Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

A Sucoterapia



Por Conceição Trucom




A Alimentação Desintoxicante faz uso da sabedoria e cumplicidade dos alimentos vivos, que são os vegetais frescos e crus, transformados em sucos desintoxicantes. O suco é a melhor opção para quem reclama da falta de tempo ou simplesmente torce o nariz para frutas, legumes e verduras. Afinal, o que é mais fácil? Ingerir 2-3 cenouras raladas mais folhas de couve picada, ou beber um copo deste suco?

A sucoterapia usa somente alimentos crus, condição de importância máxima para que os seus elementos nutritivos exerçam ação, tanto organizadora como reparadora. Aqui, os ingredientes permitidos são as verduras, raízes, legumes, brotos e frutas, alimentos que dispõem dos mais poderosos elementos reguladores, contando ainda com a suplementação de outros componentes considerados hoje em dia como medicamentos que são os: aminoácidos, carotenóides, bioflavonóides, ATP, RNA, DNA, fito-químicos, fito-hormônios, fibras e principalmente a clorofila. São os chamados alimentos que curam – os nutracêuticos - porque nutrem e são plenos de substâncias que criam e ativam a vida.

As vantagens de se ingerir estes alimentos crus devem-se às maiores quantidades de todos os elementos descritos acima que, geralmente, são perdidos ou destruídos com o cozimento, congelamento, etc. Os hábitos alimentares da vida moderna dificilmente são adequados quanto ao consumo destes alimentos, menos ainda crus. São raras as pessoas que consomem verduras, legumes e frutas crus na quantidade diária recomendada, que é de 50% mínimo e 75% ideal. Ou seja, o ideal é que a alimentação humana esteja baseada num consumo diário de refeições com 50-75% de alimentos de origem vegetal, crus e frescos.


Erradamente, as pessoas tentam compensar esta carência com suplementos vitamínicos sintéticos. Pensam que podem comprar a saúde com artifícios e pílulas, enquanto perpetuam os maus hábitos alimentares. Mas nada se compara aos alimentos vivos. Além da energia da terra, sol, água e ar, existe uma cumplicidade entre os seus inúmeros componentes. São alimentos vivos, projetados pela natureza para fornecer nutrição altamente qualificada, portanto com propósitos claros de gerar saúde, harmonia e perpetuação da vida. Nas pílulas falta-lhes esta “alguma coisa” que os cientistas não conseguem sintetizar.

Os sucos são uma ótima opção para as pessoas que não conseguem consumir, um mínimo de 4 frutas e 4 porções de verduras por dia, como se recomenda. Em apenas um copo de suco podem ser reunidos vários tipos de frutas, legumes e até verduras, fornecendo esta grande variedade de nutracêuticos. Portanto, o suco é um recurso fácil e rápido de aumentar o consumo desses nutrientes que ajudam o organismo a prevenir e até a tratar vários tipos de doenças. Já existem inúmeros livros e pesquisas que relatam curas fantásticas a partir da prática habitual da sucoterapia. São cânceres, problemas cardiovasculares, alergias incuráveis e até problemas mentais debelados por esta reengenharia alimentar.

Ela não deve ser encarada como uma dieta, pois seria algo para ser usado por um tempo. Trata-se de uma nova dinâmica de vida, ou seja, ingerir os sucos desintoxicantes passa a ser um hábito diário. Estar pleno de energia diariamente deve ser a condição normal do ser humano. A recomendação é tomar pelo menos um copo de suco em jejum por dia, um “banho interno diário”. Porém, para fortalecer o sistema imunológico e fornecer uma boa suplementação de nutrientes em casos de tratamentos de cura e transformações, podem ser indicados 3 ou sucos copos, tomados nos intervalos das refeições principais.

Ingerir o suco em jejum logo pela manhã, ajuda a despertar os órgãos excretores e aumentar a disposição. O consumo destes sucos frescos logo na primeira refeição matinal é um passo importantíssimo para ativar um fluxo diário de limpeza e desintoxicação de todas as impurezas do nosso organismo. O suco no desjejum é o momento mais adequado, quando o corpo humano está mais preparado para a mobilização (eliminação) dos seus excretos. Não há estudos que comprovem algum efeito adverso provocado pelo alto consumo de sucos naturais. Mas, como em tudo na vida, o bom senso é primordial.

Na Alimentação Desintoxicante todas as receitas são preparadas na forma líquida, começando pelos sucos desintoxicantes. Então surge a pergunta: Eu até gosto de ingerir e mastigar alimentos crus, por que liquefazer? Porque na forma de suco? Para evitar excesso de trabalho digestivo do alimento inadequadamente mastigado. Para que a nutrição tenha acesso imediato ao sangue e cumpra a sua função desintoxicante sem perda de tempo ou energias. A água é um inigualável agente de transporte, comunicação e lavagem.


Um alerta: A menos que você esteja realizando o programa de Jejum Intensivo ou o Jejum de 4 dias, proposto pelo livro Alimentação Desintoxicante (Capítulo VIII), nada de trocar almoço ou jantar por suco. Ele deve ser um complemento dos novos hábitos alimentares. O suco fresco, é sem dúvida, o mais saudável. Deve ser ingerido imediatamente após o seu preparo, para que não perca suas propriedades nutricionais. Ao liquefazermos os “alimentos vivos”, todas as suas propriedades estão ativas, desde que ingeridas imediatamente.

A sucoterapia não admite o uso de açúcar (principalmente o branco) ou adoçantes. A presença de alimentos biocídicos (que matam a vida) nos sucos desintoxicantes é terminantemente proibida. Afinal, seria um contra censo, já que o açúcar e os adoçantes são alimentos intoxicantes. Os sucos industrializados não possuem propriedades terapêuticas. São super adoçados – com açúcar ou adoçantes - e são submetidos a processos físicos como pasteurização, filtragem e aditivações, que desativam seu original poder de nutrição e cura. Ou seja, custam caro, mas não trazem qualquer benefício para a saúde. Alerta: Os sucos de clorofila industrializados, especificamente os congelados, não têm efeito terapêutico. O correto é preparar o suco verde e ingeri-lo imediatamente após o seu preparo. O tempo de preparo causa oxidações (envelhecimento e perda de atividade), e o processo de congelamento mata e desativa a vida.



Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para o bem-estar e qualidade de vida.

0 comentários: