NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de junho de 2010

O Codex Alimentarius quer criar niveis aceitáveis da melamina!

A principal questão de uma reunião recente do Comitê do Codex sobre Contaminantes em Alimentos (CCCF) era o desejo geral da Comissão de adoptar um padrão de níveis aceitáveis de contaminação da melamina nos alimentos.


A melamina não existe de forma natural nem no solo, água ou ar - é uma criação humana. O nível aceitável deve ser zero.







Mas, segundo a Federação Nacional de Saúde dos EUA:


"A União Europeia (UE) defendeu nesta reunião  estabelecer um nível aceitável de contaminação de melamina de 1,0 parte por milhão (ppm, equivalente a 1 miligrama por quilograma de alimento) nas fórmulas para lactentes e 2,5 ppm para adultos. "


A reunião terminou após ter adoptado estas normas de contaminação por melamina, que inutilmente  tem provocado danos em humanos e animais em todo o mundo.






O que é a melamina?


Em 2007 rações contaminadas com melamina mataram milhares de animais de estimação.
Este caso foi rapidamente seguido pela descoberta de melamina em fórmulas infantis e produtos lácteos, enquanto dezenas de milhares de crianças chinesas foram hospitalizados com problemas renais.
A melamina é realmente um produto químico industrial usado na produção de "melawares" - um quase indestrutível plástico rígido. É usado também em outros itens domésticos, como laminados e fertilizantes.
No entanto, ela também imita a proteína, quando testada em laboratório criando indices de proteina enganosos, assim adicionar este composto de baixo custo para alimentação animal e humana serve como forma de transformar produtos alimenticios como se tivessem o nível correcto de nutrientes. Naturalmente, isso poupa muito dinheiro a fabricantes sem escrupulos.
Segundo especialistas do setor e empresários na China, a melamina foi rotineiramente adicionada a alimentos para peixes, por exemplo, para impulsionar as leituras da proteína. Perturbadoramente, a pesquisa indica que  peixes que foram alimentados com melamina ainda contém resíduos da substância.


Devido a baixa solubilidade, a melamina se acumula nos rins e pode levar a crise renal.



Fontes: 
http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2010/06/10/codex-serves-up-a-hearty-helping-of-melamine.aspx?aid=CD945
http://www.thenhf.com/press_releases/pr_18_may_2010.html
http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=190735&headline=20&visual=9
http://pt.wikipedia.org/wiki/Melamina

0 comentários: