Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Aumento de vitamina D no sangue acrescenta anos à vida e ajuda a prevenir câncer/cancro

Se você precisava de mais uma prova que os níveis baixos de vitamina D no sangue tem um impacto significativo para a saúde, pesquisadores numa publicação no European Journal of Clinical Nutrition demonstram que pequenos aumentos em vitamina D com a exposição à luz do sol podem adicionar anos preciosos à sua vida.





Por quase uma década a evidência científica tem sido crescente para mostrar que as grandes maiorias dos adultos (e muitas crianças) são extremamente deficientes a nivel circulatório da vitamina D. Além disso a prova está documentada na revista PLoS One para mostrar o mecanismo  celular  preciso  que ajuda a vitamina D a reduzir drasticamente o risco de câncer/cancro do cólon. A questão de fundo é simples: verificar os niveis da sua vitamina D no sangue  com um teste barato e fazer os ajustes necessários para viver uma vida mais saudável e mais.


Usando estudos epidemiológicos, Dr. b.u. Concessão da luz solar, Nutrição e Centro de Investigação em Saúde em San Francisco descobriu que duplicando a concentração de soro sangüíneo de vitamina D pode aumentar a expectativa de vida média em dois anos. Dr. Grant e sua equipe identificaram as principais doenças que responderam ao aumento dos níveis de vitamina D. Em seguida, compararam as taxas de mortalidade de seis regiões identificadas em todo o país, e contrastaram níveis séricos da vitamina do sol com ocorrência de doenças.


Depois de compilarem todos os dados, os pesquisadores descobriram que as condições e doenças responsivas à vitamina D, que representam mais de metade da mortalidade do mundo incluem o cancro, doenças cardiovasculares, diabetes, tuberculose e doenças respiratórias e infecções. Determinou-se que dobrando o nível de vitamina D poderiam reduzir as taxas de mortalidade das doenças que são sensíveis à vitamina D por aproximadamente 20 por cento. Dr. Grant concluiu: "de várias maneiras para elevar os níveis séricos de vitamina D incluem a fortificação de alimentos, suplementação e aumento da exposição ultravioleta B".


Os pesquisadores já sabem há algum tempo que níveis baixos de vitamina D estão associados com um aumento significativo nos casos de câncer/cancro de cólon, mas eles não compreendiam o mecanismo específico responsável. Agora, os cientistas descobriram como a falta de vitamina D promove  danos no ADN/DNA eo risco de câncer/cancro de cólon. Especificamente, baixos níveis de vitamina D instigam o desenvolvimento e progressão desta forma devastadora de câncer(cancro.


Os pesquisadores  concentraram-se numa proteína em células do epitélio intestinal chamada beta-catequina, que normalmente ajuda a unir as células epiteliais, juntamente com outras células para formar uma barreira protetora entre o conteúdo de seu intestino e da estrutura física do seu trato digestivo. Eles descobriram que quando a vitamina D  faltava, a síntese de ADN/DNA é interrompida e beta-catequina  acumula-se nas células, aumentando dramaticamente o risco da iniciação o câncer/cancro de cólon.


Não deve haver nenhuma dúvida restante que um dos fundamentos mais importantes para a saúde vibrante é a manutenção adequada dos niveis de vitamina D no sangue. "Prevenção vale um quilo de cura". Então, peça ao seu médico de família para executar o simples e barato teste 25 (OH) D, e estar certo que o seu nível está entre 50 e 70 ng / mL para acrescentar anos à sua vida e reduzir drasticamente o risco do câncer/cancro de cólon  e de doença crônica.


Tradução e adpatação (rápida) de Luis Guerreiro


Fonte : http://www.naturalnews.com/033625_vitamin_D_colon_cancer.html 


Referencias:

http://www.lef.org/newsletter/2011/...
http://www.nature.com/ejcn/journal/...
http://www.wellnessresources.com/he...
http://www.plosone.org/article/info... 

0 comentários: