Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sábado, 10 de novembro de 2007

FAO alerta que aumento de produção de carne é um perigo para consumidores


PDF Imprimir E-mail

ROMA (AFP) — O aumento da produção dos diferentes tipos de carne também incrementa o risco de transmissão de enfermidades dos animais aos homens, alertou nesta segunda-feira a Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

À medida que os países enriquecem e que a população continua aumentando, a demanda de carne e outros produtos pecuários cresce, segundo afirma a FAO, em um documento intitulado "Produção animal industrial e perigos sanitários mundiais".

"Para satisfazer esse aumento na demanda de produtos pecuários, a produção e a densidade animal se incrementaram consideravelmente, no geral perto de centros urbanos", assinala o texto.

"A concentração de milhares de animais confinados aumenta a probabilidade de transferência de elementos patogênicos. Além disso, os gados produzem grandes quantidades de dejetos, que também podem conter concentrações elevadas de agentes patogênicos".

O documento acrescenta que grande parte desses dejetos é eliminada sem tratamento, algo que representa um perigo de infecção para os mamíferos e aves selvagens.

Por isso a FAO pede "aos produtores de carne que apliquem as medidas de biossegurança básicas".

"Os locais de produção não deveriam ser construídos perto de lugares onde vivem aves selvagens; as granjas deveriam ser limpas e desinfetadas regularmente, os movimentos de pessoas e veículos controlados e os empregados formados em medidas de biossegurança", acrescenta o texto.

A FAO adverte que "se o vírus altamente patogênico H5N1 da gripe aviária é atualmente um tema de preocupação mundial, a circulação silenciosa dos vírus da gripe de tipo A entre as aves e os porcos também deveria ser estritamente vigiada".

"Isso pode dar lugar ao surgimento de uma pandemia de gripe entre os homens", afirma ainda o texto.

17/09 - 11:52 - AFP

Fonte: AFP

0 comentários: