NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Receitas com frutas secas - Conceição trucom



Apresentadas na TV Gazeta no programa da Claudete na segunda-feira 04.07. 
Apesar de estarmos no Brasil, um país continental e tropical, que tem frutas o ano inteiro, é no inverno que sentimos mais vontade de comer frutas secas, porque são mais calóricas. Então, que tal consumir mas sem engordar?
No verão podemos desidratar de forma bem natural as frutas da estação: com energia solar. Incluso, vocês podem assistir aqui, um vídeo que ensina a fazer um desidratador e produzir muitos alimentos desidratados ao sol.
As frutas secas mais fáceis de encontrar, portanto mais baratas são as uvas passa preta e branca, a banana e a ameixa preta. Mas, já temos no mercado a maçã, o abacaxi, a pêra, o figo e a tâmara.
Com elas podemos preparar geléias, docinhos de festa, bolachas, barrinhas e base para tortas, tortinhas e bolos da alimentação crua e viva.
Vamos a 2 receitas típicas.
Docinho de festa: Castanha de caju com banana passa
Para seu preparo não usamos açúcar nem fogão, pois é um alimento cru e vivo, pela presença da semente germinada.
Ingredientes: 1 xícara (chá) de banana passa picada - 1 xícara (chá) de semente de castanha de caju pré-hidratada e bem escorrida (2 a 4 horas submersa em água filtrada), raspas da casca de 1 limão, canela em pó e gotas de essência de baunilha a gosto. 
Preparo: coloque tudo na processadora (lâmina triturar) e triture até obter consistência ligada e mais ou menos homogênea. Você escolhe o ponto de trituração. Para crianças triture mais e para adultos triture menos, ou seja, mais crocante. Enrole na forma de bolinhas e arrume em forminhas de papel. Na geladeira dura até 3 dias. 
Opções: você pode substituir a banana passa por qualquer uma das frutas secas já descritas. E, pode substituir a castanha de caju por outras sementes germinadas como o girassol, a amêndoa, a macadâmia, a aveia integral ou amendoim. Saiba como germinar as sementes aqui.
Com esta massa você pode modelar barra de cereais, bolachas, base para tortas e tortinhas. E, tudo isso você pode consumir fresco ou desidratar no sol para poder guardar em potes e durar até 7 dias. Enfim, a ideia está lançada...

Creme de castanha de caju e torta de morango
Este creme é ideal para rechear tortinhas como a de morango que preparei no programa. Nela, usei como base da torta a massa obtida no preparo do docinho acima. Depois de colocar o creme por cima, decorei com morangos frescos...
Ingredientes: 1/2 xícara (chá) de castanha de caju pré-hidratada (2 a 4 horas submersa em 1/2 xícara (chá) de água filtrada) e 1 colher (sopa) de linhaçahidratada em 5 colheres (sopa) de água filtrada (4 a 8 horas ).
Preparo: coloque tudo no liquidificador, inclusive a água da hidratação da castanha de caju e bata até obter um creme homogêneo de consistência bem firme. É opcional acrescentar 2 gotas de Stevita para adoçá-lo.
Use este creme também para rechear as frutas secas ou para decoraras as mais diversas sobremesas e lanches.

Geléia de uva ameixa
As geléias que compramos ou caseiras costumam estar LOTADAS de açúcar. Então, a minha sugestão é cortar este excesso de açúcar de nossas vidas, usando para tanto muita criatividade e frutas frescas ou desidratadas. Vamos a uma receita que pode ser usada para preparar geléias de vários sabores.
Ingredientes: 1 xícara (chá) de ameixa preta hidratada (1 hora em água de coco ou suco de laranja pêra), 2 colheres (sopa) de linhaça hidratada em meio copo de água filtrada (4 a 8 horas).
Preparo: bata no liquidificador até dar o ponto de uma geléia firme.
Opções: esta geléia pode ser preparada com qualquer outra fruta seca. E, pode ser usada como recheio ou cobertura das mais diversas sobremesas e lanches.
Bom apetite!

Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para a alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.  
Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações, citada a autora e a fonte www.docelimao.com.br

0 comentários: