Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Máquinas atingem nível humano em 2029

Para pensar...

As máquinas vão atingir o nível humano de inteligência artificial em 2029, prevê um inventor americano.

A humanidade está à beira de avanços que mostrarão minúsculos robots implantados no cérebro de pessoas para as tornar mais inteligentes, diz Ray Kurzweil.

Este engenheiro americano acredita que máquinas e humanos se irão, eventualmente, fundir, através da implantação de dispositivos no corpo que melhorem a inteligência e a saúde.

"É realmente parte da nossa civilização", diz Kurzweil. "Mas não será uma invasão de máquinas inteligentes extraterrestres para nos destronar."

As máquinas já fazem centenas de coisas que os humanos costumavam fazer, com o nível de inteligência humano ou superior, em muitas áreas, continua ele.

"Eu defendo o cenário em que iremos ter tanto o hardware como software a atingir o nível de inteligência artificial com as vastas subtilezas da inteligência humana, incluindo a inteligência emocional, até 2029", diz ele.

"Já somos, actualmente, uma civilização mista Homem/máquina, utilizamos a nossa tecnologia para expandir os nosso horizontes físicos e mentais e esta situação não será mais que uma extensão disso."

Os humanos e as máquinas eventualmente ir-se-ão fundir, através de dispositivos incluídos nos corpos das pessoas de forma a mantê-las saudáveis e a estimular a sua inteligência, prevê Kurzweil.

"Vamos ter nanorobots inteligentes a penetrar nos nossos cérebros através dos capilares sanguíneos e a interagir directamente com os nossos neurónios."

Os nanorobots, diz ele, irão "tornar-nos mais inteligentes, capazes de nos lembrarmos das coisas melhor e a passar automaticamente para ambientes de realidade virtual através do sistema nervoso".

Kurzweil é um dos 18 pensadores mais influentes escolhidos para identificar os grandes desafios tecnológicos que a humanidade enfrenta no século XXI pela National Academy of Engineering dos Estados Unidos.

Os peritos incluem figuras tão importantes como o fundador do motor de busca da internet Google, Larry Page, ou o pioneiro do estudo do genoma, Craig Venter.

Os catorze 14 desafios mais importantes que a humanidade enfrenta actualmente foram anunciados no encontro anual da American Association for the Advancement of Science que decorre em Boston e vai terminar hoje, segunda-feira.

Desafios que a Humanidade enfrenta actualmente:

  • tornar a energia solar económica;

  • obter energia a partir da fusão nuclear;

  • desenvolver o sequestro de carbono;

  • gerir o ciclo do azoto;

  • fornecer água limpa;

  • reverter danos cerebrais;

  • impedir o terror nuclear;

  • tornar seguro o ciberespaço;

  • realçar a realidade virtual;

  • melhorar as infrastruturas urbanas;

  • novas terapias;

  • informática da saúde;

  • melhorar o ensino personalizado;

  • explorar as fronteiras naturais.


1 comentários:

Antonioni disse...

Tenho duvidas que a civilização, da forma que está, chegue a 2029.

Se chegar não terá tantas disponibilidades tecnologicas para deswenvolver mais tecnologia. Talves estejamos, em 2029, em bunkers.
São suposições.
Como são suposições as afirmações pereptorias deste cientista.