Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Físicos austríacos teletransportam partículas

Paul Rincon

Físicos realizaram com sucesso a teletransportação de partículas em uma distância de 600 metros por sobre o rio Danúbio, na Áustria. Teletransporte em longas distâncias é fundamental para viabilizar o plano de computação quântica super-rápida.

A equipe divulgou a pesquisa na revista Nature. Eles descrevem que teletransporte é, nada mais, do que a transferência de propriedades fundamentais de uma partícula para outra sem precisar de uma ligação física.

Funcionamento do processo
Os pesquisadores da Universidade de Viena e da Academia Austríaca de Ciência conectaram os dois lados do rio através de um cabo subterrâneo de fibra ótica de 800 metros. Isso permitiria que os laboratórios, apelidados de Alice e Bob, fossem ligados e que a transferência das partículas ocorresse.

Nos computadores do futuro, essa informação formaria os qubits (a forma quântica dos bits digitais 1 e 0) do processamento de dados através das máquinas.

A equipe austríaca codificou os qubits usando uma propriedade dos prótons chamada polarização que, a grosso modo, é a direção na qual elas oscilam.

A teletransportação quântica se baseia em um aspecto da física conhecida como "complicação", segundo a qual as propriedades de duas partículas podem ser unidas quando elas se encontram separadas.

Einstein chamou esse fenômeno de "ação fantasma à distância".

Conseqüências do avanço
A importância do evento é que ele aconteceu em "condições reais". "O que nos interessava era saber se poderíamos fazer isso fora de um ambiente de laboratório, em um lugar semelhante ao usado hoje para as comunicações de fibra ótica", disse o co-autor do projeto, Rupert Ursin. "Isso é importante se estamos falando de investimento financeiro em comunicação quântica."

A teletransportação quântica poderia tornar a comunicação entre computadores mais rápida.

Ursin disse que o próximo passo rumo a comunicação quântica global seria tentar estabelecer a transportação de partículas usando satélites. "Precisamos determinar primeiro se existe essa possibilidade em longas distâncias", disse ele.

BBC Brasil

BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

0 comentários: