Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Breves


Os fótons
Hoje sabemos que o organismo precisa muito de elementos vivos presentes na alimentação. Entretanto, na comida cozida esses elementos praticamente não existem mais. Nenhuma semente tostada vai produzir uma nova planta. Isso só funciona quando a vida do germe não foi destruída.

Há algumas décadas, foi demonstrado que as células do nosso corpo emitem os assim chamados biofótons. São minúsculas partículas de luz que trocam informação e estão presentes em todas as células vivas — portanto, também nos alimentos vivos. Quando uma célula morre, p. ex. na panela, a luz apaga. Os biofótons não estão mais presentes. Talvez fosse uma boa idéia comer, de forma conseqüente, alimentos naturais que não foram manipulados e que, portanto, contém os biofótons. Talvez isso nos dê uma luz!
(Natürlich Leben, nº 6, 2001)

Deficiência nutricional
Câncer é uma doença clássica de deficiência nutricional. Quando você examina o estilo de vida de um doente com câncer, durante os anos antes do diagnóstico, você encontra, quase invariavelmente, uma série de fatores prejudiciais. Essas pessoas comeram muito mais alimentos cozidos e industrializados do que alimentos naturais, frescos e crus. Eles comeram muito açúcar e doces.

É importante salientar que alimentos crus são essenciais para a prevenção do câncer. Alimentos crus e suplementos naturais permitiram que eu (e outros) superassem o câncer do colo. Recebia nutrição ótima e oxigênio adicional para o meu organismo. Alimentos cozidos, industrializados, não contêm oxigênio.

A água fervida para preparar chá ou café, ou simplesmente beber para aquecer o corpo, também não contém oxigênio. Entretanto, o oxigênio é necessário para evitar que as células se tornem anaeróbicas ou radicais. Precisamos lembrar: as células do câncer só proliferam onde não existe oxigênio. Se nós não respiramos profundamente ar fresco e puro a cada dia, durante alguns minutos, se não comemos alimentos crus que contêm oxigênio, se não recebemos oxigênio em água limpa — então estamos vulneráveis a câncer e outras doenças degenerativas (Elizabeth Baker, autora de sete livros famosos nos EUA).

caldo de vegetaisCaldo de vegetais crus
Esta é uma bebida preciosa, principalmente durante um jejum mais prolongado, quando sentimos a necessidade de sais minerais naturais. Cortamos diversas hortaliças (de preferência de cultura orgânica) em pedacinhos e deixamos de molho em água fria durante quatro a seis horas. Passamos o caldo por uma peneira e bebemos em pequenos goles. Os sais minerais, as vitaminas e as enzimas passam para a água e nos conferem as propriedades benéficas.

suco de laranjasaladaVitamina C
Os níveis de vitamina C no sangue estão correlacionadas com um risco menor de câncer. Um estudo de 30.000 homens e mulheres que vivem em Norfolk, Grã-Bretanha, com idade de 49 a 79 anos, mostrou que aqueles, que ingeriam a maior quantidade de vitamina C (de frutas e vegetais crus), apresentavam 20% menos de casos de câncer e 50% menos de doenças coronarianas.
(David Derbyshire. Daily Telegraph 28.5.02)

berinjelaPara diminuir o colesterol
Batemos, no liqüidificador, uma fatia de berinjela com um copo de suco de laranja que devemos tomar uma vez ao dia em jejum. Também podemos colocar a berinjela, cortada em fatias compridas, de molho na água durante a noite. Pela manhã, em jejum, tomamos essa água.
(Instituto de Naturopatia Ponto de Luz)

Logotipo da TAPS
TAPS - Temas Atuais
na Promoção
da Saúde

0 comentários: