Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Estudo sobre a prevalência de excesso de peso e obesidade na população portuguesa entre 2003 e 2005


Mais de metade da população tem excesso de peso


Mais de metade dos portugueses tem excesso de peso, uma tendência que tem vindo a aumentar e que, ao contrário de outros países, afecta mais os homens que as mulheres, segundo um estudo nacional apresentado na semana passada.

O estudo foi feito porta a porta por indivíduos com formação específica, que dentro das casas mediam e pesavam as pessoas. Os dados foram recolhidos entre 2003 e 2005, envolvendo 8.116 participantes entre os 18 e os 64 anos.

Entre a população masculina dos 18 aos 64 anos, 60,2% tem peso a mais. Nas mulheres o número é de 47,8%. Numa comparação com o inquérito anterior, referente a 1995-1998, o excesso de peso/obesidade na população portuguesa aumentou quatro pontos percentuais, passando de 49,6 para 53,6%. Quanto à população mais afectada: grupos com níveis baixos de instrução (com uma prevalência de obesos de 23,6%) e dos estratos socio-económicos mais baixos (18,6%).

O estudo nacional mostrou ainda que a prevalência da obesidade é mais significativa entre os indivíduos casados ou em união de facto (17,8%). Por idades, a faixa entre os 50 e os 59 anos regista 23,1% de obesos, enquanto no excesso de peso os maiores números estão entre 60 e 64 anos (50,7%). Da totalidade da amostra, 44,2% apresentava peso normal, 2,2 por cento baixo peso, 39,4 % excesso de peso e 14,2% obesidade.

Comparando com outros países europeus, Portugal apresenta taxas de excesso de peso/obesidade semelhantes à Espanha, mas superiores à Holanda, França e Suécia.

Fonte: ALERT Life Sciences Computing, S.A
Consultado em 5 de Fevereiro de 2008

0 comentários: