NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Espirulina


Esta minúscula planta aquática colhe a energia do sol, desenvolvendo um manancial de nutrientes biodisponiveis. Foi a primeira forma de vida fitosintética a aparecer no planeta Terra, arquitectada pela nossa mãe natureza há 3.6 biliões de anos!

As algas verdes azuis (das quais, a espirulina é a mais conhecida) produziram então o oxigénio necessário na nossa atmosfera para permitir que formas de vida mais desenvolvidas pudessem evoluir.


Esta forma de vida imortal começou a despertar mais interesse na comunidade médica há cerca de 20 anos. A espirulina contem biliões de anos de uma bem sucedida sabedoria evolucionária codificada no seu DNA.

A espirulina fornece mais nutrição por m2 de cultivo do que qualquer outra forma de alimento. Pode ser cultivada em terrenos lodosos e terra infértil que já não pode ser usada para outras plantações. Produz 20 vezes mais proteína por m2 do que os feijões de soja, por exemplo.

Nenhuma outra alga foi sujeita a pesquisas tão intensas nos últimos 30 anos. Milhares de estudos foram levados a cabo.. Porquê? Parte da explicação advém do facto de, contrariamente às outras algas, a espirulina poder ser cultivada de forma económica em qualquer parte do globo. Em África existe já alguns projectos de combate à fome através da produção e distribuição desta alga aos carenciados. É um alimento tão concentrado em nutrientes que basta uma mínima quantidade para manter bem alimentados os mal nutridos. Lindo!
Benefícios:

A espirulina contem a mais poderosa combinação de nutrientes alguma vez conhecida em qualquer alimento.
É composta por:

· 60% de proteína vegetal, numa forma muito fácil de digerir, sem a gordura e o colesterol da carne. Cada vez mais pessoas estão a reduzir o consumo de carne e de lacticínios porque querem baixar o seu consumo de gorduras, colesterol e químicos presentes nestes produtos. A espirulina é o alimento com mais alta percentagem em proteína que se conhece até à data, contém todos os aminoácidos essenciais e como bónus, tem muito poucas calorias.


· Vitaminas essenciais e fito-nutrientes tais como:

- O antioxidante betacaroteno com uma concentração 60 vezes mais elevada do que nas cenouras; se não consome as peças de frutas e vegetais recomendadas diariamente (e a maior parte das pessoas não o faz), obtenha o seu betacaroteno natural através da espirulina para ajudar a apoiar as defesas do seu corpo.

- Os raros ácidos gordos AGL (acido gamalinoléico) presente no leite materno e que ajuda a desenvolver bebés saudáveis. Estudos demonstraram que a deficiências nutricionais podem bloquear a produção de AGL no seu corpo, portanto uma boa fonte dietética de AGL pode ser importante. A espirulina é a única outra fonte natural de AGL para além do leite materno.

- Ferro para a saúde das mulheres e crianças. É a deficiência mineral mais comum em todo o mundo. A espirulina é rica em ferro, magnésio a minerais de traço e é mais fácil de assimilar do que os suplementos de ferro.

- A espirulina é a fonte mais elevada conhecida de vitamina B12, essencial para tecidos e nervos saudáveis, especialmente importante para os vegetarianos e ainda mais os veganos. Nota: a questão da vitamina B12 é controversa porque embora um alimento possa ser rico nesta vitamina, muitas vezes o corpo não tem capacidade para assimilá-la; a vitamina B12 está presente no solo, portanto, só os alimentos cultivados em solos ricos podem contê-la. Os melhores nutricionistas do mundo, incluindo os que seguem uma dieta crudívora aconselham vivamente a suplementação de vitamina B12 para quem não consome produtos animais.

- Fitonutrientes pouco comuns importantes para a saúde e limpeza do organismo tais como sulfolipidos, glicolipidos e polisacarideos

A espirulina dá-lhe energia suplementar, acréscimo nutricional assegurado, controlo do peso e limpeza do corpo. Os atletas usam-na para uma melhor resistência e desempenho. Ideal e seguro também para crianças, grávidas e mães a amamentar. E para qualquer pessoa interessada em melhorar significativamente a sua saúde.
Como usar: 

3 a 10 g por dia são suficientes para ver resultados significativos na melhoria da sua saúde. O consumo diário é recomendado. Podem ser tomadas em tabletes ou em pó. O seu sabor pode ser difícil para alguns, portanto a escolha é sua.

Muitas pessoas misturam-na em batidos de frutas para um pequeno-almoço rápido e super revitalizante ou a qualquer altura do dia misturado com sumos e batidos. Sempre na sua forma crua, sem cozinhar.

(texto de Cláudia Sá)

0 comentários: