NutriViva no Facebook é a nossa página no Facebook onde há uma constante actividade com pratos e ideias sobre Alimentação Viva.
O blog também está acessivel em ALIMENTACAOVIVA.COM e ALIMENTACAOVIVA.INFO
Visitem o meu blog em inglês (com traduçao automática)
Raw in Copenhagen
Ao deixar um comentário referente a um artigo, por favor colar o link desse artigo.

Badge Raw Food

Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Search/ Busca

Carregando...

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

sábado, 24 de março de 2007

Encontro de mãos - o amor é importante!

Juan Ramón Jiménez

hands.JPG

Encontro de duas mãos
que procuram estrelas,
nas entranhas da noite!

Crudivoros = Extremistas - Será?

(pensamentos de um final de Sábado)


Os crudivoros são de uma forma comum chamados de extremistas e anti-ciência, somos considerados patológicamente doentes e com instabilidade emocional. Existem variados sites (financiados por gente interessante com certeza) que acusam o movimento dos crus de anti social e muitas outras coisas "feias" rsrs...

"A ciencia não é só um resultado final mas um processo continuo de mudança e reavaliacionamento das velhas crenças (teorias) à luz de novas evidencias" (diz isto num site anti-vegetarianismo).
Eu acredito que recusar evidencias como casos de imensos crudivoros que se livraram das mais variadas doenças consideradas crónicas ou virtualmente incuráveis e vivem hoje felizes, livres de medicamentação é ser hipócrita e promover a ignorância.

Feliz ou infelizmente muitas pessoas tiveram que estar quase à beira da morte ou com a sentença de doenças horríveis para recorrerem à alimentação crua como ultimo recurso. Nesse "barco" estiveram vários médicos que conseguíram libertar-se dos seus próprios dogmas e hoje são um exemplo para todos os crudivoros.

Pessoalmente acho que o problema é que certos estudos científicos são demasiado tendenciosos e cada vez que alguém se debruça sobre o estudo de alimentação natural esse ou essa cientista passa também a ser apelidado de extremista, vendo os seus estudo desacreditados pela forte ala dominante.

Somos ainda acusados de usarmos o medo como forma de arranjar "adeptos" ou clientes. Desde quando é que a melhoria da nossa alimentação tem a ver com "clubes" ou outro tipo de organização vinculativa?

Quem é que inventa mil um doenças e condena as pessoas à morte com sentenças de morte a curto ou médio prazo? ...do tipo "você tem que tomar "Omeaprazole" para o resto da vida senão pode contrair cancro/cancer" (experiência pessoal devido a hérnia do hiato com esofagite de refluxo).

Penso que cada um tem que escolher o seu caminho. Esta é a minha opinião e ninguém tem de concordar com ela.

A alimentação faz parte do todo, é parte integrante da vida. É importante vivermos em harmonia com o meio ambiente e social.
Se quisermos mudar esse meio temos que viver nele, integrando-nos da melhor forma para aos poucos o alterarmos. Não pensem com isso que eu sou conformista ou conservador, antes pelo contrário, tenho um passado bem revolucionário e uso as minhas experiências como trampolim.
Levou tempo a descobrir que a revolução tem que começar por dentro. E a revolução só será proveitosa se nos libertar dos nossos próprios dogmas.


É correcto melhorar-mos a nossa alimentação por questões de saúde, por questões ética (ex. não comermos animais), etc mas também é importante integrar os outros - uma luz ao perto brilha mais do que ao longe. Se rejeitarmos sempre, seremos sempre rejeitados - lei da atracção.

Não adianta comer cru se estivermos mal com o vizinho, com os nossos familiares ou com nós próprios. A comida possivelmente nem será absorvida se estivermos sobre stress.
Se estivermos cheios de sentimentos de culpa porque nos apetece comer o prato de comida cozida e não o comemos não vai servir muito comer o prato cru mais delicioso.
Se tivermos de deixar de visitar os amigos ou familiares porque não queremos comer da sua comida (considerada por nós muitas vezes impura) estamos também recusando uma parte de nós (acontece-me várias vezes). É necessário abrirmos os nossos corações e partilhar com todo o mundo a alegria e todas as coisas boas. Só assim poderemos ser aceites e servirmos de exemplo. E não pensem que é chamarem de criminoso a quem come carne que o farão deixar de comer a mesma. Deiem-lhe antes a provar um prato cru delicioso e pode ser que resulte ( nem sempre resulta mas...)

Falo por experiência própria e por muito que tenho ouvido da parte de muitos(as) que me contactam.

Precisamos de paz no mundo e a alimentação não deve ser mais um motivo para gerarmos guerras. Se conseguirmos paz, as nossas células "agradecem" e abrem-se á absorção da energia dos nutrientes. Se vivermos em conflito elas fecham-se morrendo ou degenerando rapidamente.


Por outras palavras - quando comerem comam com alegria! É a melhor forma de aproveitarem os nutrientes.

Por vezes, e talvez por ler tanto sobre o assunto, dou por mim a criticar o que os outros comem - mas de repente uma luzinha acende relembrando que somos todos diferentes, muito iguais também mas unicos na realidade - dai não podermos criar bitolas que sirvam para todos.

Se queremos descobrir o que é bom para nos alimentar temos que nos tornar cientistas de nós próprios, até que um dia o lado mais intuitivo desperte do seu longo sonho e possamos enxergar a realidade que é comermos por instinto, algo que todos os animais tem e nós esquecemos.

Lembrem-se - ninguém é melhor do que o outro só porque se chama de crudivoro ou outro nome qualquer. Mas os outros só por se considerarem "Doutores" também não são donos da verdade....


Bom fim (final) de semana!

Raw Film Festival (Festival de Filmes Crudivoros)



Foto do Raw Film Festival (Festival de Filmes Crudivoros)
(Familia Talifero -100% crudivoros)
Storm, Jinjee, Adagio, Shannon Leone, Luke Leone
Jome, Raven
Shale, Cossette Whitcoe
quinta-feira, 22 de março de 2007

Cozinha Vibrante: Esparmentão

Cozinha Vibrante: Esparmentão

Receita - Esparmentão

No blogg http://cozinhavibrante.blogspot.com/2007/03/esparmento.html

Milho transgénico em circulação causa dano à saúde

Informação Alternativa

Mundo

14/03/2007

Apresentada prova científica definitiva:

milho transgénico em circulação causa dano à saúde

Plataforma Transgénicos Fora! *

Foi apresentada pela primeira vez prova científica irrefutável do impacto na saúde de milho transgénico. Trata­‑se da variedade MON 863 [1], produzida pela Monsanto (a maior multinacional de sementes transgénicas do mundo) e que foi objecto de estudo toxicológico pela própria empresa. Num artigo [2] publicado ontem numa revista científica prestigiada são apresentados os resultados, dramáticos, da análise detalhada desse estudo: há alterações de crescimento e grave prejuízo para a função hepática e renal (fígado e rim) dos animais de laboratório que consumiram tal milho [3].

Ainda mais grave é o facto de que o milho MON 863 está actualmente em circulação na União Europeia [4], e que o estudo original da Monsanto (com mais de mil páginas) foi divulgado antes da aprovação europeia ter sido atribuída. Mas a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (AESA) não fez uma avaliação detalhada do trabalho, assumindo que as conclusões apresentadas pela empresa (de que o milho era inócuo) eram coerentes com os dados obtidos.

Face aos resultados agora publicados, o governo português, através da autoridade competente sediada no Ministério do Ambiente, tem obrigatoriamente de assumir as suas responsabilidades na área da protecção da saúde pública e tomar as seguintes medidas:

– proibir desde já a circulação de milho MON 863 em todo o território nacional, mesmo aquele que já esteja processado, embalado ou pronto a vender;

– notificar a Comissão Europeia para que estas medidas de emergência sejam tomadas a nível de toda a União Europeia;

– solicitar com carácter de urgência a reavaliação imediata das restantes variedades de transgénicos já autorizadas para a União Europeia.

Gualter Baptista, da Plataforma Transgénicos Fora do Prato, lembra: «Isto é o golpe final na credibilidade do sistema europeu de autorizações. Se uma empresa pode dizer que está tudo bem com o seu transgénico e ninguém na AESA se dá ao trabalho de ir verificar, que outras variedades já aprovadas não terão idênticos impactos na saúde ou no ambiente? Agora todos os transgénicos têm de ser considerados culpados até haver provas independentes de que são realmente inocentes.»

_______

* A Plataforma Transgénicos Fora é uma estrutura integrada por onze entidades não-governamentais da área do ambiente e agricultura (ARP, Aliança para a Defesa do Mundo Rural Português; ATTAC, Associação para a Taxação das Transacções Financeiras para a Ajuda ao Cidadão; CNA, Confederação Nacional da Agricultura; Colher para Semear, Rede Portuguesa de Variedades Tradicionais; FAPAS, Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens; GAIA, Grupo de Acção e Intervenção Ambiental; GEOTA, Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente; LPN, Liga para a Protecção da Natureza; MPI, Movimento Pró-Informação para a Cidadania e Ambiente; QUERCUS, Associação Nacional de Conservação da Natureza; e SALVA, Associação de Produtores em Agricultura Biológica do Sul) e apoiada por dezenas de outras. Para mais informações contactar mailto:info@stopogm.netou www.stopogm.net.

[1] O milho MON 863 produz um insecticida nos seus tecidos (o Cry3Bb1 modificado) que mata insectos coleópteros. Nos Estados Unidos este milho transgénico está classificado como planta pesticida visto que todas as suas células são tóxicas para os insectos – um hectare deste milho contém cerca de um quilo de substâncias venenosas.

[2] O artigo intitula-se “New analysis of a rat feeding study with a genetically modified corn reveals signs of hepatorenal toxicity”, é da autoria dos cientistas franceses Séralini, Cellier e Vendemois e está publicado na revista científica americana Archives of Environmental Contamination and Toxicology. O professor Séralini, da universidade francesa de Caen, pertence ao comité de biossegurança do governo francês.

O estudo original da Monsanto pode ser descarregado aqui (pdf). Uma apresentação simples das diferenças significativas visíveis no estudo da Monsanto pode ser descarregada aqui (pdf). Um dossiê da Greenpeace sobre este tema pode ser descarregado aqui (pdf).

[3] A análise dos dados da Monsanto apresentada neste estudo revela um aumento de até 40% dos triglicerídeos do sangue em ratos fêmea e uma redução de até 30% do fósforo e sódio na urina de ratos macho. Também se detectaram alterações no peso dos animais: os machos cresceram menos que os animais de controle, e as fêmeas cresceram mais. Estes valores são estatisticamente significativos e estão directamente relacionados com o consumo do milho transgénico. O estudo durou apenas 90 dias – não existem dados sobre efeitos de longo prazo – e não permite saber porque é que o facto de o milho ser transgénico induziu estes danos nos animais de laboratório.

[4] O milho MON 863 foi aprovado (para toda a União Europeia) a 8 de Agosto de 2005 e ao abrigo da Directiva 2001/18 para importação e utilização em rações, e a 13 de Janeiro de 2006 e ao abrigo do Regulamento 1829/2003 para alimentação humana.

quarta-feira, 21 de março de 2007

Visita da Drª Gina Shaw crudivora

Recentemente recebi a visita da Drª Gina Shaw, crudivora (70% frugivora).Ela pretende vir trabalhar em Portugal com consultas de Iridologia e Higienismo.

Almoçámos juntos no quintal da casa da minha mãe num dia ensolarado.





O site da Drª Gina

O frio que vem de dentro

O frio que vem de dentro

Cinco pessoas ficaram presas numa caverna por causa de uma avalanche de neve.

Teriam que esperar até o amanhecer para receber socorro.

Cada uma delas trazia um pouco de lenha e havia uma pequena fogueira ao redor da qual elas se aqueciam.

Elas sabiam que se o fogo apagasse todas morreriam de frio antes que o dia clareasse.

A primeira era preconceituosa.

Olhou demoradamente para as outras quatro e reparou que uma delas tinha a pele escura.

Então, pensou consigo mesma:

‘Jamais dividirei minha lenha com alguém de cor’.

E guardou-a protegendo-a dos olhares dos demais...

A segunda era avarenta.

Estava ali porque esperava receber os juros de uma dívida.

Olhou ao redor e viu pessoas que traziam sua pobreza no aspecto rude do semblante e nas roupas velhas e remendadas.
Ela calculava o valor da sua lenha e enquanto sonhava com o seu lucro, pensou:

‘Jamais dividiria minha lenha para aquecer preguiçosos’.

A terceira era rude.

Seus olhos faiscavam de ressentimento.

Não havia qualquer sinal de perdão ou de resignação que o sofrimento ensina.

Em seu pensamento, afirmava:

‘Jamais daria minha lenha para salvar aqueles que me oprimem’.

E guardou sua lenha com cuidado.

A quarta parecia alheia a tudo.

Era sonhadora.

Olhando fixamente para as brasas, nem lhe passou pela cabeça oferecer a lenha que carregava.

Estava preocupada demais com suas próprias visões para pensar em ser útil.

A última era egoísta.

Seu pensamento era curto e seco:

‘Esta lenha é minha. Jamais darei a ninguém nem mesmo o menor dos gravetos’.

Com estes pensamentos, as cinco pessoas permaneceram imóveis.

A última brasa da fogueira se cobriu de cinzas e, finalmente apagou...

Enviado pelo Heitor - Obrigado
terça-feira, 20 de março de 2007

Dia Internacional sem Carne

Baby Beef

A carne de vitela é muito apreciada por ser tenra, clara e macia.
O que pouca gente sabe é que o alimento vem de muito sofrimento do bezerro macho, que desde o primeiro dia de vida é afastado da mãe e trancado num compartimento sem espaço para se movimentar.

Esse procedimento é para que o filhote não crie músculos e a
carne se mantenha macia.

Baby beef é o termo que designa a carne de filhotes ainda não
desmamados.

O mercado de vitelas nasceu como subproduto da indústria de
laticínios que não aproveitava grande parte dos bezerros nascidos das vacas
leiteiras.

Veja como é obtido esse "produto": assim que os filhotes nascem,são
separados de suas mães, que permanecem por semanas mugindo por
suas crias.

Após serem removidos, os filhotes são confinados em estábulos
com dimensões reduzidíssimas onde permanecerão por meses em sistema de ganho
de peso, alimentação que consiste de substituto do leite materno.

Um dos principais métodos de obtenção de carne branca e macia,
além da imobilização total do animal para que não crie músculos, é a retirada do mineral ferro da sua alimentação tornando-o anêmico e fornecendo o mineral
somente na quantidade necessária para que não morra até o abate.

A falta de ferro é tão sentida pelos animais, que nada no estábulo pode ser feito de metal ferruginoso, pois eles entram em desespero para lamber esse tipo de material.

Embora sejam animais com aversão natural à sujeira, a falta do mineral faz
com que muitos comam seus próprios excrementos em busca de resíduos desse
mineral.

Alguns produtores contornam esse problema colocando os filhotes sobre um
ripado de madeira, onde os excrementos possam cair num um piso de concreto
ao qual os animais não tenham acesso.

A alimentação fornecida é líquida e altamente calórica, para que a maciez
da carne seja mantida e os animais engordem rapidamente.

Para que sejam forçados a comer o máximo possível, nenhuma outra fonte de
líquido é fornecida, fazendo com que comam mesmo quando têm apenas sede.

Com o uso dessas técnicas, verificou-se que muitos filhotes
entravam em desespero, criando úlceras pela sua agitação e descontrole no
espaço reduzido.

Uma solução foi encontrada pelos produtores: a ausência de luz; a manutenção dos animais em completa escuridão durante 22 horas do dia, acendendo-se a luz
somente nos momentos de manutenção do estábulo.

No processo de confinamento, os filhotes ficam completamente imobilizados,
podendo apenas mexer a cabeça para comer e agachar, sem poderem sequer se
deitar.

Os bezerros são abatidos com mais ou menos 4 meses de vida, de uma vida de
reclusão e sofrimento, sem nunca terem conhecido a luz do sol.

E as pessoas comem e apreciam esse tipo de carne sem terem idéia de como é produzida.

A criação de vitelas é conhecida como um dos mais imorais e repulsivos mercados de animais no mundo todo. Como não há no Brasil lei específica que proíba essa prática - como na Europa - o jeito é conscientizar as pessoas sobre a questão.

Nossa arma é a informação.

Se souber o que está comendo, a sociedade que já não mais tolera violências, vai mudar seus hábitos.

Podemos evitar todo esse sofrimento não comendo carne de vitela ou Baby-beef
e repudiando os restaurantes que a servem.

O consumidor (Assim como o eleitor) tem força e deve usar esse poder escolhendo produtos, serviços e empresas que não tragam embutido o sofrimento de animais inocentes.



(Fonte:Instituto Nina Rosa - Projetos por Amor à Vida) Se você anseia por uma
sociedade mais humana e sem violência, repasse esse e-mail. A VIDA AGRADECE.

Profª Maria de Lourdes Pereira Dias - UNIVERSIDADE
FEDERAL DE SANTA CATARINA - CSE/CNM - Campus Universitário -
Trindade 88.040.900 - Florianópolis (SC) - B R A S I L

Phone:(55- 0xx48) 3331-9483

Bolo "Trilipa Mel"



3 xi. trigo sarraceno germinado
1 xi. linhaça deixada de molho de um dia par outro
1 xi. passas orgânicas (não usar passas do super mercado cheias de agrotóxicos e gelatina)
1 xi. amêndoas
4 c. sopa mel
1 c. sopa de farinha de alfarroba

moer tudo num processador de alimentos

formar um bolo e regar com mais mel

Mudanças do clima

O mundo está assustado com as previsões dos especialistas e cientistas sobre o futuro da Terra. Secas e enchentes destruidoras, furacões, calotas polares derretendo, a vida do ser humano e de todas as outras espécies em risco num futuro não muito distante. Mas apenas o medo não levará a nada. É preciso agir. E é isso que pede o comercial "Mudança", criado pela AlmapBBDO para a ONG Greenpeace.

São 60 segundos de cenas impressionantes, reais, tomadas em vários pontos do mundo. Elas mostram a ação destruidora do homem através das queimadas, da poluição das indústrias e, conseqüentemente, a revolta da natureza: geleiras derretendo, o vento destruindo casas, a água invadindo cidades. Tudo isso ao som de "My Way", canção eternizada pela voz de Frank Sinatra. Ao final, surge a pergunta (por escrito): "Lembra quando sua geração sonhava em mudar o mundo?" e, segundos depois, a resposta - "Parabéns, vocês conseguiram". O filme termina com um apelo: "Mudanças climáticas. O planeta pede sua ajuda" e a assinatura do Greenpeace.

http://www.youtube.com/watch?v=IbfLMIw1iM4&NR

Batido de tomate com espirulina e levedura de cerveja


Acabado de fazer...

Batido de tomate com espirulina e levedura de cerveja

1 xi. (chávena) de tomate orgânico/biológico
1 c. sopa de azeite extra virgem orgânico/biológico
1 c.chá espirulina
2 c.chá levedura de cerveja

bater no liquidificador e decorar com hortelã pimenta - comer com uma colher

Fornecedores de Produtos Orgânicos - Brasil!


Por Jivan Ananto (compilação da comunidade Nutrição Consciente - no Orkut)

NOTA: Os visitantes podem participar com comentários sobre outros locais.

Do PONTO DE VISTA PURAMENTE NUTRICIONAL (sem levar em conta o aspecto ético), um onívoro que consome SÓ produtos orgânicos, incluindo carne de animais sem hormônios, antibióticos e resíduos de agrotóxicos (gado que consome só gramíneas de pastagens naturais , sem rações industrializadas), corre menos riscos para a saúde do que um vegetariano estrito, ou vegan que consome verduras, legumes e frutas contaminados com agrotóxicos.

Atualmente a quantidade de produtos químicos que entra na cadeia alimentar humana é responsável por um número crescente de doenças degenerativas, alteração do sistema imunológico etc.

Este tópico visa relacionar produtores e fornecedores de orgânicos principalmente NÃO INDUSTRIALIZADOS.

A nosso ver produtos como "geléia de frutas orgânicas", adoçadas com açúar mascavo são também pseudo-alimentos, a fruta perdeu suas enzimas, foi adicionado o açúcar, etc.

Fruta é ótimo, mas tem que ser crua, in natura, para conter todas suas enzimas e vitaminas intactas, e será MAIS nutritiva se tiver sido colhida madura, quando completa o ciclo de formacao das moléculas de vitaminas na mesma.

Por causa da importância que damos ao produtos orgânicos, fomos coletando ao longo de mais de um ano enderecos de fornecedores desses produtos em nossa comunidade do orkut, e organizamos aqui um longa lista, separados por estados e cidades.


Um site que relaciona produtores e comerciantes de produtos orgânicos de todo o Brasil é:
http://www.planetaorganico.com.br

Os "produtos orgânicos" são aqueles cuja produção não envolve agrotóxicos e devem ser certificados pelos órgãos competentes, como o IBD.

Uma coisa é a composição "química" a existência ou não de aditivos químicos existentes tanto em carnes e laticínios como vegetais, e outra coisa é um alimento vegetal.

A nosso ver o alimento deve ser:
1-Orgânico
2-Exclusivamente Vegetal
3-Preferencialmente CRU, in natura.

O uso de produtos contaminados por produtos químicos tem implicações no organismo humano e também no meio ambiente.

A agricultura "convencional", com produtos químicos, produz enormes danos ao meio ambiente, contaminando solo, rios, ar e água do subsolo.

A pecuária "orgânica", com pastagens naturais, sem usar "rações industriais" contamina nossa saúde com as toxinas naturais da carne, mas não contamina o solo se não usa agrotóxicos nas pastagens, apenas promove o "mau" uso da terra pois para a produção de 1 kg de carne se usa de 10 a 20 vezes mais área do que para produzir 1 kg de vegetais (dados estatísticos médios).

A pecuária SEMPRE agride o meio ambiente pelo uso de muito mais área do que p/ a produção de vegetais (destruição de florestas e vegetação nativa para plantação de gramíneas das pastagens).

A pecuária intensiva, com as enormes "fazendas de carne", usa toda sorte de herbicidas, fungicidas, etc nas pastagens e/ou plantações de cereais e soja para as rações, e depois "trata" o gado com antibióticos e hormônios. A produção de "carne" pelo "método químico" promove enorme intoxicação ao organismo e ao meio ambiente.

A "produção" de carne para consumo humano, sejam de bois "verdes" ou contaminados é uma AGRESSAO aos animais, uma "exploração" dos mesmos, um erro ético e moral inaceitável e vergonhoso.

O consumo de produtos orgânicos é mais saudável e também dá suporte ao produtor, que merece nosso apoio pelo trabalho e idealismo de sua atividade, ainda difícil e com um mercado instável.

Produtores orgânicos tem maior custo de produção/comercialização por serem ainda minoria, por trabalharem numa área nova, com um mercado menor, mais difícil.

Muita gente, mesmo sabendo serem os produtos orgânicos mais saudáveis torcem o nariz "por causa do preço mais alto"...
Mas se formos pensar assim, os produtores vão vender menos, terão menos estímulos e seus produtos continuarão sendo mais caros.

A solução pra contornar a questão do preço mais alto é "otimizar" o que consumimos, comprar os vegetais da "estação" que tem preços menores.
Em diferentes épocas do ano os vegetais variam de preço, fora da "estação ideal" a "produtividade" é menor, o preço final fica maior.

Então devemos observar o que está na estação, aproveitar melhor os vegetais, fazer saladas com as folhas dos rabanetes e beterrabas, consumir os "talos" do brócolis, couve flor etc... comestíveis e nutritivos que em geral se joga fora.

Outra forma de se "otimizar" gastos com alimentos é comer "menos", em geral consumimos um volume maior do que o necessário.
Mais qualidade, menos tóxicos, menor quantidade. Qdo se come com "fome" a assimilação é mais eficaz, pode-se comer menos!
Comer devagar, sem pressa e "gula" o alimento é melhor assimilado, ficamos nutridos com menos.

E a longo prazo... vai se economizar MUITO dinheiro com tratamento de Saúde.
Mesmo se gastarmos MAIS a curto prazo com vegetais ORGÂNICOS, a longo prazo fica sempre mais barato.

Se houver algum membro aqui que já está adquirindo produtos orgânicos entregues em casa, comunique isso, sempre há alguém que vai se beneficiar da informação.

Segundo o autor do livro "Never be sick again", Raymond Francis, existem duas razões básicas para TODAS as doenças:
- falta de nutrientes,
- excesso de intoxicantes

E o problema MAIOR é o segundo: excesso de intoxicantes.
Comer resíduos de pesticidas, herbicidas, fungicidas é incompatível com Saúde.

ARTIGOS INTERESSANTES

http://www.planetaorganico.com.br/pollan1.htm

MORANGOS ORGÂNICOS!...


Morangos são delíciosos, mas na produção convencional usa-se muito agrotóxico.
Infelizmente o artigo não menciona o endereço de produtores.

Mais um site interessante:
http://www.vilaorganica.com.br

Uma notícia interessante:
http://www.faep.com.br/boletim/bi918/bi918pag02.htm

A forma mais interessante de se adquirir produtos orgânicos, é direto do produtor, eliminar os atravessadores e prestigiar os produtores.
Muitos fornecem a domicílio, isso significa frutas e verduras/legumes frescos, sem agrotóxicos e sem "intermediários".

Produtores de orgânicos que fornecem a domicílio, em geral permitem visitas, podemos conhecer o local e como são produzidos os vegetais.

Sempre que vcs virem endereços, sites, lojas, etc em outros fóruns, postem a informação aqui, para enriquecermos este tópico, isso será útil para todos.

SÃO PAULO

Em São Paulo (SP) tem um lugar excelente, com produtos certificados pela AAO.

• É uma feira realizada aos sábados no Parque da Água Branca, próximo ao metrô Barra Funda.

AAO ... ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTURA ORGÂNICA (AAO) – TEL: (11) 3875-2625
Organiza Feiras do Produtor, sempre das 7 às 12 horas, nesses locais:

• Pq. da Água Branca (terças e sábados): Avenida Francisco Matarazzo, 455. Aos sábados, café da manhã orgânico
próximo ao metrô Barra Funda.

• Alphaville (terças): Centro de Apoio 1 (Portão 5), atrás do Hotel Bruno Taloli

• Pq. Celso Daniel (quintas): Rua Dom Pedro II, s/nº, Jd. St. André

• Pq. Escola (quintas): Rua Anacleto Popote, 46, Valparaíso, Santo André

• Rua Tutóia (domingos), em frente à igreja do Santíssimo. Sacramento, próximo ao Viaduto de saída da Avenida 23 de Maio

• Sabor da Fazenda – Avenida Nadir Dias de Figueiredo, 395, V. Maria, fone: (11) 6631-4915
www.sabordefazenda.com.br

• Caminho da Roça, fone: (11) 3733-6727. e-mail: caminhodaroca@uol.com.br

• Distribuidores de produtos do Yamaguishi na capital de São Paulo.
Entregas em domicilio há 6 anos.
http://www.yamaguishi.com.br

• Agora temos no coração dos Jardins o Empório Siriuba, que vende produtos orgânicos, serve refeições orgânicas (vegetarianas ou não), e tem um ambiente espetacular.
www.emporiosiriuba.com.br

Já ocorreram também alguns cursos interessantes, como o de ervas,alimentação e saúde, etc... Existem outros cursos programados.

• Loja especializada em produtos orgânicos, trabalho com frutas, verduras, frangos, iogurtes, geléias, queijos, e muito mais,...Tudo certificado.
www.mercatonaturale.com.br

• Emporio em Casa
e-commerce de produtos orgânicos.
www.emporioemcasa.com.br
Pedidos tbem p/ fone ou fax
Frutas , verduras e legumes e, também, secos, congelados, resfriados,etc.

--------------------------------------------------------------------

GRANDE SAO PAULO - SP
• Sabor Natural
Entrega em qualquer região de São Paulo e mais Alphaville, Granja Viana e Aldeia da Serra.
www.sabornatural.com.br



SAO PAULO E VALE DO PARAIBA
Existe entrega a domicilio de cestas de produtos orgânicos certificados pelo IBD em São Paulo, Vale do Paraíba e sul de Minas.

• Visite o site: www.organicosdamantiqueira.com.br ou ligue para (35) 3654-1453 ou (11)5549-7993/

e-mail: goncalves@organicosdamantiqueira.com.br.

Eu já visitei Goncalves, fui numa das chacaras de verduras orgânicas, conversei bastante com o dono, um senhor simpático, colhemos as verduras juntos. Saí de lá, eu e um primo meu com duas cestas enormes de verduras puras, frescas, sem agrotóxicos.
Eles entregam em Sao Paulo, Taubaté e Cacapava e procuram revendedores para as outras cidades... (Jivan)



SANTOS e outras cidades
Em vários locais do Estado de São Paulo é possivel receber em casa a cesta de alimentos orgãnicos certificados pelo Instituto Biodinânico (maior certificadora do Brasil). A empresa "Sítio A Boa Terra" possui diversos distribuidores que atendem os clientes em São Paulo Capital, Campinas, Jundiaí, São José do Rio Pardo, São João da Boa Vista, Casa Branca, Ribeirão Preto, Santos, Poços de Caldas e várias outras cidades.

• Para ver qual distribuidor atende sua cidade e bairro, entre no site www.aboaterra.com.br, ou entre em contato pelo telefone (19)3647-1321.

Saiba tudo sobre ORGÂNICOS no site:
www.aboaterra.com.br



SANTOS/S.VICENTE
• Ronaldo - www.santosorganicos.com
Telefone(s): (13) 3221-2762, (13) 9111-2535



ITATIBA - SP
• Casa da Roça
Rua: Domingos Pretti, Nº391
Bairro: Jardim de Lucca CEP: 13.255.280
Itatiba/São Paulo
Produtos: Frutas, legumes, verduras, cereais, etc.
(Cláudia e Valter)



SOROCABA-SP
• Fruto Amarelo
www.frutoamarelo.com.br



RIBEIRAO PRETO - SP
• Cafeteria ecologica
Café orgânico, moido e passado na hora, produtos de grandes e pequenas empresas tudo certificado.
Mercado municipal box 46 e logo no 111/112

• Armazém Orgânico
Av. Portugal, 251 - Jardim São Luís
Ribeirão Preto / SP - CEP: 14020380 - Tel: (16)3931-5163
E-mail: sac@armazemorganico.com.br

ESTADO DO RIO DE JANEIRO
-----------------------------------------------------------------------------

"Quem quiser comprar produtos orgânicos via Associação de Produtores Orgânicos do Vale do Rio Preto, pode mandar um e-mail para o endereço horta.organica@yahoo.com.br ou entrar na home page:
www.hortaorganica.com.br

A associação ainda está sobrevivendo no mercado, nosso objetivo é que todos possam comprar produtos orgânicos e não somente uma pequena parcela da população em função dos altos preços praticado nas redes de supermercados.
Para vocês terem uma idéia vendemos os produtos para a rede de supermercados que colocam uma margem de lucro de até 150 %.
Precisamos reforçar a venda direta via cestas, feiras livres que por sinal é de interesse de muitos que acabe.

-------------------------------------------------------------------------

RIO DE JANEIRO- capital

• O sítio do moinho é uma fazenda de producao orgânia certificada, nao sao vegetarianos, vendem carnes, ovos e laticinios. Mas o importante é que quem quiser encomendar vegetais ou nao que sao orgânicos, eles fornecem em diversos bairros do Rio, no site tem todas as informações.
http://www.sitiodomoinho.com

• Toda quinta feira na PUC tem uma feirinha com orgânicos e comida crua, fica aberta de manha ate a hora o almoço.

• Vc pode encontrar Cobal de botafogo no Louro verde.
Quem entrega em casa é a Agrinatura(021)36436454 ...


FEIRAS LIVRES

GLÓRIA - sabado


LARANJEIRAS
• Ferinha de orgânicos terças e sábados.
www.graointegral.com.br/feirinha.html

URCA
• Na Urca, na Rua São Sebastião, na escola Nau, funciona todo sábado de manhã uma feira com
produtos orgânicos de ótima qualidade, também tem produtos sem glútem.



FEIRAS E LOJAS ORGÂNICAS

LEBLON • Mundo Verde 2as. feiras e sábados

IPANEMA 5as. feiras as 7:30 - 13:30
Avenida Ataulfo de Paiva, 375, Lojas A, B e C, Leblon
Rua Visconde de Pirajá, 443, Loja C, Ipanema

BARRA DA TIJUCA Feira na Coonatura
Congregação Judaica Brasileira, 3as. feiras
Rua Professor Millward 65, Barrinha, Barra da Tijuca

COBAL DO HUMAITÁ diariamente
Box da ABIO– nos. 81 e 82R. - Voluntários da Pátria, 448

FLAMENGO Tudo cru
Rua Senador Vergueiro, 170 apto 1408
Flamengo - Tel: (21) 2533-0187
Fax: (21) 2533-0187

GOB Empório Orgânico Cobal Humaitá
Rua Voluntários da Pátria, 448 - Box 80/81
Tel: (21) 2526-2640

Bio Armazém
Rua Gal Urquiza, 188 c - Leblon
Tel / Fax:(21) 2511-6330[/color

--------------------------------------------------------------------------------------

ESTADO DO RIO ... interior

FEIRAS LIVRES, interior do RJ.

TERESÓPOLIS - sábado e quarta feira

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - domingo

PETRÓPOLIS - sabados



NITERÓI

• "ANGELMAR"
Como eles são ligados a "ABIO" - Associação de Agricultores Biológicos - é mais conhecida como a quitandinha da ABIO.

O endereço e telefone da ANGELMAR, que tem entrega em domicílio é: Travessa Francisco de Almeida nº 3 em frente ao nº 128 da Av. 7 - uma vilazinha entre a Av. Roberto Silveira e a Rua Otávio Kelly.
Na esquina tem um jornaleiro e nas costas do jornaleiro tem uma placa indicativa.
TEL.: 2711-9105

• FEIRINHAS DA "ABIO"

Às TERÇAS-feiras, no Horto Botânico, no Fonseca.

Às QUINTAS-feiras, no Campo de São Bento, em Icaraí, entrando pela rua Gavião Peixoto, em frente ao Colégio Estadual Joaquim Távora.

Aos SÁBADOS, a feirinha é na Região Oceânica. No trevo do Posto Monza.

ESTADO DE MINAS GERAIS

BELO HORIZONTE

Existem feirinhas organizadas pela prefeitura, e cada dia estão num bairro, a saber:

Pontos das Feiras de Orgânicos:

• Av. Celso Porfírio Machado, Belvedere - às segundas-feiras, de 7 às 12 horas;

• Rua Cláudio Manoel, entre Av. Getúlio Vargas e Av. Afonso Pena, Praça ABC - às terças-feiras, de 14 às 19:30 horas;

• Rua Guaicuí, esquina com rua Felipe Drummond , Luxemburgo - às quartas-feiras, de 7 às 12 horas;

• Praça República do Líbano, em frente à barragem Santa Lúcia - às quintas-feiras, de 7 às 12 horas;

• Av. Bandeirantes , Praça JK - às sextas-feiras , de 8 às 12 horas

• FITO - Loja de produtos orgânicos -
Avenida do Contorno próximo à rua Bahia.

ESTADO DO PARANÁ

CURITIBA


• FRUTAS ORGÂNICAS

Fazenda Fortaleza (certificada pela IMO)

Av. Iguaçu, 1848 - Curitiba / Paraná - CEP 80250-190

-------------------------------------------------------------

[b]• HORTALIÇAS
ACCF - Associação Comunitária Colônia Figueiredo (certificado pelo IBD)
Av. República Argentina, 1325 / 201 - Água Verde - Curitiba / Paraná – CEP 80620-010

Sítio Vô Miguel (certificado pelo IBD) Rua Constante de Conto, 12 - Orleans - Curitiba / Paraná - CEP 81200-470
--------------------------------------------------------------

• FEIRAS
Conversa com os donos das bancas, vc acaba descobrindo os produtores
e eventualmente um que tenha servico de entregas na cidade, tipo 1x por semana)
Feira Verde Passeio publico Sabado das 8 às 13 horas

Teça de manhã: Ao lado do terminal Campina do Siqueira
Quarta de manhã: Praça do Expedicionário
Quinta das 15 às 22: Praça do Japão


----------------------------------------------------------

• SUPERMERCADOS MERCADORAMA
Rua Canadá, 1889 - Boa Vista Tel:(41)356-4241

Av. Pres. Arthur Bernardes, 2200 - Portão - Tel:(41) 345-4344

Av. 7 de Setembro. 4568 - Batel - Tel: (41) 244-1871

Rua Des. Otávio do Amaral, 576 - Bigorrilho Tel:(41)336-1919

Avenida Nossa Senhora Aparecida, 582, Seminário - Tel: (41) 342-4779

-------------------------------

• SUPERMERCADOS CARREFOUR

Rua Dep. Heitor Alencar Furtado, 1210 - Champagnat - Tel.(041) 373-4910

Av. Mal. Floriano Peixoto, 3031 - Parolin - Tel: (41) 334-1999
-----------------------------------

• LOJAS

Empório TerraSã Frutas, legumes, hortaliças,
Rua Maestro Romualdo Suriani, 130 - Jardim das Américas
Tel: (41) 365-6339

• Chauá restaurante e loja
Atende no almoço, período da tarde e jantar: segunda a domingo das 11h30 às 22h.
Na segunda-feira, o serviço de disque entregas funciona das 18h às 22h.

Loja de alimentos orgânicos: de segunda a domingo às 8h.
http://www.chaua.com.br/
Rua Manoel Eufrásio 637 (esquina com Euzébio da Motta) - Juvevê - Curitiba - Paraná

Reservas e encomendas: (41) 3015 3020 pedidos@chaua.com.br
Estacionamento gratuito conveniado na Rua Euzébio da Motta 950 (ao lado da Naturoclínica)


LOJAS "PERMANENTES":

Loja de orgânicos no Mercado Municipal: "barraca" número 38.

Loja de orgânicos e restaurante Chauá (tem entrega em casa):
Rua Manoel Eufrásio 637 (esquina com Euzébio da Motta) - Juvevê
(41) 3015 3020

Comentário da CLAUDIA REGINA, de Curitiba:

Queria deixar um comentário sobre comprar orgânicos no supermecado, acho que não é muito interessante, não pelo supermercado em si.

Mas eles colocam um preço muito alto nos produtos orgânicos, e às vezes nem sabem o que é ogrânico (aqui normalmente produtos HIDROPÔNICOS estão na parte de orgânicos).

Acho que é legal comprar direto nas feiras, com os próprios produtores, pois além de ser mais barato que nos mercados (às vezes até mais barato que produtos "normais"), você tem certeza que são orgânicos e certificados, além de conhecer quem tá produzindo ^^

Concordo com você, Claudia, muito importante comprar direto do produtor!!!

...

NÃO CONFUNDA: HIDROPÔNICO NÃO É ORGÂNICO

"Hidropônico"

O hidropônico é um alimento produzido sem a presença do solo e sempre em ambiente protegido, ou seja, em estufa. Cultivado sobre suportes artificiais, em água, recebe soluções químicas para nutrição e tratamento de eventuais doenças.
(fonte: Comunidade no orkut - Alimentaçao Natural)


RIO GRANDE DO SUL


Porto Alegre


• Em Porto Alegre tem uma feira na secretaria de agricultura na Getúlio Vargas, funciona aos sábados pela manhã até a 1h da tarde e nas quartas à tarde...

FEIRAS EM PORTO ALEGRE:

Feira dos Agricultores Ecologistas Coolméia

Sábado, das 7:30 às 13 horas

Rua José Bonifácio - na 1ª quadra

------------------------------------------------

Feira da Cultura Ecológica
Coolméia
Sábado, das 7:30 às 13 hs

Av. Getúlio Vargas 1384 - pátio da Secretaria Estadual da Agricultura ( antigo Parque de Exposições do Menino Deus )

------------------------------------------------

Feira da Biodiversidade
Coolméia
Quarta, das 14 às 19 horas

Av. Getúlio Vargas 1384 - pátio da Secretaria Estadual da Agricultura ( antigo Parque de Exposições do Menino Deus

---------------------------------------------------

Restaurante NOVA VIDA
Demétrio Ribeiro, em frente à pracinha do ex-Cinema Capitólio
Feira todos os SÁBADOS pela manhã
Também produtos naturais, almoço, lanches

-----------------------------------------------------

Praticamente, todos os supermercados já têm um setor que vendem orgânicos (Zaffari, Nacional, Carrefour)

SANTA CATARINA

Florianópolis...

• Em Floripa tem feira de orgânicos na praça da Lagoa da Conceição aos sábados de manhã, além das lojas Quintal da Ilha (Itacorubi), supermercados (Imperatriz, Angeloni...)


PERNAMBUCO

RECIFE /PE

• Todos os Sabados bem cedo na praca de Casa Forte, boa viagem, no Stio da Trindade em Casa Amarela

PARÁ


Belém


Bom... dei uma pesquisada lá sobre o Pará...
e só tem palmito orgânico certificado,o que nao ajuda muito....

Palmito é delicioso, nao sei o valor nutritivo, mas "deve ter", mas tem um "probleminha"... cada poucos vidros de palmito em conserva significa uma palmeira morta. Mas... se a empresa produtora replantar 100% da derrubada de palmeiras Acaí... nao só fica válido com bastante ecológico. Toda vez que derrubamos uma arvore para extrair madeira, ou uma palmeira para extrair o broto (palmito) E REPLANTAMOS, contribuímos para "limpar" algum CO2 do ar, que sera "aprisionado" ( o C) no corpoda nova árvore em crescimento.
Isso é ecologia, nossa saúde depende da da "despoluicao" do ar, que é nosso principal alimento (4 minutos sem... as células morrem, certo?).

Entao ecologia e meio ambiente tem tudo a ver com Saúde. Nao comprem mais nada de plástico e sim de madeira! Principalmente apoiando empresas madeireiras que reflorestam.

PALMITO
Kanoa Indústrias Alimentícias Ltda (certificada pela CMO) Palmito de açaí
Av Bernardo Sayão, 3012 B - Jurunas - Belém / Pará - CEP 66033-190
...
De repente a "Kanoa" decide produzir mais alguma coisa orgânica, vale apoiar.

ESPÍRITO SANTO

--------------------------------------------------------------------------------

VITÓRIA

• 1ª feira de produtos orgânicos da Grande Vitória

Rua Arlindo Brás do Nascimento - Barro Vermelho
Sábados, das 6 às 13 horas

Encontrei esse produtor de arroz orgânco, certificado pelo Instituto Bio Dinâmico (IBD)
http://www.volkmann.com.br/index1.htm

Combinação de Alimentos para óptima Digestão e Saúde

A Pirâmide da Alimentação Viva - da autoria de David Klein, médico, tradução e adaptação de Silvia Ferreira

A pirâmide é interpretada com os alimentos mais importantes e saudáveis no topo



























** Botanicamente classificado como fruta, no entanto a sua composição bioquímica
coloca-o na categoria de não-fruto no que respeita à combinação de alimentos.
*** O tomate só deve ser combinado com vegetais sem carbo-hidratos, proteínas,
pimento e pepino.

Combinação de alimentos para uma óptima e saúde:

A combinação alimentar é a preparação e a ingestão de alimentos em combinações
compatíveis com a química do nosso sistema digestivo, considerando as suas limitações relativamente às secreções enzimáticas. Os alimentos de categorias alimentares distintas requerem a secreção de enzimas digestivas específicas. Algumas combinações enzimáticas não conseguem trabalhar juntas, uma vez que se anulam umas às outras,resultando numa digestão fraca com pouca absorção de nutrientes. Quando comemos alimentos incompatíveis, eles decompõem-se originando gases tóxicos e mal-estar. Os princípios da combinação de alimentos, foram inicialmente explicados no século 20 pelos médicos: John Tilden, William Hay e Herbert Shelton. Em “A Combinação Alimentar tornada Simples”, o Dr. Shelton afirma: “Todos os médicos concordam que o tipo de suco digestivo segregado corresponde ao tipo de comida a ser digerida e que cada alimento precisa de uma modificação específica do suco digestivo, que todos os dias se altera, para que ocorra uma digestão eficiente. As refeições simples serão muito mais fáceis de digerir e como tal muito mais saudáveis.” Seguindo o guia que está abaixo, a combinação apropriada de alimentos crus ajuda-nos a: 1. evitar desordens digestivas, 2. a desintoxicar o nosso organismo, 3. a alcançar o peso apropriado, 4. a obter uma saúde plena.

Guia de hábitos alimentares saudáveis:

1. Planeie a sua alimentação e faça sempre escolhas saudáveis.
2. Exercite-se para criar uma verdadeira necessidade de nutrição antes de cada refeição.
3. Coma apenas quando tiver realmente fome e nunca coma quando estiver cansado ou aborrecido/deprimido.
4. Compre e coma apenas alimentos orgânicos (biológicos) e sobretudo frutas e vegetais frescos, e uma pequena quantidade de nozes e sementes.
5. Evite todas as carnes animais, lacticínios, ovos, farinha, açúcar branco, sal, café, chá com cafeína, especiarias, óleos fritos/aquecidos, aditivos químicos e perseverantes, água flouretada e clorodificada.
6. Se você comer alimentos cozinhados, coma-os sempre com alimentos crus e gadualmente aumente a quantidade de crus para os 90% - 100%.
7. Quando estiver a cozinhar, coza os vegetais, batatas e a abóbora, ligeiramente ao vapor.
8. Se for viajar para onde não seja fácil encontrar produtos frescos e orgânicos leve os seus próprios alimentos saudáveis.
9. Cheire os alimentos crus antes de os ingerir – isto irá fazer com que o sistema digestivo comece a preparar o corpo para a digestão, optimizando este processo.
10. Cada vez que mastigar faça-o pausadamente e triture bem os alimentos antes de engolir.
11. Beba sumos naturais ou água desionizada pelo menos 20 minutos antes da refeição e aguarde pelo menos 1 hora depois da refeição antes de os voltar a consumir.
12. Coma maioritariamente frutas ao pequeno almoço, sempre num estômago vazio.
13. Evite comer carbo-hidratos e proteínas numa mesma refeição ou no mesmo dia. Os carbo-hidratos demoram 4 horas a ser digeridos e as proteínas requerem aproximadamente 6 horas.

Copyright 2002 David Klein - Living Nutrition Publications - www.livingnutrition.com
http://www.livingnutrition.com/interview.html

Uma versão em pdf pode ser baixada daqui



e a combinação aqui
segunda-feira, 19 de março de 2007

"Esparguete" ao molho de pimento e pesto

Courgete (abobrinha), aipo, feijão mungo (moayashi) germinado com molho de pimento(ão) vermelho + cogumelos + linhaça + pesto, azeitonas para decorar.

Workshop de Alimentação Viva

Tudo começou com as compras de artigos biológicos/orgânicos em Lagos


Banca do Jean Pierre



Comprando amendoas



Comprando mel




O Workshop foi na casa da Cláudia
Entre Silves e S. B. de Messines.
A manhã começou por cerca das 10 horas como uma conversa sobre os benefícios da alimentação viva, falei de enzimas, clorofila, balanço ácido alcalino, digestão, etc.

Por volta das 11:30 preparei um batido de abacaxi com espirulina.
Iniciei então a preparação das saladas. Fiz um leite de amêndoas+passas de uva orgânica/biológica. Reservei os restos das amêndoas+passas para mais tarde.




Dos pratos servidos o pão foi um dos mais apreciados



200 g trigo germinado
100 g trigo sarraceno germinado
100 g linhaça germinada
1/4 cebola
4 cogumelos
6 folhas de mangericão
sal

Preparo:
Moer tudo até criar uma massa e desidratar.

3 horas de forno aberto com uma temperatura abaixo dos 45ºC + 3 Horas do sol matinal do Algarve










Salada em estrela: aipo, couve roxa, couve flor, courgete(abobrinha), pimento(ão), cenouras, rabanetes.


Participantes: Solange, Luciana, Ana, Sandra e Cláudia

Para acompanhamento (e mais para provar pois não se deve misturar assim tanta coisa) foram servidos - rebentos/brotos de grão (bico), feijão mungo (moyashi), cogumelos canderelus fermentados, trigo sarraceno germinado, quinoa/quinua real germinada, azeitonas pretas - molhos de: pesto, pimento(ão) c/ cogumelos, amêndoa+verduras+poejo+alho - verduras: várias qualidades de alface, agrião - ervas: manjericão, poejo, hortelã pimenta



A sobremesa foi servida uma hora depois (a titulo de lanche) para evitar as misturas e consistiu em "mousse de chocolate" (abacate+farinha de alfarroba + mel) servido sobre os restos do leite, amêndoas+passas - um pouco mais tarde misturei maçâ com aloe-vera (babosa)e passas de uva e foi servido o leite de amêndoas


"Foi muito bom Luís, as meninas também gostaram muito. Não imaginava que iria comer tanta comida crua com prazer e satisfação." Sandra



"Eu adorei o Domingo, correu tudo muito bem, desde o nosso encontro até as crianças que se portaram muito bem...foi muito bom. Podemos repetir a dose."Um abraço,Solange

"Luis, foi muito legal aprender estas "coisinhas cruas", ja deu pra mudar algumas coisas aqui em casa.Obrigada."Luciana