NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sábado, 25 de junho de 2011

Nem sempre cru

Tal como já disse noutros artigos, nem tudo o que como é cru.


Uma alimentação à base de crus é a ideal pois esses são alimentos vivos, cheios de nutrientes que proporcionam o que há de melhor para o nosso organismo. No entanto penso que podemos abrir excepções e comer outros alimentos que eventualmente não seriam tão saborosos ou em certos casos devemos evitar comê-los crus. - é o caso das batatas. Já vi receitas com elas amornadas em panela de barro a uma temperatura de cerca de 45ºC mas hoje apresento-vos um prato inteiramente cozido. É também uma boa alternativa para vegans, vegetarianos ou não, crudivoros que comem de vez em quando pratos cozinhados ou para quem está a iniciar-se numa alimentação mais saudável.


É muito simples de fazer e o que me inspirou foram sem duvida as batatinhas novas e uma abóbora okaido que encontrei aqui no supermercado do lado - tudo biológico/orgânico . A okaida é particularmente saborosa e normalmente dá para comer com casca.












Ingredientes para 2 pessoas:


1/4 de abóbora okaido cortada em filetes com casca
2 cenouras pequenas cortadas em triângulos
1 cebola média picada
3 alhos (gosto mt de alho)
1 folha de louro
4 cogumelos (champignon) frescos cortados em filetes
2 tomates médios bem maduros picados
2 colheres de sopa de salsa picada 
Sal e pimenta a gôsto
400 gramas de batatas novas pequeninas
Oregãos


Preparação:


Refogar um pouco a cebola, juntar o louro, juntar os cogumelos e refogar um pouco mais, adicionar as cenouras e a abóbora mexendo bem, juntar o alho picado e o sal e a pimenta, tampar e deixar suar por 10 minutos, adicionar os tomates picados (de preferência sem sementes nem pele), deixar levantar fervura e baixar depois o fogo, cozendo até as cenouras estarem a gôsto (eu gosto delas meio cruas mas isso é à vontade de cada um).


Entretanto e enquanto se prepara o refogado colocam-se as batatinhas a cozer, entre 10 a 15 minutos - sintam com o garfo para ver se estão boas.


Serve-se colocando a salsa picada sobre o refogado e os oregãos sobre as batatas e um pouco de azeite do "bom" se tiverem.


Sugestões


Comam uma boa salada antes das refeições cozidas...faz bem!


Se quiserem podem adicionar um pouco de vinho branco ao refogado - eu não tinha por isso fiz mais simples.


Experimentem e logo me dizem qualquer coisa!


Já agora... aos crudivoros...não me chamem traidor! Ahahah...

0 comentários: