energia e bem-estar em geral

    - Fortifica e mantém um sistema imunitário saudável

    - Defende de e luta contra vários tipos de cancro

    - Combate a inflamação e a artrite

    - Baixa o colesterol

    - Equilibra os níveis de pressão do sangue

    - Reduz os níveis de glicose no sangue

    - Melhora as cataratas, a visão turva e a audição

    - Fortalece e suporta a função saudável do fígado e dos rins

    - Fortalece os ossos e os tendões

    - Mantém um sistema nervoso saudável

    - Protege a pele dos danos causados pelo sol

    - Combate a formação de celulite (daí algumas pessoas, como o Dr. Howard Murad, um conceituado dermatologista, lhe chamarem "o assassino da celulite").

    - Ajuda na perda de peso

    - Promove a felicidade (diz-se que "um pu-nhado pela manhã fará com que se sinta feliz para o resto do dia")

    - Aumenta a líbido e o desempenho sexual (conhecido no Oriente como o viagra natural)

    - Promove a fertilidade

    O que nos diz, para já, a ciência sobre as Bagas de Goji?

    De realçar a utilidade dos polissacarídeos presentes no Goji, que se têm mostrado pro-metedores para o tratamento de vários tipos de cancro (renal, melanoma, colonrectal, pulmão, nasofaringe, hidrotorax) em conjugação com LAK/IL-2, bem como a sua utilidade, também, no retardar do envelhecimento e no glaucoma .

    (VII) No entanto, convém sublinhar que alguns destes estudos sobre os benefícios destas super poderosas bagas foram, para já, apenas levados a cabo in vitro ou em ratos (VIII) e não em humanos.
    Notas e bibliografia

    (I) A preocupação com a origem e a qualidade da sua produção, processamento e distribuição levou a uma curiosa união entre o governo tibetano, o Colégio de Médicos Tibetanos e a companhia distribuidora australiana Tibet Authentic, por forma a garantir a sua autenticidade.

    (II) O Ben Cao Gang Mu de Li Shi-Zhen, datado do séc. XVI, é o tratado mais célebre e extenso de fitoterapia chinesa, alguma vez le-vado a cabo por uma só pessoa. Aí podemos ler que "o consumo quotidiano do Goji pode regular o fluxo de energia vital e fortalecer a mente, sendo factor de longevidade" e enumeram-se os usos tradicionais do Goji na Medicina Tradicional Chinesa e na Tibetana (esta última segundo se crê, o berço daquela): artrite, degeneração macular, diabetes, disfunção sexual em ambos os sexos, dores, doenças hepáticas, febre, hipertensão, infertilidade, insónia, irritabilidade, má circulação (pernas cansadas), produção de sangue (glóbulos vermelhos e plaquetas), produção de glóbulos brancos, suores espontâneos, tosse, tuberculose, vertigem, zumbidos nos ouvidos.

    (III) Gross, P.M., Zhang, X., Zhang, R.: Wolfberry: Nature´s Bounty of Nutrition & Health, Charleston, South Caroline, BookSurge Publishing, 2006. Young, G., Lawrence, R., schreuder, M.: Discovery of the Ultimate Superfood: How the Nigxia Wolfberry and Four Other Foods Help Combat Heart Disease, Cancer, Chronic Fatigue, Depression, Diabets and More, Orem, Utah, Essential SciencePublishing, 2005.

    (IV) A escala de ORAC é um teste estandar-dizado, usado pelo departamento da agricultura dos EUA, para medir os níveis totais de antio-xidantes dos alimentos. ORAC significa Oxygen Radical Absorbance Capacity, ou seja, "Capacidade de Absorção dos Radicais de Oxigénio", e a medida é expressa em "unidades ORAC por 100g" de um certo alimento.

    (V) Entre os quais se destaca o tão famoso, quanto polémico, nutricionista e farmacêutico Earl Mindell. Vide Mindell, E.: The Himalayan Health Secret, Momentum Media, Dallas, 2005.

    (VI) Hoffman, J.M.: Hunza, Secrets Of The World's Healthiest And Oldest Living People, New Jersey, New Win Publishing, 1968.

    (VII) Cao, G.W., Yang, W.G., Du, P.: Observation of the effects of LAK/IL-2 therapy combining with Lycium barbarum polysaccharides in the treatment of 75 cancer patients, Zhonghua Zhong Liu Za Zhi. 1994 Nov;16(6):428-31. Xin, Y.F., Zhou, G.L., Deng, Z.Y., Chen, Y.X., Wu, Y.G., Xu, P.S., Xuan, Y.X.: Protective effect of Lycium barbarum on doxorubicin-induced cardiotoxicity. Phytother Res. 2007 Jul 11.

    (VIII) Zhu, J., Zhao, L.H., Zhao, X.P., Chen, Z.: Lycium barbarum polysaccharides regulate phenotypic and functional maturation of murine dendritic cells, Cell Biol Int. 2007 Jun;31(6):615-9. Li, X.M., Ma, Y.L., Liu, X.J.: Effect of the Lycium barbarum polysaccharides on age-related oxidative stress in aged mice, J Ethnopharmacol. 2007 May 22;111(3):504-11. Chan, H.C., Chang, R.C., Koon-Ching, Ip, A., Chiu, K., Yuen, W.H., Zee, S.Y., So, K.F.: Neuroprotective effects of Lycium barbarum Lynn on protecting retinal ganglion cells in an ocular hypertension model of glaucoma, Exp Neurol. 2007 Jan;203(1):269-73.

    Por: Dr. António Marcos Ph.D.

    Docente Universitário ( www.drmarcos.net) , Presidente do Instituto Português de Naturologia (www.ipnaturologia.com) e da Sociedade Portuguesa de Nutrição Ortomolecular e Director da Dr. Marcos Blood Diet Clínic (www.fozvital.com)

    Pode encontrar este artigo em:
    SAPO SAUDE