Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Como separar o lixo em casa?

Cada família sabe melhor do que ninguém como prefere orientar o espaço e a arrumação em sua casa. Mas, pode-se construir um "ecoponto" em casa, com caixas de papelão e alguma imaginação.

Para tornar o processo de reciclagem mais eficiente deve-se:

- Escorrer e despejar todo o conteúdo das embalagens;
- Quando possível, espalme-as para ocuparem menos espaço em casa, facilitar o seu transporte e diminuir o número de deslocações ao ecoponto;
- Retirar as rolhas e as tampas feitas de materiais diferentes aos das respectivas embalagens;
- Para evitar mau cheiro passar por água algumas embalagens;
- Depositar no ecoponto o saco que usou para transportar as embalagens usadas.

Onde e o que reciclar?

Papel e Cartão

Recicláveis

Não recicláveis

Embalagens de cartão liso/compacto

Guardanapos de papel, toalhetes, fraldas e pacotes de aperitivos

Embalagens de cartão canelado

Embalagens e papéis metalizados e plastificados

Embalagens de papel e papel de embalagens

Embalagens que tenham contido cimento, alcatrão e produtos tóxicos

Jornais e revistas

Embalagens de cartão para líquidos alimentares

Eco Sugestões

- Retirar todos os plásticos.
- Desmembrar e espalmar as embalagens de papel/cartão. Deste modo, a capacidade de armazenamento em casa e no ecoponto é aumentada e o seu transporte é facilitado;
- As embalagens que contenham resíduos orgânicos ou gorduras não devem ser depositados nos ecopontos porque a degradação destes contaminantes, em contacto com o papel/cartão, afecta a conformidade do material para reciclagem e pode dar origem a produtos de baixa qualidade ;
- As embalagens de papel/cartão que tenham contido produtos tóxicos e perigosos não devem ser depositados nos ecopontos porque podem constituir um perigo para a saúde pública, quer para os operadores da indústria de triagem e de reciclagem, quer para os consumidores de produtos reciclados.

Vidro

Recicláveis

Não recicláveis

Garrafas de vidro

Louças e Cerâmicas (Pratos, copos, chávenas, jarras mosaicos e azulejos)

Frascos e botijões de vidro

Vidros especiais (Cristal, pirex, espelhos, janelas, lâmpadas, frascos de perfumes e vidros de automóveis)

Garrafões de vidro

Vidro farmacêutico e de hospital

Tampas e rolhas das embalagens de vidro

Eco Sugestões

- Escorrer e enxaguar as embalagens de vidro evita as contaminações e mau cheiro quando armazenadas em casa ou no ecoponto;
- Os vidros farmacêuticos e de hospital não devem ser depositados nos contentores dos ecopontos porque podem constituir perigo para a saúde pública. Para estes materiais, que estão sujeitos a um tratamento próprio, existem circuitos de recolha específicos;
- As louças cerâmicas e os vidros especiais não devem ser depositados nos ecopontos porque são constituídos por materiais que não fundem à mesma temperatura que o vidro. Se introduzidos nos fornos, dão origem a objetos com defeito de fabrico;
- As tampas e rolhas por serem de composição diferente do vidro podem inviabilizar a sua reciclagem.

Plásticos

Recicláveis

Não recicláveis

Garrafas, garrafões e frascos de: água, sumos e refrigerantes, vinagre, detergentes e produtos de higiene, óleos alimentares

Embalagens que tenham contido produtos tóxicos

Esferovite

Embalagens que tenham contido produtos combustíveis e óleos

Sacos de plástico

Embalagens de manteiga, margarina e banha

Embalagens de cartão para líquidos alimentares (tetra-pak)

Copos de iogurte

Eco Sugestões

- As embalagens de plástico devem ser escorridas e enxaguadas para evitar mau cheiro na sua armazenagem;
- Espalmar as embalagens de plástico facilita o seu transporte e armazenamento em casa e no ecoponto;
- As embalagens de plástico que tenham contido gorduras não devem ser depositadas nos ecopontos porque estes resíduos interferem na qualidade do processo de reciclagem e na qualidade dos produtos reciclados;
- As embalagens de plástico que tenham contido produtos tóxicos e perigosos não devem ser depositadas nos ecopontos porque podem constituir perigo para a saúde pública, quer para os operadores da indústria de triagem e de reciclagem, quer para os consumidores de produtos reciclados.

Metais

Recicláveis

Não recicláveis

Enlatados e conservas

Embalagens de metal com restos de produtos tóxicos

Latas de bebidas

Objetos que não sejam embalagens: tachos, panelas, talheres, etc

Aerossóis vazios

Ferramentas

Tabuleiros de alumínio

Eletrodomésticos

Outras embalagens de metal

Pilhas e baterias

Eco Sugestões

- Espalmar as embalagens de metal facilita o seu transporte e armazenamento em casa e no ecoponto;
- Os eletrodomésticos não devem ser depositados nos ecopontos porque são constituídos por diferentes materiais e mecanismos elétricos e eletrônicos para os quais existem circuitos específicos;

Pilhas

Recicláveis

Não recicláveis

Pilhas comuns

Baterias de automóveis

Pilhas de relógios de pulso, etc…

Eco Sugestões

- As pilhas não devem ser depositadas nestes ecopontos porque são compostas por metais pesados que podem contaminar os restantes materiais destinados à reciclagem e constituir um perigo para a saúde pública;
- As pilhas devem ser depositadas nos lugares próprios para esse fim


Informação nunca é demais para não pôr a perder todo um trabalho, misturando-se material indevidamente. Tudo o que não é reciclável, deve ser encaminhado para pontos de compra ou coleta, como ferro velho, farmácias, lojas, shoppings, etc.

0 comentários: