Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Comida crua e amor-próprio

Se você quer ser bem sucedido na sua alimentação, você tem que ter duas coisas em mente tendo em conta que o amor-próprio está em causa:

1) Uma fundação de base de amor-próprio suficiente para reconhecer que você e seu corpo merecem o melhor (e dar-lhe isso)

2) Um compromisso permanente para si mesmo para nutrir o seu corpo, mente, alma e coração no mais alto caminho para você, enquanto você viver.

Vamos então falar um pouco sobre a forma de se nutrir tanto emocionalmente como fisicamente.

Mas antes de se chegar a isso, vamos dar uma olhada rápida na razão pela qual é tão importante o amor próprio e longe disso a idéia de um ato egoísta:

1) Você só pode dar o que tem para dar, se você não se amar em primeiro lugar você está “tirando água de um poço vazio”. Se você quer amar os outros, de uma forma grandiosa, incondicional, então você tem que amar-se de uma forma grandiosa primeiro. Período! Por onde começar? Veja mais a seguir.

2) Quando o amor-próprio está ausente, tudo cai. Nós fazemos escolhas mais pobres, nós esquecemo-nos de nós próprios, e ignorar o nosso corpo, mente e espírito, e assim, quem se importa? A verdade da questão é, se você não fizer isso, provavelmente, ninguém o fará - ou, pelo menos, tanto como você. E para você vai ser difícil de encontrar de qualquer maneira. Portanto, tenha cuidado. “Porque você é valioso (a)!” (E, o mundo precisa de você - tudo de uma forma amável, “abraçável” e magnificamente grande!) ··

3) Quando você aprende a amar você mesmo você aprende a ver a bondade inata em si mesmo e, consequentemente nos outros. Você se tornar mais humano, mais indulgente, mais dado, mais real. Você estará mais sensível à dor dos outros porque você sentiu a sua própria dor e viveu para contar a história. Você será mais plenamente vivo, mais “cru”, e infinitamente mais atraente e amado também! Assim, vá fundo em explorar tudo o que tem para oferecer, de modo a podermos beneficiar dela também. Auto-amor é o derradeiro acto em abnegação, apesar de suas primeiras suspeitas!

Tradução e adaptação de Luis Guerreiro - Comida Viva

Fonte:
Knowler, K - The Raw Food Coach - Friday 15 February 2008 - News-Letter (via email)

1 comentários:

DanielAssis disse...

Gostaria de publicar meu site no seu blog, e assim faço o mesmo.

www.comidaecologica.com.br