Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de junho de 2007

O leite como causador de sinusite

Causas da sinusite e como tratá-la

por Gilberto Coutinho


Inflamação da mucosa que reveste os seios da face, de evolução crônica ou aguda, purulenta ou não e, às vezes, associada a uma afecção inflamatória do osso do maxilar superior de origem dentária.

A infecção viral das vias respiratórias superiores, o resfriado comum, é o fator que mais predispõe à sinusite bacteriana aguda. Já as manifestações alérgicas, normalmente, precedem o resfriado.

Na sinusite crônica, existe um fundo alérgico e em 25% das sinusites maxilares crônicas há infecção dental subjacente.

Na fase aguda, há manifestação de dor, cefaléia (dor de cabeça), pontos dolorosos, fluxo nasal purulento (geralmente, unilateral).

Nos últimos anos, têm aumentado as evidências sobre os efeitos do leite e de seus derivados sobre o organismo humano sensível ou alérgico.
O leite contém diversos componentes em quantidades desproporcionais para o homem, como a lactoalbumina (proteína do leite) e inúmeros alérgenos (substâncias capazes de provocar uma reação alérgica).
O excesso de albumina, de mucopolissacarídeos e de outros compostos mucóides (que se parecem com o muco) fazem do leite um dos produtos mais mucogênicos (formadores de mucos), capaz de aumentar as secreções das mucosas.

Os mucopolissacarídeos são longas cadeias de moléculas de açúcar usadas na construção dos tecidos do corpo, que dão consistência à água para unir as células e lubrificar as articulações. "Muco" refere-se à consistência gelatinosa das moléculas; "poli", significa muitos; e "sacarídeo", termo genérico para molécula de açúcar.

Terapêutica

Somente se deve fazer uso de remédios e medicamentos sob a orientação e a prescrição terapêuticas. Deve-se combater a automedicação.

Num quadro agudo de sinusite, a terapêutica tem por objetivo drenar as vias respiratórias superiores e combater a infecção aguda.

Se a sinusite é crônica e encontra-se associada à alergia, o controle de longo prazo depende da eliminação dos alérgenos alimentares, do ar e da correção do problema subjacente que permitiu que a alergia se desenvolvesse.

Durante a fase aguda, devem-se eliminar os alérgenos alimentares comuns (leite, trigo, ovos, cítricos, milho e pasta de amendoim).

Na rinite alérgica, as aplicações locais de calor são efetivas para aliviar os sintomas de curto e longo prazos.

Medidas gerais em uma infecção aguda: repouso (melhor no leito); ingerir grandes quantidades de líquido (de preferência sucos vegetais diluídos, sopas e chás de ervas); limitar o consumo de açúcar (inclusive o das frutas) para menos de 50 gramas por dia e eliminar os alérgenos alimentares.

Remédios botânicos: Hydrastis canadensis (o mais efetivo no combate das infecções sinusais bacterianas agudas; Echinacea purpurea (Equinácea); Uncaria tomentosa (Unha-de-Gato); e Trigonella foenum-graecum (Feno-grego).

Suplementação nutricional: Cálcio, Cobre, Complexo B, Magnésio, Beta-caroteno, Vitamina B12, Vitamina C, Vitamina D, Vitamina E, Zinco, Bromelaína (enzima extraída mais comumente do abacaxi) e Papaína (enzima extraída do látex do mamão).

Gilberto Coutinho Rodrigues é:
Naturopata e Acupunturista com formação em "Medicina Tradicional Indiana (Ayurveda)", em "Yogaterapia" pela "World University Roundtable" - Arizona, USA, em "Massoterapia Indiana Ayurveda", em "Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura" (Membro da "Associação de Medicina Chinesa e Acupuntura do Brasil" - SP, em "Massoterapia Chinesa'.

FONTE: http://www1.uol.com.br/vyaestelar/sinusite.htm

1 comentários:

Eva disse...

Eu fiquei muito satisfeita com as informações.Estou rinosinosite,moro em Curitibá uma cidade fria e úmida com isso já tenho a sinusite crônica,e estou com gastrite medicamentosa pelo infeçção repetitivas e a necessidade dos antiflamatórios e antibióticos.
Vou eliminar todos esses alimentos,descrito e substitui-los por outros que não me trazem alergias.Assim,que sentir mudanças,farei contatos novamente.Muito obrigada pela orientação.
Evita