Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Regeneração com nutrição adequada, superalimentos

Somos um organismo de auto-regeneração. Segundo o Dr. Deepak Chopra, autor de Cura Quântica, vamos substituir 98% de todas as nossas células dentro de um ano.
• A cada seis meses: novos ossos
• Todos os dez dias: um novo revestimento do estômago
• A cada três meses: novas células sanguíneas
• "98% das 100 triliões (milhares de milhão) de células que compunham o nosso corpo no ano passado não estão mais lá." Dr. Deepak Chopra, MD
Num ano, nós podemos reconstruir o nosso sangue,as nossas células,os nossos órgãos e, portanto, a nossa imunidade. Alterar a qualidade dos nutrientes, pode, literalmente, recriar-nos, de dentro para fora.


Com nutrição adequada o nosso organismo tem possibilidades imagináveis de auto-cura e regeneração.







Dado a qualidade dos alimentos comuns à venda não corresponderem às nossas verdadeiras necessidades nutricionais e a nossa alimentação não ser muitas vezes adequada. A absorção não é suficiente, acabando muitas vezes por acumularmos toxinas em excesso e criarmos um campo para a proliferação de bactérias, fungos, parasitas, nano-bactérias, etc que nos são prejudiciais e acabando por mais cedo ou mais tarde contrair variadas doenças. Os tratamentos à base de químicos de laboratório (medicamentos, vitaminas e minerais sintéticos) que a industria médica e as farmacêuticas nos recomendam, na maioria dos casos, acabam por piorar a situação pois uns desregulam as funções normais do organismo enquanto que outros não são devidamente assimilados levando a desiquilibrios vários.




Alternativas


Como alternativa segura e natural podemos recorrer aos alimentos mais ricos em nutrientes que são facilmente assimilados. Os vegetais verdes são dos alimentos mais alcalinos que existem e ajudam a contrabalançar o excesso de acidez produzido pelas mais variadas situações, desde o stress até à ingestão de comidas e bebidas inapropriadas como produtos de origem animal,carne, álcool, laticinios pasteurizados, etc. Dado que a maioria das terras de cultivo estão contaminas (pesticidas, herbicidas, metais pesados, urânio empobrecido, etc) e estão debilitadas em minerais, os vegetais, mesmos os provenientes de agricultura biológica/orgânica, não têm mais todos os nutrientes que necessitamos. Como solução podemos recorrer às algas (macro e unicelulares) e aos superalimentos que hoje já se encontram à venda em muitas lojas de alimentação natural e mesmo em alguns supermercados. T


Não escrevo este artigo somente para tentar vender produtos mas sim para abrir possibilidades para uma vida mais saudável e vibrante.


O que são superalimentos


Superalimentos são alimentos que na sua maioria são adaptógeneos o que significa que ajudam o corpo consoante as suas necessidades. São na sua maioria alimentos que têm a maioria dos nutrientes conhecidos, em quantidades adequadas e tem propriedades reguladoras (alimentos funcionais), com uma riqueza enorme de anti-radicais-livres, antioxidantes e elementos que ainda nem sequer têm nome mas segundo vários estudos melhoram as capacidades do corpo para se auto-curar e regular e proporcionam níveis excepcionais de energia.  São alimentos usados à milhares de anos por várias culturas (Aztecas, Incas, Egipcios, etc) e medicinas como a chinesa ou ayurveda (indiana) e que só agora estão a ser introduzidos e conhecidos no resto do mundo. 


Desde as Bagas Goji do Tibete à Maca do Peru, à Espirulina, ao Cacau cru da América do Sul, etc., são imensas as escolhas e possibilidades de enriquecer a nossa alimentação de forma a tornar-mo-nos aquilo para que fomos criados - seres livres de doenças e cheios de energia para co-criarmos um mundo de novas possibilidades positivas e infinitas.



0 comentários: