NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O mercúrio — causa comprovada de dano cerebral! - Dr. Neil Barnard





O Dr. Neil Barnard responde a perguntas sobre nutrição e saúde.


P – Tenho procurado me alimentar da forma mais saudável. Portanto, deixei de comer carne de vaca; depois deixei a carne de porco e, finalmente, deixei de comer carne de frango. Minha irmã diz que eu devo deixar também de comer peixe. O que o doutor acha?


R – Sua irmã tem razão. Carne de peixe é tão prejudicial ao organismo humano quanto aquelas outras carnes que você prudentemente resolveu evitar. Os peixes absorvem produtos químicos tóxicos da água e também de outros peixes que comeram. A carne dos peixes armazena PCB (bifenil policlorinado) e outros produtos prejudiciais como, por exemplo, cádmio, chumbo, cromo, arsênico e mercúrio.



Todos esses podem contribuir para defeitos congênitos, prejudicar os rins e o desenvolvimento mental e até mesmo causar câncer.
Um estudo da Agência de Proteção Ambiental mostrou que mulheres que consumiam peixe duas vezes por semana apresentavam concentração de mercúrio no sangue sete vezes maior do que mulheres que não comiam peixe há um mês. O mercúrio comprovadamente causa danos ao cérebro, perda de memória, alterações da personalidade, tremores, abortos espontâneos e danos ao feto em formação.


Os peixes confinados são tão prejudiciais quanto os peixes selvagens, ou até mais. Eles são alimentados com peixes selvagens e acabam tendo níveis mais elevados de gordura corporal, que absorvem ainda mais toxinas. O Grupo de Trabalho Ambiental estima que cerca de 800.000 pessoas nos Estados Unidos enfrentam um risco maior de desenvolver câncer, devido a salmões criados em confinamento. O corante usado no salmão também pode causar danos na retina. E, de acordo com cientistas da Universidade de Indiana, até mesmo retardadores de chama têm aparecido na carne do salmão.


Os peixes contêm ácidos graxos Ômega-3, benéficos para o coração, porém cerca de 15 a 30% da gordura de peixe é gordura saturada, o tipo que eleva os níveis de colesterol. Vegetais, frutas e feijões geralmente têm baixo teor de gordura. A gordura que contêm é rica em ácidos graxos Ômega-3, sem os riscos dos peixes. Alimentos à base de soja, nozes e óleo de linhaça também são ricos em ácidos graxos Ômega-3.


O melhor que você pode fazer é eliminar todos os tipos de carne, inclusive peixe, de sua alimentação e escolher em seu lugar frutas, hortaliças, feijões, sementes de linhaça, nozes e cereais.
_____
Fonte: Peta’s Animal Times, primavera 2005. Dr. Neil D. Barnard é presidente do PCRM, Physicians Committee for Responsible Medicine.
Foto: http://diabetespowershow.libsyn.com/index.php?post_id=179533

0 comentários: