Qr Code do blog

Qr Code do blog
Qr Code do blog

Rss

Contacto

Blog Archive

Followers

Follow by Email

Add me on Facebook

NutriViva Tv



Total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de março de 2007

CANELONE DE BROTO DE BAMBU

Alternativa, bonita e saborosa

Deixe para trás a idéia de que comida crua não tem gosto. A alta gastronomia aderiu à bandeira dos naturalistas para provar que, além de saborosos, os pratos também são bonitos, sim. O chef JÚNIOR BELÉM, do Deloonix, em São Paulo, ensina uma receita do primeiro restaurante de raw food do Brasil

O CHEF JÚNIOR BELÉM

NASCIDO NOS ESTADOS UNIDOS, O RAW FOO-dism – ou crudivorismo – é a dieta que não esquenta os alimentos acima de 42ºC para preservar enzimas e vitaminas. Adotada pelos restaurantes, a raw food passou a fazer parte da alta gastronomia. Os pratos de folhas, grãos e temperos exóticos têm sabor apurado e caíram no gosto de famosos como Demi Moore e Robin Williams.

Inaugurado há dois meses na capital paulista, o Deloonix é o primeiro restaurante de raw food no Brasil. O nome vem de Delonix Regia, termo científico da árvore Flamboyant – o “o” a mais foi sugestão da numerologia. “A maneira como é feita a raw food acaba por preservar os componentes dos alimentos, deixando o sabor ainda mais rico”, diz Eduardo Magliano, um dos proprietários.

MÃO NA MASSA. O responsável pelas diferentes receitas do restaurante, que também serve pratos vegetarianos e frutos do mar, é o chef Júnior Belém. Antes de assumir a cozinha, ele passou quatro meses com Rafael Rosa, especialista brasileiro em raw. “A comida assim tem mais nutrientes, ajuda na digestão e retarda o envelhecimento”, avisa o chef.

O estilista Calvin Klein, freqüentador de restaurantes raw famosos, como o Quintessence de Nova York, considerou a lasanha do Deloonix a melhor do mundo. Apesar de trabalhosos e demorados, os pratos são muito saudáveis e bonitos, como o canelone de broto de bambu que ensinamos aqui.





CANELONE DE BROTO DE BAMBU

I

I NGREDIENTES:
(RENDE 1 PORÇÃO)

Para a massa:
•150g de broto de bambu
•Sal e pimenta a gosto
•Azeite extravirgem

Para o molho:
•Uma bandeja de shimeji
•50g de tomates frescos
•50g de tomates secos
•Azeite extravirgem
•Azeite de manjericão
•1 copo de água filtrada
•Sal e pimenta a gosto

Para o recheio:
•1 maracujá
•Tomilho e alecrim picados
•Sal e pimenta a gosto
•1 xícara (chá) de castanha-de-caju
•1 xícara (chá) de trigo

Para decorar:
•Folhas de alface frisée, mimosa, roxa e endívia
•Pimenta-rosa
•Azeite de pimentão
•Alga Heijiki

MODO DE FAZER



1. Para a massa, marine o bambu com sal, pimenta e azeite. Reserve.

2. Para o molho, bata no liquidificador os tomates e o azeite de manjericão.

3. Jogue o shimeji e a água, até formar um creme homogêneo. Tempere com sal e pimenta.
4 e 5 . O primeiro passo do recheio é preparar o queijo de castanha. Coloque o trigo dentro de um pote com água e deixe hidratar por 12 horas. Escorra e leve à geladeira por mais 12 horas, até brotar. Separe a água, reserve, e coloque os brotos na água novamente por mais 8 horas. Bata a água reservada com a castanha-de-caju até formar o queijo.

6. Misture ao queijo a polpa do maracujá, sal, pimenta, tomilho e alecrim.

7. Espalhe nos bambus marinados.
8. Corte os rolinhos em diagonal, jogue o molho e decore a gosto.

Vale a Pena
A beleza da apresentação e a preservação de os praticamente todos nutrientes da comida compensam o tempo e dos pratos da raw food.

http://revistaquem.globo.com/

0 comentários: