Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Cientista diz que há mais riscos de câncer em café que em pesticidas

O risco de câncer dos restos de pesticidas em alimentos, como frutas e verduras, "está sendo exagerado, pois há mais elementos cancerígenos em uma xícara de café", diz um estudo apresentado hoje pelo pesquisador Bruce Ames.
Ames, da Universidade americana de Berkeley, na Califórnia, apresentou os resultados das experiências em ratos que indicam que os fatores que influem no câncer estão em pequena parte relacionados a riscos ambientais (onde estão os restos de pesticidas) e em grande proporção a uma alimentação ruim.
Ele afirmou que apesar de ser necessário regular o limite máximo de restos de fitossanitários nos alimentos, sua ingestão traz menos elementos cancerígenos que o consumo de álcool, e, além disso, "é pior deixar de comer verdura, pois isto sim atinge o sistema imunológico e provoca a doença".

Ames disse, em entrevista coletiva, que segundo o estudo a origem do câncer estaria em fatores ambientais - entre os quais aparecem os pesticidas - em 1% dos casos, enquanto em 30% são provenientes do tabaco e em 35% de dietas pobres em frutas e verduras, com um consumo excessivo de calorias.

Além disso, ele citou informações preocupantes dos EUA, segundo as quais entre as dez principais "fontes energéticas" dos consumidores aparecem a pizza, o arroz, a batata frita, os bolos e o hambúrguer, tudo em detrimento dos vegetais.

Com relação aos índices de pesticidas em alimentos, Ames disse que em três xícaras de café "há mais resíduos cancerígenos que nos restos de fitossanitários" que um consumidor pode ingerir em um ano.

Como exemplos, declarou que há um risco 15 vezes superior de encontrar substâncias tóxicas em uma taça de vinho que em 125 gramas de alface.

Segundo Ames, é "um falso mito" a idéia de que os pesticidas químicos são tão danosos, e acrescentou que nas plantas muitas vezes há elementos tóxicos e cancerígenos naturais, não só sintéticos, o que "não torna mais seguro comer alimentos ecológicos", o levando a defender o consumo geral de frutas e verduras.

Nota Luis Guerreiro: Os alimentos orgânicos ou biológicos são mais nutritivos (comprovado por outros estudos). Se consumidos crus, as frutas e verduras libertarão menos os pesticidas que estão concentrados na fibra (não absorvível). Quando cozemos os alimentos as fibras abrem-se libertando assim mais facilmente esses tóxicos.

0 comentários: