NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sábado, 17 de setembro de 2011

40 anos Greenpeace !!!

BIODANZA em ALMADA com FILIPA SARAMAGO!!


O meu coração pulsa Amor e o meu corpo vibra Luz quando me conecto com a Dança do Cosmos e me transcendo! Renasço e Vivo a Potência da minha AlmIdentidade! Quero partilhar a vida a Dançar com quem se quiser juntar!

1ª Sessão dia 12 de Outubro, no Ginásio da Escola Secundária Cacilhas-Tejo às 20h.
Inscrições: 912447865 / biodanzafilipasaramago@sapo.pt


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Sementes de cânhamo, proteínas vegetais ideais


As sementes de cânhamo serão talvez as melhores proteínas vegetais que existe mas é preciso redescobri-las pois caíram em desuso actualmente.

Porque o uso do cânhamo quase desapareceu?

O governo dos Estados Unidos proibiu o cultivo de cânhamo à cerca de 60 anos pois era um forte competidor contra o algodão ali produzido. O mesmo foi tentado, difamando o azeite de oliveira, de forma a tentar introduzir o azeite de girassol na Europa.
É certo que algumas variedades são ricas em THC e têm componentes psicótrópicas, mas é apenas uma questão de cultivar somente as espécies adequadas que foi o que sempre se fez nos países mediterrânicos. É muito importante recordar que as sementes de cânhamo não contêm nenhuma substancia psicótropica.

Propriedades das sementes de cânhamo

O cânhamo é uma das plantas com maiores benefícios para o ser humano e o aproveitamento das suas inúmeras propriedades é feita já à milhares de anos.
Recordemos que do cânhamo pode-se fazer cordas, roupas, azeite para massagens, azeite para queimar, pode crescer em terrenos pobres, não necessita de pesticidas, precisa de pouca agua, serve para fabricar papel, tintas, etc.
Uma das propriedades mais interessante é o uso das sementes de cânhamo como proteína vegetal tanto para humanos como para animais. A sua riqueza em ácidos gordos tornam-nas bastante aconselháveis para cuidar ou prevenir doenças cardiovasculares. Ajudam ao bom funcionamento do sistema imunitário e são um potente antioxidante (ácidos gordos e vitaminas A e E)



As sementes de cânhamo têm uma proporção de omega 3 e 6 ideal para a saúde humana. São igualmente ricas em minerais e em aminoácidos essenciais, o que as torna numa fonte completa de proteínas. Pela sua riqueza nutricional podem mesmo ser consideradas um super alimento da natureza.
O consumo do óleo e das sementes de cânhamo é ideal para pessoas com baixo nível de ácidos gordos essenciais, e também para atletas e crianças. É ainda particularmente valioso à população vegetariana e vegana, que encontra no cânhamo uma fonte completa de proteínas.
As sementes de cânhamo inteiras (com casca) são óptimas para fazer leite de sementes de cânhamo, para germinados ou moídas para usar em receitas com farinha. Por sua vez, as sementes descascadas são ideais para povilhar massas, saladas, arroz, para enfeitar sobremesas ou para comer simples.
O óleo de cânhamo tem um sabor suave e é ideal para temperar saladas. Devido ao seu elevado índice em ácidos gordos essenciais, não deve ser aquecido porque o calor destruirá os ácidos gordos. No entanto, pode ser adicionado a todos os alimentos retirados do calor, para melhorar o seu sabor e índice nutritivo.
Uma das maneiras mais simples de consumir cânhamo é em batidos. Basta misturar, num liquidificador, sementes de cânhamo orgânicas (inteiras ou descascadas) com fruta e um pouco de sumo.
Uma outra forma de aproveitar toda a riqueza nutricional do cânhamo é confeccionar leite das suas sementes.
São ideais para ajudar nos casos de dificuldade em defecar pois têm uma grande percentagem de fibras e são por si mesmas uma das proteínas vegetais de mais fácil digestão.

Informação nutricional das sementes de cânhamo (por cada 100 g.)

  • 25 % de Proteínas.
  • 35 % de Hidratos de carbono.
  • 35% de Azeite (ácidos gordos essenciais Ómega 3 e Ómega 6)
  • 380 Kcal.
Se é surpreendente o seu alto nível de proteínas vegetais também é preciso destacar a sua assimilação ou disponibilidade uma vez que contêm todos os aminoácidos essenciais e isso é muito importante para as pessoas vegetarianas ou que consomem, em geral, poucas proteínas.
Têm vitaminas A, C, D, E e do grupo B. Entre os minerais destaca-se a quantidade de cálcio, fósforo e ferro.

Como juntar sementes de cânhamo à dieta

As sementes de cânhamo podem-se consumir de muitas formas: inteiras, moídas, germinadas ou em forma de azeite.
  • Inteiras: tradicionalmente usam-se adicionando-as a bolachas e pães.
  • Trituradas: adicionando como condimento a saladas, pastas, sopas, etc.
  • Germinadas: é pouco conhecida esta forma de consumo e há que ter em conta que as suas propriedades aumentam ainda mais.
  • Farinha: podem-se usar como qualquer outra farinha “normal” para pizzas, bolos, bolachas, pão, hambúrgueres vegetais, etc.

A nível nutricional é interessante saber que estaremos a consumir um produto livre de pesticidas pois é uma planta que não precisa de nenhum produto químico. O sabor é suave e agradável recordando um pouco as sementes de frutos secos como girassol, avelã ou nozes.
 Fonte: http://ricasaude.com/sementes-de-canhamo-proteinas-vegetais-ideais/
http://www.centrovegetariano.org/
 Foto: Wikipedia


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Como cultivar Erva ou Grama de Trigo

domingo, 11 de setembro de 2011

Entrevista com Dr. Alberto Gonzalez