Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

quinta-feira, 13 de março de 2008

B12 - a minha opinião

A B12 sempre gerou muita discussão.


Conheço crudivoros (veganos) que há mais de 30 anos (ex. Storm Talifero e toda a sua familia http://www.thegardendiet.com/não tomam suplementação e que não tem qualquer tipo de problemas.


Nalguns casos o jejum melhora os níveis de B12 (ex. Dr. Douglas Graham conselheiro nutricional de alguns famosos atletas mundiais).




Segundo a minha amiga Dra. Gina Shaw, médica e higienista, a questão da B12 depende da saúde de cada um pois a mesma (B12) pode ser produzida num corpo são. Existe um estudo que ela menciona publicado em 1999 no 'Human Anatomy and Physiology' por Marieb, que diz claramente que a B12 é absorvida nos nossos intestinos e produzida por bactérias. Num corpo são essas bactérias existem. Ainda segundo a Dra. Gina, a B12 é produzida (num organismo são) no íleo (Intestino Delgado) desde que haja cobalto ( B12 - Cobalamida) e outros nutrientes. A B12 precisa estar combinada com uma mucoproteína enzima chamada fator intrínseco que está normalmente presente nas secreções gástricas, para ser devidamente assimilada. Sem fator intrínseco não existe absorção da B12 não importa a dieta ou suplementação. A deficiência da B12 pode surgir mais facilmente em consumidores de álcool, fumantes, pessoas que bebem leite industrializado (presença de antibióticos), devido ao stress e quem come alimentos cozidos ou assados a alta temperatura.
Ainda segundo A Dra. Gina, a B12 existe de fato em alimentos de origem vegetal - ela refere a cadeia de supermercados Tesco (Inglaterra) que vende framboesas e que na análise nutricional aparece a B12 (na Inglaterra, onde vivi, a defesa do consumidor é bem forte e não seria permitido vender um alimento com informação falsa).
Segundo o Dr. Vetrano num livro sobre nutrição nos E.U., existe B12 em qualquer alimento que contenha vitaminas do complexo B - só agora a moderna tecnologia conseguiu medir essa quantidades que antigamente não eram evidentes.




Segundo Marieb no livro 'Human Anatomy and Physiology', a vitamina B12 pode ser destruída por condições altamente alcalinas e altamente ácidas. Isto pressupõe que a B12 na carne seria facilmente destruída porque o ácido clorídrico no nosso estomago durante a digestão da carne é muito ácido. Isto pode explicar a razão de que quem come carne ser tão susceptível de ter uma deficiência de B12 como vegetarianos - apesar de sua dieta conter vitamina B12. Além disso, os carnívoros estão sujeitos aos antibióticos contidos na carne! Naturalmente, muitos carnívoros destroem as suas bactérias amigas pela constante putrefacção naturalmente presente na carne.


Os benefícios ilusórios dos suplementos vem de estudos muitas vezes fomentados/patrocinados pelas industrias alimentícia e farmacêutica
A verdade é que há um equilíbrio muito delicado entre secreções hormonais, vitaminas, enzimas, minerais, etc. Isso é algo que os cientistas sabem muito pouco. Estas substâncias não trabalham sozinhos, mas na verdade exigem outros fatores para serem eficazes, como gordura, etc. Sabe-se muito pouco sobre a vida dentro de uma célula. A utilização de suplementos pode perturbar este equilíbrio delicado e diminuir a eficiência das funções do corpo.


Comercialmente, a vitamina B12 em comprimidos é feita a partir de bactérias e as bactérias são profundamente fermentadas. Um corpo saudável normalmente irá expulsar substâncias fermentadas. O principal problema desses suplementos é que eles: 1) Não contem as centenas de outros nutrientes necessários para que possam ser saudáveis, os quais só fornecem alimentos crus, e 2) que contêm substâncias artificiais / contaminantes que são prejudiciais à saúde.


Vitaminas e minerais sintéticos são inorgânicos e são, portanto, inutilizáveis pelo corpo humano. No fabrico de "suplementos alimentares", deveriam ser utilizadas substâncias quimicamente puras mas isso não acontece na maior parte dos casos. Se os cientistas utilizassem nutrientes naturais, suas pílulas seriam demasiado grande para as podermos engolir. Além disso, um produto químico "transportador" é acrescentado para tornar os produtos aceitáveis para o paladar do consumidor e para levar o seu produto até um padrão aceitável. Estes produtos químicos transportadoras, como acontece com todos os produtos químicos, são tóxicos para o organismo humano. Eles tem como resultado a estimulação do corpo e uma cura ilusória.


Segundo o Dr. John Potter PhD, da Fred Hutchinson Cancer Center, Seattle, "A magia da alimentação é baseada em milhares de interacções complexas de dezenas de diferentes fitoquímicos, que são difíceis de recriar em pílulas. Enquanto 190 estudos sólidos provam que frutas e legumes beneficiam, os suplementos possuem apenas uma meia duzia de provas ". Vitaminas, minerais, hormônios, etc não funcionam de forma isolada, eles trabalham simbioticamente. Eles trabalham com outros nutrientes, para que o seu trabalho seja realizado. Quando estas substâncias altamente complexas são perturbadas, a sua eficácia global pode ser reduzida. No entanto,o excesso de um nutriente acaba roubando nossa energia vital pois o organismo pode ter de expulsar a sobrecarga desse nutriente. Além disso, é duvidoso que, mesmo se tiver uma deficiência de B12 você tenha apenas essa deficiência. Uma dieta saudável e melhoria das condições de vida, assim como um jejum podem ser a solução


De acordo com o Dr. Douglas Graham, no livro "Nutrition and Athletic Performance", a suplementação tem provado ser um método incompleto e inadequado de fornecimento de nutrientes porque os cientistas não conseguem corresponder ao balanço refinado da natureza. Ele diz que segundo as estimativas, noventa por cento de todos os nutrientes são desconhecidos ainda, porque é que queremos começar a adicionar nutrientes na nossa dieta, um de cada vez, em vez de comer alimentos? A maioria dos nutrientes são conhecidos por interagir simbioticamente com, pelo menos, oito outros nutrientes e considerando isso, a chance de fornecer quaisquer nutrientes de uma forma saudável através de suplementação é "ínfima". Ainda mais acrescenta, "nunca houve uma tentativa bem-sucedida de manter um animal ou humano saudável, ou mesmo vivo, com uma dieta composta exclusivamente de suplementos nutricionais".


Dan Reeter, do Bio-Systems Laboratories no Colorado, está criando uma das mais completas instalações do mundo com computador para teste de biologia do solo. Ele diz que, a partir dos seus extensos ensaios, as plantas cultivadas em solo orgânico tem significativamente níveis de vitamina B12 utilizáveis mais elevados. Também foi relatado que a vitamina B12 está presente em frutos silvestres e selvagens e domésticos cultivados (orgânicos).


Conclui-se também que alimentos provenientes de animais e lacticínios são uma má fonte de vitamina B12 uma vez que a vitamina está contida em alimentos impróprios para consumo humano e que inevitavelmente destruirão a sua capacidade de utilização da vitamina. Estudos mostram que uma dieta á base de produtos animais requer mais vitamina B12 do que uma dieta basicamente vegan (crua). Isso ocorre porque a dieta tipica leva à atrofia digestiva. Porque a B12 está vinculada a peptídeos em produtos de origem animal tem de ser enzimaticamente separada do peptídeo para poder ser absorvida, um ácido gástrico fraco e falta de secreções gástricas de enzimas (devido a uma dieta de alimentos cozidos) provoca uma incapacidade para extrair eficientemente vitamina B12 da alimentação externa. No entanto, vegetarianos que comem basicamente só crus têm uma digestão mais poderosa e poderão realmente obter mais B12 por reabsorção da bílis do que alimentos externos. David Wolfe argumenta que bactérias e micróbios do solo podem ser naturalmente encontrados em alimentos (orgânicos) e plantas selvagens não lavadas, e são suficientes para suprir nossas necessidades de B12.




Outro ponto que vale considerar é que os valores diários recomendados da vitamina B12 são baseados numa dieta tipica de alimentos cozinhados (carne e vegetais), pessoas que fumam, bebem álcool. Interesses comerciais têm efectivamente exagerado grosseiramente nossas necessidades de muitos nutrientes. Estes estudos não nos dizem nada dos requisitos para uma dieta saudável vegetariana. É muito difícil determinar as necessidades individuais nutritivas de qualquer vitamina, bem como uma sobrecarga de vitamina ou de qualquer outro nutriente pode criar um encargo desnecessário no nosso sistema vital. Fatores como a taxa de metabolismo, stress, etc, podem determinar muitas vezes novas necessidades. O Dr. Victor Herbert num relato no American Journal of Nutrition Clínica (1998, Volume 48) diz que só 1 micrograma de vitamina B12 é necessária por dia. Estes requisitos mínimos da vitamina podem ser insuficientes para explicar as necessidade numa alimentação saudável, crua, vegan, por exemplo, que pode exigir menos B12 devido a uma melhoria da capacidade gástrica e uma elevada capacidade de reciclar vitamina B12. (A cocção destrói micróbios, e uma dieta de cozidos vegan pode não fornecer aos intestinos uma flora com boa qualidade ). Taxas de absorção de vitamina B12 são mais elevadas em indivíduos saudáveis, do que em indivíduos com uma dieta considera"normal". Estudos, em aldeões indianos saudáveis, revelam que nenhum deles apresentaram sintomas de deficiência B12, apesar dos níveis de .3 -. 5 microgramas de B12.


O Dr. Gabriel Cousens argumenta que a deficiência da vitamina B12, geralmente, é causada pela falta de absorção no tracto intestinal, em vez de uma falta dessa vitamina na dieta. Annie e Dr. David Jubb argumentam que as pessoas vivem em ambientes estéreis e anti-sépticos durante tanto tempo que estes organismos simbióticos estão cada vez menos presentes na nossa dieta. Eles argumentam que ingerindo organismos nascidos do solo você pode manter um enorme reservatório de anticorpos não codificados prontos para transformar agentes patogénicos específicos, da forma como a natureza preparou - a solução - comer um pouco de sujeira!


Se uma pessoa é saudável e com uma dieta saudável vegan, com uma alta porcentagem de alimentos crus, sem exagerar na quantidade de alimentos consumidos, nem combinar erradamente seus alimentos, nem abusar do seu corpo em geral, e utiliza o jejum de vez em quando, é improvável que venha a desenvolver desenvolver sintomas de deficiência de B12 tendo em conta que sua flora intestinal não foi previamente danificada. A deficiência da vitamina B12 normalmente é sintomático de um problema maior ou seja pobre flora intestinal, má absorção e também a falta de luz solar.


Harvey Diamond argumenta que todo a questão nutricional tem sido feita de forma confusa com informações contraditórias que não é de admirar que as pessoas estão perplexas sobre onde obter nutrientes suficientes. Infelizmente, algumas pessoas tem sido totalmente enganadas e amedrontadas que nem o senso comum, ou mesmo o raciocínio de dados factuais podem salvá-los da industria da carne, produtos lácteos e petroquímica (fornecedores de "suplementos" sintéticos alimentares ) que movimentam multi-milhões. A verdade é que, seja qual forem os nutrientes que o corpo necessita estes estão contidas nos seus alimentos naturais (para os seres humanos, vegetais crus). A Mãe Natureza sabe como nutrir os seus. Porque será que fomos criados vegetarianos, e não há vitamina B12 nas plantas? Se não for possível obtê-lo a partir de matérias-primas vegetais, frutas, nozes, sementes ou plântulas então NÃO PRECISA! O fato de frutos silvestres ou alimento orgânico conterem apenas uma pequena quantidade, isso não quer dizer que é deficiente. Significa que nós só precisamos de uma pequena quantidade!


Os vendedores de pilulas são rápidos a dizer que o nosso solo é deficiente, mas, de acordo com Diamond e outros, se uma semente não receber os elementos de que necessita ELA NÃO IRÁ CRESCER (OU CRESCERÁ POBREMENTE -autor). Além disso, as plantas obtém nutrientes provenientes de outras fontes em maiores quantidades: do sol, da água e do ar. As plantas realmente tiram apenas cerca de 1% dos nutrientes do solo.




Tradução e adaptação de Luís Guerreiro


Bibliografia:


'The Vitamin B12 Issue ' - Dra. Gina Shaw, D.S., M.A., AIYS (Dip. Irid.)
'Fit for Life', Diamond, H. and M., 1987
'The Life Science Institute Course in Natural Health' - 1986
'Nutrition and Athletic Performance', Dr D. Graham, 1999
' Female Balance' article 2001 -K Perrero www.living-foods.com
' Human Anatomy and Phyisology ' - Marieb - 1999
Correspondence with Dr Vetrano and family 2001
'The Sunfood Diet Success Story' by David Wolfe
B12 article by the Vegan Society
B12 article by the Vegetarian Society

1990 'Solstice Magazine' article


'Never Be Sick Again: Health Is a Choice, Learn How to Choose It'

  -  Raymond Francis,Harvey Diamond,Kester Cotton


Em relação à chlorela



Estudos revelando a presença de B12 na Chlorela:
Vitamin B12 Activity of Chlorella vulgaris Beij and Anabaena cylindrical Lemm


Estudo entre crudivoros e omnívoros que não leva em conta a diferença de dietas, capacidade de absorção, etc.:

Vitamin B-12 Status of Long-Term Adherents of a Strict Uncooked Vegan Diet ("Living Food Diet") Is Compromised1,2,

Informação nutricional de cápsulas de Chlorela:


Nutritional Information
Serving size 6 tablets (3 grams)
Per serve 3g Per 100g


Vitamin B12 3mcg 100mcg


Fonte: Melrose Health




Estudo comparando a B12 presente na chlorela (verdadeira B12) com a espirulina (análogo)


Characterization and bioavailability of vitamin B12-compounds from edible algae.



1: J Nutr Sci Vitaminol (Tokyo). 2002 Oct;48(5):325-31.


Substantial amounts of vitamin B12 were found in some edible algae (green and purple lavers) and algal health food (chlorella and spirulina tablets) using the Lactobacillus delbrueckii subsp. lactis ATCC7830 microbiological assay method. Corrinoid-compounds were purified and characterized from these algae to clarify the chemical properties and bioavailability of the algal vitamin B12. True vitamin B12 is the predominate cobamide of green and purple lavers and chlorella tablets. Feeding the purple laver to vitamin B12-deficient rats significantly improved the vitamin B12 status. The results suggest that algal vitamin B12 is a bioavailable source for mammals. Pseudovitamin B12 (an inactive corrinoid) predominated in the spirulina tablets, which are not suitable for use as a vitamin B12 source, especially for vegetarians. algal health food, bioavailability, cobalamin, edible algae, vitamin B12


Espero ter ajudado!!!


Largue todos os remédios + B12




O mito de que a carne é necessária para a saúde encontrou um combatente e este mora em Campos do Jordão-SP. O pesquisador Alberto Gonzalez, crudívoro desde 2002 e médico integrante do Programa de Saúde da Família, desenvolvido pelo Ministério da Saúde, oferece tratamento aos interessados em se curar através da alimentação crua e já planeja implementar seus conceitos em um hospital particular da cidade.
Inaugurado há quatro meses, o modelo conhecido como biogênico dentro dos postos de Saúde de Campos do Jordão já atendeu cerca de 400 pessoas que ouvem falar de Gonzalez e seu método ainda considerado alternativo. "Alguns pacientes vêm ao consultório dizendo logo: 'DOUTOR, NÃO QUERO NADA VERDE, QUERO RE-MÉ-DIO'. Já outros chegaram carregando tantos envelopes e caixas de remédios, que cabiam em uma sacola. Hoje são entusiastas do alimento vivo e não usam qualquer tipo de medicamento", relata o médico que garante ser cedo para falar sobre estatísticas ou resultados do programa.
Gonzalez explica que consumir todos os alimentos crus é a melhor opção para o ser humano porque isso "significa obter da natureza o potencial máximo do que esta possa oferecer" e também porque a dieta é capaz de suprir toda e qualquer necessidade de vitaminas essenciais para a saúde, inclusive a da famosa B12. "Passo muito tempo no meu consultório explicando que alimento vegetariano "não deixa fraco", "não faz perder massa muscular", "tem proteínas, mesmo sem carne, e produz vitamina B12 pelas bactérias intestinais. Nosso tubo digestivo é apto, em condições de saúde e, recebendo bactérias homeostáticas do solo diariamente, produz toda a B12 que precisamos. Mas a pessoa tem que saber que vai acordar cedo e fazer o "suco verde" (suco da luz, suco de clorofila) todos os dias."
Além do modelo biogênico na rede pública de saúde, Gonzalez começa a dar asas ao seu Programa Hospitalar dentro do Hospital São Paulo, que abrigará uma ala para terapias alternativas. "A internação será coletiva, os gastos reduzidos, os alimentos vivos originados da horta, a cozinha viva comunitária, lavagens, limpezas, abluções. Uma ala hospitalar destinada ao reencontro com a natureza". Além desse projeto, o médico informa que em breve abrirá a Oficina da Semente, "que vai dar suporte básico a todos os postos de Saúde que queiram adotar o modelo biogênico" – REVISTA DOS VEGETARIANOS, ANO 2, Nº 16 – www.revistavegetarianos.com.br

0 comentários: