Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de março de 2008

CRIE SAÚDE, NÃO DOENÇA

Fazendo o que mais gosta ou exercícios muito simples, você pode melhorar o movimento da energia no seu corpo e ter mais saúde

Estar doente pode até ser comum, mas não é normal. O normal é ter saúde, disposição, bem estar, as funções orgânicas em ordem e equilíbrio. Saúde é consequência natural do perfeito fluxo de energia no corpo humano - a mesma energia que faz uma árvore nascer da semente, crescer, dar frutos e viver muitas décadas.

Se ter saúde é o natural, por que, então, ficamos doentes? "Porque algo bloqueia esse fluxo", diz o escritor inglês William Bloom, autor de livros que ensinam a compreender o princípio energético em diversos aspectos da vida. "Da mesma forma como represar um rio causa inundações, lama, água parada e mau-cheiro, obstruir o movimento da energia no corpo humano causa a doença".

O que bloqueia essa força que nos sustenta é algo tão "invisível" quanto ela mesma: os sentimentos. De acordo com Bloom, desde bebês, vamos experimentando situações que julgamos ameaçadoras para a nossa segurança ou contrárias à nossa vontade. Começamos a criar resistências emocionais para aquilo que não queremos ou tememos. "É como se construíssemos uma couraça para nos proteger, mas é justamente ela que acaba obstruindo a energia".

Para exemplificar como isso funciona, o escritor conta a história do próprio pai, que foi três vezes operado de câncer no cólon. "Ele era um intelectual agressivo, que impunha suas idéias às pessoas; de tanto irritar-se com o que considerava burrice dos outros, acabou adoecendo." Durante o tratamento, sentindo-se fragilizado e carente, parou de discutir. Assumiu um comportamento mais passivo e amoroso que amoleceu sua couraça.

"Meu pai então recuperou-se rapidamente, mas assim que ficou bom, voltou a ser agressivo", lembra. Como resultado, o câncer reapareceu. A história, que repetiu-se ainda duas vezes, deixa algumas lições. Primeira: a doença é uma maneira de o corpo avisar o dono que ele precisa, urgentemente, relaxar. Segunda: o princípio de toda cura é permitir que a energia flua. Terceira: a energia é, simplesmente, o amor.

É nessa linha de pensamento que William Bloom baseia sua prática para a manutenção da saúde. Ele fala que precisamos criar situações que possam derreter a nossa couraça, deixando-nos mais amorosos e receptivos. O ponto principal de sua receita é simples e bem atraente: fazer, todos os dias, alguma coisa que nos dê muito prazer.

Segundo o escritor, fazer o que se gosta é ser autêntico, é estar consciente de si mesmo, o que cria sentimentos de poder e de serenidade. Pode ser ouvir música, dançar, brincar com crianças, praticar algum esporte, acarinhar um cãozinho no colo. "No íntimo, todos sabemos o que nos dá prazer, não importa o que seja."

Quando nos dedicamos a algo assim e permitimos que as sensações agradáveis tomem conta da gente, duas coisas maravilhosas acontecem. "Uma é que o corpo produz endorfina, substância mil vezes mais poderosa do que o ópio e que é componente fundamental de qualquer cura", diz. "A outra é que, com o derretimento da couraça, abrimo-nos ao fluxo de energia do Universo".

Além de satisfeitos e felizes, a energia nos torna generosos e carinhosos com os outros, deixando-os também felizes. O efeito é altamente contagioso. Bloom afirma que, fazendo isso pelo menos uma vez ao dia, podemos ter muito mais saúde.

A simples lembrança do que nos dá prazer alivia o stress causado por situações de que não gostamos. Se uma pessoa que aprecia natureza tem um dia difícil no trabalho, por exemplo, basta isolar-se por alguns instantes, fechar os olhos e visualizar-se num parque. "A mente subconsciente não faz diferença entre o que é real ou imaginário; assim, a pessoa se acalma", ensina Bloom.

Cuide bem de você
Este é um conjunto práticas muito simples para manter-se saudável. Por meio delas, assegura William Bloom, cultivamos a consciência de que somos cercados por boas vibrações e nos abrimos à benevolente energia de Deus.

1. Faça uma lista de pessoas, lugares e atividades que você ama. Mantenha imagens ou fotos deles por perto - no trabalho, em casa, no carro.

2. Todos os dias, dedique-se a alguma coisa que lhe dê muito prazer. Fazê-lo, nem que seja por um minuto, é melhor do que nada.

3. Liste as memórias que lhe deixam feliz. Quando estiver baixo-astral, feche seus olhos e reviva essas situações. Deixe-se envolver pelas emoções elas evocam.

4. Ao andar pela cidade, mesmo que o trânsito esteja ruim, lembre-se que além dos prédios e ruas há montanhas, florestas e rios; que o amor da Natureza está por toda parte. Permita que essa energia confortante o envolva.

5. Antes de dormir e ao levantar-se, focalize a atenção no seu corpo. Agradeça amorosamente pelo serviço que ele lhe presta. Se ele tiver alguma tensão ou dor, toque-o e conforte-o.

6. Quando estiver cansado ou doente, proporcione repouso ao seu corpo. Lembre-se de todas as coisas boas que você tem e permita que a energia de cura o envolva.

7. Esforce-se para ser gentil. Ao irradiar energia positiva e amorosa, você permite que energia da mesma qualidade o abençoe.


Exercícios ajudam a desbloquear a energia e previnem doenças
A bioenergética - ciência que trata das relações entre a energia, o corpo e o emocional - é outra fonte de métodos simples para cuidar da saúde. A psicoterapeuta corporal Sandra Sofiatti aconselha, em primeiro lugar, a prestar muita atenção aos desconfortos físicos como dores, tensões musculares ou áreas de sensibilidade alterada: esses sintomas denunciam a existência de bloqueios de energia que, se não forem desfeitos, acabam provocando doenças.

"Além de fazer exercícios para aliviar as tensões do corpo, é importante que a pessoa descubra o sentimento que está causando aquilo", recomenda Sandra, como medida preventiva. Situações mais graves, porém, precisam ser tratadas por um terapeuta bioenergético, que ajuda o paciente a encontrar a causa emocional de seu problema e a tratá-la, trabalhando com o corpo para reestabelecer o equilíbrio energético.

Para facilitar o movimento da energia pelo corpo, que corre em dois sentidos (de cima para baixo e de baixo para cima, paralelamente à coluna) faça o seguinte:

- Arquear o corpo para a frente e para trás por alguns minutos, ao acordar e ao deitar. O primeiro facilita a subida da energia; o segundo favorece a descida.

- Caminhar descalço pela casa, num parque ou praia. Mantenha a atenção na sensação dos pés, que sustentam seu corpo e colocam você em contato com a Terra. Esse contato reforça o sentimento de autonomia, de segurança e de força pessoal.

- Esfregar os pés e as pernas com bucha de crina durante o banho, ou com as próprias mãos, a qualquer momento do dia.

Para dissolver o bloqueio energético em qualquer parte do corpo, você pode fazer um destes exercícios:

- Contrair ao máximo a musculatura da região afetada e depois soltar. Repetir uma vez.

- Movimentar as articulações ósseas nas várias direções, como se as estivesse "desenferrujando"

- Tocar ou massagear o local com as mãos

- Fazer alongamento da musculatura

- Movimentar-se da forma que quiser, deixando o próprio corpo se expressar para livrar-se do incômodo.


Por Regina Giannetti
Fonte: http://www.vialuz.com/

0 comentários: